SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 21 de novembro de 2020

Ser falso não compensa?

                                        © SOL da Esteva - Acordar Sonhando

 

 

Há dias foi relembrada
Uma mentira de morte...
Com tantos anos de sorte,
Eu não me alegrei em nada

Porque esta dor me castiga;
É a traição, que se eleva,
Com a protecção da greva
Na sua tendência antiga.

De traidor a premiado,
Apenas um passo dado.
E quem me diz, afinal,

Que ser falso não compensa?
Eu "morri" (*) por ter avença
Em defender Portugal!

 
 

SOL da Esteva
(*)Ver pág 69 e seguintes do Livro "A Guiné, no meu tempo..."

Etiquetas: , , ,

16 Comentários:

Blogger Roselia Bezerra disse...

Boa tarde de paz de sábado, amigo Sol!
Trair seja o que ou quem for nunca nos faz bem ao espírito, sobretudo.
Avença, nunca desavença!
Tenha um ótimo final de semana abençoado!
Abraços fraternos de paz e bem

21 de novembro de 2020 às 10:49  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
A falsidade é a doença dos traidores.
Mesmo por vezes, quando me traem nos comentários, principalmente pessoas que sempre, mesmo sem conhecer, me parecia uma pessoa legal, eu deixo o vento levar.
Traição não faz parte do meu vocabulário, o vento levá-lo bem alto para desmanchar em purpurinas douradas.
Beijos no coração
Lua Singular

21 de novembro de 2020 às 18:27  
Blogger lua singular disse...

Sol
Desculpa o erro.
Hoje não estou bem, pois as dores me acompanham diuturnamente.
Beijos
Lua Singular

21 de novembro de 2020 às 18:33  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
Faça o seu dia o melhor da sua vida!
Abraços
Lua Singular

21 de novembro de 2020 às 18:43  
Blogger MARILENE disse...

Traição é sempre algo que não merece prêmio, mas isso acontece. Dei uma olhada no seu livro e li o episódio que mencionou. A guerra não passa sem deixar grandes estragos. Seu soneto é encantador. Abraço.

21 de novembro de 2020 às 18:50  
Blogger Hada de las Rosas disse...

Ola, boa noite querido Santos Oliveira, Heroi de Portugal,
ya li a pagina e fiquei bastante conmovida.
Voce tem uma vida que vale a pena contar, muito interessante.
A Guiné fica na Africa, certo?
nao conheco a historia do seu pais,
porem sou sentimental e sei que voce e o dono da alma
de poesia
por seu ar vaporoso,
embebido em memorias e uma bella melancolia

Saudacoes a voce e sua linda familia,
com amor desde Buenos Aires, Argentina

22 de novembro de 2020 às 00:58  
Blogger Hada de las Rosas disse...

Uma vida de cinema, muito intensa e usted se ve muito bonito com a guitarra, mas aliviado.
Este e um otimo documento descritivo muy significativo.. Deus te abencoe, cidadao de primeira classe!

22 de novembro de 2020 às 01:13  
Blogger La Gata Coqueta disse...

Que el territorito de la esperanza sea más fuerte que el de la traición...
La vida siempre nos pone aprueba en todas las circunstancia dándolo todo hasta a veces la visa y cuando se sale indemne es toda una victoria...

Un abrazo y siempre adelante dejando que todo continúe fluyendo y no influyendo...

Mari

22 de novembro de 2020 às 07:57  
Blogger Megy Maia disse...

A traição doí no peito!
E quando sentida trespassa nossa alma!
Passos abençoados!
Um beijinho!🌷❤😍
Megy Maia🌈

22 de novembro de 2020 às 18:32  
Blogger nassah disse...

Nice poem dedicated to your country Portugal

22 de novembro de 2020 às 19:00  
Blogger Jossara Bes disse...

Oi, Sol!
Recortes de lembranças! Vida em poesia!
Beijo carinhoso!

22 de novembro de 2020 às 23:08  
Blogger Olinda Melo disse...

Olá, Sol da Esteva

Mágoas de traição acompanham-nos pela vida fora.
Para as minimizar e tentar ultrapassar procuramos
aconchego na família e bons amigos.
Apreciei o acesso ao seu livro que comecei a ler
e que vou continuar.
Neste Soneto regista o seu desabafo e sentimos
que a mágoa se renova a cada passo.
Dias apaziguados lhe desejo, meu amigo.

Abraço
Olinda

23 de novembro de 2020 às 10:25  
Blogger Rosemildo Sales Furtado disse...

Belo o teu soneto. É pena que desconheço o tema.

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus,

Furtado

23 de novembro de 2020 às 19:28  
Blogger CÉU disse...

E não compensa mesmo em qualquer situação, pois mais tarde ou mais cedo, a verdade virá ao de cima.
Um bom soneto que se integra no cumprimento da sua missão na Guiné. Mesmo passando por maus bocados, fica para sempre a lembrança desses tempos.

Beijos e bom resto de semana.

26 de novembro de 2020 às 19:09  
Blogger Fá menor disse...

Acho que a falsidade é que vende mais, se premeia mais, pode mais. Quem é honesto é que é queimado, para dar lugar a quem é do compadrio. Mesmo que a verdade venha ao de cima, quantas vezes não será tarde demais?!
No entanto, mantenha-se sempre a dignidade em qualquer situação e lugar. Isso dá enorme satisfação pessoal, o melhor prémio.

Beijinhos.

26 de novembro de 2020 às 21:07  
Blogger Jaime Portela disse...

Há quem diga que mortes falsas dão muitos anos de vida.
Oxalá se confirme...
Gostei do soneto, é magnífico.
Bom fim de semana, caro Santos.
Abraço.

27 de novembro de 2020 às 15:22  

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial