SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 14 de agosto de 2021

Pesadelo

                                         © SOL da Esteva - Acordar Sonhando

 
 

Este é o mal que já abrange o Mundo
Para ser marco, para ser lembrança.
Tempos virão com nova confiança
A condenar este erro tão profundo.

Antes, deve saber-se do autor
Dos ideais em mente tão perversa
E de motivação vil e dispersa
No semear do medo e do pavor.
 
Quem pode assumir tal pesadelo
E ser maldito na humanidade?
Não creio que o tal se tenha em pé.

A ordem teve início num modelo
De extermínio e cumplicidade
De quem não teve Amor e não tem Fé.


 
SOL da Esteva

 

Etiquetas: , ,

16 Comentários:

Blogger chica disse...

É o mal que apavora e tantas famílias atingiu... Tristeza! Linda poesia ! abraços, ótimo fdsemana! chica

14 de agosto de 2021 às 08:05  
Blogger madrugadas disse...

Fabuloso este olhar sobre o covid
Mal moderno que a todos assusta
Que Deus nos livre da peste vil
E cure o mundo com amor e Fé robusta

14 de agosto de 2021 às 10:10  
Blogger " R y k @ r d o " disse...

O Covid "nasceu" para matar, destruir o mundo. Na minha opinião, tarde será, que o dito morra. O mundo jamais será o que já foi.
Poema muito bem escrito sobre um tema muito sério.
.
Feliz fim-de-semana.
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

14 de agosto de 2021 às 11:25  
Blogger Mi nombre es Mucha disse...

Intensa y bella tu entrada.
Vine a agradecerte las palabras maravillosas que has dejado en recomenzar.
Un abrazo inmenso y gracias

14 de agosto de 2021 às 14:11  
Blogger Beatriz Pin disse...

Concordo muito co seu exquisito soneto e sinto que o tema que o inspiróu não seja merecedor de tanta beleza poética mas é asím.
Feliz fim de semana.
Beijinho

14 de agosto de 2021 às 14:35  
Blogger Paula disse...

Ohhh, tao verdade!!!

14 de agosto de 2021 às 17:14  
Blogger Roselia Bezerra disse...

Boa noite de paz, amigo Sol de Esteva!
Um mal que nos assola e não aparenta que se vá ainda.
Um real poema em seu tema.
Um pesadelo de fato:
"De quem não teve Amor e não tem Fé."
Tenha novos dias abençoados!
Abraços fraternos com gratidão

14 de agosto de 2021 às 20:47  
Blogger Jossara Bes disse...

Oi Sol, querido amigo!
Poesia reflexiva a cerca desse "tempo estranho"!
Que tudo passe!
Abraços!

14 de agosto de 2021 às 21:44  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol
Sua postagem me arrepiou. Agora a pouco estava conversando com Deus para curar os hematomas que ficaram da minha queda e a dor terrível no braço. Será que Ele me ouviu?.
Seu poema é forte e me fez chorar. Desculpa.
Beijos
Lua Singular

14 de agosto de 2021 às 23:30  
Blogger Olinda Melo disse...

Bom dia, Caro Sol

Um tema que nos assombra. Que nos iguala, dirão alguns, mas mais a uns que a outros. Mas o certo é que não há por onde fugir.

Um belo Soneto, que analisa o nosso tempo e os seus males.
Bom domingo, meu amigo.
Abraço
Olinda

15 de agosto de 2021 às 09:45  
Blogger Dalva Rodrigues disse...

Olá, Sol, um soneto muito bem construído!
Há diversas teorias, mas nenhuma concreta da origem do vírus, mas uma coisa é certeza, alguns poderosos facilitaram bastante a performance avassaladora dele em todo o planeta, em alguns mais profundamente, negando seu potencial e a Ciência.
Um ótimo domingo, amigo!

15 de agosto de 2021 às 12:40  
Blogger São disse...

Estamos todos no mesmo oceano, mas não no mesmo barco...

Uma tragédia que algumas mentes ingénuas esperaram melhorar a Humanidade (?!) e que,desgraçadamente, só veio acentura desigualdades!

Do poema gostei muitissimo.


Abraço, bom domingo

15 de agosto de 2021 às 14:45  
Blogger Teresa Isabel Silva disse...

Bonita reflexão!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

16 de agosto de 2021 às 20:44  
Blogger Fá menor disse...

Muito bonito e certeiro.
Alguém terá contas a prestar.

Abraço amigo.
Muita saúde, livre desta maldade!

18 de agosto de 2021 às 18:22  
Blogger RECOMENZAR disse...

Aqui todos os hospitais estão lotados, não há leitos. Mas se você sair está tudo normal. Se parece que o que está acontecendo é mentira, não é verdade, um beijo ...

20 de agosto de 2021 às 10:01  
Blogger Maria Rodrigues disse...

Pertinente, profundo e belo soneto.
Beijinhos

20 de agosto de 2021 às 16:55  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial