SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 5 de março de 2016

Enquanto espero




 

Me seguro
Num olhar de esperança,
Que vivifica,
E deixa alento puro.

Guardo
A lembrança,
Do sorrir de Amor,
Que me dá sustento
E luz, no escuro.

A ânsia
De querer estar certo,
Me embala, a Alma, docemente...

Saberei possuir
O teu corpo meigo,
No jeito de ser
Um acto de Amor
Que não tem fronteiras.
Sempre que estou perto,
Tenho turbilhões de coisas para sussurrar.
Depois,
Depois, junto a ti,
Tudo se perde no esquecimento das palavras
Que antes brotavam da Alma, em catadupa;
Já não necessito delas
Para dizer
Quanto do meu querer.
Tudo se fica num olhar,
Num beijo,
Num carinho,
Num sorriso de entendimento...

Sagrado, o momento
Que enche o espírito ansioso,
De tanto, tanto gozo,
Descido num sublime Amor.

Suspiro por um olhar de esperança
Que brote por fonte inesgotável
Num rosto adorado e belo.
Suspiro por mantê-lo na lembrança,
No sono,
No sonho, no desvelo...
Enquanto espero,
Desejo sejas sempre igual,
Saibas querer como te quero,
Sintas vibrar dentro do seio
O Amor ardente, apaixonado,
De encanto igual ao do meu mundo,
O mundo preso num braçado.

Enquanto espero um beijo,
Sabe, também eu desespero!


 

SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

23 Comentários:

Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Encantador poema, sublime!
Abraço e bom fim de semana!

5 de março de 2016 às 09:24  
Blogger Malu Silva disse...

Realmente, tem certas esperas que nos causam um desconforto, uma ansiedade.
Belo poema.
Bom dia! Grande fim de semana...

5 de março de 2016 às 14:06  
Blogger Carmem Grinheiro disse...

Olá, Sol.
Emocionado desesperado que sabe colocar seu desejo em poema: "Suspiro por um olhar de esperança
Que brote por fonte inesgotável" - Soberbo.

abço amg

5 de março de 2016 às 23:18  
Blogger Gracita disse...

Olá Sol
Só tem a sensibilidade para traduzir em versos poéticos tanto sentimento quem vive um doce e eterno amor
Belíssimo poema caro amigo
Beijos no coração

7 de março de 2016 às 00:33  
Anonymous Lourisvaldo Santana disse...

Como sempre, suas palavras têm todo u jeito de nos tocar lá no coração, elas parecem saber o caminho certo até uma certa dor, uma certa lembrança, um certo sabor de certos lábios.

Grande abraço, amigo!

7 de março de 2016 às 08:59  
Blogger São disse...

Que esse tão sentido amor seja correspondido!

Feliz semana :)

7 de março de 2016 às 14:49  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Posso definir como um excecional poema dedicado àquele momento ardente e extasiante que nós (homem/mulher) raramente conseguimos.
Um abraço cá do Algarve.

7 de março de 2016 às 14:53  
Blogger Mariangela do lago vieira disse...

Lindo e muito verdadeiro Sol.
Uma vivência incrível de um grande e eterno amor!
Beijos,
Mariangela

7 de março de 2016 às 17:31  
Blogger Evanir disse...

Amigo So.
Hoje é meu Dia.
Dia internacional das mulheres.
Por isso venho deixar um abraço terno e carinhoso,
pois é sempre a mulher a dar o primeiro passo.
Sol seu li e achei lindo seu poema quem sabe poderei postar no meu blog..Mas se o amigo poeta autorizar.
Um abraço amigo Sol.
Agradeço por sua amizade de tantos anos..

8 de março de 2016 às 13:02  
Blogger Manuel disse...

É bom visitar e respirar toda a poesia que se sente do teu Blogue.
Este poema é lindo, todos os teus poema o são, tem o embalo próprio do sonhos do poeta.
Obrigado pelas palavras inteligentes que me tens deixado. Sabe bem.
Um abraço

8 de março de 2016 às 13:11  
Blogger Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, Lindo poema que mostra em cada palavra forte sentimento.
AG

8 de março de 2016 às 16:51  
Blogger Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Sol! Aqui mais uma vez para me deliciar com a leitura de mais um dos teus belos poemas, principalmente a estrofe abaixo:

Sagrado, o momento
Que enche o espírito ansioso,
De tanto, tanto gozo,
Descido num sublime Amor.

Abraços,

Furtado.

8 de março de 2016 às 19:43  
Blogger manuela barroso disse...

Dos sonetos clássicos, presos aos braços das rimas, os remos agora soltos, incontidos fazendo -se ao mar!
Belo, Sol!
beijinhos

8 de março de 2016 às 21:02  
Blogger Vera Lúcia disse...

Olá SOL,

Poema doce... delicado... maravilhoso!
Uma espera regada a esperança, ansiedade e desespero.
Versos intensos em sentimento.

Abraço.

9 de março de 2016 às 03:11  
Blogger Mariazita disse...

Um lindo poema de amor, que ora nos faz desfalecer ora nos enche de esperança...
Muito bom! Gostei.

Continuação de boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

9 de março de 2016 às 17:44  
Blogger Mariazita disse...

Um lindo poema de amor, que ora nos faz desfalecer ora nos enche de esperança...
Muito bom! Gostei.

Continuação de boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

9 de março de 2016 às 17:45  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
O amor é lindo quando enfeitado de carinhos, abraços e beijos inesquecíveis.
Beijos no coração
Lua Singular

9 de março de 2016 às 20:46  
Blogger Jaime Portela disse...

Quem espera, sempre alcança, ou desespera...
Magnífico poema de amor, gostei imenso.
Bom resto de semana, caro amigo Sol.
Abraço.

10 de março de 2016 às 17:08  
Blogger Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Manter o sonho pode também ser uma forma de amar...

Gostei muito.

Grande abraço

10 de março de 2016 às 19:44  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

No embalo de um amor brando e profundo, a poesia vem nas belas e ardentes cercanias!
Beijo, SOL,
da Lúcia.

11 de março de 2016 às 11:21  
Blogger rosa-branca disse...

Olá amigo, poema maravilhoso que amei demais. Bom fim de semana e beijos com carinho

12 de março de 2016 às 01:02  
Blogger Odete Ferreira disse...

E o amor a voltear os sentidos...
Tão tu!
Soube-me bem!
Bjo, amigo :)

18 de março de 2016 às 00:52  
Blogger Maria Luisa Adães disse...

E o desejo manifestado
de forma romântica e bela
torna o poema sagrado!

Maria luísa

23 de março de 2016 às 13:41  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial