SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 17 de abril de 2021

Por desgraça

                                       © SOL da Esteva - Acordar Sonhando

 

    
Sempre a boa raiz 
Deu qualidades á fruta,
Como imagem de Juiz
No final duma disputa.

Pois, com a Justiça cega,
Como será que nos vê?
Que caminhos ela emprega
Apenas pelo que lê?

Eu sei que quem investiga
É fruta de qualidade
No seu dizer a verdade.

Mas nem a tudo se obriga
Que a moral duma história
Tenha por desgraça a glória.
 


SOL da Esteva

 

Etiquetas: , , ,

sábado, 10 de abril de 2021

Semear Amor

                                       © SOL da Esteva - Acordar Sonhando

 

Boa noite, terminado o dia
Num sereno sono que abraço.
Os meus sonhos terão a magia
Do repouso, por vezes escasso.

Desperto numa aurora raiando...
Alegro-me na Graça de ver
Que teus olhos vão alumiando
Muito além, os trilhos do meu ser,

Num ciclo de Vida já completa
E Amor infindo, permanente...
Não há sonhos em vida quieta,

Nem o sono fecha os nossos olhos
Quando o sentimento é presente.
Semear Amor não gera abrolhos.


 
SOL da Esteva

 

Etiquetas: , , ,

sábado, 3 de abril de 2021

Amanhã

                                       © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Amanhã é outro dia
Haja cá o que houver.
Celebramos a alegria
Que o Destino nos der.

Sejam dias, sejam anos,
Seja quanto tempo for,
Para ti, a quem amamos,
Partilhamos só Amor.

Parabéns por tudo isto,
Porque o tempo é rija festa
E sem ele nada resta.

Enfim, deixo o meu registo:
Mais um ano, mais um dia
Reina na tua alegria.

 
 
SOL da Esteva

 

Etiquetas: , , ,

sábado, 27 de março de 2021

Vive as promessas

                                       © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Se inicias uma viagem
É bom que conheças o destino.
Não te iludas quando uma miragem
Assola e engana o teu caminho.

Quando inicias uma viagem
Tem cuidados de peregrino.
Não descuides o que é bagagem;
Segue em frente como um menino.

O que é simples, simples será
E o que vier acontecerá
Sem que tu possas, tal, alterar.

Vive as promessas feitas por ti
E que  alerto no que escrevi.
Decide! Vais partir ou ficar?

 

SOL da Esteva

 

Etiquetas: , ,

sábado, 20 de março de 2021

Primavera em Portugal

                                         © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Vou abrir a porta à Primavera.
Arrecado as bênçãos do seu Sol...
Tenho mais desejos á espera  
(Já os anotara no meu rol).

Brotam flores, perfumes e cores,
Os olhos não param de mirar.
É a Primavera dos Amores
Despertando a quem os quer sonhar.
 
Assim, o gozar a Natureza
É motivo de celebração.
Auguro venturas sem igual

Aqueles que amam a beleza
E a sintam vibrar no coração
Com a Primavera em Portugal.
 
 

SOL da Esteva

 

Etiquetas: , ,

sábado, 13 de março de 2021

Marca de tristeza

                                      © SOL da Esteva - Acordar Sonhando

 

Estar-se triste até é natural
Se o que nos rodeia não ajuda;
O chorar, como sempre, nada muda
Nem constrói qualquer bem ou qualquer mal.

Quem disse que a Vida é cor de rosa?
Por certo já a vimos de outra cor.
A Vida está ligada ao amor,
Às vezes doce, outras amargosa...

Mas se estar triste é marca de tristeza,
Como se apaga mágoa tão dormente?
Acreditar seguindo com firmeza

Caminhos sábios do senso comum
Com um alforge rico, que alimente
Uma barriga cheia de jejum.
 

SOL da Esteva

 

Etiquetas: , ,

sábado, 6 de março de 2021

Guiamos os passos

                                       © SOL da Esteva - Acordar Sonhando

 

Nós não somos mortos do  passado  
Porque é ele que suporta a vida.
Mundo melhor, como é pensado,
É aquele que, a viver, convida.

Vamos, sossegados e felizes,
Voltar a sorrir, que tanto ajuda!...
Plantar, semear e ter raízes,
Faz-nos diferentes, tudo muda...

Ficamos ligados ao passado?
Pois, que isso seja ensinamento
E o mais seguro complemento

De quanto nos há valorizado;
Assim, ao olharmos o futuro,
Guiamos os passos pelo escuro.
 


SOL da Esteva

 
 

Etiquetas: , ,

sábado, 27 de fevereiro de 2021

Volto a ser menino

                                       © SOL da Esteva - Acordar Sonhando

    
Ante a maravilha de viver,
Não me acordem se estou sonhando
Ou não me deixem adormecer
Se virem que estou acordando.

Vou juntando as boas esperanças
E as vou somando à alma da gente.
Quero viver as minhas lembranças
Tal como as guardei de peito quente.

Recordo sons, cheiros e sabores
Que me dão paz ao meu pôr-do-sol;
Sigo a lua com o seu caminho

E encontro nela os meus amores
Como estão descritos no meu rol...
Paro, porque volto a ser menino.


SOL da Esteva

 

Etiquetas: , ,

sábado, 20 de fevereiro de 2021

Fruto dos enganos

                                       © SOL da Esteva - Acordar Sonhando



Desgasta-se e se rompe o entendimento
Porque a mágoa encurrala o coração;
E quem se propôs Servir a Nação
Faz o que sabe sem nos dar alento.

E todo um Povo continua em guerra,
Agora sem tiros, sem ilusões...
A guerra mora só nos corações
Mas é mortal, imensa como a Terra.

Será que um dia a Paz vai ser tratada
Com seriedade pelos humanos?
É que o que se vê, é não ver nada;

E a luz que pontua o fundo escuro
É apenas o fruto dos enganos
E não uma certeza de futuro.

 
SOL da Esteva

 

Etiquetas: , , ,

sábado, 13 de fevereiro de 2021

Recriando

                                      © SOL da Esteva - Acordar Sonhando


Resistir ao tempo para Amar
Como quando havia juventude,
Leva-nos á hora de pensar
Se a nossa luta tem virtude.

Foi a Natureza, que legou
A sobrevivência natural,
Para resguardar o que ficou
E que nos é bom ou nos foi mal.

O Amor nasceu no nosso peito
Quando esperança e fé já lá moravam
E se abrigou em harmonia.

Tudo foi moldado a preceito
Quando coisas boas se guardavam
Recriando força e alegria.
 

SOL da Esteva
 

Etiquetas: , , ,

sábado, 6 de fevereiro de 2021

O Mar

                                        © SOL da Esteva - Acordar Sonhando



O Mar é que nos leva ou deixa ir,
É ele que nos prende num lugar;
Cavado ou nas cristas, a subir,
É ele que decide a quem amar.

Ás vezes escorraça o coração
Mas noutras doa paz ao pensamento.
O Mar, em seus murmúrios ou canção,
É sempre alimento com alento.

O Mar em que me perco a olhar
Faz-me crescer naquilo que eu sou.
Eu fico acordado a sonhar

Por tantas horas, que ninguém contou,
Absorto no que a Vida me deixar
E a pensar quanto dela me ficou.


SOL da Esteva

 

Etiquetas: , , ,

sábado, 30 de janeiro de 2021

Segurar a Vida

                                     © SOL da Esteva - Acordar Sonhando

 

As Memórias e o celebrar da Vida,
São aquelas que sempre bem guardamos.
Tiveram o seu tempo de partida
E vivem neste tempo a que chegamos.

São muitos, muitos anos percorridos
Que nos fortaleceram as raízes.
Por elas nos tornamos aguerridos
Na luta da paixão de ser felizes.

São tantos, tantos anos de união
E o tempo se passou na maior pressa...
Parece que foi ontem, pois então,

Que ambos nos fizemos a promessa
De segurar a Vida em nossa mão
Sem nada, nem ninguém, que o impeça.

 

SOL da Esteva

 

Etiquetas: , , ,

sábado, 23 de janeiro de 2021

A doçura e a leveza

                                        © SOL da Esteva - Acordar Sonhando



 
O que mais nos falta agora?
Só um apertado abraço,
Um carinho sem espaço
Ou a dimensão de outrora;

Ombro a ombro, mão na mão,
Gestos com intimidade...
Outros tempos, outra idade,
Abalam o coração...

Pudesse andar para trás,
Voltaria, com certeza!
O que se vê, nos deixou

A pensar como se faz
A doçura e a leveza
Que este tempo levou.

 
 
SOL da Esteva

 

Etiquetas: , , ,

sábado, 16 de janeiro de 2021

Eu te abrigarei

                                      © SOL da Esteva - Acordar Sonhando

 


Quanta doçura há no teu olhar
Que até a Lua mostra um rosto terno!
Quem me dera jamais eu despertar
Deste sono que o sonho torna eterno.

Este encanto ainda vai mais longe
Seguindo o teu Caminho nas Estrelas;
Por ele eu tornar-me-ei um Monge
Metido num lugar que possa vê-las.

E levo o meu alforge de pobreza,
Aonde guardo quanto nos faz falta      
Tão só para tornar-me Natureza.

Eu te abrigarei nos sonhos meus  
Feitos lugar Sagrado, sem ribalta,
Tal como aquele guardado nos Céus.
    


SOL da Esteva
 

Etiquetas: , , ,

sábado, 9 de janeiro de 2021

O que há

                                      © SOL da Esteva - Acordar Sonhando

   

Foi-se o Verão, Natal e Novo Ano;
Houve ilusão e alguma fantasia.
As Esperanças foram-nos engano
Como a expectativa de alegria.

Estar vivo, já é uma victória
Ao tempo assassino que espreita.
Todo aquele que se iludiu na glória
Poderá não ser livre da maleita.

O que mais grassa entre toda a gente,
É o medo, o terror, a insegurança...
O que há, por demais inconsistente,

Não acredita o estado real
Em conduzir a nossa confiança
E garantindo a Vida em Portugal.

 
 
SOL da Esteva

 

Etiquetas: , , ,

sábado, 2 de janeiro de 2021

O dia de amanhã

                                        © SOL da Esteva - Acordar Sonhando



A esperança sempre foi transcendente.
O que resta, por Fé, acreditar?
O que é que podemos desejar
Senão o colocá-la á nossa frente?

Quando, tristes, olhamos o passado
Nostálgico e o trazemos ao futuro,
Só vemos tudo aquilo que é escuro;
Nada reluz ou é iluminado.

Lá se foi o ano para esquecer!
Sejamos confiantes neste novo.
Deixemos os lamentos para o povo

Que ainda não sabe que o viver
Está na Alma de quem sentiu amor...
O dia de amanhã será melhor!

   

SOL da Esteva

 

Etiquetas: , ,

sábado, 26 de dezembro de 2020

Que esta noite vá embora

                                       © SOL da Esteva - Acordar Sonhando

 
 
Sei que ontem foi Natal.
Talvez! Certamente foi.
Nem o Presépio é igual,
Falta-lhe o burro e o boi...

A árvore iluminada,
Muito fraquinha de luz,
Nem me parecia nada
Lembrar o ar que reluz.

Desejo ainda vejamos
Um Natal como os de outrora;
Só anseio que o tenhamos

Já pelo raiar da aurora.
Esperança nós votamos:
Que esta noite vá embora.  

 
SOL da Esteva

 

Etiquetas: , ,

sábado, 19 de dezembro de 2020

Algo que me alente.

                                         © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Não quero abraços ou beijos
Sem sentimento de Amor.
Neste tempo, os meus desejos
São de Paz interior.

Dizem que é Natal
Sempre que o Homem quiser.
Oh, meu Deus, não vejo tal
Faça eu o que fizer.

As doçuras e o mel
Do confinamento, agora,
Têm o sabor do fel.

Se o Natal é permanente
Mesmo quando a Alma chora,
Haja algo que me alente. 
 
 

SOL da Esteva

 

Etiquetas: , ,

sábado, 12 de dezembro de 2020

O Natal seria...

                                 © SOL da Esteva - Acordar Sonhando



Vamos a caminho do Natal!
Já tivemos ouro, incenso e mirra.
Do pouco que resta a gente espirra
Pois que a alergia faz-nos mal.

Sei que vou ficando deprimido
Sempre que os magos deste tempo
Estabelecem, para desalento,
Que é normal ser assim vestido.

Pudesse, o Menino que há em nós,
Fazer o milagre do saber
Aos magos que regem o fazer.

O Natal seria, em sua voz,
Mesmo que vazio de alegria
Sempre noutro ano, ou qualquer dia...


 
SOL da Esteva

 

Etiquetas: , , ,

sábado, 5 de dezembro de 2020

Talvez Dezembro...

                                      © SOL da Esteva - Acordar Sonhando
 

 

Chegou Dezembro, bem de mansinho,
A desejar não poder ser visto.
Bolas vermelhas num azevinho
Lembram o tempo desde que existo.

Não há engano. Ele chegou.
Todos os sonhos que nos trazia
Estão cerrados. Pouco restou
Para uma Quadra que era alegria.

Que sentirão os nossos pequenos  
Que em seus olhos guardaram Fé
E esperanças dum Ano inteiro?                          

Talvez Dezembro ainda dê menos,
(Sem tradição e frio que é),
Que um despido e triste pinheiro.



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

sábado, 28 de novembro de 2020

Acordar Sonhando dez anos...

                                       © SOL da Esteva - Acordar Sonhando


Neste espaço, eu guardo as Memórias,
Os sonhos ou vivências que já tive.
Para quem me lê, podem ser histórias;
Mas se têm Alma, algo nelas vive.

Eu sei que muit@s até se revêem
No que escrevo com verdade e vida.
Outr@s nem sequer sabem que têm
Este ou aquele Dom e dele olvida.

Triste será se não houver Caminho
Aberto e escancarado para nós...
Sinto em cada um, ser meu vizinho

Sempre que vem beber ao meu espaço.
Dez anos celebramos como as"Avós"
Que sempre nos recebem no regaço.

 
SOL da Esteva


                                          Apreciad@s Amig@s

A alegria suplanta qualquer tipo de orgulho que possa descender duma dupla celebração: DEZ anos de Blogue e a meta de DOIS MILHÕES de visitas.
Reconhecemos que um Blogue de Poesia não "vende" porque não é de consumo corrente; é dependente do estado de espírito e sensibilidade d@ leitor(a).
DOIS MILHÕES DE VISITANTES E DEZ ANOS DE VIDA do "ACORDAR SONHANDO" (https://acordarsonhando.blogspot.com/) são marcas inesquecíveis para a Memória futura.

O Projecto nasceu da "força", incentivo, trabalho de Criativo e o carinho da saudosa DAD PINTORA (ao tempo com o Blogue "MOMENTOS DE LUAR").
Honra e justiça, numa singela Homenagem que lhe é devida nesta hora.

Igualmente partilho com cada visitante, com cada pessoa interessada ou cada curios@ toda a minha alegria.
Cada um de Vós me honrou e foi co-responsável na Edição do meu primeiro Livro "ACORDAR SONHANDO";  talvez hoje me hajam aberto um novo caminho por onde posso mirar uma continuação com multiplicada dimensão.

A tod@s o meu bem hajam, a minha gratidão e reconhecimento.
 
SOL da Esteva
   NOV2020



 

Etiquetas: , ,

sábado, 21 de novembro de 2020

Ser falso não compensa?

                                        © SOL da Esteva - Acordar Sonhando

 

 

Há dias foi relembrada
Uma mentira de morte...
Com tantos anos de sorte,
Eu não me alegrei em nada

Porque esta dor me castiga;
É a traição, que se eleva,
Com a protecção da greva
Na sua tendência antiga.

De traidor a premiado,
Apenas um passo dado.
E quem me diz, afinal,

Que ser falso não compensa?
Eu "morri" (*) por ter avença
Em defender Portugal!

 
 

SOL da Esteva
(*)Ver pág 69 e seguintes do Livro "A Guiné, no meu tempo..."

Etiquetas: , , ,

sábado, 14 de novembro de 2020

Missa de Alma

                                      © SOL da Esteva - Acordar Sonhando


Sou nascido em Perosinho;
Foi a Terra que me fez.
E se por alguma vez
Eu me aparentei mesquinho

Com espera de benesses,
Não me conheceram bem.
São tolos, como ninguém
Nos juízos ou nas preces.

Celebrar a Missa de Alma
Numa mentira de morte,
Não deixa alento nem calma.

Dito: "morreu na Guiné!"
(*).
"Foi mais um de pouca sorte".
Não me Honra e tal não é!



SOL da Esteva


(*) Pág 70 e seguintes do Livro "
A Guiné, no meu tempo..."

 
 
.

Etiquetas: , , , ,

sábado, 7 de novembro de 2020

O jogo e a partida

 

© SOL da Esteva - Acordar Sonhando



Já que temos de lutar, ganhemos!
Mantenhamos firme a convicção.
O que temos de deixar, deixemos,
Sem perder firmeza ou a razão.

Ser conquistador, é um estado
Que mora na Alma e nos é nato.
Manter o Espírito guiado
É não ter vislumbres de abstracto.

Ter força herdada a este tempo
E a serenidade que nos dá,
É manter a Paz que alegra a Vida,

É vencer as dores do contratempo,
É suprir aquilo que não há,
É ganhar o jogo e a partida.   


 
SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

sábado, 31 de outubro de 2020

Alta Divindade

                                        © SOL da Esteva - Acordar Sonhando     


 
Falar pouco e ouvir mais,
É a linha do saber.
Eu sempre andei a aprender
E não aprendi demais.

Sinto muita frustração
Dos anos que já passei
Para aprender quanto sei.
Ainda é curta a lição.

Quando olho para o lado
Sem perceber a verdade,
Prefiro ficar calado.

Tenho por realidade,
Que o saber é sagrado
Como a Santa Divindade.



SOL da Esteva

sábado, 24 de outubro de 2020

O Amor é rei

                                     © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Não há nenhuma lógica no Amor
Por mais que o pensemos e sintamos.
Quem age por si só, a seu sabor,
Não sabe o que é Amor sempre que amamos.

Amor é sentir medo sem o ter,
É ter a vida inteira a flutuar,
É saber que ele existe, sem o ver
E ter momentos em que falta o ar.

A certeza de que o Amor é rei,
É vivê-lo, em brasa, toda a Vida,                      
Deixando-o reinar na sua Lei...

Sobrasse alguma lógica esquecida,
Eu somaria mais ao que não sei
Bem antes de tornar-me Alma Perdida.



SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 17 de outubro de 2020

Quero esquecer.

                                     © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Pensamentos assentes em areias
Jamais se firmaram, por inseguros.
Desconfiança, com paredes meias,
Não são voz que atravesse tais muros.

Jamais a razão pôde ser cegueira
Como o egoísmo não é humildade.
Ter de comungar esta vida inteira
É como viver outra eternidade.

E o tempo se adita, a compasso,
Por cada dia ou hora de viver.
Por um segundo, maravilhas faço;

Mas no seguinte vira-se em tormento.
É este espaço que quero esquecer
Sem o lembrar, sequer, por um momento.



SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 10 de outubro de 2020

Fantasia que te fere

                                      © SOL da Esteva - Acordar Sonhando



O teu tom de voz não ameniza
O que quer que estejas a dizer.
Aquilo que tu sentes ferver
Não ajuda. Apenas se agudiza.

A Paz te será caminho certo
Se bem a buscares no coração.
Não queiras fazer revolução
Num grito que ecoe no deserto.

O que os ouvidos vão ouvir
São só as palavras que tu gemes.
Olha-te por dentro. Pensa e gere

O que pode ser o teu porvir,
Porque tudo aquilo que tu temes
É a fantasia que te fere.

 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 3 de outubro de 2020

Para tua exaltação

                                   © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Se não queres falar, não fales!
E se o que guardas te dói,
Não há saída que cales
Quanto a Alma te rói.

Resolve todo o teu Ser
Com pensamento real.
Escolhe o que hás-de esquecer
E acabas com todo o mal.

A raiva também se cura
Para além do que é lembrança.          
Aposta no coração

E segue a linha segura
Que tiveste por herança
Para tua exaltação.

 


SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 26 de setembro de 2020

O sentido do silêncio

                                  © SOL da Esteva - Acordar Sonhando



 
 Morrer nunca foi o fim total!
 Ficam Memórias que não se apagam
 E as lembranças que nos afagam
 Sobram no tormento desigual.
 
 Quem dera que o silêncio fechasse
 As palavras do tempo sem hora,                    
 Consolasse a Alma que chora
 Para o descanso que me restasse...                      
 
 Cada um grita ou fica calado,
 Sofre, em seu canto, a sua dor
 E não partilha o seu Amor

 Com o sentir do silêncio dado.
 Quem dera que a Alma vivesse
 Num coração que a merecesse!
    

 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 19 de setembro de 2020

Moro com os meus Amigos

                                     © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Quem são os verdadeiros amigos?
São pessoas com quem quero estar
No desejo de continuar
Solidário nos comuns perigos.

Dos Amigos, ouço a voz sonora
E sossego na sua presença.
Não há distância ou indiferença
Que não pare no que sinto agora.

Sei que moro com os meus Amigos
E eles também comigo moram.
Feitos, de outros tempos, nos ligaram

E se cimentaram nos perigos
Que as mentes recordam e choram
Por quantos ao lado nos tombaram.


 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 12 de setembro de 2020

Sem palavras ou sonhos

                                    © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Lamento haver deixado de viver
Para somente poder existir.
Não desejo apor metas ao porvir
Nem vida que não irei receber.

Entre as névoas, que não me deixam ver,
Ficaram-se as lembranças do passado
Que foi doce e feliz, ora fechado
E sem visões que o possa merecer.

Mas o engano, denso, me atormenta
Cobrando a felicidade viva,
Penhor que nunca usei por despedida.

Minha Alma sedenta, se alimenta
De ossos que ainda a suporta,
Sem palavras ou sonhos de retorta.




 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 5 de setembro de 2020

Vos espero noutro ano

                                       © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Todos juntos na separação
De apenas um ligeiro espaço.
Todos juntos sem o coração
Seguro no colo ou no regaço.

É triste sentir-vos tão presentes
Por decoração da minha sala.
Os afectos, primaram ausentes
Como os sons da voz que em mim se cala.

Olá! Vos espero noutro ano.
Votos de Esperança que fenece
Na tristeza de ser um engano.

A Vida talvez me deixe ver
Aquilo que a Alma não esquece,
Para mais um ano eu viver.


SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 29 de agosto de 2020

Não escapará nenhum!

                                     © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Vou tirar do pensamento
Tudo quanto faz doer.
Um dia, quando morrer,
Morre comigo o tormento.

Uma parte dos Amigos 
Deste tempo, tão inúteis
Como os parentes fúteis,
Se afirmarão testigos.

Porém, depois de morrer,
Nem sequer se vai saber
O que sentiu cada um.

Tomar-se-ão de segredos
Que abafarão seus medos.
...Não escapará nenhum!


 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 22 de agosto de 2020

Em testamento

                                      © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Não posso, não sei e não quero ser
Aquele que é esmagado como mosca.
Não tenho mais sentido de viver
Morando dentro duma Vida tosca.

Por mais que pense ou meus sentidos sintam,
Eu não me encontro nem vejo razão
De ter meus sonhos, ou eles me mintam,
Contrariando o meu coração.

Mas foi a Vida que escolhi um dia
Sem saber que podia ser assim.
Tive muito gozo e muita alegria,

Realizações, ganhos e derrotas,
Esperando fossem parte de mim
Em testamento ou em simples notas.
   

SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

sábado, 15 de agosto de 2020

Chegar ao fim

                                     © SOL da Esteva - Acordar Sonhando



Há anos tive sonhos, vivi sonhos,
Neles me deixei ser embalado.
Não fossem esses sonhos tão bisonhos,
Seguro, eu teria acordado.

Realidades despertam a dor,
Acordam toda a Vida que me falta,
Desvendam facetas do Amor
Como se fossem cenas na ribalta.

Já não tenho forças de acordar!
Deixo-me levar pela lassidão
Porque a garra que havia para Amar

Já tem abandonado o Coração
Onde  já não sobra mais sonhar.
Chegar ao fim, já é consolação.                     


 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 8 de agosto de 2020

Paz nos sonhos

                                             © SOL da Esteva - Acordar Sonhando                                



A Vida não é nada sem os sonhos;
Uns inatos e outros que criamos.
Aqueles que parecem mais risonhos
Podem não ser aqueles que ganhamos.

Bailar descalços ao redor do Mundo
Sem despertar dos sonhos que já temos,
É ter o sentimento mais profundo
De todo e cada sonho que escolhemos.

Mas, ai, dos sonhos que foram perdidos,
Aqueles que quisemos mas deixamos
Por entre passos meio esquecidos;

Eles suportam, se bem nos lembramos,
As dores que nos tornam redimidos
Na muita Paz dos sonhos que sonhamos.


SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 1 de agosto de 2020

Olhares que me prendiam

                                       © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Choro de mágoa e dor
Do peso dos meus pecados.
Soube que eram Amor,
Meus beijos apaixonados...

Mas o tempo foi tão pouco
Que durou a eternidade
E quase me senti louco
Nos tempos da mocidade.

Um dia, tudo ficou
Real e claro também.
Meu Coração encontrou

Os olhos que me queriam
E eu segurei alguém
Nos olhares que me prendiam.



SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 25 de julho de 2020

Harmonia para os dois

                                     © SOL da Esteva - Acordar Sonhando


 

Quando pensas somente com teus olhos
Decides o que vês no teu engano.
Mesmo que no mar só visses escolhos,
Navegarias, cega, a todo o pano.

A Vida sempre pode derrubar-nos
Mas seremos nós quem vai decidir
Se queremos, da queda, levantar-nos
Ou se ficamos, no chão, a carpir.

Bom senso quando a porta se fechar
E o triste desânimo apoquente...
As assolações só irão parar

Se as janelas se abrem depois
No benefício de um Amor presente.
...Assim a harmonia para os dois.
 



SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

sábado, 18 de julho de 2020

Alegrias mascaradas

                                    © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Palavras amargas como fel
Deixam a Alma cheia de dor;
Mas Palavras doces como o mel
Erguem e constroem um Amor.

Carente de ti, o tempo todo,
Fiquei neste lado do castelo,
Junto ao fosso pejado de lodo,
Só para olhar o teu rosto belo.

Avanço pelas conquistas tardias
Com Esperanças de adolescente.
Rojo-me no lodo á tua frente

Para que vejas que as alegrias
Mascaradas de terra molhada,
Têm um rosto, Amor e mais nada.


 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,