SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 17 de outubro de 2020

Quero esquecer.

                                     © SOL da Esteva - Acordar Sonhando




Pensamentos assentes em areias
Jamais se firmaram, por inseguros.
Desconfiança, com paredes meias,
Não são voz que atravesse tais muros.

Jamais a razão pôde ser cegueira
Como o egoísmo não é humildade.
Ter de comungar esta vida inteira
É como viver outra eternidade.

E o tempo se adita, a compasso,
Por cada dia ou hora de viver.
Por um segundo, maravilhas faço;

Mas no seguinte vira-se em tormento.
É este espaço que quero esquecer
Sem o lembrar, sequer, por um momento.



SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

15 Comentários:

Blogger Alice Alquimia disse...

Seus versos encantam a gente.

17 de outubro de 2020 às 13:35  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
Hoje a tristeza tomou conta de mim, vou sair um pouco de carro para conversar muito, tomar sorvete...
A sua poesia é muito triste, apesar de bela e real.
Beijos no coração
Lua Singular

17 de outubro de 2020 às 16:16  
Blogger La Gata Coqueta disse...

Porque de eso está hecha la vida, de llantos y de sonrisas, de tristezas y de alegrías, de tormentas y de un sol que brilla. Pero así y con todo eso, la vida es siempre maravillosa.

Un abrazo amigo
deseando pases un excelente fin de semana!

Mari.

17 de outubro de 2020 às 16:49  
Blogger Arthur Claro disse...

Bela poesia.

Arthur Claro
http://www.arthur-claro.blogspot.com

17 de outubro de 2020 às 17:46  
Blogger Diná Fernandes disse...

Boa tarde meu caro amigo Sol de Esteva

A vida tem dessas coisas, momento bons e outros não, mas segue seu curso até até o fim.
Boa tarde de paz e bom findi@

Saudade amigo!@

Abração!

17 de outubro de 2020 às 18:30  
Blogger nassah disse...

Nice poem very profound

17 de outubro de 2020 às 19:35  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Boa noite!
Parabéns pelo poema fantástico!!:))
-
O desejo dos dias com cor...
-
Beijos e um excelente fim de semana.

17 de outubro de 2020 às 21:53  
Blogger Hada de las Rosas disse...

✧・゚: *✧・゚:***✿❀ Boa Noite, poeta querido, que tal. Hoje voce nos oferece uma poesia diferente fora do comum, que nos transporta para outra esfera vital apaixonada e inexplicavel. Eles sao momentos, apenas momentos como tormentas o como moedas de prata - verdades - que brilham na oscuridad. Adorei, amigo. Muchas gracias, saludos!

18 de outubro de 2020 às 01:32  
Blogger Hada de las Rosas disse...

Esqueci de dizer que a fotografia e super bonita

18 de outubro de 2020 às 01:34  
Blogger MARILENE disse...

Sua linda foto mostra um coração partido. E ele significa os momentos que gostaríamos de afastar, para sempre, do pensamento. Não se pode ser cego e é muito difícil conviver com quem se mostra egoísta. Belo soneto! bjs.

18 de outubro de 2020 às 03:43  
Blogger Olinda Melo disse...

Olá, Sol da Esteva

Pensamentos bem alicerçados na confiança e bem-querer tornam
a vida bonita e digna de ser vivida.

Gostei muito de ler este seu Poema.

Bom fim de semana, meu amigo.

Abraço
Olinda

18 de outubro de 2020 às 13:32  
Blogger Roselia Bezerra disse...

Olá, amigo Sol!
O egoísmo nunca é humildade, com certeza.
Versos profundos, contendo lucidez poética.
Tenha uma nova semana abençoada!
Abraços fraternos de paz e bem

18 de outubro de 2020 às 16:17  
Blogger Fá menor disse...

Guardar só o que for bom de guardar. Esquecer o que fizer mal à alma!

Beijinhos.

21 de outubro de 2020 às 16:57  
Blogger Sinval Santos da Silveira disse...

Poeta, Sol da Esteva !
Este é um momento de meditação, uma
espécie de prestação de contas conosco.
Muito importante na vida !
Parabéns por traze-lo em forma de poema.
Muito agradecido pela partilha, e um fraternal
abraço, aqui do Brasil !
Sinval.

22 de outubro de 2020 às 23:44  
Blogger Jaime Portela disse...

A vida é assim mesmo, é feita de altos e baixos...
Excelente soneto, uma reflexão interessante.
Bom fim de semana, caro amigo Santos.
Abraço.

23 de outubro de 2020 às 10:06  

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial