SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 16 de dezembro de 2017

Um dia irá terminar





Sonho alto
Em maré baixa.

Sonho,
Enrolo-me nas ondas do destino,
Na espuma que se esvai...

Sou batido, na areia,
Como despojo,
Pedra rolada,
Areia esmagada...

Volto com a maré
Em novo ciclo.

Vogo, no mar,
Sem olhar o Céu.
Flutuo...
Não vejo o sol que me iluminou,
Moldou sombra,
Secou...

Escorro lágrimas
Salgadas,
Amargas,
Do chorar do mar.

O pavor de ter de ficar
Eternamente a boiar
Na corrente
E ao seu sabor,
Seja como for,
Um dia irá terminar.



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

19 Comentários:

Blogger Gil António disse...

Poema doce, sedutor, maravilhoso
.
Hoje: *** TEMPESTADE - ÁRVORES NUAS ***
.
Deixando votos de um dia feliz
BOM NATAL

16 de dezembro de 2017 às 09:36  
Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

A eterna esperança subsistirá até ao último momento.
Belo.
Bom fim de semana.
Olhar d'Ouro - bLoG
Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

16 de dezembro de 2017 às 12:04  
Blogger Juvenal Amado disse...

Belo e sentido
Um abraço amigo

16 de dezembro de 2017 às 13:01  
Blogger Fá menor disse...

"Que importa se é tão longe, para mim, / A praia onde tenho de chegar, Se sobre mim levar, constantemente, / Poisada a clara luz do Teu olhar?"

Feliz e Santo Natal, meu amigo. Votos extensivos a toda a família.

Beijos.

16 de dezembro de 2017 às 14:47  
Blogger Majo Dutra Rosado disse...

Embora triste, o poema é muito belo, totalmente envolvido pelo mar que muito aprecio em dias de calmaria.
Com uma imagética belíssima, o poema agrada-me.
Abraço, querido amigo.
~~~

16 de dezembro de 2017 às 17:54  
Blogger Olinda Melo disse...

Como diz o povo: "Não mal que sempre que dure..." Terá de haver sempre a esperança em dias melhores, no amor e na vida. Como as marés, a bonança voltará.

Um belo poema, caro Sol.

Abraço

Olinda

16 de dezembro de 2017 às 18:03  
Blogger Nadine Granad disse...

Oi, SOL!

Ah, lindo demais! Leve e tratando de tantas ideias que, por vezes, nos são tão densas!

Somos mesmo do tamanho dos sonhos, se o levarmos e nos afogarmos!

Beijos! =)

16 de dezembro de 2017 às 20:46  
Blogger Célia Rangel disse...

Essa é a única certeza que temos "Um dia irá terminar"... Portanto, vivamos sabendo percorrer e esgotar cada minuto de nossa vida!
Abraços natalinos.

16 de dezembro de 2017 às 22:44  
Blogger La Gata Coqueta disse...

El mar y la mar he ahí la incógnita...el nos besará cada amanecer y nos despedirá un un sube vaivén rozando las rocas y bañando la arena...

Un abrazo en este feliz día de descanso.

17 de dezembro de 2017 às 11:00  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
Toda essa loucura um dia irá terminar.
O Sol irá brilhar para os bons e os muito, muito maus desmancharão na Terra que nunca mais pisaremos.
Beijos no coração
Lua Singular

17 de dezembro de 2017 às 16:22  
Blogger Maria Rodrigues disse...

Em todos os maus momentos que tive de atravessar, fui buscar forças ao pensamento de que logo toda essa tempestade estaria terminada.
Nostálgico e belo poema.
Meu amigo, muito obrigado por ter comemorado comigo o aniversário da minha netinha.
Como a minha próxima semana vai ser muito preenchida por motivos pessoais e profissionais, aproveito para desejar já um Feliz Natal pleno de alegria, saúde, paz e amor.
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

17 de dezembro de 2017 às 21:53  
Blogger Smareis disse...

Muito bonito Sol.
Eu desejo um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo!
Que a luz divina ilumine o seu caminho neste e em todos os Natais que virão. Boas festas pra você e os teus!
Uma boa semana!
Beijos!

18 de dezembro de 2017 às 01:31  
Anonymous Arte & Emoções disse...

Nada é para sempre, um dia terá fim. Belo poema amigo.

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

18 de dezembro de 2017 às 02:06  
Blogger Luis Coelho disse...

Sem palavras depois de ler. Momentos de grande beleza.
Desejo Boas Festas - Feliz Natal.

18 de dezembro de 2017 às 07:12  
Blogger Existe Sempre Um Lugar disse...

Votos de Feliz Natal,
AG

18 de dezembro de 2017 às 16:24  
Blogger Jossara Bes disse...

Oi Sol,
Que o Natal e o Ano Novo sejam de amor e alegrias para você e sua família!
Linda sua poesia, como sempre! O mar a inspirar i Poeta!
Beijo carinhoso!

22 de dezembro de 2017 às 11:28  
Blogger Jaime Portela disse...

A vida é assim mesmo, feita de marés, altas e baixas, mas nem por isso devemos perder a esperança.
Excelente poema, parabéns.
Caro amigo, os meus votos de um FELIZ NATAL e de um PRÓSPERO ANO DE 2018 repleto de saúde, amor, paz, alegria e de outras coisas igualmente boas.
Abraço.

22 de dezembro de 2017 às 20:14  
Blogger Paula McGill disse...

Que saudades do meu mar!

24 de dezembro de 2017 às 21:02  
Blogger Beatriz Bragança disse...

Um belo poema à efemeridade!
De facto, tudo tem um fim e a irreversibilidade das coisas, é algo perturbador.
Enquanto vivemos e escrevemos belos textos como o seu, sejamos felizes.
Um abraço
Beatriz

9 de janeiro de 2018 às 14:37  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial