SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 18 de março de 2017

Contentamentos




Sentir o Amor transbordar

Do peito deleitado em pensamentos;
Sentir vontade de chorar
E conter lágrimas
Que expõem sentimentos;
Aflorar, nos lábios, alegria
E guardar a tristeza de ser só;
Esperar o renascer dum novo dia,
Na esperança de saber que ainda há dó.

O Mundo cruel e vil que nos rodeia
Inveja o Amor terno e seguro.

Por se expandir,
A coragem de gritar aos ventos
E a distância que nos separa,
Não existe!
Mas, sentir na Alma
O que não seja apenas doação
Se evola por doces pensamentos.

Sentir,
Sentir o porvir
Do dia que há-de vir,
Trar-nos-á contentamentos.



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

21 Comentários:

Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Excelente poema!
Bom fim de semana.

18 de março de 2017 às 11:21  
Blogger Paula disse...

<3

18 de março de 2017 às 11:57  
Blogger Paula disse...

:-)

18 de março de 2017 às 11:58  
Blogger Célia Rangel disse...

"...O Mundo cruel e vil que nos rodeia
Inveja o Amor terno e seguro"...
O fator "inveja", se não descartado e sublimado, arruína todo e qualquer sentimento...
Abraço.

18 de março de 2017 às 12:13  
Blogger Maria Rodrigues disse...

A esperança quando invade o coração alivia a alma.
Belíssimo poema
Um abraço
Maria

18 de março de 2017 às 14:18  
Blogger Majo Dutra disse...

É realmente triste a condição de se estar só,
ter um amor à altura dos nossos sonhos, é algo
profundamente importante na vida de todas as
pessoas.
Dias venturosos...
Abraço, Sol amigo
~~~~~~~~~~~~~

18 de março de 2017 às 23:10  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol
Tá difícil viver, pois a inveja nos adoece e no faz perder a vontade de caminhar como outrora.
Como sempre sua poesia linda.
Você sempre me empurra para o viver(o único). Obrigada
Lua Singular

19 de março de 2017 às 19:53  
Blogger Jossara Bes disse...

Oi Sol!
Linda poesia!Inspiração amorosa e confiante!
Beijo carinhoso!

19 de março de 2017 às 21:32  
Blogger Zilani Célia disse...

OI SOL!
PARA ESSE SENTIR, A ALMA HÁ DE ESTAR EM HARMONIA PERFEITA E SOBREPUJAR OS MAUS SENTIMENTOS SEM QUE ELES A VIOLEM.
LINDO DEMAIS.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

19 de março de 2017 às 22:30  
Blogger Luis Coelho disse...

Que coragem e que amor, mas só bebem desta água aqueles que sabem amar e sofrer por amor e que guardam no fundo do peito as lágrimas de dor.

20 de março de 2017 às 08:27  
Blogger Nadine Granad disse...

Oi, SOL!
Lindo, lindo... O amor é deveras um transbordar em nós... E desfaz nós que a vida teima em nos colocar!...

Beijos =)

20 de março de 2017 às 20:48  
Blogger Smareis disse...

Bom dia Sol!
Belíssimo poema lindamente escrito!
Boa semana!
Beijos!

21 de março de 2017 às 03:21  
Blogger Janita disse...

Olá, SOL.

Que belo este teu 'Contentamento'!
Transbordante de amor, coragem e dedicação.

Um beijinho, Amigo SOL.

Janita

21 de março de 2017 às 21:17  
Blogger Fá menor disse...

E é isso:
"Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói, e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer." (Camões)

Bjos

22 de março de 2017 às 18:15  
Anonymous Arte & Emoções disse...

O amor ainda é um dos maiores fomentos da nossa existência. Belo e profundo o teu poema.

Abraços,

Furtado

22 de março de 2017 às 18:44  
Anonymous Helena disse...

É infinitamente belo este amor que transgride as regras, que mesmo se escondendo de olhares invejosos, consegue se impor. Porque amar traz no seu bojo o desejo de proteger, de defender o sentimento, de se resguardar, como também ao ser amado.
O amor, meu querido Sol, o verdadeiro amor, aguarda sempre "o renascer dum novo dia", e mesmo sentindo a tristeza de estar só, existe a esperança, o contentamento de "sentir o porvir,
Do dia que há-de vir" trazendo no seu interior as realizações tão sonhadas, pois não existe distância quando se ama, pois o próprio sentimento encurta o tempo, encurta o distanciamento, e aproxima a alma e o coração.
Um belo poema, meu amigo, como todos aqueles que saem dos teus dedos ávidos da mais pura Poesia.
Que te chegue um lindo final de semana, semeado de sorrisos e estrelas.
Meu carinho num beijo no teu coração,
Helena

24 de março de 2017 às 12:42  
Blogger Gracita disse...

O amor é belo! Traz carícias, aconchego e contentamento
O amor aproxima alma e coração e traz felicidade e muitas emoções.
Um poema magnífico meu caro amigo
Beijos

24 de março de 2017 às 13:19  
Blogger Jaime Portela disse...

O mundo é cruel, mas o amor pode vencer...
Magnífico poema, gostei imenso.
Caro amigo Sol, tem um bom fim de semana.
Abraço.

24 de março de 2017 às 13:38  
Blogger Dorli Ramos disse...

OiSol
O amor é lindo quando enfeitado de paixões.
Linda poesia
O blog do Carlos coloquei no blog; gvpoeta.blogspot.com.br
Beijos
Minicontista2

24 de março de 2017 às 18:47  
Blogger Maria Rodrigues disse...

Meu amigo passei para desejar um excelente fim de semana.
Um abraço
Maria

24 de março de 2017 às 19:36  
Blogger Cristina Cebola disse...

O Amor, não conhece espaço nem tempo...
Ele, é a única força que poderá mudar o mundo.
Gostei muito!

25 de março de 2017 às 11:19  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial