SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Sabes o que eu sei?






Se queremos a liberdade,
Temos de lutar
Para a conseguir.
Se acreditamos
No que desejamos,
A força que nos dá a Natureza,
É superior
A tudo o que nos força á quietude,
Ao deixar correr,
Á falta de virtude...

Mais!
Se queremos prolongar o nosso Amor
(Que sabemos nosso
E o temos como ideal),
Levantemos os olhos
E ganhamos, num instante,
Força tal,
Que arrosta perigos ou direitos,
Derruba e ultrapassa preconceitos
Na mais inocente lealdade...

Acredito!
Por isso luto e lutarei.
E tu?
Tu sabes o que eu sei?


SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Adentro do Coração



 


Simplicidade,
É revelação do que, em ti, existe;
A verdade,
A palpitação que não resiste
Ao fogo que nos queima a Alma
E nos funde num só Ser.

Não estamos no caminho errado.

Eu sempre estou apaixonado
E a Alma não se mede,
Não se pesa,
Não se palpa.

A Alma apenas nos pede,
Que sigamos a vocação
De escutar
Adentro do Coração!



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Até onde eu for




 


Indescritível
Sonho ou vivência!
É alegria do Céu
Que os teus pés pisaram,
Teus braços repousaram,
Como núvem,
Como véu...

A neblina desfez-se
No calor do teu olhar
E surgiste transparente,
Angelical...
O Ser que sempre sonhei
Tornou-se vivo e real.

Irresistível,
Na carícia macia
Das flores,
Que roçavam nos meus lábios
Num Hino de Primavera imperecível.
Floriu feliz,
Dançou em todo o meu Ser
E senti-me estremecer
Adentro do rubor do teu rosto,
Tão a meu gosto.
Foi despertar suave e doce,
Fosse do que fosse,
Mas vivi, um momento todo Amor.
Desejo-o vivo
E com tal paixão
Que não possa caber no coração,
Mas vá até onde eu for.



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Divina, em Testamento







Quero teu sorriso extravagante,
Recebendo Vida, em doação.
Quero ouvir cantar o coração
Por um beijo doce, extasiante...

Em tanto carinho, fecundante,
Se transforma o dia de paixão...
Já, nos lábios, tenho uma Oração
Para que regresses outro instante.

Sinto que saudade, é ter Amor;
E que o muito Amor é sofrimento.
Fica, de elegia, o pensamento

Que renasce, lesto, doutro alvor,
Num destino etéreo, num momento:
Sejas, tu, Divina, em Testamento.



SOL da Esteva

Etiquetas: , , , ,

sábado, 31 de janeiro de 2015

O rosto que me encanta






Se a tristeza fosse só tristeza,
Eu sentiria menos esta dor;
Porém se, ser-se bela, fosse Amor,
Eu olharia apenas a beleza.

E eu não quero ter tanta riqueza
Já que provém, de ti, tão grande ardor  
Que me aquece a alma, em teu calor,
Na minha humilde casa de pobreza.

Eu tenho de sentir, num peito forte,
A força de vencer a minha morte
Que já oprime a Alma e a garganta.

Terei de ultrapassar a dor profunda
Que, com a minha vida, se afunda
Ao ver sumir-se o rosto que me encanta.



SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 24 de janeiro de 2015

Mundo de Fantasia






Ver-te,
Amar-te,
Sorrir-te,
Adoçar teus lábios com um beijo,
Encher-te de ternura
Na liberdade
Que nos deixa plenitude...

...É assim:
Um só desejo
De não viver solidão,
De não sorrir por dever,
De dar o meu coração...
Uma virtude!...

Nunca,
Nunca mais terei em mim
Um pouco do teu calor,
Do teu corpo,
Do fulgor
Dos braços a rodear-me,
Dos teus seios contra o peito,
Frementes pelo desejo
Num carinho, só, de Amor.

Não!
Nunca mais, eu, poderei
Pensar-me maior que sou.

...Resta, sòmente, a alegria
De sentir-me sonhador
Na liberdade de Amor
Num Mundo de fantasia.



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

sábado, 17 de janeiro de 2015

Formatura





 


Busquei, na Escola da Vida,
Conhecimento e saber
(Saber de Alma perdida).
Aprendi a ciência
De enganar os demais.
Nessa Escola Universal,
Que diz que eu sei decidir
(Mesmo que seja por mal).
O meu Diploma,
Me confere autoridade!...

Na minha vaidade,
Não estou de acordo com o sentir...
(...É que já não posso sentir!)

A mediocridade do conhecer,
Arrasta-me às profundezas
Do não saber proceder
Com aprumo e dignidade.

Assim, na Escola da Vida,
Tive Cátedra e honrarias,
Fui Senhor em muitos dias,
Escravo da vida dura,
Escravizador,
Nada grado ao meu Amor
Que se opõe á Faculdade.
...Isto é a Formatura.



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,