SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 7 de julho de 2018

Inspiração

 


Não á solidão!
Não á tristeza!
Não a ser-se só!
Não á ilusão dum caminho
Onde o andar não tem destino.

A contento dos meus olhos,
Busco aquilo que adoro
Nos deleites do pensamento,
Figura de monumento...

Nada há mais belo
E bem modelado
(Fosse escultor e não poeta!)
E não olharia apenas a perfeição,
Formosura,
Harmonia...

Com a mão,
Desenho linhas
Que te fizeram estátua.

Adivinhas
Que é da Alma o traço e a doçura?
Que dia!
És, do Amor, o sol que não se põe.
De mim, a inspiração
Para o tempo eterno
Riscado nas folhas dum caderno.


SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

15 Comentários:

Blogger Gil António disse...

Bom dia:- Poema doce, maravilhado.
.
* Amor distante em fios de saudade *
.
Desejando um Sábado feliz.

7 de julho de 2018 às 09:00  
Blogger Jaime Portela disse...

E é da alma que brotam os mais belos traços...
Um poema excelente, parabéns pela inspiração e talento.
Caro amigo, um bom fim de semana.
Abraço.

7 de julho de 2018 às 10:42  
Blogger lis disse...

Sentimentos que aos sensíveis afloram diante de folhas em branco,
Bonito poema Sol
abraço meu

7 de julho de 2018 às 16:22  
Blogger CÉU disse...

CLARO QUE NÃO! Meu querido amigo, que haja algo ou alguém que o inspire, positivamente, embora a tal memória e as lembranças possam continuar a existir, mas isso é normal. Afinal, faz parte do nosso passado.

NÃO À SOLIDÃO, NÃO À MORTE E NÃO AO NEGATIVISMO.

Que bela imagem! Frutinha, acho k é, faz bem à saúde e aos olhos.

beijo e um feliz fim de semana.

7 de julho de 2018 às 16:44  
Blogger Paula McGill disse...

:-) :-) :-) xxx

7 de julho de 2018 às 17:08  
Blogger Mariazita disse...

Não, não e não! Não a tudo que nos perturbe e deixe "em baixo"!
A vida é feita de momentos - uns... menos bons (às vezes até bastante maus), e outros muito bens e belos - como este teu poema que "transpira" esperança. É quase um grito de revolta, um afastar dos maus fluídos.
Gostei muito.

RE: Eu só publico uma vez por mês, no primeiro dia de cada mês. Portanto... tens que refrear a impaciência, meu querido SOL.

Votos de um Domingo feliz
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

8 de julho de 2018 às 10:13  
Blogger Maria Rodrigues disse...

Sentido e belo poema
Beijinhos
Maria
Divagar Sobre Tudo um Pouco

8 de julho de 2018 às 14:58  
Blogger Célia Rangel disse...

Seu poema versa sua alma de poeta! Bendigo lê-lo.
Abraço.

8 de julho de 2018 às 15:32  
Blogger Jossara Bes disse...

Oi, querido amigo Sol!
Não a tudo que nos diminui, que nos põe para baixo!
Não!
Sempre a me encantar, querido Poeta!
Beijo carinhoso1

8 de julho de 2018 às 19:45  
Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Bonito poema caro amigo.
Um abraço

Rui
Olhar d'Ouro - bLoG
Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

9 de julho de 2018 às 14:51  
Anonymous Arte & Emoções disse...

Buscar aquilo que adoramos e que só nos faz bem é um direito que jamais deverá ser confiscado. Belo poema amigo.

Abraços,

Furtado

9 de julho de 2018 às 22:21  
Blogger Olinda Melo disse...

Olá, Sol

Bom dia

Neste poema leva-nos pela mão ao bom caminho que nos conduz à felicidade. Termos dentro de nós a convicção de que temos de fazer todos os possíveis para o nosso bem-estar físico e espiritual é fundamental para o nosso desenvolvimento.

Abraço.

Olinda

11 de julho de 2018 às 09:49  
Blogger Fá menor disse...

"é da Alma o traço e a doçura" -- cultivemo-los sempre em nós.

Que a beleza se faça sempre inspiração!

Beijinhos, amigo Sol.

13 de julho de 2018 às 11:48  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
Uma poesia de uma bela construção intelectual
Amei
Beijos no coração
Lua Singular

13 de julho de 2018 às 23:30  
Anonymous Parapeito disse...

Tão bonito, tão cheio de tanto!
Gostei muito
brisas doces

19 de julho de 2018 às 20:38  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial