SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Estranha solidão

 

 

Loucura, na espera que se quer,
Pelo desejo ardente
Do sentir, no peito, a voz,
A doce voz,
Que só fala Amor;

Loucura, querer abarcar o Mundo
Com o coração,
Saber do errado destino
Sem lhe dar direcção,
Amar de Alma cheia...

Loucura da esperança
Que um dia exista...
Loucura, nos corpos que selam Almas
Num querer tremendo,
Sem dimensão.

Loucura?
Loucura, é um voto
De estranha solidão.


SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

18 Comentários:

Blogger Luis Coelho disse...

Não sei o que é Loucura
Talvez ela me faça uma sombra,
Uma aragem onde ela passa.

1 de outubro de 2016 às 10:00  
Blogger Olinda Melo disse...

A Loucura toma estranhas formas e circunstâncias, variando a situação e o lugar, e aquilo que sentimos, e o amor não correspondido, ou a amizade, conforme o dia e o tempo. A solidão, concordo, é a mais estranha de todas, por vezes é quase opção nossa outras nem tanto.

Um belo poema que nos leva a reflexão, caro Sol.

Abraço

Olinda

1 de outubro de 2016 às 11:27  
Blogger Olinda Melo disse...

Corrigindo-me :)

"à reflexão"

1 de outubro de 2016 às 11:28  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Olá!
"Sol da Esteva" tenho andado neste mundo louco numa de corridas e caminhadas noturnas...
A minha ausência tem apenas sido por falta de tempo, mas não me esqueço da poesia.
Neste mundo louco, também há espaço para se amar loucamente ou ser-se amado loucamente, como queiras.
Um abraço cá do Algarve.

1 de outubro de 2016 às 15:25  
Blogger Célia Rangel disse...

Quer maior loucura que amar, deixar-se amar e distribuir amores em toda a sua dimensão, por onde passamos? É a essência da vida!
Abraço.

1 de outubro de 2016 às 15:27  
Blogger Dorli Ramos disse...

Oi Sol
Amei sua postagem
Loucura é deixar um amor ir embora por estupidez.
Loucura boa é saciar os desejos que os corpos ainda têm.
Loucura é não poder amar quem já se foi pro céu.
Beijos no coração
Minicontista2

2 de outubro de 2016 às 04:45  
Blogger Jossara Bes disse...

Oi Sol,
Belo poema!
Caro amigo,refletir sobre "loucura", rende! Atiça o intelecto!
Beijo carinhoso!

2 de outubro de 2016 às 19:00  
Blogger Fê blue bird disse...

Sol:
O que seria de nós sem essa loucura e essa busca constante.
Como sempre os seus poemas são perfeitos.

Um beijinho

2 de outubro de 2016 às 20:58  
Blogger Majo Dutra disse...

A loucura da busca do amor absoluto...
Contudo, uma loucura assaz saudável.
Um poema lírico, belo, intenso e vibrante.
Abraço, Sol.
~~~~~~~

2 de outubro de 2016 às 22:54  
Anonymous Arte & Emoções disse...

Acredito que a maior loucura é não amar e não fazer-se amado. Belo poema amigo.

Abraços,

Furtado.

4 de outubro de 2016 às 02:44  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol
Obrigada pelo carinho
Beijos
Lua Singular

4 de outubro de 2016 às 20:43  
Blogger Dorli Ramos disse...

Oi Sol,
Só sente dor quem ama as flores, eu amo principalmente a rosa vermelha
Obrigada
Beijos
Minicontista2

4 de outubro de 2016 às 20:58  
Blogger oteudoceolhar disse...

...que mais somos nós senão Loucos...?
Vivemos de e para o Amor...e aqui estamos nós cada um á sua maneira a vivê-lo mais que não seja pelas palavras que tanto Amamos...
Um brinde ao Amor e a quem tem coragem de Amor...um brinde á loucura *
Beijo n´oteudoceolhar

5 de outubro de 2016 às 01:34  
Blogger Zilani Célia disse...

OI SOL!
SIM, PORQUE TODOS SOMOS UM POUCO LOUCOS, CADA UM DANDO A DIMENSÃO QUE QUER AO MESMO MOTIVO.
LINDO AMIGO.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

6 de outubro de 2016 às 21:35  
Blogger Jaime Portela disse...

De poeta e de louco todos temos um pouco...
E amor é mesmo uma loucura. Mas boa.
Caro amigo, tem um bom fim de semana.
Abraço.

7 de outubro de 2016 às 16:13  
Blogger Jaime Portela disse...

Esqueci de dizer que gostei do poema.
É muito bom.

7 de outubro de 2016 às 16:14  
Anonymous Helena disse...

Aos amigos queridos: deixei um pequeno mimo no meu blog como agradecimento por toda a solidariedade que recebi nestes tempos tão difíceis.
Quando puderem, por favor, passem por lá!
Meu carinho a todos!
Helena

8 de outubro de 2016 às 04:37  
Blogger Odete Ferreira disse...

Pode ser loucura, mas abençoados são os loucos que dizem não à indiferença! Por AMOR é que se caminha!
Belo, Sol. Bjo

18 de outubro de 2016 às 18:33  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial