SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 8 de Setembro de 2012

Um novo começo








Lembro, como acaso, um belo sonho querido.
Lampejos do tempo de apenas um momento.
Ausente do mundo, me fico reduzido
A cinza, a pó, atirados para o vento.

Mas, ai, que tristeza! Não passa dum engano
Que vai contrariar a linha do destino.
Tua, foi a escolha, daquele que é teu amo
Na Lei. O dever transformado em carinho...

Vivo os teus remorsos por tanta falta havida!
Quisera silêncios na voz que ora sofre
E sente o pesar de se haver anunciado.

Pudesse voltar, Oh companheira Querida,
Á infância, crescer, viver, sentir de chofre
Um novo começo, sem ser escravizado.



 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

43 Comentários:

Blogger Luar disse...

Nada deve ser feito de recomeços, mas sim de inícios!
Se fosse fácil adivinhar o que seria o futuro, o que seria a vida com todas as faltas que cometemos, não haveria aprendizagem.
Aceitar...um processo complicadoo, principalmente quando se trata de assuntos do coração.
Um beijo da Lua para o Sol

8 de Setembro de 2012 às 11:15  
Blogger Dorli disse...

Olá Sol
Muitas vezes caímos e uma mão forte nos levanta para o recomeço de uma nova vida, cheia de anseios e alegrias sutis.
A vida é uma escola, com mudanças a todo tempo, só que nessa escola não nos formamos, porque o aprendizado não tem fim.
Que guardemos os ensinamentos dessa escola e não pensar que todo dia iremos tirar nota 10.
Um beijo Sol
Lua Singular
Do Brasil

8 de Setembro de 2012 às 12:14  
Blogger Carla Fernanda disse...

Lindo!!

Mas vamos vivendo assim sem ensaios, mas dos recomeços....

Beijos e bom fim de semana!!

8 de Setembro de 2012 às 12:24  
Anonymous Anónimo disse...

Amigo SOL

Há já bastante tempo que não via o sol nascer, e ao ver o SOL logo que abro o computador foi gratificante!

Assim,espero que o SOL brilhe com toda a sua, por muitos e muitos anos.

Rui Santos

8 de Setembro de 2012 às 14:46  
Blogger Célia Rangel disse...

Nas lembranças da infância, a possibilidade de se construir o hoje com a vantagem dos desvios de nossos possíveis erros...
Abraço, Célia.

8 de Setembro de 2012 às 15:01  
Blogger António Manuel Conceição Santos disse...

Grande amigo Sol!
Tocaste na ferida...
Lembranças de infância e logo dessas, "românticas" que tocam no nosso coração... arrepia.
Gostei e por isso, te saúde aqui deste bonito Algarve.
Um abraço.

8 de Setembro de 2012 às 16:25  
Blogger Mariangela disse...

Oi Sol!
Recordar é viver!
E a vida é feita de recordações, de recomeços, de novas chances.
É aprender com os erros!
Um beijo e um ótimo domingo!
Mariangela

8 de Setembro de 2012 às 17:58  
Blogger Simone MartinS2 disse...

"Se no tempo pudesse voltar,
meu coração iria ser livre
para poder amar quem quisesse.
Não mais se prenderia as amarras
do destino...!"

Abraços carinhosos!

8 de Setembro de 2012 às 20:25  
Blogger Anne Lieri disse...

Sol,sempre lindos e romanticos seus sonetos!Bjs e bom domingo!

8 de Setembro de 2012 às 22:43  
Blogger Jossara Bes disse...

Sol, Querido!

Linda poesia!
"Lampejos do tempo de apenas um momento"
Que por vezês traduzem-se pela vida toda!
Poeta, tenha uma linda semana!
Beijos!

8 de Setembro de 2012 às 22:52  
Blogger Lilá(s) disse...

E assim a vida é feita de recomeços, de recordações.
Gostei muito Sol!
Bjs

8 de Setembro de 2012 às 23:11  
Blogger Carolina disse...

Ohh, amigo, volver a infancia ... meu sonho dorado..! romantiquisimo pensamiento. Feliz domingo, Sol.

____8888___88888888___8888
___888888_8888888888_888888
___888888888888888888888888
___888888888888888888888888
____8888888888888888888888
_____88888888888888888888
_______8888888888888888
_________888888888888
______________**
____####______**______####
___#######____**____#######
____#######___**___#######
______######__**__######
________#####_**_#####
__________####**####

9 de Setembro de 2012 às 02:42  
Blogger Pérola disse...

Os recomeços são tão prementes como o oxigénio para a respiração.

Beijinho

9 de Setembro de 2012 às 09:26  
Blogger ღα૨gѳђ ખ૯૨ท૯૮ઝܟ disse...

sussurro sem som
onde a gente se lembra
do que nunca soube
Guimarães Rosa

Abraço

9 de Setembro de 2012 às 13:26  
Blogger Julio Vilar pereira Pinto disse...

É bom recomeçar torna-nos mais fortes em tudo até no amor.
Um grande,grande abraço.

9 de Setembro de 2012 às 16:01  
Blogger Marcia Melo Morais disse...

As vezes recomeçar e tudo o que falta...mas falta também a coragem para tal.
Boa Semana meu querido adorei a visita!

9 de Setembro de 2012 às 20:30  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Novo começo,no dia-a-dia,
com liberdade, é bem melhor,
sendo possível ter mais acertos,
ainda que em sonhos...

Beijo, SOL!


9 de Setembro de 2012 às 21:33  
Blogger Su disse...

Querido poeta Sol...

Mais um lindo soneto... fiquei pensando aqui nos "recomeços", às vezes são dificeis, mas melhor recomeçar a não se dar uma segunda chance, seja de amar, de mudar algo que não foi realizado como queríamos, de viver a vida de um jeito diferente... Recomeçar sim, sempre que for necessário e seguir feliz em frente!

Beijos daqui moço-poeta!

Su.

9 de Setembro de 2012 às 22:33  
Blogger Jeanne Geyer disse...

Estou fazendo um trabalho de divulgação do meu mais novo blog, portanto hoje estarei te visitando e conhecendo teu espaço. Peço desculpas pelo comentário pronto, não é do meu feitio, faço apenas para facilitar a divulgação. Depois que você conhecer o meu espaço, voltarei para te ler com atenção e fazer comentários individualizados.
O link do blog é: http://eubipolarbuscandoapaz.blogspot.com.br/ te aguardo lá, obrigada pela atenção, um abraço.

10 de Setembro de 2012 às 04:20  
Blogger mfc disse...

Uma nostalgia imensa, linda e a penosidade do recomeço tratados de uma forma poeticamente atraente.
Um abraço amigo.

10 de Setembro de 2012 às 15:25  
Blogger Dolce Vita disse...

Gosto muito das imagens que teus versos esculpiram.

10 de Setembro de 2012 às 20:17  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

um soneto muito nostálgico, mas sempre bem construído.

e é sempre momento de renascer...

um beij

11 de Setembro de 2012 às 13:53  
Blogger Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido amigo

Hoje passando para oferecer o meu selinho de 3 anos de blogue,uma fatia de bolo e uma taça de champanhe e agradecer o vosso carinho que foi o que me fez chegar aqui.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

11 de Setembro de 2012 às 20:47  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Também eu queria um novo começo.
Mas sempre podemos recomeçar...
Magnífico soneto.
Abraço, caro amigo.

11 de Setembro de 2012 às 21:18  
Blogger Mery disse...

E eu como o Nilson Barcelli queria outra chance de começar de novo. Impossível, não é?
Recomeçar de agora em diante eu posso.
Beijos.
Gostei imensamente do poema "és sempre nostálgico .
Boa noite.

11 de Setembro de 2012 às 23:22  
Blogger Leninha disse...

Meu querido amigo Sol,

A melancolia permeia teu soneto e te conduz a um sonho de menino...creio que todos nós alimentamos , em alguma época de nossas vidas, este desejo de tornar à infância e tentar, então, uma nova história.Quem sabe isto será possível um dia?

Belo, muito belo o teu soneto.

Bjssssss,
Leninha

12 de Setembro de 2012 às 01:23  
Blogger Manuel disse...

Tanta amargura em 14 versos!
Há algo de melancólico e uma grande tristeza nessas saudades num recomeçar.

12 de Setembro de 2012 às 21:59  
Blogger Cristina disse...

La nostalgia se instala en tus líneas, siempre es un placer leerte.
Te dejo un fuerte abrazo, buena jornada!

12 de Setembro de 2012 às 22:41  
Blogger Túlia Catalão disse...

Sonetos são das mais belas criações poéticas. E fá-los na
perfeição Sol
Os meus mais sinceros parabéns
Abraço

12 de Setembro de 2012 às 22:46  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Sol. Querer voltar ao passado creio que sempre queremos para podermos mudar a vida, sua trajetória e seus caminhos!
Amor que sente a angústia, mas a felicidade também, permanece além do tempo. Não podemos voltar, podemos aproveitar a nossa vida um dia de cada vez!
Beijos na alma e fique com Deus.

13 de Setembro de 2012 às 04:34  
Blogger Zilani Célia disse...

OI SOL!
NÃO DÁ PARA VOLTAR AO PASSADO, POIS O VIVER É CONSTANTE, MESMO QUE DESSE ESTARÍAMOS SUJEITOS A OUTRAS CIRCUNSTÂNCIAS, ENTÃO TAMBÉM SERÍAMOS E AGIRÍAMOS DIFERENTE.
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

13 de Setembro de 2012 às 19:04  
Blogger fus disse...

Maravilloso poema, donde en cada verso nos da un soplo de libertad y ternura.

un abrazo

fus

13 de Setembro de 2012 às 23:06  
Blogger Carolina disse...

(⁀❤‵⁀,) ✫✫✫..! ♥
.`⋎´✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫❤
✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫❤✫

14 de Setembro de 2012 às 03:58  
Blogger LUCONI disse...

Caro poeta, que lindo é teu poema, melancólico, saudoso, mas lindo, sabe quem não gostaria de voltar e não repetir os erros, nossa nem sabe como eu desejo isto, faria tudo tão diferente, beijos Luconi

14 de Setembro de 2012 às 06:02  
Blogger CamilaSB disse...

Ah!...a infância, Sol... ela tem tanta relevância nas nossas vidas... (Acho que ela vive para sempre - bem no fundo do nosso coração...) viver e crescer é uma aprendizagem constante...
Gostei muito da imagem e do belíssimo soneto! Parabéns!
Um beijinho, amigo e BS :)

14 de Setembro de 2012 às 10:23  
Blogger La Gata Coqueta disse...



Mientra me voy dejando llevar por los sentimientos y profundidad de las letras que recorren los parrafos, presiento a un corazón abierto al recuerdo de un ayer que se quedo perdido en el tiempo de las oportunidades...

Atentamente te deseo un bello y fiel fin de semana.

María Del Carmen


14 de Setembro de 2012 às 13:11  
Blogger Jesus te ama! disse...

SIMPLESMENTE LINDO

14 de Setembro de 2012 às 14:18  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

passando para desejar
bom fim de semana.
beijinho

14 de Setembro de 2012 às 14:35  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Um novo começo é sempre bom.
Gostei da sua poesia.
Um beijinho
Irene Alves

14 de Setembro de 2012 às 18:32  
Blogger Anne Lieri disse...

Sol,todos merecemos um novo começo!Inspirada e bela poesia de amor!bjs e bom final de semana!

14 de Setembro de 2012 às 21:14  
Blogger Manuel Luis disse...

O recomeço pode ser difícil mas não impossível. Se eu pudesse voltar!
Excelente.
Abraço

14 de Setembro de 2012 às 23:49  
Blogger ELAINE disse...

Poesia linda e inspiradora! O recomeço sempre é possível! Obrigada pelo carinho e pelos comentários sempre tão gentis!
Desculpe pela demora em responder!....
Um abençoado e feliz final de semana!
Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

14 de Setembro de 2012 às 23:59  
Blogger *Simone Poesias* disse...

Olá amigo!
Uma poesia encantadora!
Um novo começo é sempre bom... quem dera poder ter uma oportunidade de começar tudo de novo rs

Abraços XD

16 de Outubro de 2012 às 18:59  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial