SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 14 de dezembro de 2019

O rei vai nu




Saber, saber dizer na hora certa
O que nos vai na alma de verdade,
É o compartilhar de boca aberta    
Qual o caminho da simplicidade.

Serão os simples e não os simplórios
Quem nos conduz no trilho que é mais certo.
Os orgulhosos, já de si inglórios,
São cegos demais em roteiro aberto.

Deduzem de valores que nada são
E arvoram-se por ricos de vazio.
Afirmam ver seu rei, quem é benquisto,

Cobrando as roupagens á Nação
Para vestir quem nunca teve frio.
Porém, o rei vai nu até ser visto.


SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 7 de dezembro de 2019

A sua vaidade




Quando morrer, eu nada direi
Como a Vida tem sido para mim.
Os que sabem dela, outrossim,
Guardarão segredo. Disso sei.

Quando já se sabe de antemão
Que o povo quer saber de tudo,
Rever-se no Judas do Entrudo
Pode vir a ser a solução.

O dever de honrar e conhecer
Os irmãos que sempre nos ladeiam,
É apenas gene de amizade.

Laureados, quererão saber
O valor da história que alardeiam,
Atestando a sua vaidade.


SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 30 de novembro de 2019

O puro Amor





Cada vez que a luz passa a janela
Ilumina o seu interior.
E o destino vai atrás dela
Por estar lá dentro o meu Amor.

Meu triste olhar a ela se prende
Na esperança de ver seu semblante.
Mas a esperança também não me atende,
Nem a Amada assoma um só instante.

Que seja breve o anoitecer
Para inverter a minha visão;
Quando espreitando eu possa ver

Aquela que enche o coração,
Mesmo que jamais venha a saber
Que é puro Amor, não é ilusão.



SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 23 de novembro de 2019

De Vidas

 


Escrita direita em tortas linhas;
Esta a equação que não prevemos.
Interpretações e adivinhas
É o que queremos e não temos.

Mas o dia certo, quando chega,
Determina rumos e futuro.
Tudo fica simples e sossega
O tal alvoroço inseguro.

O Destino é sempre o resultado
Do que nos é certo e melhor,
Mesmo que pareça ser errado.

Guardemos na Alma só Amor
Porque as saudades são bocado
Que foram de Vidas com valor.


SOL da Esteva
07OUT2019

Etiquetas: , , , ,

sábado, 16 de novembro de 2019

Nem tiveram pudor & "Post mortem"



Nem tiveram pudor


Foi há muitos, muitos anos,
Nesta data e neste dia
Que certa fonte de enganos
Lá, desde Argel, nos dizia:

"O Cômo foi libertado
E não há sobreviventes".
O meu Dever de Soldado
Seria partir-lhe os dentes.

Dos Portugueses traídos,
Muita mágoa, imensa dor
Por todos os foragidos

Que seu Dever não tomaram
E não tiveram pudor
Dos irmãos que atraiçoaram.


Santos Oliveira
16NOV2019
(*) Reporte, pág. 70/71 in "A Guiné no meu tempo..."



"Post mortem" 


Vou celebrar neste dia
Cinquenta e cinco de vida
Acima do que previa
Um certo herói fratricida. (*)

Na sua alocução,
Ditou o Cômo arrasado.
Não posso dar-lhe perdão,
Por ter sido atraiçoado.

Decerto, Nino Vieira
Confiou nos seus Cubanos
E tomou a dianteira,

Sem contar que os enganos
São a hipótese primeira
A tomar quando falamos.


Santos Oliveira
16NOV2019
(*) Reporte pág. 70/71 do in "A Guiné no meu tempo..."

Etiquetas: , , , ,