SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

domingo, 19 de junho de 2011

Halo de Luz


Espelhando os meus sonhos pelo Céu,
Olho a água, deste rio que caminha;
Vejo o calmo ondular, que se avizinha
Dessa margem onde o amor nos escondeu.

E os barcos, repousados, sem destino,
Nos seus braços bem erguidos p’rás alturas
Lembram dedos dessas mãos, esguias, puras,
Que eu beijo com ardor e com carinho

E teus olhos envolvidos por um halo
Resplandecem, confiantes, no amor
Que do fundo do meu peito eu te falo.

Só desejo transmitir-te aquela calma
Evocada pelo rio do Senhor,
Que nos banha, brandamente, em nossa alma.


SOL

Etiquetas: ,

83 Comentários:

Blogger ANTÓNIO SANTOS (TOMANEL) disse...

Halo de Luz, bem sugestivo para um fim de semana à beira rio.
Um belo soneto que nos transporta pelas águas calmas e cristalinas do rio, cuja imaginação fará parte de cada um ao sabor da sua corrente...
Um resto de bom fim de semana
Santos
UM RAIO DE LUZ E FEZ-SE LUZ

19 de junho de 2011 às 12:19  
Blogger Leninha disse...

Sol querido,teu poema nos traz suave melodia para o amanhecer do domingo.Tu és um "Halo de Luz",tu trazes o Sol,nesta manhã gelada.
Tua sempre amiga,
Leninha

19 de junho de 2011 às 12:59  
Blogger Lu disse...

Ola amigo bom dia,mais uma vez agradeco a partilha de teus poemas,
Halo de Luz muita sincronia de tuas palavras,que esta luz tao bem mostrada ilumine sempre nossos coracoes .e nossos sonhos espelhados cada vez mai spara escreveres desta forma harmoniosa, autentica,e pur.a
Está excelente, tanto o maravilhoso poema como a bela imagem a ilustrá-lo .
Hoje precisava de um pouco de tranquilidade e aqui encontrei,pois ontem fiquei nervosa ao saber que meu netinho la no Brasil querbrou o braco,sao coisas que acontecem em nossas vidas.
Dexo-te um poeminha que achei lindo ,mais nao e meu,nao tenho ainda o dom de poetizar embora adore poesias,mais se que e de alguem do Porto a autoria..
SIGO UM CAMINHO LONGO!


Sigo um caminho longo
no avesso do céu
nem sempre o passo se aligeira...
Debaixo da chuva persistente
olho no passeio os espelhos de menino
e vou em frente,
escultura transparente
como o chão que quase não sinto!
Feito visita, vou direito al sol...
Quando me arder,
Bom domingo ...
beijos.
ofereço-lhe o meu nome!

19 de junho de 2011 às 13:34  
Blogger netuno artes disse...

Obrigado pelas palavras de incentivo, é a primeira vez que passo por aqui, gostei deste espaço, um grande abraço e ótimo fim de semana,
abçs netunianos

19 de junho de 2011 às 13:38  
Blogger Simone Martins2 disse...

Bom dia...e que os raios de sol
Possam abrilhantar os teus dias
Amanhecidos com belos espetaculos,
Oferecidos por ti e por tua alma,
Com muito amor para a tua amada...

Belo poema aliado a imagem então, nos leva
a uma eterna comoção...Bom domingo de muito Sol!

19 de junho de 2011 às 14:44  
Anonymous Anónimo disse...

Meu amigo Sol

A vida sem amor, não vale nada, mas nem sempre se encontra um amor à altura das nossas aspirações.
Muito raramente se encontram as almas gémeas.
Quem as encontrar, bem pode cantar o amor e a vida.

Parabéns e desejo que seja um Homem de sorte.

Felismina Costa

19 de junho de 2011 às 15:04  
Blogger Catia Bosso disse...

Alma banhada de forte sentimento de amor
Sinto como que se um rio banhasse em minh'alma a flor
Tendes a destinar seu encanto com louvor

Breve sina em pesar
Suave ida sem cessar
Vida de apelo em estar!!!!


Lindo seu poema, Sol...

bj

Catita

19 de junho de 2011 às 15:08  
Blogger Yasmine Lemos disse...

Silêncio. aqui existe amor.
lindo ...
bjs e um ótimo domingo

19 de junho de 2011 às 15:38  
Blogger Lena disse...

SOL
Acordei pensando nessa música, If you're going to San Francisco! Inccrível a sincronia. Amei o poema, abria as janelas para entrar bastante sol pq aqui é poesia pura! Te adoro, amigo!
Beijokas com super carinho!

http://alemdasnuvens2011.blogspot.com
http://amadeirado.blogspot.com

19 de junho de 2011 às 16:29  
Blogger Gisa disse...

Encantada com a aura fico.
Um grande bj querido amigo

19 de junho de 2011 às 16:36  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Minha terra é conhecida como "Terra da Luz" e
há quem pense que é porque ela é iluminada,
todo o ano pelo Sol. Mas esta "Luz", se refere
à libertação dos escravos. É que o Ceará foi o
1º estado brasileiro a libertar os escravos, mesmo
antes da "Lei Áurea" assinada pela Princesa Isabel...

Sol, esta historinha toda (rsrsrs), só para lhe dizer
que sou um "bocado entendida" em LUZ e SOL...
A sua divina poesia vem complementar o meu "acervo"
a cerca de luz....lindo halo de luz, neste claro
domingo cearense.
Boa semana entrante
Beijo

19 de junho de 2011 às 16:38  
Blogger Lilá(s) disse...

Um belo poema que me leva a passear pela beira de um rio admirando as suas águas cristalinas!
Bjs

19 de junho de 2011 às 17:02  
Blogger Poema as Bruxas disse...

É tão bom acordar e continuar sonhando.
Suas lindas poesias são doces como num encanto de amor
Obrigada pela visita volte sempre que desejar.

"O amor entre o sol e a lua é o maior do mundo... Até tentar imitar, mas igual não há."

bjos

19 de junho de 2011 às 17:22  
Blogger Su disse...

poeta...
meus olhos sentiram a beleza desse sol, dessa linda imagem em harmonia com as palavras lindamente escritas em poesia encantamento e magia...

trouxe a calma a minha alma... coração e espírito...

simplesmente lindo!

Abraço daqui...

Su.

19 de junho de 2011 às 17:22  
Anonymous edumanes disse...

Sonhos do Céu que espalham,
Águas nos rios correm
Barcos que naufragaram
Corações de amor a sofrerem.

Este é o meu comentário,
Ao poema repleto de amor
De pensamento imaginário
Coração que ama vence a dor.

Bom começo de semana
Um abraço
Eduardo.

19 de junho de 2011 às 18:32  
Blogger Sandra disse...

Que poema delicado e sentido.
Parabéns.
beijinho

19 de junho de 2011 às 18:32  
Blogger MARILENE disse...

Lindo poema. E você usou outra luz, a do sol, que tem um calor especial.

Bjs.

19 de junho de 2011 às 18:35  
Anonymous Anónimo disse...

MON AMIE SOLEIL:

ILUMINAR SEMPRE, MISSÃO MINHA É,POIS DOCÊS ATRAVÉS,ARRECADO LUZ E TERNURA!

HUGSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

VIVER É SIM,PURA MAGIA

VIVA LA VIDA
BON DIMANCHE!

19 de junho de 2011 às 19:34  
Anonymous Anónimo disse...

Que o rio siga sempre sereno e a luz brilhe nas suas águas límpidas.

Boa semana

São

19 de junho de 2011 às 20:26  
Anonymous C. disse...

Oi querido,

só a foto já valeria o post, e com o texto abrilhantou! Essa calma evocada pelo Senhor é a única que de fato existe, e reflete os melhores raios de luz.

Beijinho

19 de junho de 2011 às 20:44  
Blogger Ray* disse...

Belo poema. Que a luz aqueça sempre a nossa vida. Bom domingo. bjos

19 de junho de 2011 às 20:45  
Blogger * Verinha * disse...

Que delícia de poema esse Sol!
Encantei-me!!!

Beijoquinhas super em seu coração
e um lindo início de semana para você!

Verinha

19 de junho de 2011 às 21:08  
Blogger siksika disse...

Es bellisimo el poema!! la luz siempre nos abre nuevos caminos por descubrir. gracias por pasar por mi blog.Yo te sigo en el tuyo.Besos.

19 de junho de 2011 às 21:09  
Blogger Elisabete Lira disse...

lindo post...
que tenhas um dia abençõado.....

adoro suas visitas...um abraço bem forte!

19 de junho de 2011 às 21:09  
Blogger Dad disse...

Poema muito lindo! Belo post!
Beijinho,

19 de junho de 2011 às 22:59  
Blogger Smareis disse...

Oi Amigo, parabéns por esse maravilhoso poema sentido cheio de sensibilidade que nos alimenta a alma. (Só desejo transmitir-te aquela calma Evocada pelo rio do Senhor,Que nos banha, brandamente, em nossa alma)muito lindo! Desejo um ótimo começo de semana cheio de coisas maravilhosa pra você. Um Beijo!

20 de junho de 2011 às 03:50  
Blogger Fa menor disse...

Um momento muito bem iluminado!
Que mais se pode tão bem desejar senão essa "calma
Evocada pelo rio do Senhor,
Que nos banha, brandamente, em nossa alma."

Boa semana!

20 de junho de 2011 às 10:24  
Anonymous C. disse...

A tua playlist é uma delícia de se ouvir....


adoro música, acho dá pra reparar ;)

20 de junho de 2011 às 11:31  
Blogger Nacida en África disse...

Sentir que en nuestra vida entran el amor y la serenidad es como alcanzar un sueño del que jamás querremos salir.

Son versos dulces y suaves que acarician el alma.

Brisas e beijos.

Malena

20 de junho de 2011 às 12:02  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Bom dia,que lindo! Maravilhoso mesmo!Com certeza vc estava muitíssimo inspirado ao escrever.Que tranquilidade e envolvimento passam estes versos.
Lendo assim, vejo o quanto tenho de aprender, deixando a minha alma fluir mais e mais.Estou resgatando o que outrora deixei adormecido.
Belíssimo, simplismente.Eu me sinto nestes versos com uma naturalidade imensa.É bom começar o dia assim!
Um beijo e fique com Deus!
Excelente semana para você!

20 de junho de 2011 às 14:38  
Blogger Vera Lúcia disse...

SOL,
Belo este Halo de Luz.
Os versos são doces e bem românticos.
Ótimo frescor de alma par um início de segunda-feira.
Grande abraço.

20 de junho de 2011 às 15:01  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Chegar aqui é receber um pouco de sensibilidade poética.
É a magia das palavras dizendo...
Gostando imenso de poesia, não me atrevo a criá-la.
Não tenho esse dom.
Beijinho
Irene

20 de junho de 2011 às 15:50  
Blogger rosa-branca disse...

Olá amigo, mais um lindo soneto cheio de luz e ao som de música que me lembra a minha juventude. Adorei. Beijos com carinho

20 de junho de 2011 às 16:25  
Blogger Yasmine Lemos disse...

É verdade Sol, eu não poderia ficar calada,mas é muito triste .
bjs e uma semana de paz

20 de junho de 2011 às 17:36  
Blogger Rui Pires disse...

Este é um daqueles poemas que lemos e fazê-lo, nos soa de uma forma perfeita no ouvido!

Está fantástico, os meus parabéns!

Rui
OLHAR D'OURO

20 de junho de 2011 às 18:22  
Blogger Sergio Martins disse...

poesia lírica e espiritual! Parabéns, abç!

20 de junho de 2011 às 18:41  
Blogger MARILENE disse...

rssss... todos somos carentes nesta vida. Aquele poema escrevi em 1985. Não me lembro, mas devia estar em fase assim (rss).

Bjs.

20 de junho de 2011 às 19:15  
Blogger PauloSilva disse...

Espero aquecer o coração em breve!

O amor é tão calmo quando está simultaneamente dentro de duas almas. É como um oceano brando ou um sol de raios leves que nos acaricia a pele.

Abraço.

20 de junho de 2011 às 19:26  
Blogger Leninha disse...

Passando novamente por aqui,amigo Sol,para reler o teu poema e sentir a calma,a ternura e a beleza de tuas palavras.
Uma semana repleta de muita luz,para ti,que trazes a luz no teu nome.
Bjsssssssss,Leninha

20 de junho de 2011 às 19:27  
Blogger Evanir disse...

É bom d+ te encontrar aq e receber seu carinho.
Ele me faz tao bem. Agradeço pelas tuas mensagens.
Tudo que é bom dura o tempo,
suficiente para se tornar inesquecível.
Muito obrigado pela tua amizade.
Que a doce paz faça parte de seu coração hoje
e sempre e haja vida resplandecendo
através do seu suspirar.
Que você tenha muita luz e paz.
Muito obrigado por existires.
feche seus olhos e deixe seu coraçao falar
Pois ele nunca falha
Quando for dificil decidir .
Beijos no coração uma linda semana.Evanir
Eu posso dizer de coração aberto você é uma benção em minha vida.

20 de junho de 2011 às 20:33  
Blogger Peônia disse...

"Só desejo transmitir-te aquela calma
Evocada pelo rio do Senhor,
Que nos banha, brandamente, em nossa alma."
Muito bonito e tranquilizador. Obrigada Sol!
Beijos!
Obrigada pelas visitas; fazem-me bem.

20 de junho de 2011 às 21:05  
Blogger PauloSilva disse...

Não há o que agradecer. Obrigado eu (:

20 de junho de 2011 às 21:45  
Blogger Bruno JP Teixeira disse...

UM SHOW!!! VC É O TALENTO EM PESSOA...

ABRÇS.
BRUNO JP TEIXEIRA - O PORTUGA
http://brunojpteixeira.blogspot.com/

20 de junho de 2011 às 22:44  
Blogger Manuel disse...

Se eu fosse um entendido diria que encontro muito de Fernando Pessoa nos seus sonetos, mas como amador apenas me atrevo a dizer que há um encanto que me fascina.

20 de junho de 2011 às 23:15  
Anonymous manuela barroso disse...

Olá Sol,
Dos mais belos poemas que tem escrito!
Parabéns!
Bji

21 de junho de 2011 às 00:19  
Blogger Elisabete Lira disse...

Que bom vir aqui e contemplar suas belas postagens...
Tenha uma linda noite, e uma ótima semana...
Um abraço bem forte...bjus

21 de junho de 2011 às 02:32  
Blogger Evanir disse...

Querido Amigo..
È maravilhoso estar aqui em seu blog
me sinto carinhada por você..
Linda sua poesia como sempre acho todo poeta
teria que publicar livros dos seus
grandes feitos no decorrer da das suas vidas.
Hoje estarei enviando um email para você meu amigo.
Um dia feliz beijos amigos para sempre,Evanir.

21 de junho de 2011 às 13:33  
Blogger Multiolhares disse...

Os raios de luz que resplandecem do devir são acordes suaves tocados pelo amor no coração
bjs

21 de junho de 2011 às 21:13  
Blogger Leninha disse...

Oi querido SOL!Boa noite(aqui são 18:00)Boa tarde e Bom dia.Acordei
sonhando,nos meus sonhos e encantos e fui conduzida até aqui,pelo chamado de tua bela trilha sonora...
Bjssssss,Leninha

21 de junho de 2011 às 21:56  
Blogger Su disse...

poeta Sol...

vim rever, reler, e sentir um pouco mais dessa poesia que ilumina e trás luz ao meu coração...

abraço daqui, cedinho ainda...

Su.

22 de junho de 2011 às 13:11  
Blogger Paula disse...

wow.. que paz.. este 'e lindo, lindo, lindo!

22 de junho de 2011 às 14:33  
Blogger Evanir disse...

Hoje quero deixar muito carinho para você
,também agradecer por sempre estar presente
não só no meu blog mais na minha vida.
Cada visita que recebo é um balsamo
para refrigerar minha Alma.
Tenho sobrevivido a muitas tempestades
na ceteza que Deus sempre esta comigo.
Seu carinho não tem preço a cada
visita sua é benção sem medidas que recebo.
Um dia linda cheio de flores
perfumadas na sua
caminhada.
beijos e meu carinho sincéro ,Evanir.

22 de junho de 2011 às 15:30  
Blogger Vera Lúcia disse...

Oi, Sol,
Estou passando para lhe desejar um lindo dia.
Abraço.

22 de junho de 2011 às 15:33  
Blogger Thony Caro disse...

HOLA SOL, MI MAYOR PLACER CUANDO UD. VISITÓ MI CASA VIRTUAL Y ME QUEDÉ MUY IMPRESIONADO POR SU POEMA DE UN "HAZ DE LUZ".-
BIENVENIDO A MI SIDEBAR DE SEGUIDORES Y CON MUCHO GUSTO VOY A DISFRUTAR DE SUS PROXIMAS ENTREGAS.-
MIS SALUDOS.-

22 de junho de 2011 às 19:59  
Blogger ELISABETE FERRO disse...

AMIGO SOL,CONFESSO QUE HA UMA MENTIRA NO MEIO DA MINHA PUBLICAçAO.A MENTIRA ERA SO AS DORES DA COLUNA.NAO ME DOI NADA NA COLUNA,é UMA FORMA SUBTIL DE AFASTAR UMA PESSOA PARVA,ESTUPIDA E SEM MORAL(portuguesa)JA NAO A SUPORTO MAIS(aguentei muito tempo e nao tem noçao de como é estupida,se elA se apercebe,faz como se nao apercebe-se)E FUI EDUCADA A NAO RESPONDER MAL,ENTAO INVENTEI ESSA MENTIRINHA.preferi mentir que enervar-me e dar-lhe duas lambadas nas fussas e dizer-lhe duas verdades diretas.acho que ela acharia que sou eu a estupida,ela nunca encararia a verdade de frente.



RESUMINDO E CONCLUINDO,FAçO CROCHET E BORDO SEM PROBLEMAS,SEM DORES.APENAS OS TORNUZELOS ME INCHAM COM O CALOR,NADA QUE NAO SEJA HABITO NO VERAO.POR ISSO MEU AMIGO,ESTOU Cà E PARA DURAR..obrigada por ter tido uma palavrinha carinhosa a meu respeito.um abraço.elisabete-o cantinho da elisabete

22 de junho de 2011 às 20:16  
Blogger Leninha disse...

Sol muito querido,hoje,enquanto te escrevo escuto e vejo Maria Bethânia,cantando Dezembro,uma música que me encanta...é que minha irmã está vendo o DVD e bem alto soa a voz que eu amo,desde a minha juventude...
Meu querido,muito obrigada por suas gentis palavras,que me comovem por vir de um poeta...e por ser este poeta um amigo muito amado.
Bjssssss e muito carinho,
Leninha

22 de junho de 2011 às 21:02  
Blogger Ricardo Calmon disse...

LIBERDADE PARA OS COMENTÁRIOS,VIVAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!
UM ABRAÇO,ESCRIBA E POETA QUERIDO!

VIVA LA VIDA

22 de junho de 2011 às 23:39  
Blogger Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Solamigo

Como sabes, não sou poeta, por vezes apenas tento rimar destrambelhadamente. Mas, perante o que escreves, não resisto; desculpa.

Um soneto assim e bem medido
como aqueles do antigamente
lembrando o «lá no céu eternamente»
dá-me o prazer de o sentir - sentido

Não poeta, nem disso se trata
mas gostei destes versos, desta rima
de alguém que nos dá e que nos estima
de alguém que não nos diz que mata

Serão versos que já não se usam
que estão deitados pela borda fora
que se sentam quando os acusam

Mas, com franqueza, deixa que te diga
- enquanto a saudade não se for embora -
que ainda adoro a poesia... antiga

Isto é o que se chama desfaçatez...

Abç

23 de junho de 2011 às 00:58  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Bom feriado amigo.
Bj.
Irene

23 de junho de 2011 às 08:37  
Blogger * Verinha * disse...

SOL..
passando para deixar uma super beijoca em seu coração e agradecer sua presença!.. Obrigada de coração!!!

Verinha

23 de junho de 2011 às 15:32  
Blogger Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa disse...

Excelente poema, cheio de luz!
Um abraço.

23 de junho de 2011 às 18:49  
Blogger MARILENE disse...

Muitas vezes a pessoa é lançada em um buraco profundo e precisa de ajuda para sair de lá. Oa abandonados , desprezados pela área social do governo, que nem sequer são enxergados, dificilmente chegarão à oportunidade de ter estima por si próprios. Clamam por socorro e mesmo nós, que os vemos, nem sempre enxergamos suas necessidades básicas.

Bjs.

23 de junho de 2011 às 18:49  
Blogger Evanir disse...

Querido Amigo.
Venho pedir perdão por ñ tem colocado o link da SU.
Tenho que ser mais atenciosa ao homenagear nossos amigos
mais logo mais vou trocar os homenageados que lá estão
talvez seja meu emocional que não esta bem.
Um beijo sua amiga sempre,Evanir.

23 de junho de 2011 às 19:19  
Blogger manuel fernando disse...

Hola mi bueno amigo, pasé por aquí por tú hermoso espacio para saludarte y también agradecerte tus bonitos comentarios que siempre me dejas cuando me visitas. Bonito post, precioso y hermoso lo que escribes, con una linda poesía llena de sentimientos de amor, gracias por compartir. Que pases un feliz fin de semana lleno de sensaciones positivas. Un abrazo desde la distancia de un amigo.

24 de junho de 2011 às 10:35  
Blogger Dora Regina disse...

Mais um excelente poema onde revelas a tua sensibilidade.
Um grande abraço!
♥.·:*¨¨*:·.♥ Bom fim de semana!♥.·:*¨¨*:·.♥

24 de junho de 2011 às 12:21  
Blogger Leninha disse...

Amigo Sol,um fim de semana iluminado para ti e o meu agradecimento pelas visitas e amáveis(sempre)comentários.Considero uma honra ter como amigo um Poeta...
Um beijo,
Leninha

24 de junho de 2011 às 13:08  
Blogger Vera Lúcia disse...

Olá,
Como foi de feriado?
Como meu blog não está atualizando corretamente as publicações passei para dar uma conferida. E já que estou aqui, aproveito para deixar-lhe um abraço.

24 de junho de 2011 às 15:43  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Bom dia, poeta talentoso e de alma sensível demais!Estou ansiando por uma outra maravilhosa postagem, que espero que seja em breve.
Como eu já havia comentado antes, hoje passo por aqui para te desejar um excelente fim de semana com muita paz, amor e saúde.
Um grande e carinhoso beijo, e fique com Deus!

24 de junho de 2011 às 15:59  
Blogger Magia da Inês disse...

✿ • ˚.
L
I
N
D
O
!
✿ ˚ •.
°. ✿ ° °.
● / ✿
/ ▌
/ \ Beijinhos. ✿
˚. ✿ Brasil

24 de junho de 2011 às 16:13  
Anonymous CaFoFo online@ disse...

Bom fim de semana!!!

24 de junho de 2011 às 20:28  
Blogger MARILENE disse...

Obrigada por estar sempre presente, postando comentários que enriquecem.
Bjs.

24 de junho de 2011 às 20:58  
Blogger Manuel disse...

Voltei a reler o seu poema com o mesmo encanto.
Boa poesia alimenta-me para o fim de semana que se aproxima.

24 de junho de 2011 às 22:43  
Blogger Nina Pilar disse...

a vida fica mais gostosa, e tudo muda de cor, se estamos amando, o amor tem o poder de deixarmos mais bonitos, mais inteiros, e mais generosos com a gente e com os outros, com a mor o olhar muda e tudo em volta é visto com muito mais tolerância e carinho.
beijinhos querido...
e um super mega final de semana

25 de junho de 2011 às 07:31  
Blogger Ana disse...

Belo poema, bela imagem!
Bom fim de semana.

25 de junho de 2011 às 12:07  
Blogger Arnoldo Pimentel disse...

Seu poema além de belo transmite muita serenidade.Parabéns.

25 de junho de 2011 às 14:15  
Blogger Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Sol: belíssimo soneto... u'a ode ao amor com ternura suave e brisa dos carinhoe afagos que reluzem do coração. Abraços, jorge

25 de junho de 2011 às 14:33  
Blogger Anita de Castro disse...

lindo por do sol ,com sentimentos belos ,desejo profundo de um fim de semana cheio de paz ,obrigada pela visita em lirios do campo

25 de junho de 2011 às 16:14  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Um belíssimo soneto.
Cheio de luz e com uma suavidade boa nas palavras.
Caro amigo, tem um bom fim de semana.
Abraço.

25 de junho de 2011 às 17:18  
Blogger Su disse...

Querido poeta, vim desejar um domingo de muita luz para você e sua família...

Adorei seu comentário, o ditado aqui também pode ser esse, o que vale mesmo é começar cedo na educação dessas crianças, ainda mais as de comunidades mais carentes de informação e atenção, como é o caso da minha escola.

Abraços daqui...


Su.

25 de junho de 2011 às 23:26  
Blogger Paulo Francisco disse...

Lindo soneto!!!!!!
Um abraço

26 de junho de 2011 às 15:05  
Blogger Só pra você disse...

Belissímos, parabéns!

Bjs

29 de junho de 2011 às 19:23  
Blogger BRISA disse...

Amigo
que lindo soneto vc como sempre nos trazendo algo para alegrar as nossas almas.
Deixe os sonhos tomarem conta de você.
Os sonhos são necessários à vida.
Que os anjos embalem seu dia !
E jogue fora tudo de ruim vc que passou.
Tenha uma linda tarde
BRISA

30 de junho de 2011 às 17:25  
Blogger Carla Fernanda disse...

lindo seu halo de luz!!
Beijos e boa tarde!!
Carla

7 de julho de 2011 às 20:55  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial