SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Adentro do Coração



 


Simplicidade,
É revelação do que, em ti, existe;
A verdade,
A palpitação que não resiste
Ao fogo que nos queima a Alma
E nos funde num só Ser.

Não estamos no caminho errado.

Eu sempre estou apaixonado
E a Alma não se mede,
Não se pesa,
Não se palpa.

A Alma apenas nos pede,
Que sigamos a vocação
De escutar
Adentro do Coração!



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

29 Comentários:

Blogger Fá menor disse...

E nada é mais simples, e ao mesmo tempo tão complicado, que os dizeres do coração.

Bjinhs

21 de fevereiro de 2015 às 11:35  
Blogger Nilson Barcelli disse...

O coração nunca erra...
Magnífico poema, como é teu hábito.
Bom fim de semana, caro amigo Sol.
Abraço.

21 de fevereiro de 2015 às 11:38  
Blogger Lilly Silva disse...

Que linda poesia, eu simplesmente amei, e concordo muito com ela!...
Abçs

http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

21 de fevereiro de 2015 às 12:43  
Blogger Mariangela do Lago Vieira disse...

Devemos mesmo escutar o coração.
Ele sempre revela a verdade...
Lindo.
Beijos,
Mariangela

21 de fevereiro de 2015 às 13:44  
Blogger Paulo Francisco disse...

Sorri ao ler: Eu sempre estou apaixonado.
Belo!
abraço grande

21 de fevereiro de 2015 às 14:02  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Que imaginária simplicidade deste a este teu poema!
Bem composto, onde a alma não tem peso e nem medida.
Simplesmente belo pela delicadeza com que o trataste.
Abraço cá do Algarve.

21 de fevereiro de 2015 às 16:13  
Blogger Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, a Humildade é sinonimo de inteligência, com esta consegue-se o equilíbrio, incluindo o do amor, o poema é lindo.
AG

21 de fevereiro de 2015 às 16:26  
Blogger Olinda Melo disse...

A "incomensurável" leveza do ser, parafraseando Kundera.
A grandeza da Alma a comandar a vida, de coração puro.
É esse o caminho certo, não tenho quaisquer dúvidas.

Bom fim de semana, caro Sol.

Abraço

Olinda

21 de fevereiro de 2015 às 16:40  
Blogger Célia Rangel disse...

No livro "Alma Imoral", Nilton Bonder descreve a descoberta que o humano fez do corpo e, a alma é o elemento do próprio corpo que está comprometida com alternativas fora deste corpo, Se soubermos conciliar a simplicidade desse evento em nossa vida, conciliaremos afeto e simplicidade na sabedoria do viver.
Abraço.

21 de fevereiro de 2015 às 20:23  
Blogger Lilá(s) disse...

O poema é lindo! Deixaste que a a tua poesia, de tão bela, te superasse, poeta.
Bjs

22 de fevereiro de 2015 às 00:01  
Blogger CÉU disse...

Dizia Santo Agostinho: "ama e faz o que quiseres". O poema é disso a prova.

Bom domingo, melhor semana, apaixonado, sempre!

22 de fevereiro de 2015 às 10:23  
Blogger Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Nilson! Escutar o coração é um sinal de sabedoria, pois ele é o nosso mais sábio mestre. Lindo poema amigo!

Estou de volta, na esperança de poder continuar contando com a tua valiosa amizade.

Abraços,

Furtado.

23 de fevereiro de 2015 às 13:42  
Blogger Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Sol! Perdoe-me por tratá-lo por Nilson (nosso amigo do blog Poesia). Rsrs.

Abraços,

Furtado.

23 de fevereiro de 2015 às 15:08  
Blogger Teresa Almeida disse...

Só assim seremos!
A simplicidade e a verdade em harmonia. O toque sublime da poesia.
Beijinho, Sol

23 de fevereiro de 2015 às 18:11  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

um poema de amor, e ternura.
um pouco diferente do registo habitual.
muito belo!
:)

23 de fevereiro de 2015 às 18:29  
Blogger Smareis disse...

O coração sempre diz tudo. Devemos ouvir quando ele fala.
Um poema espetacular.
Um abraço Sol!
Ótima semana!

23 de fevereiro de 2015 às 20:03  
Blogger helia disse...

E escutemos o que o Coração nos diz , porque quase sempre é bom conselheiro !
E este lindo Poema de Amor é para ser lido e relido !

24 de fevereiro de 2015 às 10:06  
Blogger OceanoAzul.Sonhos disse...

Versos d'alma,de coração...

24 de fevereiro de 2015 às 10:35  
Blogger Magia da Inês disse...

ه°·✿✿

Muito inspirado!
Ótima terça-feira, cheiinha de alegrias!
Beijinhos do Brasil.
╰هჱ⊱╮

24 de fevereiro de 2015 às 11:18  
Blogger Manuel disse...

E se a alma nos pede que mais pode fazer o poeta?
Louvar na simplicidade dos seus versos esse apelo.
Como sempre, venho e vou mais rico.
Um abraço

24 de fevereiro de 2015 às 14:47  
Blogger Graça Pereira disse...

Verdade! Pode custar mas...não há outro caminho! Adorei o poema.
Abraços
Graça

24 de fevereiro de 2015 às 16:38  
Blogger Pérola disse...

Dificil o percurso, esse de ir adentro.

Beijinhos

24 de fevereiro de 2015 às 19:07  
Blogger Evanir disse...

Amigo Sol.
Como sempre seus poemas é uma Alma que Grita.
È paixão é sonho é simplicidade é amor e devoção.
Uma feliz noite que Deus te abrace por mim...
Beijos..Evanir.

24 de fevereiro de 2015 às 19:18  
Blogger Mar Arável disse...

Tudo se move

até o coração

25 de fevereiro de 2015 às 00:08  
Blogger Rosemildo Sales Furtado disse...

Passando para agradecer a tua visita e amável comentário, assim como desejar uma ótima quinta-feira para ti e para os teus.

Abraços,

Furtado.

26 de fevereiro de 2015 às 00:30  
Blogger São disse...

Um poema magnífico, meu caro!

Abraço de parabéns .

26 de fevereiro de 2015 às 13:10  
Anonymous GLUOSNIS disse...

Ola Sol !
Lindo poema amigo !
Felicidades querido Poeta !
Bom fim semana.
Saudacoes da Lituania !

Um beijo.
- GLUOSNIS -

27 de fevereiro de 2015 às 20:39  
Blogger Tais Luso disse...

A Alma apenas nos pede,
Que sigamos a vocação
De escutar
Adentro do Coração!

Que lindo! Tocante, sereno.
bjus!

5 de março de 2015 às 21:48  
Blogger EU disse...

Alma e coração: o pleno do Ser-se...
Original, este poema, Sol.
Bjo :)

7 de março de 2015 às 01:38  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial