SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

domingo, 1 de maio de 2011

Mãe

 

Mãe que me geraste,
Criaste,
Moldaste no que sou,
Foste maior que o Universo
Em toda a sua plenitude.

O Amor de Mãe, é imenso...
Tal como o vivi e penso.
É uma Virtude!

E o lugar que me legaste
Não foi ser Mãe, certamente,
Na condição de filho,
De Pai ou mesmo Avozinho.

Daí, do Céu, onde estás,
Podes sentir-te orgulhosa
Que a tua Neta, Menina,
(Que pousava a cabeça nos teus joelhos...)
Também é Mãe (como eu tinha)
Com prole maravilhosa.

Os teus Maternos olhares,
Afectos,
Conselhos sábios,
Teus prolongamentos são!
Pudesse ter-te a meu lado
E ouvir, pelos teus lábios,
Como se fosse Oração
A este Dia da Mãe
E me falasses dos Céus!




SOL

Etiquetas: , ,

15 Comentários:

Blogger Lu disse...

Lindo poema as maes meu amigo "Sol",embora no meu pais seja no proximo domingo,porem como estou em Portugal , aproveito com imenso prazer a dedicatooria pra este grande dia dedicado a todas as mamaes ,por isso agradeco o carinho ao nos dedicar este belo poema neste dia especial.
Abracos de amizade da amiga !!!
Lu.

1 de maio de 2011 às 12:13  
Blogger Multiolhares disse...

Muito bonita esta conversa poema quase oração dedicada á tua mãe,
bjs

1 de maio de 2011 às 12:13  
Blogger Evanir disse...

Bom Dia..
Todas as manhãs me levanto
despertada por Deus para mais um Dia de Vida.
Hoje um Dia tão importate em Portugal ..
Dia das mães olho meu email e me deparo
com esse lindo poema.
As lagrimas rolou minha maizina mora com Deus,
e no próximo Domingo é no Brasil dia das mães
espero que não se incomode se postar ,
em dos meus blogs esse lindo poema seu.
Um feliz Dia Das Mães Portugal.
Receba com carinho todos os beijos meus.
Evanir.
www.aviagem1.blogspot.com
www.fonte-amor.zip.net

1 de maio de 2011 às 12:21  
Blogger Laura disse...

Muito lindo querido Amigo.
As mães ou pais que do outro lado estão, olham-nos amorosamente, sabendo que tudo fazemos para trilhar o caminho do bem...
creio que ela já veio deixar-te o seu beijinho divinal e o seu abraço cheio de amor, pois a mãe, a mãe, ama até mais não...

feliz dia junto dos teus.

laura

1 de maio de 2011 às 12:21  
Anonymous Anónimo disse...

Partiu nova a minha mãe, já lá vão 31 anos.

Todos os dias me lembro dela e dou um beijo no seu retrato.

Hoje, dedicar-lhe-ei um pouco mais de tempo, falarei com ela ao recitar-lhe o teu belo poema.

Vasco A. R. da Gama

1 de maio de 2011 às 12:43  
Anonymous sotero disse...

Encanta-me a simplicidade e a seriedade, a paixão e a tolerância, a largueza da vista e a boa fé, "COMO SE FOSSE UMA ORAÇÃO".
Lá no Céu, a tua mãe está contigo.
-Está com todos nós.

1 de maio de 2011 às 13:05  
Blogger ANTÓNIO MANUEL SANTOS disse...

Este poema encheu-me o coração de saudades... há!!! que saudades eu tenho da minha mãe! ela foi para mim uma santa e é raro o dia que eu não me lembro dela e que não lhe dedico uma oração...
Em jeito de desabafo, sempre que as amarguras da vida me atormentam, é a ela que também recorro.
Bem haja amigo SOL

1 de maio de 2011 às 16:53  
Blogger Julio Vilar pereira Pinto disse...

Lindo ode às MÃES, este poema leio como se fosse meu.
Parabens Sol amigo. As Mães não deviam morrer.

1 de maio de 2011 às 19:33  
Blogger dad disse...

Fantástico poema, meu Amigo!
Poema com recheio de doce por dentro que é o que as nossas mães
mereceriam. Lembro-me com grande saudade da minha querida mãe que já seguiu para o outro plano e viverá com amor, sempre, no meu coração.
Beijinho, grande poeta!

1 de maio de 2011 às 21:07  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Linda poesia dedicada a sua mãe.
Gostei do seu comentário sobre o vídeo
acerca de cavalos, que eu adoro.
Beijinho
Irene

2 de maio de 2011 às 09:02  
Blogger Paula disse...

Este 'e mesmo pessoal, apesar de concordar que, apesar disso, tambem faz bem as vezes de uma linda oracao a qualquer mae de quem temos saudades. Essa menina que pousava a cabeca nos seus joelhos deve estar bem orgulhosa da Avo que tinha e certamente que as saudades tambem habitam o seu coracao xxx

2 de maio de 2011 às 11:57  
Blogger Laura disse...

Há tantas mães sem filhos para amar, outras têm os filhos mas não os amam, ou são eles que não as amam... nem todas as mães são felizes e nem todos os filhos também o são...

Beijinho de uma mãe feliz que faz felizes os seus filhos, pelo menos eles dizem-me isso, dão-me miminhos, beijinhos e daqui a pouco vou para Ponte de Lima jantar com a nina e o genrinho e mais amigos, olaré que bem que sabe ter estes miminhos.
Um xi pa ti, sol e pá família.

laura

6 de maio de 2011 às 16:00  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Tão lindo que me comoveu imenso,
tenho tantas saudades da minha.
Bom fim de semana.
Bj

6 de maio de 2011 às 17:11  
Blogger Camila disse...

Desejo-te um ótimo fds (:

7 de maio de 2011 às 15:55  
Anonymous Anónimo disse...

Amigo, como é bom recordar as nossas mães, todo o seu cuidado, carinho, ternura, conselhos amigos, os seus sacrifícios tantas vezes, as suas mãos:
Elas tornam-nos poetas!
Obrigada pelo seu sentir.

Um Abraço meu amigo.

Felismina Costa

8 de maio de 2011 às 21:12  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial