SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 26 de janeiro de 2013

Sacrificarei








Não há poesia no meu sofrimento,
Mesmo que o digas sem haveres pensado.
Dói-me, fundo, a Alma. Isso é sentimento
Que eu nunca mais irei tê-lo apagado.

Sei o quanto amas! Amo, igualmente.
Mas o meu dilema é a confusão
Entre o que é dever perante o mundo e a gente
E o que é o sentir do meu coração.

Não, ao destroçar o Amor que sempre tive!
Não, ao sofrimento que me esmaga o peito!
Mas, por um Amor que tanto, tanto, vive,

Sacrificarei, tão só, o meu viver.
Esse seja o crime. Esse o meu defeito
De dar minha vida, sem me arrepender.



 



SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

32 Comentários:

Blogger António Bernardo disse...

...obrigado "sol" por me fazeres sentir a alma de florbela espanca.

26 de janeiro de 2013 às 05:21  
Blogger Jossara Bes disse...

Querido Poeta!

Sim, sim o sofrimento não tem poesia!
Mas o coração do poeta, mesmo estraçalhado, recompõe-se em forma de poesia!
Como sempre, maravilhou-me!
Beijos!

26 de janeiro de 2013 às 09:13  
Blogger São disse...

A borboleta é linda..e , realmente, ninguém me convence que é poético sofrer...

Bom fim de semana

26 de janeiro de 2013 às 11:58  
Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

É um encanto passar aqui. Ver imagens fabulosas e poemas que as acompanham divinais!
Abraço

26 de janeiro de 2013 às 12:22  
Blogger Fred Caju disse...

A redenção máxima.

26 de janeiro de 2013 às 12:30  
Blogger Mariangela disse...

Quando amamos realmente querido Sol, e sabemos que o nosso amor é correspondido,
vale muito qualquer sacrifício.
Beijos
Mariangela

26 de janeiro de 2013 às 13:34  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol
Pra que poesia no sofrimento. No sofrimento só tem lamento.
O que importa não o que os outros pensam e sim o que pensa o nosso sentimento.
Um ótimo final de semana
Lua Singulae

26 de janeiro de 2013 às 13:56  
Blogger Evanir disse...


Estou a 7 anos na blogosfera : A viagem é o casula
hoje completando 2 anos de vida.
Quantos momentos alegres e triste também
faz parte da nossa jornada.
Deus permita muitos anos de vida para mim e meu blog
um mundo fantástico.
Onde nossas amizades sem face completa de maneira
sobrenatural minha vida.
Obrigada pelo seu carinho por fazer parte da minha caminhada
muitas vezes cansada ou meu caminhar um pouco mais lento.
Hoje deixo na postagem mil carinhos para você
um mimo desse dia feliz.
E o sorteio de mais 2 livros meus não
importa qual Pais será ganhador receberá com certeza com muito amor.
Pode até pensar porque sorteio tantos livros meus não é mesmo?
Por ele ser bom e de alguma forma deixar um pouco de mim para vocês.
Meu eterno carinho.
Um feliz final de semana.
Beijos na alma e no coração.
Evanir.
Sol seu poema não é de sofrimento.
Seu poema é de alguém que ama isso sim vale a pena nessa vida.
De que valeria nossa vida por muitas vezes dolorosa existência sem amor nada seria
viver um grande amor é quase uma aventura.
Lindo seu coração iluminada é sua alma meu grande amigo.
Lindo muito lindo meu amado amigo.

26 de janeiro de 2013 às 14:15  
Blogger Fa menor disse...

Não há amor sem dor... o que sempre inspira belas poesias. Mas o melhor mesmo é viver no coração a poesia do amor.

Bjs

26 de janeiro de 2013 às 15:07  
Blogger Rita disse...

¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*
Boa tarde desse sábado chuvoso por aqui
Vim deixar um abraço, e dizer que estou
entrando pouco no meu Blog, mas aos poucos
vou parabenizando seu belo trabalho, que gosto
e acho divino... um poema lindo!
Um final de semana cheio de muita paz, e obrigada
pelo carinho de sempre bjussss
Rita!!!!

26 de janeiro de 2013 às 16:27  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Teu soneto, profundo e firme no seu amor, entra em nós, como que de uma realidade se tratasse. Acho que o que hoje transmitiste, foi deveras, aquilo que sentimos quando amamos de verdade.
Parabéns SOL da Esteva
Até para a próxima semana.

26 de janeiro de 2013 às 17:31  
Blogger Patrycja Photography disse...

Thank you for such a nice review and express their opinion. I am proud of anyone that likes these pictures. Thank you and come back soon. ;)

26 de janeiro de 2013 às 22:47  
Blogger manuela barroso disse...

Mais um lindo soneto de que também dominas a técnica.
Grande abraço, Sol

27 de janeiro de 2013 às 01:34  
Blogger Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindo poetar!Só não entendi o seu comentário em meu blog!!Obrigada pela visita

Abraços

Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

27 de janeiro de 2013 às 16:47  
Blogger Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido amigo

Um poema cheio de sentimentos...o amor é bom mas por vezes faz doer demais.Lindo sempre ler-te.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

27 de janeiro de 2013 às 17:18  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Sol. O sacrifício por amor é lindo demais. Nem sempre podemos brincar com o tempo cronológico e pararmos tudo de uma vez fazendo com que o agora seja a eternidade, mas na nossa alma podemos fazê-lo e é a isso que devemos prender-nos.
O amor tem de ser cultivado através dos tempos e imortalizado por nós.
Estive ausente por certos problemas, estou retornando aos poucos.
Fique na paz de Deus de uma semana abençoada.
Beijos na alma.

27 de janeiro de 2013 às 19:26  
Blogger Simone MartinS2 disse...

"Amar, sonhar, desejar,
querer o bem seu e de
outro alguem, sem jamais,
se arrepender...Bom demais!"

Abraços e obrigada pelo carinho
de tuas visitas.

28 de janeiro de 2013 às 20:36  
Blogger Sandra Subtil disse...

Um poema pleno de beleza e sentimento!
Adorei.
beijinhos

28 de janeiro de 2013 às 23:26  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Até no sofrimento, sinto poesia...ao transformar-lo em poema.

Um beijo, SOL!

29 de janeiro de 2013 às 16:08  
Blogger Nilson Barcelli disse...

O amor deve ser uma dádidiva sem esperar nada em troca.
Quando isso acontece entre duas pessoas, esse amor pode ser eterno.
Magnífico poema, como sempre.
Um abraço, caro amigo.

29 de janeiro de 2013 às 21:23  
Anonymous Anónimo disse...

Caríssimo Sol

Lindíssimo!

Adorei!

Um abraço fraterno

F.M.

30 de janeiro de 2013 às 00:29  
Blogger Simone Fernandes disse...

Com sempre, lindo o que escreves! Adorei!
Beijos :)

30 de janeiro de 2013 às 22:00  
Blogger Me And The Time disse...

O sofrer é provisório, aleatório, cabe a qualquer um.
Hoje estou sofrendo, amanhã talvez, nunca se sabe... tudo pode acontecer a cada dia a cada novo amanhecer.

Abraço!

www.eu-e-o-tempo.blogspot.com

www.youtube.com/user/ByMeAndTheTime

30 de janeiro de 2013 às 23:50  
Blogger La Gata Coqueta disse...



Me gustaría ser una gota de lluvia,
Para nacer al borde de unos ojos bellos
derramarme por la luz de las mejillas
y romperme en la silueta de los labios,
para iluminarte con una sonrisa cada mañana.

¡¡Un feliz y radiante fin de semana te deseo!!

Atte.
María Del Carmen


31 de janeiro de 2013 às 03:45  
Blogger Marcia Melo Morais disse...

Lindo meu querido ,obrigada pela visita!Bjos

31 de janeiro de 2013 às 16:58  
Blogger anita sereno disse...

estou sem palavras foi um grande amor
dedicado com toda emoção,
com todo o coração..,
quem ama doa sempre tudo sem,
esperar que te devolvam o que tanto destes
beijos na alma desta amiga
que admira-te nas tuas lindas poesias

31 de janeiro de 2013 às 21:28  
Blogger Lilá(s) disse...

Adorável poema um tanto nostalgico
mas mesmo assim maravilhoso!
Bjs

31 de janeiro de 2013 às 23:49  
Blogger Mary disse...

As poesias mais tocante são aquelas escritas em meio a dor.

Obrigada pela sua visita e comentário.

Te deixo um boa noite!

1 de fevereiro de 2013 às 01:30  
Blogger Everson Russo disse...

Um belo final de semana pra ti meu amigo,,,abraços fraternos...

1 de fevereiro de 2013 às 12:43  
Blogger Teresa Almeida disse...

Sem arrependimento, porque o valor maior é mesmo o amor!
Beijinho.

4 de fevereiro de 2013 às 22:50  
Blogger vieira calado disse...

A arte do soneto, não é fácil.
Mas você fá-los bem.
Ah, o vídeo das ruas, já tem música.
Um abraço!

7 de fevereiro de 2013 às 00:13  
Anonymous Anónimo disse...

Amigo Sol

Está fabuloso! Parabéns! Fiquei encantada...Grande soneto!


Abraço fraterno

F.MEALHA

9 de fevereiro de 2013 às 10:12  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial