SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 5 de outubro de 2013

Amigo






 

Se estou debilitado, meu irmão,
Não quero, nem desejo, tenhas pena.
Apenas me acene, a tua mão,
E a Alma que me tem, fica serena.

Pudesse repartir meu coração
E dá-lo-ia a ti, que me rodeias.
Mas eu, (sou de pequena dimensão),
Recebo os teus carinhos que semeias.

E frutos, já em mim, germinarão,
No tempo que o tempo queira dar.
Tantas sementes, são dever, regar,

Para que um dia, por recordação,
Fique atestado, como aqui eu digo,
Que nesta dor, te tive por Amigo.

 


SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

13 Comentários:

Blogger Gracita disse...

Bom dia amigo Sol
Quem tem um amigo verdadeiro tem um tesouro. “A amizade é a página mais linda da vida e meu carinho por você é o capítulo mais importante”
Beijos com ternura e afeto
Gracita

5 de outubro de 2013 às 09:44  
Blogger Fred Caju disse...

Muito bom. Muito mesmo.

5 de outubro de 2013 às 13:38  
Blogger Célia Rangel disse...

Um poema que reflete o quanto você é Amigo! Obrigada!
Cito: "... A amizade é um amor que nunca morre..." (Mario Quintana)
Fique bem.
[ ] Célia.

5 de outubro de 2013 às 15:08  
Blogger Evanir disse...

A alegria de viver maior que podemos
demonstrar é quando nossa vida
esta de alguma forma atingida por algum problema
em nossas vidas.
Quanto tudo esta bem é fácil parece termos tudo
que nada desmorona ,
que estaremos sempre acima de tudo.
Eu tenho visto isso no longo da minha vida
a falta de despreparo para enfrentar
prováveis empecilhos .
A fé tem um poder enorme uma das maiores armas
nos da força e a certeza de
que nunca estaremos sozinhas.
Venho agradecer sua presença
e tenha certeza a verdadeira amizade
é um amor que o tempo não destrói.
Todos nós somos passivos de erro
e dignos de perdão.
Em minha postagem deixo um cainho
e uma alerta ,que acredito exponho
um grande amor por todos.
Um Domingo na paz e na luz.
Beijos carinhos e afagos na sua alma linda.
Evanir.
Sol és um dos melhores amigos que tenho
que Deus abençoe sua vida sempre.

5 de outubro de 2013 às 15:57  
Blogger Lilá(s) disse...

Verdadeiros amigos, sou poucos mas importantes na vida da gente.
Beijinhos e as melhoras

6 de outubro de 2013 às 23:53  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Sol. Um lindo soneto. Amigos verdadeiros, leais, são poucos, mas os que estão de fato conosco entrelaçam seus dedos aos nossos e apoiam quando precisamos,
Que tenhamos amigos assim, que se preocupem conosco e nos ajude a caminhar, ou tão somente ao nosso lado estejam.
Desejo verdadeiramente que fiques bem.
Adoro você e a sua amizade.
Beijos na alma e que Jesus te abençoe!
Fique com Deus!

7 de outubro de 2013 às 03:31  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Olá! grande amigalhaço...
O soneto é bastante bonito, pois reflete a amizade que tens repartido com todos com grande retribuição.
Tal é a amizade que, em momentos de alguma dor física, que espero, passe rapidamente, tuas palavras sejam um chamamento e daí acalme a dor.
Um grande abraço cá do Algarve.

7 de outubro de 2013 às 15:10  
Blogger Jossara Bes disse...

Querido amigo Sol,
Abraço fraterno e "ternurento"!
Estou com saudades de você!
Muito bom ser tua amiga!
A poesia, como sempre é linda! Embora, falando de dor,
que desejo passe rapidamente, porém faz parte desse nosso "humano"!
Beijos!

7 de outubro de 2013 às 23:32  
Blogger Dora Regina disse...

Deixo aqui o meu pensamento de saudade e a minha oração para que tenha rápida recuperação e volte logo para o nosso convívio, mesmo virtual sentimos sua falta. Deus o abençoe.
Melhoras, amigo!
Um grande abraço!

8 de outubro de 2013 às 03:03  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol !
Espero que se recupere logo, os amigos também têm problemas e perdem a hora, mas muitos são leais. Se nós não acreditarmos nisso, a vida não vale a pena.
Amigo é aquele que a gente sente no coração, pois o nosso coração não engana, ele é fiel.
Um beijo
Lua Singular

8 de outubro de 2013 às 19:13  
Anonymous Anónimo disse...

Amigo!

O poema está lindo!
Mas sou impotente perante o sofrimento, e nem as palavras me ocorrem, com que queria poder incutir a coragem para ultrapassar os dias maus.
Espero que a encontre (a coragem) e que ela o ajude a caminhar até encontrar o sorriso e a alegria.
Obrigada pelas palavras que nos oferece!

Abraço fraterno

F.M.

8 de outubro de 2013 às 22:10  
Blogger Elio disse...

Ciao Sol, anche se verso la fine c'è una luce di speranza, trovo questo tuo bel poema un po' triste. Spero non sia il riflesso di quello che senti in questo momento. Un amichevole abbraccio.

10 de outubro de 2013 às 20:11  
Blogger Manuel Luis disse...

Muito bom encontrar um amigo.
Abraço

11 de outubro de 2013 às 22:15  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial