SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 12 de outubro de 2013

Tempo suave




  


Vi, o rosto teu, de encontro ao Céu
E senti vibrar o coração,
Latejar o sangue na paixão, 
Ao sentir teu peito igual ao meu.

O encantamento, sucedeu
No desejo desta devoção
Perene, serena lassidão...
...Que o Amor fechado não morreu!

Sinto a minha Alma renovada;
Só de ver-te, a fome é mitigada!
Mas o sonho é, tristemente, igual.

Se o tempo de novo se abrisse,
Amigo, sincero e me ouvisse,    
Seria suave e natural.



 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

11 Comentários:

Blogger Manuel disse...

Hoje, além de apreciar este belo soneto, venho saber se já está totalmente recuperado?
Pelo poema, sinto que voltou com a força e inspiração a que nos habituou.
Um abraço

12 de outubro de 2013 às 21:37  
Blogger Felismina mealha disse...

Já se notam as melhoras, há um raio de Sol a brilhar com mais intensidade!
E sabe como precisamos da sua luz!

Abraço fraterno.

F.M.

13 de outubro de 2013 às 00:01  
Blogger Célia Rangel disse...

Feliz em lê-lo... um poema na suavidade de uma pluma... como deve ser a nossa vida... leve... tranquila... marcante!
Abraço,
Célia.

13 de outubro de 2013 às 20:30  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol
Tá melhorando amigo?
Seu soneto está dizendo sim.
Beijos
Lua Singular

13 de outubro de 2013 às 22:57  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Melhor assim amigo...
A dor é passageira e tudo de recompõe.
Ter fé é muito importante...
Gosto de ler os teus sonetos.
Um abraço cá do meu Algarve.

13 de outubro de 2013 às 23:27  
Blogger Dora Regina disse...

Querido amigo,que bom! Parece que você está melhorando.
Quando diz que " Sinto a minha alma renovada", é uma grande esperança para todos aqueles que torcem para a sua recuperação.
Fique bem!
Um grande abraço!

15 de outubro de 2013 às 04:53  
Anonymous Anónimo disse...

SOL, querido,

venho para te pedir desculpa por me ter ausentado sem, antes, te vir visitar.

Desejo muito que o sol da tua inspiração continue a brilhar e dissipa alguma nuvem que, porventura, surja no teu lindo céu poético.

Muita saúde e harmonia, para ti e tua família.

Beijinhos.

(até breve, SOL)

Janita

15 de outubro de 2013 às 19:58  
Blogger Evanir disse...

Meu amigo Sol.
Eu venho matar as saudades e pedir se posso
postar mais um dos seus poemas ,
que sempre encantou meu coração.
Deus abençoe grandemente sua vida sua amiga pra sempre,
Evanir.

15 de outubro de 2013 às 21:42  
Blogger Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu amigo Sol

Passando para saber se estás melhorando, espero que sim. O poema como sempre é lindo.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

16 de outubro de 2013 às 02:13  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol
Quem são nossos amigos? Amanhã vou dizer na minha postagem.
Agradecendo sua visita e feliz por estar melhor
Muitas Saudades
Beijos
Lua Singular

16 de outubro de 2013 às 03:29  
Blogger Mariazita Azevedo disse...

Querido amigo SOL
Claro que o Amor não morreu... Não morre nunca!
E logo, logo, vais poder ficar "enroscadinho" no sofá o serão inteiro :)))
"Sinto-te" um pouco melhor - são coisas muito demoradas, mas não podemos desanimar.
Uma coisa é certa, as dores físicas não interferiram com a tua inspiração, que continua em alta! O teu poema é prova disso.
Que tenhas um bom fim-de-semana.
Beijinhos com amizade
Mariazita
(Link para o meu blog principal)


19 de outubro de 2013 às 09:45  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial