SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 17 de junho de 2017

No lugar dos ausentes





Num turbilhão de pensamentos,
Recordo, saudosamente,
Uma noite de Poesia,
A primeira...

Estremeceu a minha identidade
E comunhão.
É sonho ou ilusão,
O que despertou em mim?

Se o sinto tão intensamente,
O que me faz sentir diferente?

No redobrar desses pensamentos,
Por momentos,
Sinto-me distante,
No lugar dos ausentes.


SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

12 Comentários:

Blogger Gracita disse...

Uma recordação saudosista?
Uma lembrança de um doce e inesquecível momento num soneto que é uma pérola meu amigo. Lindíssimo!!!!
Beijos e um maravilhoso final de semana

17 de junho de 2017 às 15:06  
Blogger Majo Dutra disse...

O lugar dos ausentes deve ser um lugar onde só a imaginação consegue estar...
Essa iniciação poética devem realmente ter sido momentos muitos especiais de encanto e maravilha.
Gostei muito do belo poema, Amigo.
Abraço
~~~

17 de junho de 2017 às 21:06  
Blogger Célia Rangel disse...

Recordar momentos em que vibra a poesia... é magistral!
Abraço.

18 de junho de 2017 às 04:27  
Blogger Fá menor disse...

Há momentos em que nos pesa a distância.

Boa semana, amigo!

Bjs

18 de junho de 2017 às 18:13  
Blogger Nadine Granad disse...

Oi, SOL!

A poesia está em você, assim como o Sol está para a Lua...
Lindo!

Beijos! =)

19 de junho de 2017 às 01:17  
Anonymous Arte & Emoções disse...

Lindo! Exatamente o que se poderia esperar de um grande poeta.

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

20 de junho de 2017 às 02:43  
Blogger leninha brandao disse...

Meu querido amigo Sol,
Por vezes também eu me sinto assim...porém colocar este sentir em um poema, só mesmo você.Parabéns por mais esta obra prima, meu poeta!!!

20 de junho de 2017 às 21:49  
Blogger Mulher na Polícia disse...

"É sonho ou ilusão?"

Essa questão é universal.
: )

Um beijo!

21 de junho de 2017 às 01:34  
Blogger Jossara Bes disse...

Oi Sol, querido amigo!
São lindas as poesias brotadas de você!
Intensas, repletas de sentimentos!
Felicidades, amigo Poeta!
Beijo carinhoso.

21 de junho de 2017 às 12:11  
Blogger Jaime Portela disse...

Cada um sente a poesia à sua maneira.
Mas a primeira vez que descobre a poesia dentro de si é sempre especial.
Excelente poema, parabéns.
Bom fim de semana, caro Sol.
Abraço.

23 de junho de 2017 às 12:48  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
A sua comoção foi tão forte que na poesia descarregou sua tristeza oculta.
Parabéns poeta
Beijos
Lua Singular

24 de junho de 2017 às 01:30  
Blogger Paula McGill disse...

xxx ooo xxx

24 de junho de 2017 às 23:56  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial