SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 10 de agosto de 2019

Mitos





Caminho nos bicos dos pés
Para te ver,
Que o ver-te será pecado.

Oh, caminhos cegos
Por onde me alongo
E ribombo
No estrépito dos silêncios e egos.
Mísero estado.

Torno-me preso do Amor
Porque te amo tanto
Sem ser notado.

Temo
Os silêncios que não tenho,
Gritos,
Blasfémias e precações.
Seguro-me nas Orações
Que são meus mitos.

Calcam-me aos pés.
Apontam-me
Culpas que não entendo,
Só porque te amo e sofro não te vendo.

Saído do sentir onde chafurdo,
Retorno á Paz.
Morri ou fiquei surdo?
Sonhei ou acordei?
Os olhos vêem (eu não te vi!)
O que não é fantasia,
Uma flor abrir-se no raiar do dia.

Docemente,
Tudo se refaz.
Volto a andar pelos meus pés
Sem poder dizer-te o que senti.
Mas dentro do peito
Mortificado e desfeito,
Sinto tanto ardor de Amor
Que me esqueci
Do meu despeito.


SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

12 Comentários:

Anonymous alfacinha disse...

Além, nas terras lusófonas,
Um poeta encontrará sempre um ouvido dócil que tal prosa saiba apreciar.
Poetas portugueses são heróis e pertencerem ao orgulho nacional. Poemas deslumbrantes que muitos Lusos sabem de cor ou foram imortalizados pelos fadistas.

10 de agosto de 2019 às 10:02  
Blogger La Gata Coqueta disse...

"Muchas veces hay que transitar caminos difíciles para llegar a lugares maravillosos".

Te dejo un abrazo y mis felicitaciones por tan profundo poema,
de esos en los que sobran las palabras.

Mari.

10 de agosto de 2019 às 10:58  
Blogger Gil António disse...

Olá:- Poema simplesmente maravilhoso
.
Feliz fim de semana
.
** Mãos enrugadas **

10 de agosto de 2019 às 11:00  
Blogger Sinval Santos da Silveira disse...

Brilhante Poeta, Sol daEsteva !
De tão atento, na leitura deste poema,
assimlei teu sofrimento.
Quase platônico, este amor.
Parabéns, Poeta. Uma beleza de texto !
Um ótimo final de semana e um fraternal
abraço, aqui do Brasil !
Sinval.
Certamente

10 de agosto de 2019 às 14:48  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
Precisa escrever um livro, pois tudo que escreve é lindo.
Uma poesia clássica muito bem articulada.
Maravilhosa poesia
Beijos no coração
Lua Singular

10 de agosto de 2019 às 16:23  
Blogger Maria Rodrigues disse...

Palavras belas, intensas e apaixonadas.
Beijinhos
Maria

10 de agosto de 2019 às 23:06  
Blogger Hada de las Rosas disse...

Guauuuu, que hermosa y original! cada vez que voce postar eu me digo, "issa e o mais bonita e o meu poesia favorita de todas" e, em seguida, voce postar uma mas brillante e inspirada. Suas palavras sao impressionantes, romanticas... parecem tao vivas..!
Que tenha um grandioso dia.

11 de agosto de 2019 às 03:22  
Blogger Olinda Melo disse...

Caro Sol da Esteva

Um lindo poema, todo cheio de Amor de uma forma incondicional que, quase, roça a inverosimilhança de um mito. Será possível amar assim?
O Poeta diz que sim. Sigamos o Poeta.

Bom domingo.

Abraço

Olinda


11 de agosto de 2019 às 11:43  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Um poema excelente!! Bom dia!:)

Prometi, que te esperava até ao alvorecer [Poetizando e Encantando]
Beijos e uma excelente semana
Continuo por aqui e por ali! :)

12 de agosto de 2019 às 11:50  
Anonymous Arte & Emoções disse...

O proibido tem sempre um melhor tempero e é mais gostoso. Belo e profundo poema amigo.

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

12 de agosto de 2019 às 14:53  
Blogger Mariazita disse...

Haverá algum motivo para que este poema me tenha deixado sem palavras?
Talvez a sua beleza invulgar...
O que nos toca não se discute - guarda-se bem fundo.

Feliz Terça-feira e uma boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

13 de agosto de 2019 às 17:17  
Blogger Jossara Bes disse...

Oi Sol, querido amigo!
Sonho, realidade, inspiração, sentimento,...amor!
Bela poesia!
Abraços!

13 de agosto de 2019 às 18:18  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial