SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 2 de junho de 2012

Sacrificada






Estranho, esse brilho, nos teus olhos
Que lembram a lonjura, a imensidão
Do Mar, quando se espoja nos escolhos,
Em espuma esbranquiçada, em cachão…

E sinto algo tenso, no teu peito,
De como quem prevê a tempestade.
Desejo, ardentemente que outro jeito
Se dê pelo Caminho da Verdade.

E queres isolar-te noutro Mundo,
Sabendo que, cá neste, és amada
E havendo já sentido bem no fundo

O fogo do Amor que em ti arde
Tornando-te, só tu, sacrificada,
Vivendo a Vida toda numa tarde?
   



 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

59 Comentários:

Blogger Luar disse...

Sol

Por vezes o medo nos condiciona e leva ao isolamento e ao sacrifício. É uma forma de crescimento e aprendizagem.
Beijinho

2 de junho de 2012 às 11:39  
Anonymous Anónimo disse...

Amigo!

De quantos enigmas é feita a nossa vida?
Quem os decifra, os entende, os chora?
De quanta impotência é feita a vida?
De quanta solidão é feito o agora?

Um beijo.

F.M.

2 de junho de 2012 às 13:18  
Blogger Vera Luiza Vaz disse...

O amor anda por caminhos de entendimento, de incompreensão, de companheirismo, de solidão... Profundamente poetas sobre todos esses sentires, amigo Sol!
Abraço!

2 de junho de 2012 às 13:56  
Blogger Catia Bosso disse...

Bela execução...

Bjs meus

Catita

2 de junho de 2012 às 14:44  
Blogger Jossara Bes disse...

Sol, Querido!

Por vezes, temos a impressão que alguns momentos são tão intensos que equivalem a uma vida!
Linda poesia!
Tenha um ótimo fim de semana.
Beijos!

2 de junho de 2012 às 15:16  
Blogger Mariangela disse...

Sol,
O amor é um mistério que ninguém consegue decifrar,
trilha por caminhos que muitas vezes sai da nossa compreensão.
Penso aqui com meus ``botões´´, que os poetas sofrem mais quando ama!
Beijo!
Mariangela

2 de junho de 2012 às 15:17  
Anonymous Rosa Mattos disse...

Sol,

Passei pra conhecer esta sua casa de poesias.

L I N D O!!

Meus Parabéns/

ótimo sábado/
abraços/♫

2 de junho de 2012 às 16:06  
Blogger Simone MartinS2 disse...

"Choro todo fim de tarde.
Com um nó preso a garganta.
Sentimentos anuviados, claros.
Escondem o que de verdade existe
em meu coração...Amor sufocado,
inexistente, amordaçado...Confinado!
Choro todo fim de tarde...Mas choro
porque sinto tudo isso...como relaidade!"

Abraços

2 de junho de 2012 às 17:09  
Blogger Simone MartinS2 disse...

Ops!! ...como realidade!"

2 de junho de 2012 às 17:10  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

um soneto que embora nostálgico é muito bom.
um bom fim de semana.
um beij

2 de junho de 2012 às 18:00  
Blogger Olinda Melo disse...

Sim, para quê refugiar-se noutros mundos quando tem tudo para ser feliz?

Mistérios da nossa alma humana que nem sempre corresponde à lógica das coisas.

Um belo soneto! Gostei muito.

Abraço

Olinda

2 de junho de 2012 às 18:24  
Blogger mfc disse...

Somos sempre ávidos da vida como poeticamente tão bem dizes!

2 de junho de 2012 às 19:12  
Blogger Lindalva disse...

Como está meu menino iluminado? pelo visto e como sempre com o coração a saltitar de amor. Passando para te fazer um carinho e me deliciar com teus sempre profundos escritos. Beijos perfumados no coração e desejo de dias de plena ternura...
PS: estou aqui embalada e emocionada com esta música do Nilton Cesar... vou ficar mais um tantinho e ouvir ela de novo viu? posso? :)

2 de junho de 2012 às 20:04  
Blogger António Manuel Conceição Santos disse...

Amigo...
O teu soneto só demonstra o gosto que tens pela poesia.
Em cada momento que abrimos o coração irradiamos amor, por isso, faço votos para que, em vez de a vida durar uma tarde, que seja assim para toda a vida.
Um abraço cá do Algarve.

2 de junho de 2012 às 22:33  
Blogger Antônio Lídio Gomes disse...

Meu amigo, um soneto que combina com a tarde.
Lindo.
Um abraço.

2 de junho de 2012 às 22:41  
Blogger Ange disse...

Meu amigo, aqui tanto os teus versos como esta bela imagem arrancam minha admiração!
Retratas aqui lindamente esta "sacrificada" que cega quer isolar-se noutro mundo, sem perceber que é neste que é amada...
Deixo-te aqui todos meus aplausos.
Vou estar alguns dias ausente viajando, mais logo estarei passeando por aqui!
Linda e inspirada noite!
Lembranças
Ange.

3 de junho de 2012 às 00:08  
Blogger Célia Rangel disse...

Lindo e real poema! Quantas vezes nos distanciamos para descobrirmo-nos! Feliz quem o consegue!
Bj. Célia.

3 de junho de 2012 às 01:25  
Blogger Cristina disse...

Añorando el brillo de esos ojos que te inspira a escribir...bellísimas letras!
Te dejo un fuerte abrazo, bonito domingo!

3 de junho de 2012 às 01:49  
Anonymous Irene Alves disse...

Meu amigo havendo dificuldada na escolha dado gostar de toda a
sua poesia inseri o poema SENTIMENTO hoje no meu sinfoniaesol
Agradeço imenso a sua extraordinária dádiva.
Um beijinho e bom domingo.
Irene Alves

3 de junho de 2012 às 09:00  
Blogger Magia da Inês disse...

¸.•°`♥✿⊱╮
❤♡
Que fotografia linda!
Doce sacrifício!
Boa semana!
Beijinhos.
Brasil.
°º °♫♫♪¸.•°`

3 de junho de 2012 às 10:55  
Blogger OutrosEncantos disse...

muito lindos e sentidos os teus sonetos, Sol.
abraço

3 de junho de 2012 às 11:44  
Blogger Everson Russo disse...

Belos e tristes versos...muitas vezes as pessoas ou não merecem, ou não entendem o amor que as espera...abraços de boa semana pra ti amigo.

3 de junho de 2012 às 16:13  
Blogger Elio disse...

Ciao Sol, ottima poesia, come sempre. E' vero che si potrebbe vivere una vita in un solo pomeriggio, ma bisognerebbe che l'emozione provata sia veramente intensa. Del resto è la stessa emozione che si legge nei tuoi versi. Abrazos.

3 de junho de 2012 às 16:39  
Blogger Rita disse...

Boa tarde de domingo, acabei de ler essa
bela poesia e achei maravilhosa, gosto do
seu jeito de escrever,parabéns
Deixo um abraço carinhosos
Bjuss
Rita!!!

3 de junho de 2012 às 18:28  
Blogger Hermínia Nadais disse...

Que sonetos sentidos, belos, e que dizem tanto!...
Boa semana.
HN

3 de junho de 2012 às 21:15  
Blogger Maria disse...

Sol da Esteva:
Tenho andado por aqui, sem coragem para dizer nada.
Você é muito novo para mim. Sinto o que sente, mas a nossa idade é tão diferente, que não consigo responder. Sabe? Eu, Maria, velha de 67 anos, sinto como você.
Por isso, a chata da velha, ( nome que eu própria me atribuí), não faço comentários. Você é um dos meus meninos. Um dos meninos da velha
Maria

3 de junho de 2012 às 21:17  
Blogger Carla Fernanda disse...

Muito lindo!!

"A vida toda numa tarde"

O amor é assim nos leva à prisão.... mais melhor presa nele do que livre com a falta dele...

Beijos e boa semana!!

4 de junho de 2012 às 04:18  
Blogger ELAINE disse...

Adorei, versos lindos, como sempre, meu amigo! Um abençoado início de semana!
Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

4 de junho de 2012 às 05:46  
Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Maravilhosas palavras, sublime a sua conjugação!
Abraço!

4 de junho de 2012 às 11:48  
Blogger OceanoAzul.Sonhos disse...

Por vezes ha necessidade desse isolamento, se bem que imcompreensível aos olhos de quem nos vê, estranha a vida, estranhos os sentimentos...

Gostei muito do soneto, faz-nos pensar
bjs
cvb

4 de junho de 2012 às 12:09  
Blogger Everson Russo disse...

Uma bela semana pra ti meu amigo...abraços.

4 de junho de 2012 às 12:28  
Blogger Manuel disse...

Não sei, mas... atrevo-me a dizer que foi o melhor soneto que li neste espaço.
Tem todos os ingredientes para o tornar belo, paixão, amor, saudade e uma dose de solidão.
Muito bom.

4 de junho de 2012 às 14:10  
Blogger Mery disse...

Quanto sentimento!
Quanta harmonia nos versos e na imagem!
Tu escreves de maneira que podemos perceber o que queres transmitir...*
O anônimo acima disse tão bonito e eu queria escrever mais...(?) "esse soneto é belo, é perfeito.
Meus parabéns!
"Estranho esse brilho no olhar¨¨*que lembra a imensidão do Mar...e queres isolar-te noutro mundo, sabendo que cá és amada?
Poeta, teus versos são um bálsamo para o nosso viver, " o guardarei comigo.
beijinhos
Mery*

4 de junho de 2012 às 16:03  
Blogger Evanir disse...

Uma amiga muito especial
hoje marca a postagem do meu blog.
Um ser divino que em pouco tempo conquistou corações nesse mundo virtual.
O meu foi quase um dos primeiros a ficar apaixonado pelo carisma ,
e grandeza de seu coração.
Convido você a deixar seu carinho e fazer parte dessa preciosa amizade.
Espero em Deus ter saúde o suficiente para conhece-la pessoalmete
em 2012.
Vou ficar agradecida com sua doce presença.
Uma linda e abençoada semana.
Beijos ternos e carinhosos.
Evanir.

4 de junho de 2012 às 19:12  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Sol. Um lindo soneto, repleto de inspiração e um chamamento para a felicidade da pessoa amada.
Que ela possa viver o presente, se encontrar e viver um grande amor.
Beijos na alma, e fique na paz!

4 de junho de 2012 às 19:30  
Blogger *Simone Poesias* disse...

Lindíssimo poema! Profundo, sensível... gostei muito!
Bjinhos amigo XD

4 de junho de 2012 às 22:01  
Blogger Lilá(s) disse...

Sempre tão inspirado, exprimindo com tanto sentimento!
Mais uma vez me repito:ADOREI.
Bjs

5 de junho de 2012 às 00:25  
Blogger Rita disse...

Abraços de bom dia
Ao som de bela musica
E um poema divino
Bjuss
Rita!!!!

5 de junho de 2012 às 14:49  
Blogger AnaClarissa disse...

Tantas vezes adiamos...até que morremos. Tristes e infelizes somos ao ignorarmos o amor que começa por nós mesmos.
Beijos

5 de junho de 2012 às 15:54  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Sol, parabéns, lindo soneto. Beijos!

5 de junho de 2012 às 16:47  
Blogger Dorli disse...

Olá Sol:
Quantas inspirações nesse soneto.
Tão profundo! Tão lindo!
Você é assim: cheio de inspirações que nos comovem.
Obrigada pela visita
Lua Singular

5 de junho de 2012 às 16:51  
Blogger edumanes disse...

Sem o brilho dos teus olhos
Os meus tristes ficaram
Lindos verdes como repolhos
Nos campos sem água secaram!

Muitas lágrimas choraram
Caíram na terra sem parar
O verde lindo não recuperaram
Porque em linda flor se transformar!

Continuação de boa semana,
um abraço
Eduardo.

5 de junho de 2012 às 19:35  
Blogger Anne Lieri disse...

Sol,um magnífico soneto de amor!Gosto muito de te visitar,pois sempre tem coisas bonitas por aqui!Bjs e boa semana!

5 de junho de 2012 às 19:40  
Blogger »♥«Nati Caetano»♥» disse...

Olá meu amado amigo Sol.Adorei sua poesia,com mistérios a desvendar.
Amigo fiquei sem meu PC,estava no conserto(30 dias) ninguém merece...Afff
* . + . * . * . + . * . * . *
“Uma das trágicas coisas que eu percebo na natureza humana
é que todos nós tendemos a adiar o viver.
Estamos todos sonhando com um mágico jardim de rosas no horizonte,
ao invés de desfrutar das rosas
que estão florescendo do lado de fora de nossas janelas hoje.”
* . + . * . * . + . * . * . *
Beijos e uma Feliz Semana.Nati

5 de junho de 2012 às 20:01  
Blogger rosa-branca disse...

Olá amigo Sol, hoje o teu soneto me fez balançar. Talvez eu esteja mais frágil...ou talvez esteja cansada e as tuas palavras mexeram comigo. Adorei. Beijos com carinho

5 de junho de 2012 às 21:06  
Blogger MARILENE disse...

Estou maravilhada com seus versos. O caminho da verdade é para dois e pode afastar a tempestade. Bjs.

5 de junho de 2012 às 21:23  
Blogger CamilaSB disse...

O mar... a nostalgia... e o amor, cantados de uma forma sublime!
Um belíssimo soneto - melodioso e comovente (era bom que a vida não sacrificasse ninguém, a dor ser dela banida... utopia!)
Um beijinho Sol, parabéns e obrigada pelo carinho!

5 de junho de 2012 às 21:32  
Blogger Multiolhares disse...

Que dizer de tão bonito poema de amor banhado com a imensidão do mar
beijos

5 de junho de 2012 às 22:25  
Blogger Carolina disse...

Muito bonita, especial poesia marina, adorei, tem algo de evocação.
Abrazos.

5 de junho de 2012 às 22:48  
Blogger manuela barroso disse...

Como sempre a força da musicalidade dos sonetos
numa linda construção poética.
Fantástico Sol
Abraço

5 de junho de 2012 às 22:50  
Blogger vieira calado disse...

Está bom, o soneto!

Um abraço

6 de junho de 2012 às 02:10  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Amigo venho desejar um bom feriado e que esteja bem.
Bj.
Irene Alves

6 de junho de 2012 às 18:43  
Blogger Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Como sempre cantas o amor e a paixão de uma maneira sublime.

Beijinho com carinho
Sonhadora

6 de junho de 2012 às 23:15  
Blogger Leninha disse...

Meu amigo querido,

Linda e comovente poesia,trazendo a ternura de um sofrido e pungente amor...

Muito obrigada pela visita e carinhoso comentário,
Leninha

7 de junho de 2012 às 03:19  
Blogger Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços.

7 de junho de 2012 às 13:33  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

deixo um sorriso :)

obrigada!

7 de junho de 2012 às 19:01  
Blogger Manuel disse...

Passei para voltar a ler, vale a pena.
Deixo o desejo de um bom resto de semana.

7 de junho de 2012 às 21:47  
Blogger Jesus te ama! disse...

OLÁ AMIGO QUERIDO
EXISTEM TANTOS MISTÉRIOS EM UM OLHAR!!!
AS VEZES TENTAMOS DECIFRAR DE VARIAS FORMA AMEI O POEMA GOSTO DE SEUS ESCRITOS PRINCIPALMENTE QUANDO VOCÊ ENVOLVE O MAR TENHA UM
▒▒▒▒▒▒▒██▒▒▒▒███▒▒▒▒██ BOM DIA!!!
▒▒▒▒▒▒█▓▓█▒██▓▓▓██▒█▓▓█
▒▒▒▒▒█▓▒▒▓█▓▓▓▓▓▓▓█▓▒▒▓█ post lindo
▒▒▒▒▒█▓▒▒▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▒▒▓█ lembre-se
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█ que você
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█ é uma pessoa
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓█▓▓▓▓▓▓█▓▓▓█ maravilhosa
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓██▓▓▓▓▓██▓▓█
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒█▓█▒▒▓▓▓▓█ DEUS
▒▒▒▒▒█▓▓▒▒▓▒▒███▒▒▓▒▒▓▓█ te abençoe
▒▒▒▒▒█▓▓▒▒▓▒▒▒█▒▒▒▓▒▒▓▓█ em todas
▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▒▒▒▒▒▓▓▓▓▓▓█ áreas de
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓███▓▓▓▓▓▓█ sua
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█ vida Jesus
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓█te ama
▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓█ UM FORTE
▒▒▒▒█▓▓▓█▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓█▓▓▓█ABRAÇO
▒▒██▓▓▓█▓▒▒▒██▒██▒▒▒▓█▓▓▓██ DIANA
▒█▓▓▓▓█▓▓▒▒█▓▓█▓▓█▒▒▓▓█▓▓▓▓█
█▓██▓▓█▓▒▒▒█▓▓▓▓▓█▒▒▒▓█▓▓██▓█
█▓▓▓▓█▓▓▒▒▒▒█▓▓▓█▒▒▒▒▓▓█▓▓▓▓█
▒█▓▓▓█▓▓▒▒▒▒▒█▓█▒▒▒▒▒▓▓█▓▓▓█
▒▒████▓▓▒▒▒▒▒▒█▒▒▒▒▒▒▓▓████
▒▒▒▒▒█▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓█
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓█
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓█
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓█▓█▓▓▓▓▓█
▒▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓█▓▓▓▓▓█
▒▒▒▒▒████▓▓▓▓▓█▓▓▓▓▓████
▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓█▓▓▓▓▓▓▓▓▓█
▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓█▒█▓▓▓▓▓▓

8 de junho de 2012 às 18:51  
Blogger Leandro Ruiz disse...

...mesmo sem tempos em vir aqui, regresso e continuo vendo e lendo belíssimas poesias...


Paz e bem!
www.lleandroaugustto.blogspot.com
www.eu-e-o-tempo.blogspot.com
Atenciosamente;
Leandro Ruiz

8 de junho de 2012 às 19:39  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial