SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

In Memoriam




Ouço os sinos tocando a Finados...
Voz da Terra, que clama o meu corpo.
Não seremos mais, apaixonados...
...Solidão, que me tens quase morto.

E te espero, na flor que atirares
Para a campa. Lá, eternamente,
Gravado a fogo, para lembrares,
A legenda de Amor: PARA SEMPRE.

Vou ouvindo os passos daqueles
Que virão a levar-me estendido
Num esquife de pau e adornado...

Eu não quero que chores, nem veles
Este pó a que estou reduzido.
Mas que fique, " In Memoriam ", guardado.



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

50 Comentários:

Blogger Paulo Francisco disse...

Chamado de eterna saudade.
Um abraço

2 de novembro de 2011 às 10:12  
Blogger Célia disse...

O encontro na eternidade é celebração de vida eterna! Orando, Célia.

2 de novembro de 2011 às 10:29  
Anonymous Anónimo disse...

Quero agradecer ao SOL que de vez em quando me vem alumiar, o caminho, pelos raios muito positivos, que me deixam com mais energia criativa. Um abraço.

2 de novembro de 2011 às 12:40  
Anonymous Anónimo disse...

Muito bonito meu amigo, pois é na memória dos que amamos e nos amam, que devemos ficar para sempre, como memorando desta breve passagem.

Um abraço para o meu amigo Sol.

Felismina Costa

2 de novembro de 2011 às 12:41  
Blogger Simone MartinS2 disse...

Bom dia...e em atenção aos finados, meu silencio...

2 de novembro de 2011 às 13:26  
Blogger Magia da Inês disse...

°º♪♫
°º✿♪♫
º° ✿♫ ♪♫°
A lembrança e a saudade...
Bom dia!
Beijinhos.
Brasil
°º♪♫
°º✿♪♫
º° ✿♫ ♪♫°

2 de novembro de 2011 às 15:00  
Blogger Luar disse...

Sol

Arrepiei...lindo!

Beijinho

2 de novembro de 2011 às 15:01  
Blogger Alfa & Ômega disse...

Pois que assim seja: in memorian. abraços!

2 de novembro de 2011 às 15:08  
Blogger ANTÓNIO SANTOS (TOMANEL) disse...

BELÍSSIMO HINO
num dia de Finados.
Fico pensativo...
Isto é uma pequena passagem
para o outro lado!!!.
O lado do D.E.P.
Um abraço
Tomanel

2 de novembro de 2011 às 15:14  
Blogger MARILENE disse...

Vai o corpo, libertando a alma. Deixa saudade e lembranças. O amor infinito apenas aguarda o reencontro.

Bjs.

2 de novembro de 2011 às 16:55  
Anonymous Preciosa Maria disse...

Amigo Sol!
Mais uma vez me fez emocionar
As lembranças dos que se foram
Ficam vivas na memoria
Conseguistes em versos resgata-las
Abraços carinhoso
Preciosa Maria

2 de novembro de 2011 às 17:54  
Blogger Leninha disse...

A nossa alma,Sol,esta não perece jamais...vai a matéria,fica a essência.E,um dia,estaremos juntos na eternidade.
Bjsssss,amigo querido,
Leninha

2 de novembro de 2011 às 18:26  
Blogger São disse...

Amén!

Um abraço.

2 de novembro de 2011 às 19:12  
Blogger 。♥ Smareis ♥。 disse...

Versos de saudade eterna. Bjs amigo!

2 de novembro de 2011 às 20:30  
Blogger Julio Vilar pereira Pinto disse...

Lindo poema nste dia.
Podemos associa-lo aqueles para quem da guerra não tiveram regresso, tombando na defesa da Patria. Esses não se choram guardam-se IN Memorium.
Parabens Sol e um abraço.

2 de novembro de 2011 às 22:14  
Anonymous DAD disse...

Querido Amigo,
Fiquei contente de pressentir a sua presença, o que deve indicar uma melhoria na saúde. Espero que este interregno seja benéfico e volte remoçado!
Beijinho para si,com os desejos de melhoras rápidas.

2 de novembro de 2011 às 22:33  
Blogger edumanes disse...

Maravilhoso poema escrito
Gravado a fogo legenda de amor
Nome no corpo dorido
Solidão causa a dor.

Obrigado pela sua visita,
Um abraço
Eduardo.

2 de novembro de 2011 às 22:42  
Blogger Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Solamigo

Tu és mesmo bué da fixe no soneto. Sempre que aqui venho redescubro que o és. Ah Poeta!

Abç

E quando passas pela Travessa ou pelo Pulhitica? Desde o Terciário Superior que lá apareces, muito menos comentas...

2 de novembro de 2011 às 23:05  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Esta é a realidade da vida. Hoje fui levar
minhas flores e acender vela aos meus entes amados..
Amanhã, levarão (?), à campa da minha última morada,
flores e velas...Não me importarei que me velem,
mas que também me guardem, na memória...É um eterno círculo...

Um beijo, SOL!

3 de novembro de 2011 às 01:07  
Blogger Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá amigo! Passando para apreciar este belo soneto, com ênfase para o quarteto abaixo:

E te espero, na flor que atirares
Para a campa. Lá, eternamente,
Gravado a fogo, para lembrares,
A legenda de Amor: PARA SEMPRE.

Abraços,

Furtado.

3 de novembro de 2011 às 01:54  
Blogger Evanir disse...

Esta é a realidade da vida hoje somos
nós a sentir saudades.
Hoje somos nós que choramos a falta que
nos faz um conselho e um colo perdido.
Te Amo .
Pela sua grandeza de coração
sempre cheio de amor e carinho.
Um beijo no coração.
Evanir

3 de novembro de 2011 às 09:53  
Blogger Jossara Bes disse...

Sol Querido!

Você é todo "coração"!
Palavras transbordantes de sentimentos,
amor, emoção!
Tenha uma linda quinta feira!
Beijos!

3 de novembro de 2011 às 11:19  
Blogger Yasmine Lemos disse...

Que coisa linda,triste e definitivo com o a partida
beijo Sol!

3 de novembro de 2011 às 13:39  
Blogger MARILENE disse...

Você, que fala do amor com tamanha sensibilidade, está coberto de razão no comentário que me deixou. Também acredito que a união de corpos deve ser antecedida da harmonia entre almas.
Bjs.

3 de novembro de 2011 às 18:26  
OpenID difusosreflexos disse...

Tantas partidas vividas, sentidas na alma, todos os dias que não nos finados, amigo...
Tantos amados já idos, desde irmão mais novo a pai, mãe, sogros, tanta gente que adoro...
Já choro!

Beijinho

3 de novembro de 2011 às 20:56  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Amigo Sol, é triste quando alguém que amamos parte, porém, é uma questão de missão aqui na Terra, todos têm a sua, e quando finda-se, o que resta-nos, é guardar as boas lembranças de amor, que jamais morrerá.
Um beijo grande, e fique com Deus!

3 de novembro de 2011 às 21:44  
Anonymous manuela barroso disse...

O mais belo soneto que já li aqui.
Parabéns, Sol
A tristeza tem destas "coisas"!
Torna mais bela a poesia!
Bji

3 de novembro de 2011 às 23:43  
Blogger BRISA disse...

Amigo
saudade dos bons momentos vividos.Mais acredite quem partiu estará ao lado do bom Deus.
Ja estou de volta. Tive que me ausentar por alguns dias. Minha filha quebrou o pé. Mais graças a Deus agora ja esta tudo bem. Minha amizade mais q Linda!!!
Muitas flores para você
Pela paz que você semeia
Pelas verdades que você afirma
Pela alegria que você transmite
Pela justiça que você defende
Pela beleza que só você tem.
Pela doce simplicidade dos seus gestos
Pelo seu abraço gostoso
Pelo brilho do seu olhar
Pela sabedoria que guia os seus atos
Pelo amor que dedicas às pessoas,
às plantas e aos animais.
Muitas flores para você.
Beijinhos e carinhos meus. Bons sonhos e até amanha.
um bj com carinho.
Brisa

4 de novembro de 2011 às 01:49  
Blogger OceanoAzul.Sonhos disse...

Mesmo falando de morte, a palavra é envolvente.

Magnifico!
abraço
oa.s

4 de novembro de 2011 às 14:16  
Blogger manuel fernando disse...

Hola mi bueno amigo, pasé por aquí por tú hermoso espacio para saludarte y también agradecerte tus bonitos comentarios que siempre me dejas cuando me visitas. Bonito post, con un desgarrador poema que pone de manifiesto la pura realidad, en el día que dejamos de existir en esta vida, gracias por compartir. Que pases un feliz fin de semana lleno de sensaciones positivas. Un abrazo desde la distancia de un amigo.

4 de novembro de 2011 às 17:37  
Blogger São disse...

Convido-o a ir até ao "são" amanhã.

Uma noite serena lhe desejo

4 de novembro de 2011 às 18:43  
Blogger Janita disse...

Olá SOL.

Olha, trago um sorriso aberto e franco como tu gostas e gostaria de ver-te sorrir comigo.
"In Memoriam" sim...mas sem lágrimas!

Um grande abraço SOL.

Janita

4 de novembro de 2011 às 23:23  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

adequado ao dia em que foi postado.

"In Memoriam" é um soneto forte, triste, mas está bem construído e eu gostei de ler.

um beij

5 de novembro de 2011 às 19:35  
Anonymous oteudoceolhar disse...

Sol,

deixo apenas uma palavra SUBLIME.
Eu não sou poeta e apenas "rabisco" palavrinhas aqui e ali que viram textos, daí uma palavra simples a deixar.
Fiquei com um nó a pensar, apenas a pensar um dia também eu gostaria de ser, estar "In Memoriam", de alguém que tal como o Sol tivesse aquecido este coração.
Beijo n´oteudoceolhar.

5 de novembro de 2011 às 22:53  
Blogger BlueShell disse...

Homem...não si o que dizer!

te agradeço a oportunidade de te poder ler!
BShell

6 de novembro de 2011 às 08:43  
Blogger Janita disse...

SOL,
passei para te desejar um bom Domingo e fiquei encantada com esta canção espanhola, cujo título não me lembro, mas ao som da qual tanto dancei na minha juventude!
Será "La História de Nuestro Amor?"

La escribiré con sangre, con tinta sangre del corazón.

Obrigada SOL, por estes belos recuerdos.

Beijinhos

Janita

6 de novembro de 2011 às 13:24  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Magnífico soneto.
Gostei mesmo muito.
Parabéns pela excelência das tuas palavras.
Caro amigo, tem um bom Domingo e uma boa semana.
Abraço.

6 de novembro de 2011 às 15:17  
Blogger Janita disse...

SOL,

pelo que vi também não tens aqui o teu e-mail.

Se o desejares pede o meu à Laura do blog "Résteas de Sol" pois eu sei que ela tem o teu ou se preferires peço-lho eu!
Beijinhos e bom resto de domingo.
Janita

6 de novembro de 2011 às 16:59  
Blogger São disse...

Amigo, obrigadissima pela apreciada presença no "são".

Boa semana para ti e família.

6 de novembro de 2011 às 18:24  
Blogger Sonhadora disse...

Meu amigo

Lindo e sentido poema...deixo um beijinho com carinho.

Sonhadora

7 de novembro de 2011 às 03:16  
Blogger Marina-Emer disse...

precioso soneto de amor
gracias por tu visita ha sido un placer
un abrazo
Marina Emer

7 de novembro de 2011 às 15:42  
Blogger Nati Caetano disse...

Lindo amigo Sol! Ninguém esquece os que partiram,principalmente a quem amamos.Adorei!!
Após as de dores,
finalmente observamos o clarão
da lua branca,o sol raindo
o amanhecer.
Contemplamos as flores que brotam,
com várias cores e odores.
O sentimento que estava guardado,
não é sombrio,tem uma luz infinita,
em nosso olhar,um poder mágico,
para trilhar o caminho,mesmo que
haja guerra,discórdia,desamores,
sempre iremos brilhar,pois existe
o que é mais belo, e não tem preço,
o Amor da amizade que une várias
linguagens,seja ela quais forem.Nati
Eu Amo você! Feliz Semana...Beijosss

7 de novembro de 2011 às 19:39  
Blogger rosa-branca disse...

Lindo meu amigo...sem lágrimas, mas com muitas saudades. Beijos com carinho

7 de novembro de 2011 às 20:37  
Blogger Manuel disse...

Ao ler este poema veio-me à lembrança "Já Bocage não sou à terra escura........".
A mesma solidão, a mesma resignação e, atrevo-me a dizer, a mesma inspiração.
Notável.

7 de novembro de 2011 às 21:12  
Blogger Lilá(s) disse...

As recordações e a saudade moram juntas...
Bjs

8 de novembro de 2011 às 00:03  
Blogger 。♥ Smareis ♥。 disse...

OiAmigo Sol, passei pra desejar uma excelente semana pra ti cheia de coisas especiais. Um beijo no seu coração!

8 de novembro de 2011 às 01:49  
Blogger Leninha disse...

Amigo querido,

BOM DIA!!!

E um belo SOL a iluminar tua semana,meu amigo.

Bjsssssss,
Leninha

8 de novembro de 2011 às 11:47  
Blogger Nati Caetano disse...

Sol
Amigo vim desejar um feliz de semana.Adorei a nova música.Adoro esta música.E sua poesia ja li e reli.Bela!!
Beijos no seu coração.Um afetuoso abraço

11 de novembro de 2011 às 17:48  
Blogger Paula disse...

um poema cheio de amor e esperanca, lindo, sem palavras, amei...

13 de novembro de 2011 às 18:53  
Anonymous Anónimo disse...

Meu Amigo Sol

Vou discordar de toda a gente que comentou antes:
-Não gosto do poema!
Muito bem construído, mas...
Vida, fale de vida!
Creio que me entende.

Um abraço fraterno

Felismina

Um abraço

25 de novembro de 2011 às 21:31  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial