SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 27 de maio de 2017

Na mágoa onde flutuo





Gente de areia,
No meio deste mar de água
Que acaricia a mágoa.

Praia imensa
Esconsa na bruma cinzenta,
Feia...

Vozes impessoais
Alegres, sofredoras,
Fantasiosas,
Gritos de gente birrenta
E algo mais.

Na mágoa onde flutuo,
Sinto-me na crista das vagas,
Vivendo um amanhã
De esperanças.
Cego, do nevoeiro
Que encobre o Mar das lembranças,
Desejo renovar a força,
Na pouca que sobrará.



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

17 Comentários:

Blogger La Gata Coqueta disse...

En las crestas de las olas muchos sueños se han quedado dormidos sin retornos para siempre...

Un abrazo y un feliz fin de semana amigo!!

27 de maio de 2017 às 08:44  
Blogger Majo Dutra disse...

O mar tem imenso poder apaziguador e curativo...
Em breve o sol iluminará a praia...
Expressivo e belo está o poema.
Abraço, amigo Sol
~~~~~~~~~~~~~

27 de maio de 2017 às 17:46  
Blogger Célia Rangel disse...

Que a força do mar o motive para as renovações necessárias!
Abraço.

28 de maio de 2017 às 00:55  
Blogger Smareis disse...

Bom dia Sol!
A esperança se renova todos os dias.
Belo poema!
Que seu domingo seja cheio de coisas boas.
Boa semana pra ti!
Um abraço e um sorriso!
Escrevinhados da Vida

28 de maio de 2017 às 05:43  
Blogger Luis Coelho disse...

Um Poema de grande beleza com mensagem e musicalidade. Parabéns.

28 de maio de 2017 às 07:01  
Blogger La Gata Coqueta disse...

Un feliz día de sueños y esperanzas!

Un cordial saludo.

28 de maio de 2017 às 11:05  
Blogger Nadine Granad disse...

Oi, SOL!

Que beleza de poema!
Carrega uma leveza, com a densidade do tema!...
A mágoa nos inunda e derruba... mata qualquer coisa em nós...

Beijos!
Boa semana! =)

28 de maio de 2017 às 22:47  
Anonymous Arte & Emoções disse...

Oi Sol! Belo e profundo o teu poema. Parabéns!

Abraços,

Furtado

30 de maio de 2017 às 02:30  
Blogger Fá menor disse...

O mar tanto pode beijar-nos os pés como engolir-nos. Saibamos ter sempre uma margem de segurança.

Beijos

30 de maio de 2017 às 12:02  
Blogger CÉU disse...

As mágoas, a maioria, são passageiras, tal como as vagas do mar.
As lembranças, as boas, essas que permaneçam. As outras é lançá-las ao mar.
Há sempre força, qdo somos confrontados com algo menos bom.

Um poema pessoal, mas de sentido impessoal. vamos sonhar com gente bonita? Ainda está mto a tempo.

Beijos e boa semana.

31 de maio de 2017 às 13:01  
Blogger leninha brandao disse...

Meu querido Sol!
Como me sinto bem ao regressar à sua casa e encontrar o aconchego de seus poemas que durante tanto tempo me embalaram!!!
Bjssssssss,
Leninha

31 de maio de 2017 às 14:37  
Blogger alegriadeviver.blogspot.com.br disse...

Um poema de beleza rara com a marca das usas digitais. Que o infinito mar leve em suas vagas o que te incomoda.
Amigo, grata pelo post com a linda mensagem alusiva ao meu dia!
Bjs no core!

1 de junho de 2017 às 12:32  
Blogger Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, as magoas são como o mar revoltoso, mais tarde acalma e regressa novamente, o poema é belo e profundo.
Bom fim de semana,
AG

2 de junho de 2017 às 11:34  
Blogger Jaime Portela disse...

A renovação é uma necessidade permanente.
Mesmo que as forças já escasseiem...
Excelente poema, gostei imenso.
Bom fim de semana, caro amigo Sol.
Abraço.

2 de junho de 2017 às 12:44  
Blogger La Gata Coqueta disse...

Que la paz y la armonía
reinen en todos los corazones hermanos.

Un abrazo amigo!!

2 de junho de 2017 às 18:37  
Blogger lua singular disse...

Sol,
Só lembranças,ondas e fragua trazem batendo na areia. Vão e voltam doendo o coração
Linda poesia
Beijos Sol
Lua Singular

2 de junho de 2017 às 22:03  
Blogger Paula McGill disse...

:-) xxx

3 de junho de 2017 às 13:29  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial