SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 4 de julho de 2015

Só quero Amar!...






                      

Desafio o Mundo
(Toda a humanidade)
A que descubra
O Amar,
O Amar profundo.

Dou-lhes o tempo,
A Eternidade,
O Jeito,
Para que venham desvendar
O enigma
Místico e profundo
Que o mortal comum
Sente no peito...

E um dia,
Após o desabrochar da idade,
A um tempo, que não sei calcular,
A felicidade vem inundar
E persiste como sonho e fantasia,
Que extasia...

Depois,
Após a sua conquista,
Novos rumos a tomar
Na busca de mais beleza,
Outra vista,
Que não se pode encontrar.

Renasce forte tristeza,
E nos resta solidão
A encher o coração.

Desafio o mundo!
Desafio a Humanidade!
Eu, só quero Amar,
Amar a eternidade!...



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

28 Comentários:

Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Um belo desafio em forma de poema.
Um desafio para todos nós...
Abraço e bom fim de semana.
Rui

4 de julho de 2015 às 11:21  
Blogger Gracita disse...

Um belo instigante desafio Sol
E estar disponível para o amor já é um grande passo para a felicidade
Belíssimo poema
Um grande abraço e bom fim de semana

4 de julho de 2015 às 16:46  
Blogger São disse...

Do poema, posso dizer que muito me agradou; do Amor, pois, não posso dizer nada...

Abraços

4 de julho de 2015 às 20:03  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
Adorei seu desafio de amar. Amar ainda é a melhor coisa que nos acontece.
É cuidado, são carícias, são dengos...enfim são detalhes que nos fortalece.
Beijos no coração

4 de julho de 2015 às 23:41  
Blogger lis disse...

É a melhor forma de amar _ desafiando o coração !
e certamente terá de ter persistencia paciencia e delicadeza.
O coração,agradece!
Como sempre, ler poemas seus inspira o desejo de amar ardentemente.
meu abraço Sol

5 de julho de 2015 às 04:32  
Blogger Magia da Inês disse...


Muito lindo!

Boa semana com muita saúde e muita harmonia!
Beijinhos¸⋰˚✿
✿¸⋰˚✿

5 de julho de 2015 às 14:19  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Oi, Sol!
Esse é um enorme desafio, quase que impossível, de qualquer forma, acho que todos nós vamos fazer uma "corrente" para que essa tua vontade seja cumprida.
Um abraço cá do Algarve

5 de julho de 2015 às 17:30  
Blogger Labirinto de Emoções disse...

Olá Sol
Um poema lindo, como todos os outros!
A vida sem Amor não tem de facto significado, seja ele que tipo de amor ... Amar é fundamental
Um beijinho e resto de bom fim de semana
Teresa

5 de julho de 2015 às 18:24  
Blogger MARILENE disse...

Bom seria se se pudesse eternizar o amor, disseminá-lo aos quatro cantos do mundo. Quem o vive, por completo, se sente incompleto quando ele se vai. Esse é o sentimento motor da alegria e do bem estar, tão ausente nos tempos atuais. Belos versos, Sol! Bjs.

5 de julho de 2015 às 19:22  
Anonymous Esperança disse...

BELO!

5 de julho de 2015 às 20:10  
Blogger Mirtes Stolze. disse...

Boa noite Sol
Amar bom demais, mas também é o desafio, porque o verdadeiro amor é algo belo,mas as vezes tão dificil. Uma feliz semana meu amigo. Um forte abraço.

5 de julho de 2015 às 22:57  
Blogger Lilly Silva disse...

Olá Sol

O amor é o sentimento mais profundo, belo e intenso que existe e que faz as nossas vidas terem sentido. Muito lindo o seu poema!!
Abraços

http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

5 de julho de 2015 às 23:57  
Blogger Vera Lúcia disse...

Se todos descobrissem o amar profundo e a magia de amar, o amor sempre se multiplicaria, não deixando espaço para desilusões, solidão e dores. Somente o amor dá sentido à vida, em quaisquer de suas modalidades.

Lindo, Sol.

Feliz semana!

Abraço.

6 de julho de 2015 às 01:29  
Blogger Helena Medeiros Helena disse...

Amigo Sol, um canto de amor muito bonito, uma exaltação a esse sentimento tão desejado por todos, mas que poucos conseguem alcançar. Pior ainda quando ele se dá a conhecer, mas não permanece, não consegue resistir ao tempo, pois uma nova busca se faz empreender. E logo vem aquilo que soubeste bem descrever em sentidos versos:
"Renasce forte tristeza,
E nos resta solidão
A encher o coração."
E todos nós queremos essa dádiva que tu tanto desejas:
"Só quero Amar!... "
Que tu possas encontrar o amor que desejas tanto, pois bem mereces, meu querido poeta!
Que nunca faltem sorrisos e estrelas para iluminar as horas dos teus dias.
Com carinho,
Helena

6 de julho de 2015 às 03:16  
Anonymous blueshell disse...

Gostei, porque o amor é assim...

6 de julho de 2015 às 16:15  
Blogger Célia Rangel disse...

E, você, SOL, não pede muito ao mundo não! Amar, deveria ser inerente a todo ser humano. Amar, verbo de ações múltiplas! Esse deveria ser o nosso bom senso!
Abraço.

6 de julho de 2015 às 18:35  
Blogger Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Sendo o amor eterno, tendencialmente eterno, então amar a eternidade é estar no amor...

Abraço

7 de julho de 2015 às 11:21  
Blogger Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, o amor nasce e morre ou pode ser eterno, com este, ama-se instintivamente sem que tenhamos que o pedir.
AG

7 de julho de 2015 às 18:37  
Anonymous Arte & Emoções disse...

Lindo poema amigo! O amor ainda [e um dos maiores fomentos da nossa existência.

Abraços,

Furtado.

8 de julho de 2015 às 02:01  
Anonymous blueshell disse...

Grata pelas visitas, meu bom amigo

Bj
BS

8 de julho de 2015 às 10:27  
Blogger Teresa Almeida disse...

Um poema que nos desafia muito bem.
Saudades amigo.
Um abraço imenso.

8 de julho de 2015 às 20:35  
Blogger Manuel disse...

Acho que já um disse, aqui, que este é um dos mais belos poemas com que nos brindaste.
Mas, não me importa, e vou repetir.
É lindo, perfeito na métrfica e na rima e insenso,,muito mesmo, na forma e na mensagem
Parabens!

9 de julho de 2015 às 16:16  
Blogger Manuel disse...

não é insenso, mas intenso. Este correctores!

9 de julho de 2015 às 16:17  
Blogger Jaime Portela disse...

O amor é a base da vida feliz.
Magnífico poema, gostei imenso.
Tenha um bom resto de semana.
Abraço.

9 de julho de 2015 às 18:18  
Blogger CÉU disse...

Amar a eternidade ou amar até à eternidade é um desafio mais que inteligente, que, a todos propõe, poeticamente, e não só, decerto.
Sem dúvida, que o amor justifica, por si mesmo, a nossa existência, e sem ele a vida não teria nenhum sentido nem significado.
Gostei da forma como expôs a ideia, liricamente.

Boa sexta e melhor fim de semana.
Beijo, com estima e apreço.

10 de julho de 2015 às 09:44  
Blogger Existe Sempre Um Lugar disse...

Bom fim de semana.
AG

10 de julho de 2015 às 17:20  
Blogger Olinda Melo disse...

Amar,amar profundamente, o mais belo percurso que um mortal pode almejar. Viver neste mundo e ir semeando de flores os caminhos, limpando os abrolhos quevão surgindo deveria ser o destino querido de todos nós.
Abraço
Olinda

12 de julho de 2015 às 23:29  
Blogger Carmem Grinheiro disse...

Sol, lindíssima construção poética. Ousado desafio, pois que o sentimento a que chamamos amor é dos mistérios humanos mais questionados e mais intrigantes. Mas, facto é, que amamos. E continua-se a amar. Amar eternamente.
É o que nos move.
É o que garante a sobrevivência como espécie, não só para a reprodução mas para o cuidado.
O amor em todos os níveis da vida.
um abç amg

18 de julho de 2015 às 21:32  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial