SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 21 de abril de 2012

Esperança






Oh, Amor! Amor e meu carinho,
Recordo, no tempo em que te espero,
Tais momentos que eu desejo e quero
Viver, plenamente em ti, sozinho.

É ciúme louco, sem remédio,
O tormento que me prende a ti;
E, sozinho, sei que não vivi
Um momento que não tenha tédio.

Tédio me rodeia, tédio louco;
Tudo se me escapa e me foge.
Tudo o que criei parece pouco

Que me justifique, com verdade,
Tudo aquilo que me resta hoje:
Esperança na felicidade.




SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

52 Comentários:

Blogger Vera Luiza Vaz disse...

O amor instiga, provoca sentimentos que nem sabemos nominar...
Se ele incentiva a esperança, no entanto, há mesmo esperança de que ela cresça, trazendo novos e antigos sentires...
Lindo poema, amigo Sol!
Cantos de amor, esperança são sempre afáveis carinhos ao coração, à alma...
Abraço!

21 de abril de 2012 às 11:46  
Blogger Jorge disse...

Imagem espectacular! Belo poema! Gostei.

21 de abril de 2012 às 12:45  
Blogger manuel fernando disse...

Gracias mi buen amigo por acariciarme el corazón con la sublime belleza en cada verso de tú hermosa poesía, y por concederme el privilegio de ser testigo de ello. Que tengas un feliz feliz de semana lleno de sensaciones positivas. Un abrazo desde la distancia de un amigo.

21 de abril de 2012 às 13:08  
Blogger Célia Rangel disse...

O efeito do amor, SOL, tira-nos da cegueira habitual, da mesmice do viver transportando-nos ao coração da criança: - puro e transbordante de entusiasmo. Belo poema! Terno!
Bj. Célia.

21 de abril de 2012 às 14:33  
Blogger Jossara Bes disse...

Sol, Querido!

"Viver, plenamente em ti, sozinho".

Amor, ciúme e felicidade! Não tem jeito!
Um complementa o outro!
Alguns dizem que ciúme é egoismo, no meu pensar é amar demais, é querer demais...
É claro, sem exageros!
Lindo poema!
Tenha um ótimo fim de semana!
Beijos!

21 de abril de 2012 às 14:52  
Blogger mfc disse...

Um poema de amor lindo em que a permanência do outro junto a nós é decisiva...
E aquelas músicas de fundo francesas são uma delícia!!

21 de abril de 2012 às 15:33  
Blogger Simone MartinS2 disse...

"E que na esperança
eu me agarre com unhas
e dentes na esperança
de te-lo comigo, novamente!"
Ah, o amor é sempre assim,
nos deixa a mercê da esperança
do novo reencontro!
Abraços belo poema sempre!

21 de abril de 2012 às 18:00  
Blogger *Simone Poesias* disse...

Muito linda sua poesia... a esperança sempre está nos corações!
Um beijo no ♥

21 de abril de 2012 às 19:43  
Blogger Tunin disse...

A bela imagem traduz a esperança do teu poema.como é bom te recitar, poeta! Feliz final de semana!
Abração.

21 de abril de 2012 às 19:49  
Blogger Evanir disse...

Amigo Querido..
Tudo que criaste não foi pouco foi tudo de
melhor que um homem pode criar.
Tudo que tem dentro do seu coração é sublime
um amor fantastico .
Cubra de esperança seu coração meu amigo.
Vim para desejar um feliz final de semana
saudades de ti amigo Sol.
Beijos..Evanir.

21 de abril de 2012 às 23:08  
Blogger Mariangela disse...

Querido amigo Sol,
Um coração sem amor é uma alma sem vida,
vida sem fé é uma existência sem esperança.
Espere sempre Sol, com fé.
Beijos de muita paz e alegrias!
Mariangela

21 de abril de 2012 às 23:27  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Sol. Amor e esperança, ciúmes da pessoa amada que prende o coração, e faz ver coisas que nem existem. Ciúmes são permitidos em uma dose necessária, saudável, de zelo, fora isso, torna-se doentio.
Que o seu coração seja repleto de amor correspondido.
Um beijo na alma, e fique na paz!

22 de abril de 2012 às 00:27  
Blogger Olinda Melo disse...

Olá, Sol

O amor é assim, tem destas coisas, é ciúme, é paixão, é bem-querer,uma amálgama de sentimentos, é aquele 'fogo que arde sem se ver' é aquele 'contentamento descontente' de que fala o nosso Camões.
Mas resta a esperança na felicidade que, quando existe amor em ambos os lados, acaba por chegar.

Lindas e muito expressivas as suas palavras, meu amigo.

Abraço

Olinda

22 de abril de 2012 às 02:15  
Anonymous Anónimo disse...

Amigo Sol

A balança é um instrumento com dois pratos que devem estar equilibrados, mas, quantas vezes pesa mais a amargura que a felicidade?
A impotência perante o que é, e o que queríamos que fosse, é um tormento, que amargamente vivemos, mas, a esperança, é uma luz que não devemos deixar apagar...

Um beijo, um bom fim de semana.

F.M.

22 de abril de 2012 às 02:41  
Anonymous carla disse...

Olá amigo Sol! Belo poema ,recheado de sensiveis palavras e que toca no coração,mas como se diz ,enquanto há vida há esperança e enquanto houver esperança já é meio caminho para se alcaçar o que desejamos.

Desejo-te um óptimo domingo,beijos

Carla Granja

http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt/

22 de abril de 2012 às 12:01  
Blogger António Manuel Conceição Santos disse...

Lá dizia o nosso Camões que "o amor é fogo..."
Agora, tédio? Não. Como dizes: parece pouco tudo aquilo que criaste, mas repara que tudo à tua volta é obra de Criação e está perfeito não fosse o homem estragar...
Continua a bloguear os teus poemas pq cada vez mais estão a entrar dentro dos nossos corações.
Um abraço cá do Algarve.

22 de abril de 2012 às 13:12  
Blogger Leninha disse...

Meu querido Sol,

Ainda bem que existe a esperança,amigo e esta nunca há de perecer...

Bjsssss,
Leninha

22 de abril de 2012 às 14:23  
Blogger Luar disse...

Por isso dizemos que a "esperança é a última a morrer"!
Que a esperança nunca se apague, enquanto houver amor!
Beijinho

22 de abril de 2012 às 22:23  
Blogger Paula Kelsch disse...

Sol,
Seu talento é inquestionavel. Cada vez que visito seu espaço, seu talento me espanta, me surpreende!
De toda poesia, esse verso me arrepiou: "Viver, plenamente em ti, sozinho." É o que quero. Sua poesia parece conhecer minhas emoçoes.

22 de abril de 2012 às 23:52  
Blogger David C. disse...

Una inspiración bien intensa la tuya.
Un abrazo.
David

23 de abril de 2012 às 14:43  
Blogger *Verinha* disse...

Por vezes a esperança é que nos faz companhia e nos impulsiona a seguirmos em frente!
Lindo poema SOL !
Beijo grande em seu coração..
Verinha

23 de abril de 2012 às 15:09  
Blogger Antônio Lídio Gomes disse...

Olá Sol da Esteva.
Falar do amor é semear mais amor a um mundo que ainda é carente do mesmo.
Por isso esse gracioso poema toca fundo na alma. Um abraço.

23 de abril de 2012 às 18:31  
OpenID nacasadorau disse...

Ela chegará amigo Sol...
Vivamos nessa esperança, sempre.

Beijinho

23 de abril de 2012 às 19:42  
Blogger ... "re" ... disse...

Sol... Meu querido amigo

A esperança nos mantém firmes naquilo, que buscamos e acreditamos. nos encoraja e nos impulsiona a seguir em frente e doar-se em busca do nosso sonho...

Baci blu...

23 de abril de 2012 às 20:03  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Mas a esperança é a última coisa a morrer.
Magnífico soneto.
Gostei muito, como sempre.
Caro amigo, tem uma boa semana.Abraço.

23 de abril de 2012 às 20:18  
Blogger Luana Barcelos Dantas disse...

Fofos estes versos, adorei!!!!Bjos

23 de abril de 2012 às 21:40  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Esperança na Felicidade,
é berço, para o amor...

Beijo, SOL!

24 de abril de 2012 às 00:16  
Blogger Carla Fernanda disse...

Um amor nunca morre quando tem esperança...

Beijos e boa semana!

24 de abril de 2012 às 01:40  
Blogger ELAINE disse...

Adorei! Gosto muito do que escreves! A esperança é uma porta que se abre para uma nova chance! Obrigada pelo carinho! Excelente terça-feira! Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

24 de abril de 2012 às 07:10  
Blogger Everson Russo disse...

O amor é a esperança de tudo nessa vida amigo...abraços de bom dia.

24 de abril de 2012 às 12:19  
Blogger Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Solamigo


Estou de volta e maluco como sempre. Carregado de saudades de Goa e da sua excelente gente. E agoniado com o que encontro por cá: tristeza, desânimo, desgraça. E, pelos vistos, o que está para vir será pior. Amanhã é dia de homenagem aos Capitães de Abril; mas também de luto por esta enorme maldade que os criados nacionais (???) da troika nos estão a fazer.

Abçs

24 de abril de 2012 às 12:58  
Blogger oteudoceolhar disse...

"Esperança na felicidade".
O que nos resta a nós, senão a esperança...Esta família de caranguejos de puro sentir...Resta-nos e bem, viver na esperança no amanhã...No Sol, que desperta a cada dia, num novo amanhecer.
O Sol, ao Sol, a Ti...
Beijo n´oteudoceolhar

24 de abril de 2012 às 23:36  
Blogger AFRICA EM POESIA disse...

SOL

Obrigada
mesmo às vezes o piano, cansado e com som de lamento sentimos a sua melodia...

beijinhos

24 de abril de 2012 às 23:43  
Blogger Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Que o verde da esperança e o vermelho do amor nunca morra.
Como sempre ler-te é sentir nas tuas palavras uma brisa suave.


Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

25 de abril de 2012 às 01:30  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

que a esperança seja verde, sempre!

um bom soneto como sempre.

uma belíssima foto.

um beij

25 de abril de 2012 às 16:26  
Blogger Elio disse...

Ciao Sol, come al solito hai scritto una bella poesia, come pure le tre precedenti. Vorrei ringraziarti anche qui dei due diaporama che mi hai inviato e che ho apprezzato moltissimo. Sei un vero amico. A presto.

25 de abril de 2012 às 21:52  
Blogger Zilani Célia disse...

OI SOL!
LINDO!
CIÚME,QUEM O SENTE, NÃO O DOMINA, MAS É POR ELE DOMINADO, ENVENENANDO UM SENTIMENTO LINDO COMO É O AMOR.
MAS SE RESTA ESPERANÇA SEMPRE HAVERÁ A CHANCE DE REVIVER ESTE SENTIMENTO VALIOSO.
COMO SEMPRE UMA POSTAGEM COM TODA A INTENSIDADE DO POETA...
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

26 de abril de 2012 às 00:08  
Blogger BRISA disse...

QUERIDO AMIGO
É MUITO BOM RECORDAR OS TEMPOS DE NAMORO.PARABÉNS QUE TEXTO PROFUNDO. UMA QUINTA FEIRA CHEIA DE AMOR PARA VC. COM CARINHO
DA AMIGA
BRISA

26 de abril de 2012 às 03:07  
Blogger Carla Fernanda disse...

Boa noite com SOL é uma boa idéia!!

Beijos!

26 de abril de 2012 às 03:50  
Blogger LUCONI disse...

Meu amigo um poema que nos fala de um lindo amor, enquanto houver esperança o amor estará presente e pronto para ser vitorioso, beijos Luconi

26 de abril de 2012 às 04:10  
Blogger ELAINE disse...

Enquanto houver esperança haverá amor...E enquanto houver amor haverá vida! Muito lindo! Parabéns! Grande e carinhoso abraço! Excelente quinta-feira!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

26 de abril de 2012 às 06:48  
Blogger Everson Russo disse...

Um dia de paz e poesia pra ti meu amigo...abraços.

26 de abril de 2012 às 12:39  
Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Bonitas e sensíveis palavras acompanhadas de uma bela imagem!
Abraço

26 de abril de 2012 às 15:33  
Blogger Leninha disse...

Meu querido Sol,

Teu carinhoso comentário me preencheu o coração de alegria,foi um afago em minha alma.

Bjsssss,
Leninha

26 de abril de 2012 às 18:05  
Blogger Manuel disse...

Há momentos em que o tédio parece querer tomar conta dos nossos sentimentos, mas quando existe a Esperança na Felicidade o encantamento acontece.
Belo soneto.
Um abraço

26 de abril de 2012 às 22:53  
Blogger Sylvia Rosa disse...

A cada visita eu agradeço, ainda mais aqui quando se sente a musica tocando o coração e afagando o meu tédio que também transpira. O melhor é que acreditamos no amor e que haverá um só nosso... e que seja eterno enquanto dure! Bj SOL e muito Boa noite.

27 de abril de 2012 às 01:22  
Blogger ana costa disse...

Que o amor, a fé, a alegria, a felicidade e a VIDA afastem esse sentimento ruim que tenta vingar em nossos corações...
O tédio chega quando nos parece que nada mais existe para ser vivido, então não deixe que aconteça...
beijo amigo

27 de abril de 2012 às 11:35  
Blogger Lilá(s) disse...

Mais um belo poema que nos fala de um lindo amor, sempre agradável de ler.
Bjs

27 de abril de 2012 às 23:28  
Blogger ★MaRiBeL★ disse...

Aun cuando lo hayas perdido todo, nunca se debe perder la esperaza.

( ),,,( )
(=';'=) BESOS!!
("")("")
★MaRiBeL★

28 de abril de 2012 às 13:48  
Blogger ★MaRiBeL★ disse...

Aun cuando lo hayas perdido todo, nunca se debe perder la esperanza.

( ),,,( )
(=';'=) BESOS!!
("")("")
★MaRiBeL★

28 de abril de 2012 às 13:48  
Blogger MARILENE disse...

Enquanto perdura a esperança de felicidade, conseguimos vencer o tédio causado pela ausência do amor. Muito lindo e verdadeiro.
Bjs.

28 de abril de 2012 às 19:37  
Blogger Paula disse...

Lindo... ... ...

3 de maio de 2012 às 17:33  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial