SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 7 de janeiro de 2012

Minha




Se alguma esperança me restava
Para te ver, por um momento só,
Perdi-a, porquanto eu te chamava
e não ouviste, ou tiveste dó.

Esvoaçavas, como livre ave,
Pelo espaço que não tem limites.
Assim voando, nada há que trave
O movimento e quieta fiques.

Os meus olhos, não vêm como viam
Noutros tempos, de outra juventude,
Que, mesmo pelo escuro te seguiam...

Agora, que a noite se avizinha,
Mais baços, mas de igual virtude,
Ainda, pela alma, te sei minha.



SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

51 Comentários:

Blogger Luar disse...

Quando a alma reconhece, todos os outros sentidos são um complemento!
Lindo!
Beijo

7 de janeiro de 2012 às 11:57  
Blogger Célia disse...

Amor de alma é o verdadeiro amor eterno! Tocante seu poema!
Abraço, Célia.

7 de janeiro de 2012 às 12:04  
Blogger Everson Russo disse...

Mas a esperança pode voltar com o amor...ele sempre estará presente...abraços de bom final de semana meu amigo.

7 de janeiro de 2012 às 12:08  
Blogger Simone MartinS2 disse...

"...em meus sonhos,
tu te aninhas em meus braços.
Dormes como anjo enclausurado.
Sonhas com dias de liberdade,
Sonhas com tua Felicidade...
Voa passaro! Va te encontrar!
Reaver tua alma perdida, abandonada.
E viveras uma eternidade dourada."

Me empolgando como sempre...rsrsrs
Adorei...Levo comigo...Abraços!

7 de janeiro de 2012 às 12:12  
Blogger blog. da Tereza Maria disse...

Olá,
Muito lindo seu poema
Desculpe se fui audaciosa, mas divulguei em meu progrma de rádio, mencionando sua autoria, claro.
Um abraço poético!

7 de janeiro de 2012 às 12:21  
OpenID nacasadorau disse...

Mesmo cego a encontrarias, assim o sinto eu neste soneto lindo.

Beijinho, Sol!

7 de janeiro de 2012 às 12:23  
Blogger lis disse...

Um poema intenso como o vermelho da rosa e bonita declaração de um amor ainda latente.
Feliz 2012 Sol
deixo abraços

7 de janeiro de 2012 às 12:33  
Blogger manuel fernando disse...

Precioso y hermoso poema, cuando el amor toca en el alma siempre será eterno. Gracias amigo por compartir. Que pases un buen fin de semana lleno de sensaciones positivas. Un abrazo desde la distancia de un amigo.

7 de janeiro de 2012 às 13:40  
Blogger Su disse...

meu querido poeta Sol...

enquanto a alma fala ao coração, o amor estará sempre presente, sendo sentido de alguma maneira...

que lindo poema...

um lindo final de semana pra ti e obrigada pelos seus carinhos sempre!

Su.

7 de janeiro de 2012 às 15:06  
Blogger Mila Pires disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

7 de janeiro de 2012 às 16:20  
Blogger edumanes disse...

Lindo, esperança restava,
Do amor não perdido
Triste quando chamava
Mas, não era ouvido!

Assim triste ficava,
Pensando o ter perdido
Quando a noite se avizinhava
No seu ombro ficava adormecido?

Bom fim de semana,
um abraço,
Eduardo.

7 de janeiro de 2012 às 17:40  
Blogger *Verinha* disse...

Muito lindo poema SOL!

Um beijo grande em seu coração!!!
Verinha

7 de janeiro de 2012 às 18:56  
Blogger Tunin disse...

Esse amor de alma é o amor que supera, que prevalece. Grandeza de poema!
Abração.

7 de janeiro de 2012 às 19:37  
Blogger Vera Lúcia disse...

Olá Sol,

Lindo e doce soneto!

O amor que toca a alma nela fica tatuado.

Beijos.

7 de janeiro de 2012 às 19:49  
Blogger Poemas del Alma disse...

Querido amigo, precioso e intenso poema, me encantó
siempre es una delicia leerte.

♫ .♥.•* ★¨`*•♫.•´*.¸.•´♥ ♫¸.•´♥ ♫
☀ ☀ Querido☀ Amigo! ☀ ☀
♫ .♥.•* ☀¨`*•♫.•´*.¸☀.•´♥
┊ ┊┊ ┊☀┊ ┊ ┊┊ ☀ه Besitos
ه┊ ☀ ┊ ┊ ི♥ྀ
☀ ┊┊ ☀هQue Dios te bendiga
ه┊ ☀
ི♥ྀ

7 de janeiro de 2012 às 21:17  
Blogger Elio disse...

Sempre ottime le tue poesie Sol. Io starò assente per una decina di giorni e ti mando intanto un amichevolissimo saluto.

7 de janeiro de 2012 às 21:58  
Anonymous Anónimo disse...

Amigo

Como comentar o seu poema?
Sei que é sentido!
Quem não sente, não se preocupa com as palavras!
E, aqui, há uma preocupação nítida, em aplicar a palavra certa
que traduza os sentimentos.
Espero que resolva este "problema".
Que a DONA do seu coração corresponda inteiramente ao que sente por ela.
Seja Feliz, muito feliz.

Um beijo

F.M.

8 de janeiro de 2012 às 01:28  
Blogger Maria Luiza disse...

Olá, meu amigo Sol, que todos os dias vem iluminar as minhas manhãs com e-mails adoráveis e me encanta aqui quando leio seus poemas tão tocantes. Como sempre, o seu lamento é significativo e saiu do fundo de sua alma! Grande abraço, grande domingo!

8 de janeiro de 2012 às 09:33  
Blogger Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Quando há amor...apenas pelo toque e cheiro se conhece a pessoa.
Como sempre adorei e deixo um beijinho.

Sonhadora

8 de janeiro de 2012 às 17:15  
Blogger 。♥ Smareis ♥。 disse...

Maravilhoso seu post. Fico emocionada sempre que te leio, as palavras sempre tocam minha alma muito profundo.
Estou de volta depois de uns dias ausente.
Desejo uma semana imensa de coisas boas. Obrigada pelo carinho da amizade...Um abraço!

8 de janeiro de 2012 às 19:34  
Blogger Centelha Luminosa disse...

Somente aos domingos tenho um tempinho a mais pra visitar os blogs, e beber da fonte límpida das poesias e seus poetas...
E admirei-me da sua poesia que fala exatamente de um momento especialíssimo que estou vivendo atualmente. Um momento de amor fugidio , sem chance de ter continuidade...rsss...
Emocionei-me, poeta. Perdoa-me, poeta, mas bem que eu gostaria de ter tido a tua inspiração pra escrever essa sua poesia, uma espécie de "retrato falado" de minha alma....

Tenha um feliz final de tarde de domingo, e uma semana plena de alegrias!

Abraços da Centelha!

8 de janeiro de 2012 às 20:04  
Anonymous Anónimo disse...

Há amores que não são correspondidos
E nos deixam a sonhar a vida inteira.
Enquanto não morrer a esperança,
Sentiremos que a paixão é verdadeira!

Mas já tarde, talvez, iremos acordar
E sentir o coração aliviado.
Preparado por mim para te amar,
E com teu gesto, ficou dilacerado!

Abraço amigo Sol
MMourão

8 de janeiro de 2012 às 21:14  
Blogger Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Solamigo

Deita fora a tristeza, rejeita o desalento
não desanimes, tens caminho para andar
tens de lutar contra esse triste pensamento
de só ires - para onde? - e pensares em voltar

Abç

Se quiseres passar na avenida da República é só ires à nossa Travessa

8 de janeiro de 2012 às 22:30  
Blogger Sonia Pallone disse...

Sua poesia tem uma luz que contagia pela transparência de amor e carinho em cada verso inspirado...Obrigada pela deliciosa leitura, meu querido. Bjs

9 de janeiro de 2012 às 15:01  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Amigo SOL

Quanta ternura, quanta beleza, até no título: Minha

Que dias estejam transcorrendo felizes, é o que mais lhe desejo,
agora e para a frente...

Beijo,
da Lúcia

9 de janeiro de 2012 às 15:15  
Blogger Camila Alves disse...

Lindo...

9 de janeiro de 2012 às 18:52  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Mais um excelente soneto.
Estás imparável... poeticamente falando...
Boa semana.
Abraço.

9 de janeiro de 2012 às 20:20  
OpenID nacasadorau disse...

Agradeço a visita e as palavras de carinho.

beijinho

9 de janeiro de 2012 às 21:31  
Blogger Diego Gomes disse...

Belo poema cara, sensibilidade nas palavras, muito bom ! Ja to seguindo seu blog!

Abraço

9 de janeiro de 2012 às 21:58  
Blogger blog. da Tereza Maria disse...

Olá
Voltando aqui pra agradecer a visita
Gosto de seus ocmentários, eles fazem a diferença
Também gosto do nome SOL e do nome do blog
Quanto ao seu post, já tinha comentado
Lhe espero sempre...
Um abraço poético!

9 de janeiro de 2012 às 23:11  
Blogger Everson Russo disse...

Que a esperança nunca se perca do coração do homem, nem em sonhos e nem em real momento...abraços de bom dia pra ti.

10 de janeiro de 2012 às 10:07  
Blogger ANTÓNIO SANTOS (TOMANEL) disse...

SOL !... mais um lindo soneto. Sim, mais um lindo soneto pq os olhos emboram deixem de ver, esse, o coração, vê sempre até morrer.
Um abraço cá do Algarve.

10 de janeiro de 2012 às 11:11  
Blogger Evanir disse...

É sua amizade que desejo lembrar para sempre e estará sempre em meu coração,
mantendo-nos aquecidos, fortalecidos e segura de que nunca estarei sozinha.
E é assim que eu guardo você
Minha linda Amizade.
E é assim que eu quero guardar...
Como alguém que estará longe, mas sempre lembrará de mim.
Obrigada pelo carinho nesse um ano de Viagem comigo.
Obrigada por estar do meu lado sempre sem notar meus defeitos
me aceitando como sou.
Sei que deixo muito a desejar em responder a sua visita
mais tenho cada amigo e amiga no coração.
Me perdoe por levar uma unica mensagem para visita
infelizmente minhas mãos não ajuda .
Porem me sinto feliz e recompensada por todos entender minha situação.
Na postagem tem uma presente desse dia tão feliz para mim
ficarei feliz em encontra-lo no seu blog.
Obrigada ,Deus esteja com todos nos nessa jornada
que Deus me permita estar contigo por muitos anos ainda.
Beijos e carinhos amigo querido.
Evanir

10 de janeiro de 2012 às 19:53  
Blogger Manuel disse...

O amor perdura para além dos tempos, nós vamos envelhecendo mas os sentimentos continuam fortes.
Este soneto é um percorrer sem nunca desviar o caminho.
Belo e sentido.

10 de janeiro de 2012 às 21:51  
Blogger Lilá(s) disse...

Mais um lindo soneto! Que a esperança não se perca e os sonhos se tornem reais.
Beijinhos

11 de janeiro de 2012 às 00:34  
Blogger Sergio Martins disse...

Seu belo poema não retrata apenas um romance, mas sobretudo, a beleza de um amor que transcende o tempo e o espaço. Abç!

11 de janeiro de 2012 às 02:49  
Blogger Vera Lúcia disse...

Olá SOL,
Passando para desejar-lhe uma ótima quarta-feira.
Já tive ao prazer de apreciar seu belo soneto.

Bjs.

11 de janeiro de 2012 às 14:00  
Blogger Luana Barcelos Dantas disse...

Muito legal seu blog, amei as poesias...
Bjos
Luana Barcelos Dantas

12 de janeiro de 2012 às 01:33  
Blogger BRISA disse...

QUERIDO AMIGO PARABÉNS PELO BELO SONETO.
Sinta o que você diz...
Com carinho!
Diz o que você pensa...
Com esperança!
Pense no que você faz...
com fé!
Faça o que você deve fazer...
com muito amor!

Que a Paz e o Amor estejam
sempre presente em sua vida!
UMA FELIZ QUINTA FEIRA

12 de janeiro de 2012 às 01:37  
Blogger Jossara Bes disse...

Sol Querido!

Que encanto!
Saudades de você!
Beijos!

12 de janeiro de 2012 às 17:15  
Blogger Y Otros Paisajes.. disse...

te dejo un abrazo..
bonita entrada..

12 de janeiro de 2012 às 17:58  
Blogger Milla Carol disse...

Ei, que liiiiiiiindo.
realmente acordar com seus peomas é um sonho!
beijos.

13 de janeiro de 2012 às 09:38  
Blogger Everson Russo disse...

Um belo final de semana pra ti meu amigo...abraços.

13 de janeiro de 2012 às 10:33  
Blogger rosa-branca disse...

Olá Sol, mais um maravilhoso soneto e posso mesmo chamá-lo um dos reis do soneto. Adorei. Beijos com carinho

13 de janeiro de 2012 às 14:49  
Blogger Mário Margaride disse...

Amigo Sol

Belo soneto! Onde o sentir e as emoções, emergem em cada palavra escrita.

Parabéns!

Abraço e bom fim de semana!

Mário

13 de janeiro de 2012 às 17:56  
Blogger OceanoAzul.Sonhos disse...

Lindo poema, amores eternos, guardados no coração e escritos em palavras.

Bom fim de semana!
beijinho
cvb

13 de janeiro de 2012 às 20:43  
Blogger Evanir disse...

Venho te deixar um carinho espero que
tudo esteja bem contigo.
Saudades de você no meu blog eu estou tentando seguir
embora muitas vezes o cansaço toma conta de mim.
Um lindo final de semana beijos na alma.
Evanir..

14 de janeiro de 2012 às 01:05  
Blogger Magia da Inês disse...

º°❤
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil
°º✿
º° ✿ ✿⊱╮

14 de janeiro de 2012 às 01:48  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Sol. Muito expressivo o teu soneto. O tempo passa, as nuances modificam-se, mas o amor visto por uma ótica diferente continua a existir transmitindo certeza do que selado foi outrora.
Um beijo imenso na alma, e fique na paz!

14 de janeiro de 2012 às 03:14  
Blogger MARILENE disse...

Não há como não ler sentimento no que você escreve. Ele é transparente e nos envolve, de forma bela.

Bjs.

14 de janeiro de 2012 às 21:11  
Blogger Luana Barcelos Dantas disse...

Linda, amo este estilo de poema...
Parabéns!
Luana Barcelos Dantas

16 de janeiro de 2012 às 10:02  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial