SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 9 de Fevereiro de 2013

Porque que choras?








Triste. Triste a mágoa que esfarrapa
Onde, no meu peito, existe Amor
Vivo e pujante, sem temor   
Da Vida que ora, se me escapa.

Pleno, devotei-me e teu serei!
Não vou, mais, chorar se te perder.
Sinto a fria morte aparecer
Quanto cerro os olhos. Não verei

Tua imagem linda p'ra levar,
Na Luz do teu rosto tão sereno,
Num adeus, sei lá, talvez de horas.

Fique, a nossa Alma, a recordar
Que não há razão, de peito leno,
De te perguntar: porque é que choras?




 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

39 Comentários:

Anonymous David C. disse...

una tristeza onda quizás.
Saludos
David

9 de Fevereiro de 2013 às 00:49  
Blogger Rui - Olhar d'Ouro disse...

Triste como um dia de chuva... Mas belo como a necessidade de viver!

9 de Fevereiro de 2013 às 11:26  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Um soneto perfeitamente belo.
A tristeza faz parte do prazer de amar.
Nunca sentiste necessidade de ficar triste para poderes sentir quanto é belo o amor?... Quando se ama a pessoa querida.
Um abraço cá deste meu Algarve.

9 de Fevereiro de 2013 às 13:10  
Blogger Mariangela disse...

Triste soneto querido amigo... mas imensamente lindo como a grandiosidade de um amor, que mesmo diante da vida que se esvai,
permanece forte!
Beijos,
Mariangela

9 de Fevereiro de 2013 às 14:11  
Blogger Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido amigo

Como sempre um belo poema, embora nostálgico, mas doce.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

9 de Fevereiro de 2013 às 18:50  
Blogger Célia Rangel disse...

Que 'o choro' regue a alma acolhendo fruto de um grande amor.
[ ] Célia.

9 de Fevereiro de 2013 às 21:13  
Blogger Cristina disse...

Belleza en tus letras aún en la nostalgia, un placer leerte.
abrazos infinitos, bonita noche!

10 de Fevereiro de 2013 às 01:16  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol
Lindo e simultaneamente triste seu soneto de amor
Uma súplica ao amor
Beijos
Lua Singular

10 de Fevereiro de 2013 às 01:32  
Blogger Carolina disse...

Que hermoso e triste... magnifico poema, toca profundamente mis fibras intimas. Um abraco grande.

10 de Fevereiro de 2013 às 04:18  
Blogger Magia da Inês disse...

º° ✿彡
Olá, amigo!
Assim é o verdadeiro amor de um poeta,
permanece na alegria e na tristeza.
Bom domingo! Boa semana!
Beijinhos do Brasil
✿ °•.¸
¸.•°♡⊱彡

10 de Fevereiro de 2013 às 11:51  
Blogger Vera Luiza Vaz disse...

Poema emocionado traz os sentimentos do amor, da paixão, da perda, da dor...

Impossível não ficar profundamente tocada...

Abraço, amigo Sol!

10 de Fevereiro de 2013 às 16:30  
Blogger Simone MartinS2 disse...

"Não me perguntes o
porque de meu choro,
pois como as aguas
que caem da chuva,
derrubo minhas lagrimas,
por sentir a falta tua..."

Abraços carinhosos

10 de Fevereiro de 2013 às 18:55  
Blogger edumanes disse...

Triste a mágoa esfarrapa
Porque choras
Em vez de sorrires agora

Melhor sorrir
Do que chorar
Melhor construir
Do que devassar

Bom Carnaval para você,
amigo Sol da Esteja,
um abraço
Eduardo.

10 de Fevereiro de 2013 às 22:16  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Quem chora, por vezes, nem sequer sabe a razão por que o faz...
Mas o teu soneto tem razões que o fazem excelente. Gostei muito, pois claro.
Um abraço e boa semana, caro amigo.

10 de Fevereiro de 2013 às 23:20  
Blogger Lilá(s) disse...

A arte do soneto, não é nada fácil, para mim então é dificílimo...
Mas tu consegues fazê-lo bem!
Bjs

10 de Fevereiro de 2013 às 23:51  
Blogger Rita disse...

Bom dia de segunda feira, vim deixar
um abraço desejar uma bela semana
E que seu feriado seja cheio de alegrias
Agradeço sempre sua amizade que adoro
Bjusss com carinho
Rita!!!!º° ✿彡

11 de Fevereiro de 2013 às 09:37  
Blogger António Bernardo disse...

Mais um belo soneto,para nos fazer esquecer esta violenta época económica em que vivemos...
Parabéns e Abraço de Amizade.

11 de Fevereiro de 2013 às 16:17  
Blogger Sandra Subtil disse...

Triste e belo! Como só um grande poeta consegue escrever.
Beijos

11 de Fevereiro de 2013 às 16:34  
Blogger Simone Fernandes disse...

Linda poesia!
Versos tristes, emotivos... gostei muito.

Beijos amigo :)

11 de Fevereiro de 2013 às 19:18  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

por vezes choramos sem saber a razão porque o fazemos.
um soneto triste e belo ao mesmo tempo.
uma boa semana.
beijo

11 de Fevereiro de 2013 às 20:08  
Blogger Evanir disse...

Meu Querido Amigo Sol.
Demorei para chegar até seu blog ,mais estive aqui levei um poema seu na postagem anterior a essa de hoje.
Seu poema lindo embora triste amei estar aqui meu querido e ler o que dita sua alma.
Beijos no seu coração pra sempre sua amiga,Evanir.

12 de Fevereiro de 2013 às 01:25  
Blogger Jossara Bes disse...

Sol, Querido!

Fico sem palavras para comentar!
Sentimento, sentimento!
Que descreves tão bem, que me faz sentir também!
Beijos, Poeta do amor!

12 de Fevereiro de 2013 às 11:45  
Blogger ana costa disse...

Choramos o amor,choramos a sua perda, choramos a separação...
Lindo e magnifico este teu poema!!!!
Adorei
bj

12 de Fevereiro de 2013 às 12:32  
Blogger Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Amigo Sol da Esteva,Choramos quando as tristezas nos aparecem,mas sorrimos quando as alegrias renascem.Seu poema é muito lindo,um pouco triste mas de uma grande reflexão!Obrigada sempre,pelas lindas palavras deixadas em meu espaço.

Abraços
Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

12 de Fevereiro de 2013 às 14:50  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Sol. Obrigada pela sua preocupação comigo em relação ao Carnaval. Na realidade, eu não pulo Carnaval e essa inspiração nasceu em Novembro e resolvi postar nessa época.
O que gosto de fazer, é assistir ao desfile na televisão, só.
Obrigada pelo seu carinho, amigo. Fiquei feliz de saber que se preocupa comigo.
Tenha um dia de paz!
Beijos na alma!

12 de Fevereiro de 2013 às 15:58  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol
Quanto ao seu comentário eu disse que tem gente que usa de pseudônimo para tirar proveito, mente onde mora de vergonha e usa as pessoas para fazer coisas ilícitas. Eu tenho pessoas assim que frequentam meu blog, então, eu descubro, depois deixo prá lá.
Você usa pseudônimo, mas é um pessoa leal, me da conselhos, é bom e, jamais fará nenhuma estupidez.
Você é o cara, não precisa de usar subterfúgios para viver nessa vida que não é eterna. Eu lhe admiro pelas suas qualidades, mesmo quando me da merecidas broncas, pois, sei que é para o meu bem.
Beijos
Lua Singular

12 de Fevereiro de 2013 às 18:18  
Blogger Manuel disse...

Já por diversas vezes tenho escrito, aqui, que o soneto é, na minha opinião, o estilo poético que exige maior rigor. Tem a métrica, a rima e aquela forma muito pessoal de conseguir dizer tudo no espaço determinado à partida.
Tu, caro amigo, consegues dominar e transmitir de forma muita clara e precisa, todos esses sentimentos.
Um abraço



12 de Fevereiro de 2013 às 21:15  
Blogger By: Me and the time (Eu e o tempo) disse...

É fascinante como movemos pelos nossos sentimentos, de amor, ódio ou apenas um desalento...

Triste vive o meu coração, dor que impulsiona as batidas, aceleradas pelo descaso da vida!

Um grande abraço!

http://bymeandthetime.blogspot.com

http://www.youtube.com/user/ByMeAndTheTime

http://www.kerigmadosenhor.blogspot.pt/

12 de Fevereiro de 2013 às 23:11  
Blogger Olinda Melo disse...


O amor é mesmo assim, num momento o riso e no outro o choro. E muitas vezes nem se sabe bem o porquê de tais demonstrações de alegria ou de tristeza.

Sinto neste soneto algo mais que a inconstância, que caracteriza tão bem este grande sentimento que é o Amor. Sinto latente uma separação que, talvez, nem o próprio poderá deter. A luta entre a vida e morte?


Meu amigo, gostaria de levar um soneto seu para postar no meu blog. Por estes dias estamos a tecer, por lá, um grande 'Xaile de Afectos'.

Abraço

Olinda

13 de Fevereiro de 2013 às 14:01  
Blogger Elio disse...

Un po' triste e, del resto, le prime due parole lo confermano, ma sempre ben scritto da te. Boa noite.

13 de Fevereiro de 2013 às 16:38  
Anonymous Anónimo disse...

An impressive share! I have just forwarded this onto a coworker who had been conducting a little homework on this.
And he in fact ordered me lunch due to the fact that I stumbled upon it for him.
.. lol. So let me reword this.... Thank YOU for the meal!

! But yeah, thanx for spending the time to discuss this matter here
on your website.

My blog - cash advance with

14 de Fevereiro de 2013 às 01:53  
Blogger POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Fascinante palavras ainda que um pouco triste... Um belo e feliz dia

14 de Fevereiro de 2013 às 11:15  
Blogger Carolina disse...

Feliz Dia, Sol! Beijo.

http://upload-pics.org/images/40574069280472888541.jpg

14 de Fevereiro de 2013 às 13:04  
Blogger Fa menor disse...

A beleza na tristeza...

Bjinhs

14 de Fevereiro de 2013 às 18:13  
Anonymous irene alves disse...

Chorar - dizem - limpa a alma. Gostei do seu poema.
Desejo que esteja bem.
Bj.Irene Alves

14 de Fevereiro de 2013 às 19:55  
Blogger La Gata Coqueta disse...



Llevo unos días alejada de mi residencia habitual y se me hace costoso compaginarlo todo al mismo tiempo. Pero antes de finalizar el día del amor y la amistad, quisiera darte las gracias por estar siempre acompañándome con la ternura de las palabras, que me hacen sentir muy afortunada por encontrarnos paseando por las colinas de este espacio virtual.

Miles de besos
Y miles de razones
Para sentirse muy feliz
Abrazando la magia de San Valentín.

Y mil disculpas por mi parte,
Si hoy es un día ualquiera para ti...

Atte.
María Del Carmen




14 de Fevereiro de 2013 às 23:48  
Anonymous Anónimo disse...

There's definately a great deal to know about this issue. I really like all the points you made.

My web page; how to register a brand name in usa

15 de Fevereiro de 2013 às 00:35  
Anonymous Anónimo disse...

hi!,I really like your writing so so much!
percentage we keep up a correspondence more approximately your
post on AOL? I need a specialist on this space to solve my problem.

May be that's you! Taking a look forward to see you.

Check out my blog post: Vintage Moebel Karlsruhe

15 de Fevereiro de 2013 às 20:23  
Blogger ONG ALERTA disse...

Choras para um dia poder rir...
Abraço Lisette.

15 de Fevereiro de 2013 às 22:27  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial