SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 28 de outubro de 2017

Morrer sem sonhar




 

Tanto se espera, da fantasia,
Além do tempo de um dia...
O destino louco,
É ironia
E não deixa apagar o sentimento.

Sempre se pensou
Que aos demais cabe a alegria
E a nós o sofrimento,
O dilacerar do coração,
A dor e falhas de compaixão.

Almas puras existem de verdade,
Mas o mal impera, fatalmente,
Com dura realidade.

No fundo,
Restos de vivências dos sentidos
E a recordação dos tempos idos,
Não foram tão vazios
Que fizessem esquecer o caminhar,
Ou morrer sem sonhar.


SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

11 Comentários:

Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
Uma poesia linda, mas rebuscou o último verso.
Alegria Sol, mesmo que a dor permeia.
Beijos
Lua Singular

28 de outubro de 2017 às 23:16  
Blogger SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Tanto se espera e espera-se tanto
Que essa espera vira em esperança
Inatingível, e o tempo nos lança
Ao desespero atroz do desencanto.

Mas na passividade, entretanto,
Quem não espera tem uma aliança
Com a casualidade fria e mansa
Que às vezes traz algum contentamento.

Prefiro assim a alienação
A não fazer a vez do coração
Ser hoje, agora ou em posterior

Data que seja. Prefiro a paixão
Ter a magnitude da explosão
Porque a hora quem faz é o amor.

Gostei imensamente do teu poema. Li e o senti. Quis fazer uma releitura e derivei, mas valeu a intenção. Grande abraço. Laerte.

29 de outubro de 2017 às 21:02  
Blogger Fá menor disse...

Poema lindíssimo.
Acho que quem não sonha não vive. Nunca devemos parar de sonhar, mesmo que a vida teime em ser-nos madrasta.

Boa semana.
Beijos

30 de outubro de 2017 às 21:24  
Blogger Maria Rodrigues disse...

Na dualidade da vida o mal existe mas felizmente o bem também.
Que nunca se morra sem antes se ter sonhado.
Maravilhoso poema.
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

30 de outubro de 2017 às 21:30  
Anonymous Arte & Emoções disse...

Sonhar é um dos nossos direitos que jamais poderá ser confiscado. Belo poema amigo!

Abraços,

Furtado

31 de outubro de 2017 às 01:58  
Blogger Majo Dutra Rosado disse...

Concordo... por pior que seja um destino, há sempre sonhos a recordar... Um tema interessante num poema criativo.
Abraço, Amigo

31 de outubro de 2017 às 18:23  
Blogger Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, almas puras existem de verdade, fazem parte do sonho, sonhar é o caminho para concretizar.
O poema é perfeito, bom fim de semana,
AG

2 de novembro de 2017 às 16:18  
Blogger Jaime Portela disse...

A pureza ainda existe, mas está em minoria clara...
Um poema para ler e pensar, gostei muito.
Continuação de boa semana, caro Sol.
Abraço.

2 de novembro de 2017 às 18:20  
Blogger Gil António disse...

Um fascínio as palavras que escreve. Um hino ao bem fazer e escrever poesia.
,
Gostei muito do seu blogue, e por isso me atrevo:
.
A deixar o convite a fim de visitar/em o meu blogue, ainda muito pequenino, muito bebé, mas que irá certamente crescer, fazer-se adulto, com a visita e troca de linkes com quem assim o desejar. Deixo o meu agradecimento.
.
https://brincandocomaspalavrass.blogspot.pt/
.
Votos de felicidades e o meu sincero obrigado.

2 de novembro de 2017 às 19:21  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
A morte, creio eu, não tem sonhos apenas dor
A dor da saudade é pior que a morte
Beijos no coração
Lua Singular

3 de novembro de 2017 às 20:30  
Blogger Paula disse...

:-) xxx

17 de novembro de 2017 às 21:19  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial