SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 18 de janeiro de 2020

Tinta nova

 


Me custava a acreditar
No que tinha emoldurado.
Tudo me fora sagrado
Que me levou a pintar

O que senti tantos anos.                
Não sei como aconteceu.
O verniz endureceu
Mostrando os meus enganos.            

Só me restou repintar
Aquela tela guardada
Numa moldura dourada.

... O original vai ficar
Tapado de tinta nova,
Que a memória renova.



SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

19 Comentários:

Anonymous alfacinha disse...

Criatividade merece ser emoldurada numa moldura dourada
Abraço

18 de janeiro de 2020 às 13:17  
Blogger Juvenal Amado disse...

Fazer e emendar e a sina dos perfeccionista ou com o sentido da busca da perfeição . Um abraço Oliveira

18 de janeiro de 2020 às 15:11  
Blogger yo leo Novela disse...

Es un placer pasarme por el blog y leer esos versos tan bellos.
Muchas gracias por compartir tus creaciones.
Besos.

18 de janeiro de 2020 às 17:23  
Blogger Mariazita disse...

Por vezes guardamos insignificâncias que nos parecem importantes, e só com o decorrer do tempo reparamos que, afinal, não tinham assim tanto valor.
Renová-las, substituindo-as ou dando-lhes uma nova cor, pode torná-las mais atractivas.
Os sentimentos mudam…

Bom Fim-de-semana
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

18 de janeiro de 2020 às 19:34  
Blogger La Gata Coqueta disse...

Enmarcamos los momentos vividos más bonitos de nuestras vidas en un cuadro de esmeraldas y oro y a veces con los años se opaca y hay que de nuevo volver a comenzar sin poner ya tanto énfasis por la experiencia hace daño...

Un cordial saludo amigo
deseando que pases un delicioso domingo!!

Mari.

18 de janeiro de 2020 às 19:46  
Blogger Maria Luiza disse...

Linda reflexão, amigo! Renovar-se é preciso dar novas cores e até mudar o lugar fazem bem! Um abraço grande!

18 de janeiro de 2020 às 20:36  
Blogger CÉU disse...

Custava-lhe a acreditar no que pensava ser para sempre, mas não há nada nem ninguém eterno. A vida é composta de mudança, assim diz a canção, e que se mordisquem os lábios muitas vezes para darmos sentido e novo ritmo à vida.
Esquecer o "velho quadro" é sempre possível, embora nos parecesse que não era possível fazer uma outra pintura, mas é mais do que provável, é desejável, afirmo eu.
Remendos, acho que não resolvem, só iludem.

Beijos e bom domingo.

18 de janeiro de 2020 às 21:20  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
E ela se renovará, pois a cada dia aprendemos coisas dantes inimagináveis.
Beijos no coração
Lua Singular

19 de janeiro de 2020 às 00:38  
Blogger Hada de las Rosas disse...

Bella pintura, como la vida, renovada! Suas palavras son alma salvada e as imagens de transformacao me levam a uma vida que ha de sacar o melhor de algo que nao era, para nada, en el passado. Lindo!

Beijos, feliz sabado

19 de janeiro de 2020 às 02:21  
Blogger Sam Seaborn disse...

A vida tem de ser "renovada" com a mesma tinta, que seja... mas exige e merece tal...


Gostei muito do jogo de palavras e do conteúdo transmitido

Abraço e boa semana

20 de janeiro de 2020 às 10:40  
Blogger Gracita disse...

Mas o original nunca se perde porque foi pintado na memória das recordações
Adorei ler este poema tão belo amigo Sol
Beijinhos poéticos

20 de janeiro de 2020 às 14:40  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Muito bonito! :)
Amei!
-
Bodas de Rubi ou de Esmeralda .
Beijo e uma excelente semana! :)

20 de janeiro de 2020 às 15:54  
Blogger Leninha Brandão disse...

Renovar, às vezes, se faz necessário, meu amigo! Principalmente quando estamos com o espírito perfeccionista à flor da pele. Muito lindo o teu poema e também o teu quadro.
Um beijo carinhoso!

22 de janeiro de 2020 às 18:21  
Blogger Sinval Santos da Silveira disse...

Digno Poeta, Sol da Esteva !
Embora renovada, a essência sempre
se mostrará na alma de quem a escondeu...
Parabéns, com o meu fraternal abraço,
aqui do Brasil !

22 de janeiro de 2020 às 22:28  
Blogger Gracita disse...

Querido amigo poeta
Hoje vim trazer um convite.
Neste ano de 2020 quero alinhavar no meu blog Sonhos e Poesia um projeto intitulado "Café Poético" onde no último dia de cada mês será apresentado na minha página uma pérola poética de sua autoria à sua escolha para que possa ser apreciado pelos nossos amigos e amigas leitores. Maiores informações no meu blog. Passe por lá, leia a postagem e sinta-se à vontade para aceitar ou recusar o convite.
Beijinhos poéticos

23 de janeiro de 2020 às 12:46  
Blogger Fá menor disse...

Muito bom!
Por vezes tão tarde se dá conta de enganos.
É bom quando se pode repintar tudo.

Haja-nos sempre algum brilho novo!

Beijinhos, amigo!

23 de janeiro de 2020 às 21:43  
Blogger Luconi disse...

Adorei meu amigo, um poema com um toque saudoso que nos arranca suspiros, lembranças cuja esperança é poder renová-las, lindo demais, o mais belo e profundo que tenho lido nos últimos tempos, adorei mesmo, bjos

24 de janeiro de 2020 às 06:23  
Blogger Jaime Portela disse...

Repintar a vida sempre que necessário...
Magnífico poema, gostei imenso.
Caro amigo, um bom fim de semana.
Abraço.

24 de janeiro de 2020 às 10:35  
Blogger madrugadas disse...

Gostei destes quadros. Cada dia será mais difícil imaginar a pintura original.

24 de janeiro de 2020 às 10:56  

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial