SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 5 de agosto de 2017

O sonho dos Poetas




Gela-se-me o peito, de tristeza,
Pelo tempo sombrio que passou.
A chuva persistiu e se entranhou
Na Alma permeável. Indefesa,

Matou o dia desta natureza;
Somente a flor silvestre se vingou,
Pois em sua corola se fechou
Desafiando o tempo que a despreza.

Escorre, o turbilhão, pelas valetas
E eu anseio um sol resplandecente
Além do Céu sombrio e encoberto.

Apenas resta o sonho dos Poetas
Vogando em fantasias, docemente,
Fazendo, da lonjura, estar-se perto.


SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

15 Comentários:

Blogger La Gata Coqueta disse...

Apostemos por el sueño del poeta, para que con sus letras nos envuelva con la gracia infinita de la luz y armonía.

Un cálido abrazo amigo.

5 de agosto de 2017 às 11:46  
Blogger Célia Rangel disse...

Embalar-se no sonho dos poetas é magnífico!
Tudo é possível!
Abraço.

5 de agosto de 2017 às 20:40  
Blogger Majo Dutra Rosado disse...

Sonhos que proporcionam leituras agradáveis
e tocantes...
Um soneto de sonho!
Felizes e aprazíveis dias estivais.
Abraço, estimado poeta.
~~~

5 de agosto de 2017 às 22:30  
Blogger Fá menor disse...

E que se salve o sonho dos poetas!

Boa semana, amigo!
Bjs

6 de agosto de 2017 às 12:18  
Blogger Nadine Granad disse...

Oi, SOL!

Lindo!
O sonho, por vezes, é o que nos move e o tudo!

Beijos! =)

6 de agosto de 2017 às 16:16  
Blogger Gracita disse...

Sonhar o sonho dos poetas é grandioso porque ELES são feitos de fios de poesia. Um soneto magnífico meu amigo
Beijos e um domingo feliz

6 de agosto de 2017 às 16:59  
Blogger Mulher na Polícia disse...

Afinal... o sonho é dos poetas, né, e a gente vai no sonho com eles. Obrigada por nos proporcionar o prazer dessa leitura.

Maravilhosa.
Beijinhos e bom domingo!

6 de agosto de 2017 às 20:48  
Blogger Maria Rodrigues disse...

E dos sonhos dos poetas nascem sonetos maravilhosos.
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

7 de agosto de 2017 às 22:52  
Blogger Elio disse...

Sol, penso che con i tuoi versi potresti affiancare Pessoa che penso tu ammiri visto l'omaggio che gli fai nella foto. Mi è sempre piaciuto come, del resto, mi piacciono i tuoi sonetti anche se devo ogni volta utilizzare il traduttore. In alternativa dovrei imparare il portoghese ma non è facile. Un amichevole abbraccio.

8 de agosto de 2017 às 11:35  
Anonymous Arte & Emoções disse...

Sonhos geradores de fantasias que nos levam em viagens maravilhosas. Belo soneto amigo.

Abraços,

Furtado

8 de agosto de 2017 às 20:30  
Blogger Existe Sempre Um Lugar disse...

Bom dia, sonhar é necessário, concretizar é que é mais difícil, o poema é perfeito.
Continuação de boa semana,
AG

10 de agosto de 2017 às 10:50  
Blogger Jaime Portela disse...

Os teus sonetos são sempre muitíssimo bons. E este não foge à regra, pois é excelente.
Bom fim de semana, caro Sol.
E boas férias, se for o caso.
Abraço.

10 de agosto de 2017 às 13:26  
Blogger lua singular disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

11 de agosto de 2017 às 22:11  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
Não gosto do Sol, ele queima os meus pés, não gosto da Lua, pois ela me traiu no amor, não gosto das ondas do mar,pois hoje elas me amedrontam.
À noite ao ouvir os seus choros saio correndo, pois o estrondo é grande. O que restou? As estrelas e a elas pergunto: onde estará meu amor? Clareia minha vida, pois eu preciso me reencontrar.
Beijos no coração
Lua Singular

11 de agosto de 2017 às 22:20  
Blogger dinapoetisadapaz disse...

Que a sua verve continue a ti inspirar magníficas poesias! Excelente soneto, parabéns!Uma leitura bem prazerosa.
Agradeço a visita!

Bjs no coração amigo!

18 de agosto de 2017 às 18:05  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial