SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 27 de outubro de 2018

Eternidade dos dias


                                      

Vem ao meu encontro.
Assoma-te no caminho.
Paira no espaço
E rasga o desalinho
Da névoa da manhã.

Vem aos meus braços
Que te rodearão.
Vem escutar o bater dum coração.

Busca
O calor que conforta,
A força que suporta
Tropeços que impedem a corrida.

Espero-te aqui, querida!
Estou na entrada da porta.

Sacia-te na nascente,
Bebe os beijos que brotam
E sorve da seiva que vem da alma.

Tudo o que possas dar,
Eu irei cobrar.

Quero abraçar
De mãos nuas e vazias,
Porque o que te quero legar
Apenas cabe num Mundo
E não vagueia nas ruas.

A felicidade
De tanto Amar,
É a eternidade dos dias.



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

10 Comentários:

Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Maravilhoso meu amigo. Muito boa sensibilidade para a poesia.
Abraço e bom fim de semana.

Olhar D'ouro - bLoG
Olhar D'ouro - fAcEbOOk
Olhar D'ouro – yOutUbE * Visitem & subcrevam

27 de outubro de 2018 às 10:31  
Anonymous alfacinha disse...

Um poema em português soa mais sensível que numa outra língua
Abraço

27 de outubro de 2018 às 11:39  
Blogger Larissa Santos disse...

Bom dia. Muitos parabéns. Adorei o poema:))

Hoje Recordações ao passado. {Poetizando e Encantando}

Bjos
Votos de um óptimo fim de semana.

27 de outubro de 2018 às 12:11  
Anonymous Rosa Mattos disse...

uau! Um convite dos mais intensos.
Parabéns, Sol.

27 de outubro de 2018 às 15:38  
Blogger Luis Coelho disse...

Como os anteriores está excelente.

27 de outubro de 2018 às 17:53  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Um poema soberbo!! Amei!!

Até o perfume das rosas nos enterneciam... (POETIZANDO) .
Beijos - Boa Noite, Bom fim de semana!

27 de outubro de 2018 às 21:20  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
Ganhei a noite estrelada
No sono dos deuses...
O dia aconchegado a esse lindo poema.
Beijos
Lua Singular

29 de outubro de 2018 às 01:06  
Blogger Célia Rangel disse...

Destaco o que muito me tocou:
"A felicidade
De tanto Amar,
É a eternidade dos dias".
Abraço.

30 de outubro de 2018 às 00:17  
Blogger Olinda Melo disse...


Apaziguante este poema, Sol. "Vem aos meus braços que te rodearão".
Sente-se a força de suaves palavras, um chamamento cheio de amor, com promessas de felicidade. Gostei muito.

Abraço

Olinda

30 de outubro de 2018 às 17:36  
Blogger Jaime Portela disse...

A felicidade é sempre eterna. Enquanto dura...
Magnifico poema, gostei imenso.
Caro amigo, um bom fim de semana.
Abraço.

2 de novembro de 2018 às 12:35  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial