SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

domingo, 6 de maio de 2012

Mãe, minha Mãe


                              (Clicar para ampliar)

Etiquetas: , , ,

47 Comentários:

Blogger Dora Regina disse...

Aqui no Brasil, comemora-se no próximo domingo 13/05.
Linda poesia homenageando aquela que é só amor.
Abraços! Bom domingo!

6 de maio de 2012 às 00:29  
Blogger Maria Luiza disse...

Sol, linda poesia e emocionou-me bastante, pois perdi também meu tesouro. Grande abraço!

6 de maio de 2012 às 00:42  
Blogger Su disse...

querido moço-poeta Sol...

linda e emocionante homenagem a sua mãe, aqui comemora-se o dia das mães no próximo domingo... mas sei que dentro de nós lembramos delas todos os dias... perdi minha mãe muito cedo e sei bem a falta que ele me fez... mas esse amor é eterno, e o que elas nos ensinaram também, levaremos sempre dentro da gente.

beijinhos daqui! obrigada pelo carinho!
Su.

6 de maio de 2012 às 00:56  
Blogger Olinda Melo disse...

Caro Sol da Esteva

Junto-me à sua voz nesse poema lindíssimo.

Lá dos Céus ela, a sua querida Mãe, continuará a velar por si.

Grande abraço.

Olinda

6 de maio de 2012 às 02:00  
Blogger ANTÓNIO SANTOS (TOMANEL) disse...

SOL...
Mesmo a calhar!
Bonito poema alusivo às nossas mães.
Estás de parabéns.
Também já não tenho a minha mãe fisicamente mas tenho-a no meu coração em cada momento... para mim foi um santa e será sempre, pois é a ela que eu também recorro nas minhas horas de aflição, de alegria, seja em que circunstancias for..
Um abraço cá do Algarve.

6 de maio de 2012 às 12:35  
Blogger Mariangela disse...

Querido Sol,
Nossa mãe querida, nossa sempre intercessora diante de Deus,
jamais estaremos sozinhos pois lá, sempre estarão clamando por nós,
seus filhos queridos.
Amei sua poesia em homenagem a sua mãe e a minha, quanto as músicas, nem se fala!!
Beijos no seu coração!
Mariangela

6 de maio de 2012 às 13:03  
Blogger Vera Luiza Vaz disse...

Lindo poema! Sentimento eterno!
Abraço, poeta Sol!

6 de maio de 2012 às 13:04  
Blogger Magia da Inês disse...

º°❤ Olá, amiga!
°º✿


"Mãe não tem limite, é tempo sem hora, luz que não se apaga...!
(Carlos Drummond de Andrade)

Boa semana!
Beijinhos.
Brasil

¸.•°`♥✿⊱╮
°º✿ ¸.•°`

6 de maio de 2012 às 13:27  
Blogger Célia Rangel disse...

A transformação em "Mãe"... não é só ato físico. Deus preenche corações diversos de atitudes materno-emocionais que nos abrigam em nossos desatinos! E, não há discriminação de gêneros. Pense nisso. Há muito homem que é muito mãe.
Bj. Célia.

6 de maio de 2012 às 13:42  
Anonymous Anónimo disse...

Caro Sol

Quando o tesouro acaba... deixa uma pequena fortuna.

Minha teria partido triste
Em sala abandonada,
Quando na sala entrei...
Minha mão sobre a dela coloquei,
Deu o adeus acompanhada.

Um abraço
António Paiva

6 de maio de 2012 às 14:33  
Blogger Ange disse...

Um poema que contém tantos sentimentos.
Este seu texto é impregnado de sensibilidade, humildade, delicadeza, inspiração e amor!
Linda homenagem em todos os sentidos!
Mas... só uma comentário sobre este seu lindo texto prezado poeta...
Eu acreditava que os Dias das Mães seria o próximo domingo! Estou errada?
Não é sempre o segundo domingo do mês de maio? Mas que mãe sou eu!
Meu filho sem dúvidas vai ter muitas explicações para me dar, caso eu esteja errada!
Um lindo domingo para você!
Lembranças,
Ange.

6 de maio de 2012 às 17:09  
Blogger São disse...

Neste Dia, o meu abraço com afecto.

6 de maio de 2012 às 18:15  
Blogger Smareis disse...

Olá Sol,

Maravilhosa sua postagem, recheada de sentimentos com a essência da alma.
Aqui a comemoração é o segundo domingo de maio.
Mãe é tudo nessa vida. Sempre digo que mãe é todo dia.

Grande abraço!

6 de maio de 2012 às 18:49  
Blogger Jossara Bes disse...

Sol, Querido!

Mãe, é amor que transcende tempo e espaço!
É eterno! Uma ligação infinita!
Belissímo poema!
Beijos!

6 de maio de 2012 às 19:38  
Anonymous Anónimo disse...

Meu Caro poeta do Amor!

Pois que mais belo há para sublimar?

Obrigada pelo seu sentir profundo e belo.

Obrigada por esta saudade, comum a quantos já as não temos.

Um beijo.


F.M.

6 de maio de 2012 às 19:56  
Blogger blog. da Tereza Maria disse...

Ola querido amigo
Apreciando seu espaço e lendo suas postagens que me faz voar para o sonho ou parar para a realidade...
Lindo post em homenagem as mães.
A palavra MÃE é toda poesia!
Parabéns pelo bom gosto musical... Ler você ao ouvir Júlio Iglésias é uma mistura espetacular
Um abraço poético!

6 de maio de 2012 às 20:29  
Blogger Paulo Francisco disse...

Lindo este poema! Falar de mãe é falar de doçura.
Um abraço

7 de maio de 2012 às 02:44  
Blogger Elio disse...

Ciao Sol, le poesie che non avevo ancora letto mi sono piaciute molto, come pure le foto. Vedo poi con l'ultima ha inserito la foto di una rosa con una ripresa particolare. Avrai già visto da me che il 25 aprile noi veneziani regaliamo un bocciolo di rosa alla nostra amata. Un caro saluto.

7 de maio de 2012 às 14:35  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Quanta ternura, para quem é puro Amor!

Vim trazer-lhe o meu abraço, ainda que dia seguinte.

O "Dia das Mães", brasileiro, será no próximo domingo,
quando recitarei o seu soneto à minha mãe, que também está no céu...Obrigada, ele é lindo!

Um beijo, SOL,
da Lúcia

7 de maio de 2012 às 16:41  
Blogger Simone MartinS2 disse...

M.ulher
A.miga
E.especial

Um ser divino criado
por DEUS, para nos dar
a vida, para que possamos
gerar outras vidas...Mãe
deveria ser eterna, forte
e nunca sofrida!!

Sou Mãe e por meus dois filhos
daria a minha prorpia VIDA!!

Abraços emocionados!!

7 de maio de 2012 às 17:44  
Blogger *Verinha* disse...

Que homenagem mais linda SOL!!!
Esse ser é e sempre será muito especial em nossa vida!!!

Beijão imenso em seu coração e uma linda semana para você!!

Verinha

7 de maio de 2012 às 20:39  
Anonymous carla disse...

Olá amigo Sol! Uma linda homenagem que deixas para a tua mãe ! A minha mãe é a pessoa mais importante que eu tenho neste mundo ,eu costumo dizer,que é Deus no céu e a minha mãe na terra ,ela é uma mulher que lutou muito a vida toda e conseguiu enfrentar alguns óbstáculos que se atravessaram no caminho é uma mulher digna e merece tudo o que conseguiu! Para mim todos os dias é dia da MÃE!

Desejo-te uma linda semana.beijos

Carla Granja

http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt/

8 de maio de 2012 às 11:42  
Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

maravilhoso poema, uma linda dedicatória!
Abraço

8 de maio de 2012 às 12:27  
Blogger Yasmine Lemos disse...

Oi Sol! Drummond disse: " as mães não deveriam morrer..." e certíssimo ele na sua frase.
linda homenagem
beijo

8 de maio de 2012 às 16:02  
Blogger mfc disse...

Uma lindíssima homenagem à Tua Mãe e extensiva a todas as outras...

8 de maio de 2012 às 17:37  
Blogger Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Solamigo

Não devia haver um Dia da Mãe; todos os dias são dias das mães. Mas, o teu soneto, como sempre, é muito bonito e sentido

Abç

8 de maio de 2012 às 21:50  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Sol. Amigo, linda homenagem. É verdade que a nossa alma de filho fica junto da nossa mãe como um elo que jamais deixará de existir, ainda que a presença física não vejamos mais, pois está em outro plano.
As mães são especiais, doadoras e amáveis, e cada uma tem um jeito especial de ser e manifestar a sua preocupação com os filhos.
A minha está no céu fará 02 anos em Junho, e eu sinto uma extrema falta dela, caindo em pranto muitas vezes, mas ainda bem que Deus concede-me a graça de com ela sonhar, e é tão real, que penso estar com ela.
Creio que o caminho que as mães presentes e ausentes fisicamente querem que trilhemos é o da nossa paz e felicidade, do amor, e da retidão.
Peço que a minha mãe olhe por nós aqui também.
Um beijo para todas as mães do Universo, e concordo que o dia das mães é todo dia.
Fique na paz! Beijo na sua alma linda!

8 de maio de 2012 às 22:52  
Blogger Carolina disse...

Que doce pensamiento! =)
Um abrazo.

9 de maio de 2012 às 01:54  
Blogger Evanir disse...

Bom Dia Amigo (SOL)
As saudades me trouxe aqui no seu blog hoje.
Vejo você distante isso me deixa profundamente triste
sem saber de você.
Como no próximo Domingo será dia das mães embora
a minha mor com Deus tive o desejo de trazer um abraço de amiga e mãe para você meu amigo.
Lindo seu poema como todos que carinhosamente levo para postar no meu blog.
Espero estar tudo bem contigo amado amigo.
Quanto a mim continuo na luta sobrevivendo as tempestades.
Beijos no seu coração doce raio de Sol.
com carinho.
Evanir..

9 de maio de 2012 às 13:04  
Blogger BlueShell disse...

LINDO; LINDO!!!
Desculpa minha demora, sim?
Bj

9 de maio de 2012 às 16:02  
Blogger BRISA disse...

Boa Tarde meu querido amigo
Bela homenagem vc fez para todas as mãe do mundo inteiro. Muito grata pela maravilha mensagem. Um braço Brisa

9 de maio de 2012 às 20:01  
Blogger Dorli disse...

Olá caro Sol:
Vim agradecer tua visita no meu blog. Tu és genial nas tuas poesias, eu também tenho minha mãe no céu.
Apareça sempre:
Obrigada
Lua Singular

9 de maio de 2012 às 21:00  
Blogger Nilson Barcelli disse...

O amor de mãe é diferente de todos os outros.
E o teu poema também.
Para além disso, é muito bom. Gostei do teu soneto.
Um abraço, caro amigo.

9 de maio de 2012 às 21:15  
Blogger Lilá(s) disse...

Bela homenagem, elas podem desaparecer das nossas vidas mas permanecem sempre no nosso coração, são únicas.
Bjs

9 de maio de 2012 às 23:23  
Blogger AFRICA EM POESIA disse...

belo este poema.
foi bom ter passado por aqui...

um beijo

10 de maio de 2012 às 00:40  
Blogger Everson Russo disse...

Bela homenagem a mãe,,,um ser supremo, acima de tudo amor, dona da vida, que tudo faz pela perfeição do viver...abraços de bom dia pra ti amigo.

10 de maio de 2012 às 12:18  
Blogger Dorli disse...

Olá Sol:
Vou segui-lo com o e-mail do meu filho cristovam, pois quando fiz o blog, ainda não tinha e-mail. Gostei muito do seu blog.
Um abraço no coração
Lua Singular

10 de maio de 2012 às 18:58  
Blogger Dorli disse...

Olá Sol:
Não sei como faço para ser seu seguidor.
Me ajude...
Obrigada
Lua Singular

10 de maio de 2012 às 19:03  
Blogger Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Um belo e sentido poema...a mãe viverá para sempre dentro de nós...uma bela homenagem.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

10 de maio de 2012 às 21:30  
Blogger rosa-branca disse...

Lindo e que me magoa tanto...não tive amor de mãe...O soneto está lindo e de uma ternura que aquece qualquer coração e em especial o meu. Tinha um poema escrito para o dia da mãe, mas não consegui postá-lo. Ia-me doer ainda mais...Beijos com carinho

10 de maio de 2012 às 22:21  
Blogger Manuel disse...

Que belo momento, que emoção ao pensar esta saudade que sentimos.
Perdi a minha há três anos e bebi cada linha, como se ele pudesse caber nesta homenagem.
Obrigado

10 de maio de 2012 às 22:26  
Blogger AFRICA EM POESIA disse...

Foi bom ver-te no meu cantinho onde as palavras se encontram..
beijinho para ti

11 de maio de 2012 às 01:23  
Blogger ★MaRiBeL★ disse...

█▀█▄.█▀▀.█▀█.█.███.███.█▀█
█▄█▀.█▄─.█──.█.─█─.█─█.█──
█▀█▄.█▀─.▀▀█.█.─█─.█─█.▀▀█
█▄█▀.█▄▄.█▄█.█.─█─.███.█▄█

......★MaRiBeL★.....

11 de maio de 2012 às 04:53  
Blogger manuel fernando disse...

Gracias mi bueno amigo por acariciarme el corazón con la sublime belleza en cada verso de tú hermosa poesía dedicado a las madres, y también por concederme el privilegio de ser testigo de ello. Que tengas un feliz fin de semana lleno de sensaciones positivas. Un abrazo desde la distancia de un amigo.

11 de maio de 2012 às 19:35  
Anonymous Dad disse...

Gostei muito!
Beijinhossssssssssssss

12 de maio de 2012 às 14:13  
Blogger MARILENE disse...

Não encontraria melhor intercessora. Onde quer que estejam, as mães têm os olhos voltados para os filhos. E permanecerão, eternamente, nos corações dos que acarinharam em vida e que, certamente, eram o sentido de suas vidas: os filhos.

Bjs.

12 de maio de 2012 às 18:02  
Blogger paulo santiago disse...

Gostei muito...nada chega ao amor de Mãe

12 de maio de 2012 às 18:42  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial