SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 5 de novembro de 2016

Até o Céu terá uma terra

 



Amor, segura só o meu Amor,
Porque ele é somente para ti.
Quanta ternura vivi
Em cada beijo trocado
Sob o marulho do mar?

Enlaçados,
Caminhamos lado a lado
No areal infinito,
Olhos nos olhos,
Vida na Vida,
Com uma só ida.

Deseja o meu Amor, Amor.
Beija e bebe dos meus beijos,
Sente as minhas carícias,
Escuta os sons da minha voz...
Anseia só o que é Amor,
Entre os desejos
De amar-te além do silêncio
Que separa silêncios.

Sou teu,
Apenas teu
Numa Vida inteira.

Nada nos vai separar!
Até o Céu terá uma terra
Feita para nós.

...Então, o Mundo se encerra.



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

8 Comentários:

Blogger Luis Coelho disse...

Belo nas palavras e na melodia.
Um amor assim todos queremos
Que seria a vida na terra sem amor
Apenas amor é tudo o que vivemos

5 de novembro de 2016 às 14:34  
Blogger Célia Rangel disse...

Magnífico poema de amor para quem vive um grande amor! Isso é vida que sempre se renova!
Abraço.

6 de novembro de 2016 às 12:47  
Blogger Fá menor disse...

E o Céu e a Terra se complementam.

Beijnhos

6 de novembro de 2016 às 17:32  
Blogger Jaime Portela disse...

Uma terra no céu só para nós é uma boa ideia...
Excelente poema de amor, gostei imenso.
Bom resto de domingo e boa semana, caro amigo Sol.
Abraço.

6 de novembro de 2016 às 20:33  
Blogger Smareis disse...

Poema construído lindamente com muito brilhantismo.
Adorei!
Ótima semana!
Abraço grande Sol!
Blog da Smareis

7 de novembro de 2016 às 23:18  
Blogger Fê blue bird disse...

Sol,
Um poema maravilhoso de entrega total ao ser amado.
Parabéns!

Um beijinho

8 de novembro de 2016 às 20:54  
Blogger Dorli Ramos disse...

Oi Sol,
Uma poesia linda de amor eterno, esse amor só tem esse privilégio os mais velhos como nós. Amor hoje é ficar
Que Deus o abençoe
Beijos no coração
Minicontista2

8 de novembro de 2016 às 21:51  
Blogger Maria Rodrigues disse...

Apaixonado, intenso e belo poema.
Um abraço
Maria

11 de novembro de 2016 às 23:34  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial