SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 14 de janeiro de 2012

Solidão





Possuído da tua voz
Que me prende e segura,
Eu busco, na noite escura,
Um encontro só para nós.

E nesse encantamento,
Eu encontro o teu calor
Por um tal intenso Amor
Que me engana o pensamento.

E apenas eu, mitigo
Uma fome tão sentida
Por meu pobre coração.

Quisera estar só, contigo,
Amar-te, ver-te com vida,
A ter esta solidão.




SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

54 Comentários:

Blogger Tunin disse...

Um poema melancolicamente romântico que dá vontade de a gente dizer: vai fazer-se realidade nos pensamentos dele. Beleza, poeta!
Abração.

14 de janeiro de 2012 às 12:28  
Blogger Dora Regina disse...

Lindo poema!
A solidão não é uma boa companhia...
Abraços! Bom fim de semana!

14 de janeiro de 2012 às 12:53  
Blogger blog. da Tereza Maria disse...

Olá
Que poético, amigo
Na madrugada as emoções tomam forma mais intensa de poesia...
Beijo no coração

14 de janeiro de 2012 às 14:18  
Blogger edumanes disse...

Solidão, Sol da Esteva escreveu
No encanto do seu calor
Nesse engano pensamento permaneceu
Pelo encantamento do intenso amor.

Desejo feliz fim de semana para você.
Um abraço
Eduardo.

14 de janeiro de 2012 às 16:08  
Blogger Simone MartinS2 disse...

Boa tarde...penso que a solidão mais triste,
e quando vivemos em par, mas nos sentimos sozinha!
Abraços

14 de janeiro de 2012 às 17:00  
Blogger ANTÓNIO SANTOS (TOMANEL) disse...

Oi!!!
Se eu gosto da solidão? É apenas quando estou triste e assim, necessito de estar só!
Mas, a solidão é, por vezes, acompanhada de um intenso amor, quando ele, o amor, está ausente.
Se nisso há engano, então que se engane o pensamento para que se acabe com a solidão.
Um abraço cá do Algarve.

14 de janeiro de 2012 às 17:58  
Blogger Célia disse...

... "na solidão, sacia-se a fome do coração"... Muitas vezes, a solidão é um vazio fértil.
Abraço, Célia.

14 de janeiro de 2012 às 18:30  
Anonymous Anónimo disse...

Amigo Sol

Que bonito o seu poema!
Nunca deixe de sonhar
Pois o sonho, mais que a realidade
é que nos faz seguir em frente
Não é por acaso que o poeta diz que
"Pelo sonho é que vamos".
deixe-me responder assim...

Estar a sós com quem se ama
é uma solidão bendita!
O mundo...pode acabar!
Os relógios...nem falar!
Que chova, que faça sol
Não importa e nem se lembra.
Basta apenas haver química.
Basta apenas...duas vidas!
Para se viver a vida...

Um beijo solidário

F.M.

14 de janeiro de 2012 às 20:01  
Blogger MARILENE disse...

Muito lindo! O "quisera estar só, contigo" , já traduz a grandiosidade do sentimento, eis que nada mais importaria.

Bjs.

14 de janeiro de 2012 às 21:08  
Blogger Mila Pires disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

14 de janeiro de 2012 às 21:57  
Blogger Sergio Martins disse...

Solidão é companheira estranha, bela e boa. Quando ela vem nos visitar nos faz criar, põe brilho e cor em nossa arte e sobretudo, faz com que os momentos que passamos com a pessoa amada sejam mais bem aproveitados.

14 de janeiro de 2012 às 23:38  
Blogger Vera Lúcia disse...

Olá SOL,

Solidão por ausência do ser amado dói demais!

LINDO o soneto!

Bjs.

15 de janeiro de 2012 às 03:06  
Blogger Everson Russo disse...

A solidão devora meu amigo,,,ela consome o tempo, a vida, a alma...abraços de boa semana pra ti.

15 de janeiro de 2012 às 12:39  
Blogger Pena disse...

Estimado e Notável Poeta Amigo:
Fez um poema fabuloso e lindo.
Deve ser de maravilhar para as suas visitantes de sonho.
Gostei imenso de ler o seu talento e magia no que concebe de um gigantesco estar e ser.
Profundo. Genial.
Abraço amigo de respeito pelo seu talento enorme em poesia fantástica.
Sempre a admirá-lo.
Agradecido pela sua visita ao meu blog.
Desculpe, a minha ausência na Blogosfera que por certo compreenderá.

pena

15 de janeiro de 2012 às 15:26  
Blogger Su disse...

amigo poeta...

sempre há amor aqui, seja na música, nas imagens escolhidas para acompanhar a poesia, tudo em sintonia em harmonia com esse sentimento lindo que você sabe tão bem colocar em um poema... mesmo em solidão meu amigo! Mesmo em solidão...

Lindo!

Beijinhos daqui!

Su.

15 de janeiro de 2012 às 20:25  
Blogger Anne Lieri disse...

Ai,de doer de lindo esse soneto!Adorei!Saudade que machuca mesmo,mas faz belos versos!bjs,

15 de janeiro de 2012 às 20:45  
Blogger Machado de Carlos disse...

A solidão chega de mansinho quando menos se espera. Parece que não tem solução.
Na vida passamos por situações assim. Lembramos-nos do nosso amor, cujas lembranças das noites escuras seguem nossos passos. Pois é inda lembramos-nos daquela pele, daquela voz, etc.
Abraços, meu amigo!

15 de janeiro de 2012 às 22:33  
OpenID nacasadorau disse...

Amigo Sol,
Lindo embora sofrido.
Esse encontro pretendido será possível ?!
Oxalá.

Beijinho

15 de janeiro de 2012 às 23:00  
Blogger Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Solamigo

Nestas coisas das versalhadas
semos todos gente fixe, malta boa
não nos metemos em quaisquer alhadas
porque vamos direitinhos para Goa

Onde, juro-te, não solidão que pegue, nem mesmo de estaca, onde a áuga do mar está a 27º centígrados, onde nos esperam os Amigos e os caris...

Portantos (sem s) infelizmente o dia 19 não há maneira de chegar...

Abç

15 de janeiro de 2012 às 23:01  
Blogger Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Um poema dorido e magoado...um amor imenso e eterno.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

15 de janeiro de 2012 às 23:24  
Blogger 。♥ Smareis ♥。 disse...

Lindo poema sol , embora traduz algumas tristeza, mas mesmo assim maravilhoso.Ótima semana cheia de coisas especiais e muitas energias positivas nos seus dias. Beijos grande!

16 de janeiro de 2012 às 03:09  
Blogger Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços.

16 de janeiro de 2012 às 10:18  
Anonymous Anónimo disse...

Pousando o livro que lia,
Por ouvir a tua voz,
Sinto o amor renascer,
Pois tu e eu somos NÓS!

Palavra que tem magia
Quantas vezes soletrada,
No vazio da solidão,
Que por ti me foi ditada!

Um abraço
MMourão

16 de janeiro de 2012 às 19:48  
Blogger Ray* disse...

lindas palavras estevan.
boa semana

16 de janeiro de 2012 às 19:51  
Blogger Lilá(s) disse...

Sinto-o triste mas, não deixa de ser um belo poema!
Bjs

16 de janeiro de 2012 às 21:56  
Blogger Jossara Bes disse...

Sol Querido!

Amores impossiveis, intensos, verdadeiros ou imaginarios!
Amores que só o coração de um poeta sabe descrever!
Só o coração de um poeta é capaz de sentir!
E traduzir em palavras!
Uma linda semana!
Beijos!

16 de janeiro de 2012 às 23:08  
Blogger Milla Pereira disse...

Belo, intenso, envolvente, como tudo o que escreves e que eu aplaudo. Abrçs.

17 de janeiro de 2012 às 01:51  
Blogger »♥»♥«Nati Caetano»♥»♥« disse...

OLá Sol! Tudo bem? Tirei umas férias e agora estou de volta,descansar e curir faz bem.
Solidão de um amor que se esvai,ficando as feridas que um dia com certeza será cicratizada e o Amor muitas vezes nos faz sofrer e a dor com a solidão,aflora as lembranças.Lindo poema!
Amigo uma feliz semana com muita paz e luz no seu caminhar.Beijos

17 de janeiro de 2012 às 14:43  
Blogger Machado de Carlos disse...

Receba meu Abraço, grande Amigo!

Tudo de bom para Você!

17 de janeiro de 2012 às 16:34  
Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Existe um tempo para tudo, mesmo para a solidão, mas não deixemos que seja eterna!

Maravilhosas palavras!

Abraço

17 de janeiro de 2012 às 18:52  
Blogger Manuel disse...

Fico sempre encantado com os lindos poemas que aqui nos deixa.
Belo este soneto, onde o amor, o desejo,o encanto e a solidão se encontram num inspirado soneto.

17 de janeiro de 2012 às 22:58  
Blogger Evanir disse...

Quisera estar só, contigo,
Amar-te, ver-te com vida,
A ter esta solidão.
Quanto sentimento nesse poema !!!
Sol estou sentindo saudades de você
tenho vindo tão pouco aqui estou a fazer uma
bateria de exames e um pouco desanimada.
Vai passar tenho certeza eu não me rendo facil ,
mais tem momentos que o cansaço vence e fala mais alto .
Uma linda noite anjo querido.
Beijos no coração.
Evanir..

18 de janeiro de 2012 às 00:42  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Sol. Sempre excelente no rasgar de tua alma tão linda. Amei, mesmo contendo uma certa tristeza, mas compreendi que fez parte e necessária.
Adoro os teus sonetos, e o teu sentir.
Um beijo na tua alma despojada.
Fique com Deus! Lindo demais!

18 de janeiro de 2012 às 03:06  
Blogger Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços fraternos.

18 de janeiro de 2012 às 10:24  
Blogger Jesus te ama! disse...

LINDO MAS TRISTE ESTE POEMA, BEIJO GRANDE NO CORAÇÃO ESTOU DE VOLTA E VOU PROCURAR SER MAIS PRESENTE POR AQUI ABRAÇO AMIGO

18 de janeiro de 2012 às 15:26  
Blogger Luana Barcelos Dantas disse...

Muito delicado o poema...
Beijos
Luana Barcelos

18 de janeiro de 2012 às 18:27  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Sempre tão lindo, tão quente e tão terno...este SOL!!!

Os sonetos, que nascem do SOL, são tudo isso e muito mais...

Beijos, SOL amigo
da Lúcia

18 de janeiro de 2012 às 19:15  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

nostálgico, sofrido e saudoso.

em forma de soneto. bem conseguido.

um beij

18 de janeiro de 2012 às 20:27  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Realmente dói muito, Sol, esse querer, essa espera, essa solidão...Amigo, um abraço!

18 de janeiro de 2012 às 23:49  
Blogger David C. disse...

excelente final.

Pd: Te invito a que visites mi blog de cine, ahí también escribo cuentos.

19 de janeiro de 2012 às 03:35  
Blogger Fernanda disse...

Obrigada pela visita e pelas palavras carinhosas.
É quase fim de semana e há sol ^^

Beijinho

19 de janeiro de 2012 às 11:01  
Blogger Leninha disse...

Para você amigo Sol,um pouco de Clarice Lispector,


Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar essa pessoa de nossos sonhos e abraçá-la.
Clarice Lispector.

Me parece que o amigo está com o mesmo desejo que alimento e que Clarice e você me trouxeram à tona.

Bjssssss,
Leninha

19 de janeiro de 2012 às 19:45  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Um belo soneto de amor.
Contra a solidão...
Gostei muito.
Um abraço, caro amigo.

19 de janeiro de 2012 às 20:22  
Blogger Vassileva F. disse...

Lindo soneto. AMEI!

19 de janeiro de 2012 às 20:35  
Blogger Everson Russo disse...

Um belo final de semana pra ti meu amigo...abraços.

20 de janeiro de 2012 às 10:21  
Blogger Evanir disse...

Sol.
Postei um poema seu no meu blog desculpa pegar sem avisar..
Desejo um final de semana feliz beijos
e carinhos da sa sempre amiga.
Evanir..

20 de janeiro de 2012 às 12:44  
Blogger Anne Lieri disse...

Sol,coisa mais bela de soneto!Sempre muito ritmado e romantico poema de amor!Adorei!bjs,

20 de janeiro de 2012 às 17:56  
Blogger AFRICA EM POESIA disse...

meu amigo
obrigada por estares presente
anónimo é cobarde...


Ter Amigos é uma grande riqueza. Eu tenho-os e sinto-me muito feliz pois são juntamente com Deus e a minha família a minha grande rectaguarda.

obrigada por pertenceres a este grupo de Amigos..

um beijinho

20 de janeiro de 2012 às 23:02  
Blogger AFRICA EM POESIA disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

20 de janeiro de 2012 às 23:03  
Blogger Sonia Pallone disse...

Mais uma vez aqui, neste jardim encantado, cujas flores são palavras...Sou suspeita pra falar o quanto gostei do seu poema, Solidão é sempre um mote que me atrai e fascina...Bjs meu querido

21 de janeiro de 2012 às 03:15  
Blogger Maria Luisa Adães disse...

Amigo

Sua poesia é bela, nostálgica e sensivel. Escrevo muito sobre Solidão, pois na realidade, em poesia, me sinto muito só...

Um abraço,

Maria Luísa

13 de fevereiro de 2012 às 10:08  
Blogger Silvia Ordonhes disse...

Sol querido amigo passando para agradecer
o carinho ARTESANATOS EM TRICO
E dizer que suas poesias são lindas
tocam na alma,coração!!!

Compartilho essa mensagem com você,
li e gostei muito!!!



HÁ COISAS BONITAS NA VIDA



Mas, bonitas são as coisas vindas
do interior de cada um,
as palavras simples, sinceras e significativas.

Bonito é o sorriso que vem de dentro,
o brilho dos olhos, o beijo soprado...

Bonito é o dia de sol depois da noite
chuvosa ou as noites enluaradas
de verão em que quase todos passeiam...

Bonito é procurar estrelas no céu
e dar de presente ao amigo,
amiga, namorado, neto...

Bonito é achar a poesia do vento,
das flores, do mato, dos animais
e das crianças.

Bonito é chorar quando sentir vontade
e deixar as lágrimas rolarem sem
vergonha ou medo de crítica.

Bonito é gostar da vida e
se deixar viver de um sonho.

Bonito é ver a realidade da vida,
sem nunca ser extremista,
e acreditar na beleza de todas as coisas.

Bonito é a gente continuar sendo
gente com G maiúsculo
em qualquer situação, principalmente
nos momentos de dificuldade.

Bonito é você ser você...
nesta bonita vida...!!!

(Autora: Letícia Thompson)

Paz e luz para humanidade

25 de fevereiro de 2012 às 00:42  
Blogger Silvia Ordonhes disse...

Sol querido amigo passando para agradecer
o carinho ARTESANATOS EM TRICO
E dizer que suas poesias são lindas
tocam na alma,coração!!!

Compartilho essa mensagem com você,
li e gostei muito!!!



HÁ COISAS BONITAS NA VIDA



Mas, bonitas são as coisas vindas
do interior de cada um,
as palavras simples, sinceras e significativas.

Bonito é o sorriso que vem de dentro,
o brilho dos olhos, o beijo soprado...

Bonito é o dia de sol depois da noite
chuvosa ou as noites enluaradas
de verão em que quase todos passeiam...

Bonito é procurar estrelas no céu
e dar de presente ao amigo,
amiga, namorado, neto...

Bonito é achar a poesia do vento,
das flores, do mato, dos animais
e das crianças.

Bonito é chorar quando sentir vontade
e deixar as lágrimas rolarem sem
vergonha ou medo de crítica.

Bonito é gostar da vida e
se deixar viver de um sonho.

Bonito é ver a realidade da vida,
sem nunca ser extremista,
e acreditar na beleza de todas as coisas.

Bonito é a gente continuar sendo
gente com G maiúsculo
em qualquer situação, principalmente
nos momentos de dificuldade.

Bonito é você ser você...
nesta bonita vida...!!!

(Autora: Letícia Thompson)

Paz e luz para humanidade

25 de fevereiro de 2012 às 00:43  
Blogger Paula Kelsch disse...

Todo o poema é belíssimo, mas a 1a. estrofe é de uma beleza encantadora. Perfeitas as suas composiçoes.

14 de março de 2012 às 01:28  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial