SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 1 de maio de 2021

Doce é o tempo da idade

 

                                        © SOL da Esteva - Acordar Sonhando

 


Há um tempo que a idade sobra
Com a juventude a fenecer.
Muitas vezes, ela se desdobra
Recordando o acto de nascer.

É um tempo lindo, rico, cheio
Duma plenitude tão sublime,
Que o corpo fica pelo meio
Sem saber o que é que a Alma exprime.

Doce é o tempo da idade!
Quando se é criança de verdade,
O tempo demora a percorrer

O arco da Vida do ser grande.
Mas seja quem for que nos comande,
Um dia teremos de morrer.
 
 


SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

23 Comentários:

Blogger Roselia Bezerra disse...

Bom dia de sábado, amigo Sol da Estevas!
O ciclo da vida que se cumpre a todos sem acepção.
Linda imagem e poesia em consonância.
Que seu Dia seja de descanso do trabalho que dignifica!
Tenha um ótimo. Feriado!
Abraços fraternos de paz e bem

1 de maio de 2021 às 10:33  
Blogger São disse...

Tudo nasce e morre.

Gostei muito do poema.


Bom Maio!

Abraço

1 de maio de 2021 às 10:34  
Blogger Mum disse...

Sublime Poema !!! Enche-nos a Alma !!! XXX

1 de maio de 2021 às 10:35  
Blogger chica disse...

Muito lindo teu poema e que o arco da vida demore a se fechar,rs... abraços, feliz Maio! chica

1 de maio de 2021 às 11:03  
Blogger " R y k @ r d o " disse...

Poema/soneto lindíssimo. Como sempre, puro fascínio poético. Deixo a minha admiração poética e elogio mais fervoroso.
Quem nasce, um dia morre. Sem dúvida alguma
.
Um Sábado feliz
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

1 de maio de 2021 às 11:21  
Blogger A Paixão da Isa disse...

que bonito bravo bjs saude

1 de maio de 2021 às 14:21  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Um poema muito bonito!! :))
~~
Coisas de uma Vida
~
Beijo, e um excelente fim de semana.

1 de maio de 2021 às 16:12  
Blogger Olinda Melo disse...

Diz-se que é o que temos de mais certo na vida: a morte.
Mas enquanto não chega congratulemo-nos com cada dia
que nasce e façamos dele a expressão de um sonho dourado.

Bom fim de semana, caro Sol da Esteva.
Abraço
Olinda

1 de maio de 2021 às 18:00  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
A única coisa certa que temos é a morte, portando antes dela chegar devemos curti a vida do melhor jeito que se pode.
Acredito que a outra será melhor, pelo ao menos não teremos carne para doer.
Beijos no coração
Lua Singular

1 de maio de 2021 às 20:28  
Blogger Juvenal Nunes disse...

Todo o ser humano revela essa angústia perante a morte, uma certeza a que não é possível furtar-se, mas que não deixa de pesar, numa vida maioritariamente marcada por agruras e cadilhos.
Abraço poético.
Juvenal Nunes

1 de maio de 2021 às 20:50  
Blogger Fê blue bird disse...

Boa noite amigo Sol.
Que bela imagem, parabéns!
Quando mantemos a criança viva dentro de nós é mais fácil percorrermos o tempo da idade.
A morte é uma meta, que desejamos longe.

Beijinho e obrigada.

1 de maio de 2021 às 20:52  
Blogger manuela barroso disse...

Sempre perfeitos e cheios de filosofia os sonetos plenos de mensagem. Tempo e vida de mãos dadas.
Um abraço amigo Sol !

1 de maio de 2021 às 21:44  
Blogger Hada de las Rosas disse...

Querido amigo, um belo reflexo, digna e melancolica... protegeme e conduzme atraves dos sonhos e da noite escura da alma, me da paz.
Obrigada. Beijos de sabado.

2 de maio de 2021 às 02:26  
Blogger Isa Sá disse...

Bonito poema!

Isabel Sá  
Brilhos da Moda

2 de maio de 2021 às 10:18  
Blogger Beatriz Pin disse...

Sempre levamos a infancia com nós. Hoje lembramos a quem nos troujo á vida. Somos meninos por dentro e sempre precisamos uma mãe que nos ame como so elas savem.
Gostei diste poema que nos leva pola pasaje da existencia.
Bo domingo.
Abraço

2 de maio de 2021 às 14:19  
Blogger Maria Rodrigues disse...

É o ciclo da vida. Realmente quando éramos crianças o tempo parecia que levava tanto tempo a passar. O importante é aproveitarmos o melhor possível o tempo presente.
Belíssimo soneto.
Beijinhos

3 de maio de 2021 às 11:52  
Blogger Smareis disse...

Boa tarde Sol!
Poema brilhante!
Assim é a vida, uma hora todos nós vamos ter que partir, não temos escolha.
Boa semana de maio!
Um beijo!

3 de maio de 2021 às 20:09  
Blogger SARA disse...

Muito lindo o seu poema um bjo e uma linda semana.

4 de maio de 2021 às 11:49  
Blogger Rosemildo Sales Furtado disse...

Tudo que tem início tem fim. É inevitável. Belo e profundo soneto amigo. Parabéns!

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

4 de maio de 2021 às 13:47  
Blogger Fá menor disse...

Boa musicalidade.
Remate tão verdadeiro!

Beijinhos, amigo Sol!

6 de maio de 2021 às 21:08  
Blogger SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e outros textos literários. disse...

Pois é - nossa vida passa!...
Então, enquanto ainda vivo,
A vida é o maior motivo
Para se erguer uma taça
De vinho e rendermos graça
A Deus Pai Onipotente!
E sempre o brinde é urgente,
Pois se estar vivo é um perigo!
Brindemos à vida, amigo!...
Com o amor que existe na gente...

6 de maio de 2021 às 21:42  
Blogger Megy Maia disse...

Boa noite, caro amigo Sol!
As suas palavras são musica para os meus ouvidos!
Lindas!
Um beijinho!
Megy Maia🌺😊🌺

7 de maio de 2021 às 23:23  
Blogger Beatriz Pin disse...

Gostei diste poema. Um velho, duas vezes menino. Eu sento que desejo voltar a infancia perdida e ser acunada, coidada, que me mimen e me queiran...
Um abraço

15 de maio de 2021 às 14:36  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial