SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Sabes o que eu sei?






Se queremos a liberdade,
Temos de lutar
Para a conseguir.
Se acreditamos
No que desejamos,
A força que nos dá a Natureza,
É superior
A tudo o que nos força á quietude,
Ao deixar correr,
Á falta de virtude...

Mais!
Se queremos prolongar o nosso Amor
(Que sabemos nosso
E o temos como ideal),
Levantemos os olhos
E ganhamos, num instante,
Força tal,
Que arrosta perigos ou direitos,
Derruba e ultrapassa preconceitos
Na mais inocente lealdade...

Acredito!
Por isso luto e lutarei.
E tu?
Tu sabes o que eu sei?


SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

26 Comentários:

Blogger Olinda Melo disse...

Um poema que nos coloca perante decisões importantes na vida. Mostra-nos que a liberdade tem de ser conseguida com o nosso esforço e para mantê-la com esforço redobrado. Nessas etapas vamos aprendendo uns com os outros, passando o testemunho de geração para geração. Uma sabedoria ganha e transmitida através de culturas milenares.

Bom fim de semana, caro Sol.

Abraço

Olinda

28 de fevereiro de 2015 às 09:47  
Blogger Olinda Melo disse...

Um poema que nos coloca perante decisões importantes na vida. Mostra-nos que a liberdade tem de ser conseguida com o nosso esforço e para mantê-la com esforço redobrado. Nessas etapas vamos aprendendo uns com os outros, passando o testemunho de geração para geração. Uma sabedoria ganha e transmitida através de culturas milenares.

Bom fim de semana, caro Sol.

Abraço

Olinda

28 de fevereiro de 2015 às 09:48  
Blogger Carmem Grinheiro disse...

Boa Tarde caro Sol,
Este poema é um verdadeiro chamamento à atitude.
Nada nos cai no regaço por acaso, é verdade.

abç amg

28 de fevereiro de 2015 às 12:32  
Blogger Célia Rangel disse...

Um tomar consciência do nosso dever de cidadania... é seu poema em brados históricos e patrióticos! Parabéns.
Abraço.

28 de fevereiro de 2015 às 13:41  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Sei e acredito!

Um beijo, SOL,
da Lúcia

28 de fevereiro de 2015 às 15:07  
Blogger Mar Arável disse...

Acreditar ou crer?

28 de fevereiro de 2015 às 18:33  
Blogger Maria Luiza disse...

Nada cai do céu, tudo o que desejamos e queremos vem depois da luta, da conquista do bem merecer! Linda a sua poesia, como sempre me encantam! Grande abraço!

28 de fevereiro de 2015 às 20:19  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Sim.
Lutarei até ao fim.
Acho que para se ter algo de que gostamos muito, neste caso, alguém que se ama, teremos que lutar por isso, nunca desistir... Eu acredito.
Um abraço cá do Algarve.

28 de fevereiro de 2015 às 20:41  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Quando alguém quer, realmente, uma coisa, já está no meio do caminho para consegui-la.
Muito bonito, Sol.
Beijo!

1 de março de 2015 às 00:11  
Blogger Maria Rodrigues disse...

O querer é poder.
Lindo poema
Beijinhos
Maria

1 de março de 2015 às 20:52  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Sol.
Temos de lutar por absolutamente tudo!
Assim o Universo irá cooperar conosco para que tudo se realize, ou quase.
Conhecer a nós mesmos a ponto de sabermos o que queremos não é tarefa das mais fáceis, tudo muda, mas a noção temos de ter.
Prolongar o amor, conforme escrevestes, creio que seja a mais árdua e delicada tarefa, pois os humanos, nós, somos complicados demais.
Lindo poetar.

Deixo-te o convite para ler e postar comentário na minha poesia que está no blog do amigo e poeta, Hélder Gonçalves.
Escrevo por lá todos os dias 09 e 23 de cada mês.

http://refugio-origens.blogspot.com.br/2015/02/nacao-em-prantos-by-patricia-pinna.html


Obrigada, pelo carinho, Sol.
Tudo de maravilhoso para você e família.

1 de março de 2015 às 23:34  
Blogger Gracita disse...

Bom dia Sol

A vida é uma luta árdua e para realizar nossos sonhos e projetos
temos que nos lançar na batalha com ferrenha disposição.
As conquistas são fruto do nosso labor
E a nossa felicidade depende exclusivamente de nós.

Amigo Sol, obrigada pelo carinhoso comentário poético
ao transmitir-me votos de melhora.
Já estou bem melhor.
Obrigada de coração

Um dia lindo e abençoado
Beijos

2 de março de 2015 às 11:10  
Blogger Fá menor disse...

Quem não vai à luta não perde nem ganha. Só lutando se pode alcançar a vitória.

Bjs

2 de março de 2015 às 15:09  
Blogger Brisa Petala disse...

OI QUERIDO AMIGO
Que texto lindo sobre o amor. Penso que vale a pena lutar por todo amor que sentimos. Um começo de semana repleto de amor , carinho para vc.
Ana

2 de março de 2015 às 18:07  
Blogger São disse...

Eu sei o que tu sabes e outra coisa ainda: que adorei o poema !

Abraço grande e semana boa :)

2 de março de 2015 às 20:55  
Blogger CÉU disse...

Sinceramente, não sei responder à pergunta, mas creio k as sabedorias vão-se completando com a troca de ideias e de amizades.

Sei o k é a liberdade e sei o é o amor, e esses dois conceitos/realidades são-me suficientes.

Boa semana e continuação de bons poemas!

2 de março de 2015 às 22:02  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

sim, sabes que eu sei
e é preciso lutar sempre, porque a vida é uma luta constante.
bonito poema
:)

3 de março de 2015 às 09:52  
Blogger Mariangela do Lago Vieira disse...

Nada nos vem de mãos beijadas...
Temos que lutar muito, e correr atras do nosso ideal...E fazer por merecer!
Adorei a atitude, Sol. Lindo.
Beijos,
Mariangela

3 de março de 2015 às 12:16  
Blogger Nilson Barcelli disse...

É preciso acreditar e lutar.
Sem isso, nada feito...
Excelente poema, que dá muito que pensar.
Boa semana, caro amigo Sol.
Abraço.

3 de março de 2015 às 12:20  
Blogger Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, a submissão é prescindir da liberdade, lutar pela liberdade é imprescindível, só assim podemos intervir a favor dos dignos valores da vida.
AG

3 de março de 2015 às 14:44  
Blogger Manuel disse...

Obriga a meditar.
Tem tudo, poesia, romantismo e um mundo para meditar.
Bom poema!

3 de março de 2015 às 17:50  
Blogger manuela barroso disse...

...
Não sei se sei, Sol! Sei que deve ser o que sinto e sei que sentes!
E sei, isso sei, que mais uma vez sabes que obrigas a pensar no que pensarás!
Fraterno abraço, meu querido amigo!

4 de março de 2015 às 18:34  
Blogger Janita disse...

Sei que gostei e concordo com este belo texto poético, sei que acredito, como tu, que a liberdade se conquista com luta e persistência, que a vida pode ser esse caminho feito de seixos e não plano e macio, sei que se caminharmos sem pressa e soubermos saborear cada passo, o caminho será mais fácil...
E não! Não sei o que tu sabes, SOL!

Se soubesse, saberia escrever belos sonetos,
aparentemente, tão simples..."apenas":
duas quadras e dois tercetos...

Beijinhos.

Janita

5 de março de 2015 às 14:26  
Blogger EU disse...

Sei da tua vontade de ir em frente, de prosseguir a luta, ainda que só com a arma das palavras.
Que não te/nos falte a força para lutar pelos ideais em que acreditamos.
Gostei imenso, Sol.
Bjo

7 de março de 2015 às 01:28  
Blogger DIOGO_MAR disse...

Garra, luta e persistência, são inevitavelmente as bandeiras que nos transportam aos almejados sucessos que temos como objetivos.
Mas a essência de tudo isto reside, no carater e personalidade do individuo.

http://diogo-mar.blogspot.com/

9 de março de 2015 às 12:37  
Blogger Teresa Almeida disse...

Um poema com um caminho por desbravar.
Muito belo!
Beijinho.

13 de março de 2015 às 10:43  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial