SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

domingo, 5 de dezembro de 2010

Amor Silêncio






O amor que de criança foi escondido
Bem no fundo do meu peito, hibernou.
Quisera que o pudor que o calou
Houvesse, noutro tempo, renascido.

Candura dum amor silenciado
Por causas que não posso separar.
E agora, sofro mais só em te amar
Por ter-te ao pé de mim e estar calado.

Minha alma, pobre amor, sofre convulsa,
Por ter a dois amores a que se dar.
Consente que te adore sem repulsa!

E viva o crepúsculo da vida
No seu silencioso amor; amar
A ti, a primeira, a muito querida!


SOL

Etiquetas: ,

2 Comentários:

Anonymous DAD disse...

UhauHHH! Muito bem!
Adorei este post!
Um beijinho,

5 de dezembro de 2010 às 19:00  
Blogger Paula disse...

Sem palvras, lindo!!!

16 de janeiro de 2011 às 19:15  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial