SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 29 de abril de 2017

Verdade esconsa




Não sei como será uma intenção,
Quando não há vontade de cumprir
Aquilo que se anseia do porvir
E onde se guardou o coração.

Não sei se as promessas são, ou não,
A troca de favores, para servir
O ser mais desprendido, se o sentir
Maior loquacidade na oração!

E não se aceita, seja tão bisonha
A Alma que, sinceramente, sonha
Mesmo que paire acima das montanhas.

Tão só que a tendência do mortal
É pôr na boca a frase principal,
E a verdade esconsa nas entranhas.



SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

20 Comentários:

Blogger Luis Coelho disse...

Depois do que li não tenho palavras porque as palavras deixaram de ter valor assim como as intenções quando não há vontade de cumprir.

29 de abril de 2017 às 12:37  
Blogger Mulher na Polícia disse...

Oi...

"E não se aceita, seja tão bisonha
A Alma que, sinceramente, sonha"

Isso aí!

29 de abril de 2017 às 15:58  
Blogger Lindalva disse...

Como sempre escreves com o coração na ponta dos dedos. Olá, Dei uma sumida, mas aos poucos estou retornando ao bailar das ondas. Muitos já sabem o motivo do meu afastamento: Papai do Céu chamou minha mãezinha para brincar no infinito e, aos poucos vou voltando a vida, seja ela dentro ou fora da tela. O motivo de eu vir aqui é para te convidar para junto comigo neste momento de dor fazer uma grande festa para minha mãezinha e todas as mães do mundo. E como será esta festa? Da forma que a Lindalva blogueira faz há anos. No meu Simplesmente Lindalva está explicado como, quando e onde. Beijos doces no teu ♥ (DESCULPE É UM CONVITE COPIA E COLA, NÃO PODERIA SER DE OUTRA FORMA.
http://sereia-lindalva.blogspot.com.br

29 de abril de 2017 às 16:40  
Blogger Célia Rangel disse...

A imagem mostra o ilusionismo e a percepção fragmentada de uma intenção em nada positiva. Instigante seu poema. Se foi essa a sua intenção, conseguiu...
Abraço.

29 de abril de 2017 às 21:42  
Blogger Majo Dutra disse...

Um soneto sobre um tema muito interessante...
Nem sempre se oculta a verdade real por motivos negativos, como no caso da hipocrisia...
Outros motivos mais elevados podem conduzir a tal proteção, como por exemplo, a timidez, insegurança, piedade...
Acho o poema muito expressivo e bem urdido, com uma mensagem curiosa...
Abraço, Amigo.
~~~~~~~~

30 de abril de 2017 às 00:03  
Blogger Evanir disse...

Boa Noite.
Querido amigo Sol..
È sempre uma alegria poder estar aqui no seu blog
lendo seu belíssimo poema.
Estou encantada com seus versos e feliz ao mesmo tempo.
Um Domingo feliz.
Beijos abraços e minhas saudades.

30 de abril de 2017 às 03:41  
Blogger Maria disse...

Olá. é sempre muito bom vir aqui para ler estes maravilhosos
poemas! Bjs

30 de abril de 2017 às 14:54  
Blogger Nadine Granad disse...

A intenção é uma ação morta,
É perder-se em promessas...
Encontrar-se em escuro...
Perder a alma em voo irrisórios..

Sempre bom ler-te!
Beijos, boa semana! =)

30 de abril de 2017 às 15:58  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Sempre se arranja um pouco de vontade para se fazer aquilo que o nosso pensamento deseja seja feito.
Abraço cá do Algarve.

1 de maio de 2017 às 12:02  
Blogger lis disse...

A verdade está aí,Sol
'nas entranhas' essa as vezes dói.
meu abraço

1 de maio de 2017 às 14:31  
Blogger Gracita disse...

Oi Sol
Se são verdades não há porque escondê-las. Verdades são transparências apreciadas por quem não gosta de viver por detrás de uma máscara
Um bom feriado meu amigo
Beijos

1 de maio de 2017 às 18:58  
Anonymous Arte & Emoções disse...

Olá amigo! Mais uma vez aqui passando para apreciar mais um dos teus belos sonetos.

Abraços,

Furtado

1 de maio de 2017 às 20:36  
Blogger Fá menor disse...

Bem, intenções sem vontade de cumprir devem ser qualquer outra coisa que não intenções... ou deixaram de o ser.
E a verdade virá sempre ao de cimo, por mais que não se queira depois acreditar nela.
Há tantas máscaras a céu aberto...

Beijinhos

2 de maio de 2017 às 14:23  
Blogger Smareis disse...

Boa tarde sol!
Poema primoroso, gostei bastante.
Tem uma atualização no blog!
Uma ótima semana!
Um ótimo mês
Um abraço, e um sorriso!
Blog da Smareis

3 de maio de 2017 às 20:23  
Blogger CÉU disse...

Um soneto mto bem engendrado, pensado, concebido, amado e escrito, amigo Sol.

A Humanidade é tão imperfeita e esconsa, muitas vezes. Há gente expert em esconder umas situações e em não cumprir com a palavra dada, embora palavreado e reivindicações não faltem. Bem, agora, a maioria das pessoas, creio, estão em estado de "graça". Eu estou como estava, sem tirar, nem pôr, e o que tenho chega-me, perfeitamente.

Beijos e dias claros e transparentes.

4 de maio de 2017 às 00:11  
Blogger Jaime Portela disse...

Prometer uma coisa com a certeza de não a cumprir é uma mentira frequente...
Excelente soneto, gostei imenso.
Bom fim de semana, caro Sol.
Beijo.

4 de maio de 2017 às 11:23  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
Ninguém é perfeito; um defeito pode virar uma mentira de amor vivendo o momento e, depois morre.
E assim vamos procurando o que não existe,são sonhos, emoções que somem no ar.
Adorei seu poema
Beijos no coração
Lua Singular

4 de maio de 2017 às 15:45  
Blogger La Gata Coqueta disse...

Todo lo que escribes llena y roza el corazón...

5 de maio de 2017 às 19:47  
Blogger SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Lindas palavras pela luz do Sol
Que na aleatória pescaria
Fisga a esperada presa que queria
Sem fazer uso sequer do anzol.

A encantadora voz em si bemol
Ou em dó sustenido, à revelia,
Encanta e no canto canta e cria
Uma canção de luz ao arrebol

Do Sol avermelhado no nascente
Que espalha luz assim resplandescente
A iluminar, com seu fulgor, a arte

De compor versos, e em voz eloquente
Canta a canção a todos e irmãmente
A poesia com todos reparte.

Belíssimo teu poema, amigo! Parabéns! Grande abraço. Laerte.

6 de maio de 2017 às 02:48  
Blogger Paula McGill disse...

Nem sei se estou mais apaixonada pelo poema ou pela fotografia!

6 de maio de 2017 às 14:21  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial