SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 4 de agosto de 2012

Plenitude







Há sempre estrelas que brilham
Na noite da minha Alma.
O desejo e Amor, fervilham
Numa aparência de calma.

Depois (eu vivo sonhando)
Vegeto num turbilhão
De anseios, sempre sonhando
Um pouco o teu coração.

E peco, ao renascer,
Do letargo que me mata
A minha Vida terrena!...

Mas, deveria esquecer
O Amor que,  a ti, me ata
E me dá a Vida plena?





SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

27 Comentários:

Blogger Su disse...

Sol poeta-querido, estou voltando das férias e encontro esse lindo poema aqui...

Esquecer esse amor? Jamais... Ele é lindo e único!

É sim vivê-lo em toda sua plenitude.

Linda imagem!

Beijinhos daqui!

Su.

4 de agosto de 2012 às 00:37  
Blogger Magia da Inês disse...

¸.•♫°`♡彡
Esquecer o amor e esquecer de si de do mundo!...
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil
¸.•♫°`♡彡✿⊱╮

4 de agosto de 2012 às 09:57  
Blogger Célia Rangel disse...

Jamais esquecer um amor que nos leva à plenitude... ainda que distante, ausente ou mesmo platônico! Se é amor, basta. Não é necessário como. Ama-se.
Bj. Célia.

4 de agosto de 2012 às 13:06  
Blogger Dorli disse...

Olá Sol!
Meu poeta, um lindo soneto.
Nesse caso é melhor sonhar do que renascer.
Viva o amor e os sonhos com intensidade.
Beijos
Lua Singular

4 de agosto de 2012 às 13:27  
Blogger António Manuel Conceição Santos disse...

Oi! Sol
Bom momento de amor.
Sonhar, sonhar, sonhar é sempre bom.
Vida plena de sonhos e que eles se concretizem, são os votos deste teu amigo algarvio.

4 de agosto de 2012 às 13:44  
Blogger edumanes disse...

Há sempre estrelas que brilham
Para iluminar na noite escura
Do passado lembranças que ficam
Há momentos felizes de ternura!

Há momentos para dormir e sonhar
Há muitas outras coisas mais
Há amor e flores a desabrochar
Verdes campos e canaviais!

Bom fim de semana para você, amigo
Sol da Esteja,
um abraço
Eduardo.

4 de agosto de 2012 às 18:47  
Blogger Tiago Braga disse...

Que fotografia fabulosa, adorei todo este movimento ;)

4 de agosto de 2012 às 21:23  
Blogger Leninha disse...

Amigo querido,

Não só não podes como não deves esquecer este Amor,fonte de vida e de inspiração,alento dos teus dias e porto para onde navegam tuas ilusões.

E aqui se aplicam as palavras do outro Poeta:"Para tão longo Amor,tão curta a vida..."

Bjsssssss,
Leninha

4 de agosto de 2012 às 21:41  
Blogger Simone MartinS2 disse...

"E o brilho da Lua cheia
que envolta em teus sonhos
me traz de volta meu bem querer.
Nessa noite enluarada,
ferve e sonha a minha alma.
E na insonia eu durmo acordada,
sem perceber tua presença...
Esfrego os olhos, aprumo o corpo.
E te imagino em meu sonho,
minha doce e unica paixão!
Eu irei te perdoar,
toda vez que quiseres pecar,
pois mais puro que teu pecado,
são teus beijos em meus sonho.
Na vida real, voce tornou-se meu ar!

Abraços, me empolguei...rsrs

5 de agosto de 2012 às 00:22  
Blogger Julio Vilar pereira Pinto disse...

Mais mum lindo soneto a cantar o amor, parabens sol.
Hoje faço 45 anos de casado.
Um abraço

5 de agosto de 2012 às 14:47  
Blogger Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Que seria dos poetas se não existisse o sonho onde somos ou nos inventamos, como sempre é um gosto ler-te.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

5 de agosto de 2012 às 18:14  
Blogger Marcia disse...

Quão belos são teus versos
encanto e emoções a completar
o elo da doce ilusão de amar.
Beijos e boa semana!

6 de agosto de 2012 às 00:00  
Blogger *Simone Poesias* disse...

Muito lindo essa sua poesia. Um encanto de versos!
Beijos XD

6 de agosto de 2012 às 02:28  
Blogger Manuel disse...

Pequenos momentos que iluminam a nossa vida e, que ficam melhor, guardados na beleza de um soneto.
Belo, sentido e de muita inspiração.
Parabéns amigo!

6 de agosto de 2012 às 22:25  
Blogger Anita de Castro disse...

As estrelas brilham sempre de dia e de noite
Gostei
Cumprimentos

Anita

6 de agosto de 2012 às 23:55  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Esquecer, nunca. Amar e sonhar,sempre,
plenamente,enquanto há vida pulsante...

Beijo, querido SOL!

7 de agosto de 2012 às 00:04  
Blogger Carolina disse...

Estrelas brilen por sempre, esquecenme nunca :)
Un beijo, Sol. Muito maravilhoso seu poema.

7 de agosto de 2012 às 23:52  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, amigo Sol. Lindo soneto, não deves esquecer das estrelas habitantes em ti trazendo brilho intenso pra alma e nem tampouco do amor, que te faz viver e que sempre estará ao seu lado.
Viva intensamente com a felicidade dessa plenitude que é a mão dupla do amor!
Um beijo IMENSO na sua alma e fique com Deus, amigo!

8 de agosto de 2012 às 16:56  
Blogger Mariangela disse...

Querido Sol,
Jamais esqueça essa estrelinha que brilhou e ainda brilha em seu coração,é ela que te impulsiona e que o faz sonhar!
Um grande abraço!!
Mariangela

8 de agosto de 2012 às 20:59  
Blogger MARILENE disse...

Se a vida plena é resultado de um amor, que ele jamais seja esquecido. É fonte de vida e de inspiração. Há muitas estrelas em seu interior e você às traz à superfície, em belos versos. Bjs.

8 de agosto de 2012 às 22:32  
Blogger AnaClarissa disse...

Os poemas do SOL são sempre brilhantes; um oceano de amor... quanta beleza nesse coração! Não é do temperamento do SOl esquecer! Essa é uma pergunta retórica, já sabemos!

Beijo!

8 de agosto de 2012 às 23:48  
Blogger AFRICA EM POESIA disse...

Meu amigo


Com o prado verde
o coração sente a pureza da vida...

um beijinho

Prado Verde

Como o prado é verde...
Verde com salpicos aqui e ali...

Mas o todo é sempre verde...
E o olhar corre toda a extensão...
E fico a ver o verde o tal verde...
Que nos dá liberdade...
Que nos mostra esperança...
Que nos deixa que o infinito seja verde
E deixa que os olhos continuem...
A olhar e continuem a amar!...

LILI LARANJO

9 de agosto de 2012 às 01:37  
Blogger Olinda Melo disse...

Não pode, caro Sol. Não pode desatar-se desse amor que lhe dá Vida Plena, porque é o que dá alento e vontade de descobrir novos mundos, estrelados, mágicos e plenos de promessas.

:)
Abraço

Olinda

9 de agosto de 2012 às 12:54  
Blogger Yasmine Lemos disse...

E sonhando você vive . E tudo vale a pena se for amor
bjs

9 de agosto de 2012 às 22:11  
Blogger Zilani Célia disse...

OI SOL!
NÃO TEM COMO!
AMOR, SENTIMENTO PELO QUAL TODOS CORREM, ANSEIAM E PROCURAM.
QUEM O TEM, NÃO QUER DESVENCILHAR-SE DELE NUNCA,ATÉ PORQUE, AMAR É VIVER...
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

9 de agosto de 2012 às 22:24  
Blogger Cecilia Gonçalves disse...

Esquecer um amor verdadeiros mesmo que sentido por um dos lados não tem como, somente se surgir outro tão intenso.
Muito obrigada pelas palavras amigas, está agora tudo bem, foi um desabafo que passou, tudo se reflete e vira aprendizado.
Daqui para frente somente mensagens, poemas e pesquisas, informações, coisas boas SOL. Abraços e ótima semana!

9 de agosto de 2012 às 22:42  
Blogger Luana Barcelos Dantas disse...

Obrigada pela visita, adoro estar aqui também..amar...amar...amar...beijos

10 de agosto de 2012 às 00:44  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial