SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 20 de agosto de 2016

Tanta melancolia





Tanta melancolia
Dentro dos olhos tristes...

Pudera ter o condão
De, num sopro de alegria,
Restaurar o coração
(Sabendo que aí existes)
Mesmo em doce fantasia,
Como só o Amor tem…

Tanta melancolia no peito,
Porque não vejo a esperança
Nem descortino a lembrança
De ouvir murmúrios de Amor,
Sentir carinho maior,
Que não um beijo desfeito...

Tanta melancolia,
Mas nunca a vida da vida,
Da vida que é querida,
Que esmagamos na dor...

Tanta melancolia,
Por não poder ter desejos,
Por não sentir vivos beijos,
Por não ter o meu Amor...

Da vida assim tão vazia,
Só sobra melancolia.


 

SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

10 Comentários:

Blogger Jossara Bes disse...

Oi, Sol!
Querido amigo! Quando a vida se esvazia sobra as lembranças!
Preciosa poesia, repleta de sentimentos!
Beijo carinhoso, felicidades!

20 de agosto de 2016 às 13:04  
Blogger Mariangela do lago vieira disse...

Oi Sol!
Assim é a vida,
O amor trás alegrias, e na sua falta, muitas melancolias!
Mas as boas lembranças fomentam as esperanças!
Linda poesia!
Beijo,
Mariangela

20 de agosto de 2016 às 14:44  
Blogger Luis Coelho disse...

Quem ama nunca está satisfeito,
A melancolia nunca será conseguida
Amar e viver nunca será um defeito
Ou ainda do amor um pobre conceito

21 de agosto de 2016 às 05:12  
Blogger Célia Rangel disse...

A eterna busca de ser feliz e de fazer o outro feliz... Vejo que a melancolia é a tônica de que ainda há vestígios de se querer bem, e de se comprazer com o outro. Triste mais ainda seria, se nada mais houvesse, a não ser a indiferença!
Abraço.

21 de agosto de 2016 às 21:31  
Blogger Jaime Portela disse...

A melancolia e o vazio andam de mãos dadas...
Excelente poema, meu amigo, gostei imenso.
Sol, tem uma boa semana.
Abraço.

22 de agosto de 2016 às 12:52  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Sentido negativo!
Um poema melancólico!
Mas é uma realidade.
Um abraço cá do Algarve

22 de agosto de 2016 às 16:21  
Blogger Janita disse...

Há melancolia de sobra neste poema mas, de tão belo e humano, até faz doer a alma...

Um beijo, Amigo SOL!

22 de agosto de 2016 às 18:59  
Blogger Majo Dutra disse...

É, mesmo, para sentir melancolia...
A ordem da natureza manda que os
apaixonados estejam juntos, assim
trata-se de uma tristeza saudável.
O seu canto está sentido e belo.
Abraço, Sol
~~~~~~

28 de agosto de 2016 às 22:54  
Blogger Dorli Ramos disse...

Oi Sol
Melancolia é falta amor, carinho e atenção
Para tudo tem um tempo de formas de amor
Eu amo na dor, fazer o quê, não saro?
Beijos
Minicontista2

2 de setembro de 2016 às 03:12  
Blogger Odete Ferreira disse...

Belo canto poético ao sentimento de ausência do ser amado.
Bjo, Sol :)

25 de setembro de 2016 às 22:23  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial