SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 15 de março de 2014

Crista de espuma






Gente de areia,
Neste Mar de água
Acariciador.
Praia imensa,
Esconsa na bruma,
Cinzenta.
Vozes impessoais,
Sofredoras,
Alegres,
Fantasiosas,
Vagidos de criança...

E eu,
Na mágoa onde flutuo,
Sinto-me crista de espuma,
Vivendo o amanhã
Sem esperança,
Cego de sombra
Que encobre
O meu sentir
E o do Mar.



 

SOL da Esteva
 

Etiquetas: ,

26 Comentários:

Blogger Jossara Bes disse...

Querido Amigo, Sol!
Grandeza e o mistério! O mar me fascina, ao mesmo tempo me apavora!
Você se viu parte dele!
Felicidades querido Poeta!
Beijos!

15 de março de 2014 às 13:10  
Blogger Gracita disse...

Querido amigo Sol
Nossa vida se assemelha ao vaivém do mar... ora estamos eufóricos com os momentos de alegria... ora estamos deprimidos como se tivéssemos menos valor que um ínfimo grão de areia. Porém precisamos ter consciência que são momentos mutáveis e extrair deles só o bem e a felicidade que eles podem nos proporcionar.
Beijos com carinho

15 de março de 2014 às 13:16  
Blogger La Gata Coqueta disse...



Queda prohibido no intentar comprender a las personas,
pensar que sus vidas valen más que la tuya,
no saber que cada uno tiene su camino y su dicha.

Queda prohibido no crear tu historia,
no tener un momento para la gente que te necesita,
no comprender que lo que la vida te da, también te lo quita.

Queda prohibido no sonreír a los problemas.
Queda prohibido no buscar tu felicidad…
…yo la busco cada amanecer y me responde con una sonrisa.

¡¡Un cálido abrazo
y feliz fin de semana para ti!!

Atte.
María Del Carmen



15 de março de 2014 às 18:44  
Blogger Célia Rangel disse...

Fascinação e encantamento é a magia que o mar nos oferece. Traz-nos a certeza da nossa fragilidade! Assim somos nós, ora ondas calmas, ora agitadas... É a temperança da nossa existência!
Abraço.

15 de março de 2014 às 19:27  
Blogger eduardo maria nunes disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

15 de março de 2014 às 21:33  
Blogger eduardo maria nunes disse...

Como poderei descobrir,
O misterioso segredo do poema
Depois do mergulho emergir
Na espuma das ondas li o tema!

Valeu, vale sempre a pena,
Vir aqui a este espaço
Para ler há sempre um poema
Para Sol da Esteva, um abraço.

Para você amigo desejo bom fim de semana.
Eduardo.

15 de março de 2014 às 21:35  
Blogger Manuel disse...

O mar é inspirador, a sensibilidade do poema são murmúrios, das ondas, onde as ninfas nos deixam toda a sensação da magia que o rodeia.
Bom poema!

15 de março de 2014 às 22:02  
Blogger Felismina mealha disse...

Amigo

A própria vida é areia que foge por entre os dedos! Mas, o mar que a leva, é o mesmo que a trás! Embora dou-a, o melhor é esperar a onda que a trará de novo...ou uma couraça à prova de dor!
Abraço

F.M.

16 de março de 2014 às 00:01  
Blogger Elio disse...

Ciao Sol, ottima poesia per descrivere una spiaggia che potrebbe essere il simbolo delle nostre vite. Buona serata domenicale.

16 de março de 2014 às 15:16  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Qual quê! amigo Sol...
A esperança é a última coisa a morrer.
Crê que é verdade.
Teu poema tem grande profundidade.
Um abraço cá do Algarve.

16 de março de 2014 às 18:57  
Blogger ONG ALERTA disse...

O mar inspira...lindo.
Abraço Lisette

16 de março de 2014 às 23:48  
Blogger Tunin disse...

Acho maravilhoso o mar, mas o temo muito.Ele é traiçoeiro, como a vida também a é.O texto está impecável. É grandioso ler a tua voz através dos teus belos escrios.
Abração.

17 de março de 2014 às 14:47  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol,
Adoro o mar, mas ele é traiçoeiro. Aprecio as chorosas ondas do mar de longe e seu poema é um choro do mar.
Beijos
Lua Singular

19 de março de 2014 às 13:10  
Blogger Mariazita disse...

Lindíssimo poema, Sol amigo! Com uma certa melancolia, é certo, mas nem por isso menos belo.

Desejo-te um feliz Dia do Pai.
Beijinhos

19 de março de 2014 às 17:25  
Blogger Maria Rodrigues disse...

Quantas vezes me sinto assim meu amigo.
Maravilhoso poema.
Beijinhos
Maria

19 de março de 2014 às 21:03  
Blogger Nati Caetano disse...

Olá amigo Sol!

Um magnífico poema!

Ah, deixa o mar te abraçar, queira estar lá, nem que seja
do lado de cá. Somos mais ou menos que nem o Mar, as ondas ficam calmas, ou furiosas, dependendo da estação do Ano, da influência da Lua, da atitude do homem com a natureza.

Beijos
Nati

19 de março de 2014 às 21:50  
Blogger Maria Rodrigues disse...

Meu amigo daqui da minha casita virtual envio um abraço bem apertadinho neste dia Especial, O Dia do Blogueiro.
Maria

20 de março de 2014 às 19:22  
Blogger Maria Luiza disse...

Meu amigo, bonito o seu poema e retrata perfeitamente uma alma sofredora e desesperançada! Obrigada pela sua presença! Eu apreciei muito! Um grande abraço!

20 de março de 2014 às 19:54  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Lindo poema que traduz a realidade, pois, às vezes nos sentimos assim...Mas, tudo passa, Sol.
Grande abraço!

20 de março de 2014 às 20:31  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Lindo poema que traduz a realidade, pois, às vezes nos sentimos assim...Mas, tudo passa, Sol.
Grande abraço!

20 de março de 2014 às 20:32  
Blogger Gracita disse...

Oi Sol
Hoje é o dia do blogueiro, então parabéns para você que faz da arte de blogar um gesto de amor e doação.
Um dia abençoado
Beijos
Gracita

21 de março de 2014 às 00:27  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Meu amigo, sendo hoje o dia Mundial da Poesia,
quero expressar-lhe a m/admiração pela sua poesia.
Sem poesia a vida seria bem mais desinteressante.
Desejo que esteja bem.
Bj.
Irene Alves

21 de março de 2014 às 16:25  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

a melancolia impregnada no poema.

um dia o sol brilhará com mais força.

um beijo

:)

21 de março de 2014 às 16:35  
Blogger MARILENE disse...

A desconfiança e a melancolia estão presentes nos seus lindos versos. Não está encoberto o seu sentir, transparentes as emoções diante do infinito dese mar e da inconstância dessas ondas que brilham ao sol. Abraço.

21 de março de 2014 às 17:10  
Blogger Sandra Sofia Afonso disse...

Tenho a certeza de,que,com saúde e sorte,tudo na vida nos corre bem,resta-nos viver sempre um dia de cada vez!! Bom fim-de-semana e bom final de Março!! Beijinhos fofinhos!! http://sandrasofiaafonso1.blogspot.pt

21 de março de 2014 às 21:42  
Blogger Dora Regina disse...

Lindíssimo poema, Sol!
Uma ótima semana pra você!
Beijos :)

1 de abril de 2014 às 01:23  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial