SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 19 de julho de 2014

Num lugar ausente




 


No turbilhão dos pensamentos,
Recordo
Uma noite de poesia,
A primeira...

Estremeci,
Pela identidade e comunhão.
Mas,
Terá sido sonho ou ilusão
Que despertou
E tão intensamente
Me deixou "ver"
O sentir que a Alma sente?

No redobrar dos pensamentos,
Recordo
Os longos momentos,
Que estive presente
Num lugar ausente.



SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

31 Comentários:

Blogger Rui - Olhar d'Ouro disse...

Parece simples escrever assim, mas não... não está ao alcance de todos!
Gostei e gostei em especial
"Que estive presente
Num lugar ausente"
Bfs

19 de julho de 2014 às 11:35  
Blogger Graça Pereira disse...

Lindo....e completo! Quando se encontra um lugar desses pressentido pela nossa alma...nunca mais nada voltará a ser igual!!
Beijo
Graça

19 de julho de 2014 às 12:12  
Blogger Alfa & Ômega disse...

Meu caro amigo, se é uma coisa que muito admiro é esse dom de poesias. Não o tenho, embora o aprecie muito. Elas me dizem serem flores da alma. Parabéns pelo seu dom! Grande abraço!

19 de julho de 2014 às 12:19  
Blogger Jossara Bes disse...

Querido amigo Sol!
Ah! Como é bom sonhar!
É assim, tal qual escreves, "estar presente num lugar ausente"
Lindo demais!
Felicidades para você!

19 de julho de 2014 às 12:32  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Extraordinário, como em verso se consegue dizer o que se sente...
mesmo que esteja ausente, o pensamento, sendo mais forte que o vento, encaixa perfeitamente nesse sonho encantado da ilusão.
Gostei.
Um abraço cá do Algarve

19 de julho de 2014 às 17:58  
Blogger Mariazita disse...

Para tudo há uma primeira vez, que nos fica para sempre na memória.
E depois surge o “estar ausente num lugar presente” para nos mostrar que a descoberta da alma, afinal, não foi ilusão.
Parabéns, meu querido SOL! Adorei este poema.

Bom Domingo
Beijinhos

19 de julho de 2014 às 18:01  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Sol. Que belíssimos versos!
Um excelente poema que diz tanta coisa e aquece o coração.
Onde está a poesia está a saúde da alma, do corpo e do espírito.
Adorei.
Soube expressar um momento que eternizou-se de tão profundo e belo!
Tenha um fim de semana de paz.
Beijos na alma.

19 de julho de 2014 às 20:57  
Blogger Célia Rangel disse...

Interessante essas sensações de ausências/presenças que discorremos em nossos poemas... Traz sempre nas entrelinhas profundas mensagens...
Abraço.

19 de julho de 2014 às 20:58  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Sol, voltando porque li o teu comentário no blog "O Refúgio Das Origens".
Respondi lá mesmo na minha poesia "Mudas Metáforas".
O meu blog continua sim, firme e forte, amigo.
Deixando o link para você.
Por isso que eu estranhei a sua ausência.

http://redescobrindoaalma.blogspot.com.br/

Espero que consiga entrar e comentar, as pessoas estão comentando normalmente.
Obrigada pelo carinho de sempre, amigo.
Os meus dias de postar no R.O são 09 e 23 de cada mês.
Fique com Deus.
Beijos na alma.

19 de julho de 2014 às 21:16  
Blogger manuela barroso disse...

Gosto os sonetos.Muito. Mas deixando soltar o coração e a alma livremente, quanta poesia escorrendo de cada verso!
Belíssimo
Bjis, SOL

19 de julho de 2014 às 22:09  
Blogger EU disse...

Poetar é mesmo a capacidade de deixar em palavras o turbilhão de sentires, captados pela sensibilidade do poeta.
Muito bom!
Bjo, Sol :)
(Não vi como posso seguir teu blogue e receber a notificação das postagens.)

20 de julho de 2014 às 02:07  
Blogger Rita Sperchi disse...

No redobrar dos pensamentos,
Recordo
Os longos momentos,
Que estive presente
Num lugar ausente.

PERFEITO.............

Bom domingo
Bjusss
Rita!!!!

20 de julho de 2014 às 13:30  
Blogger Gracita Fraga disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

20 de julho de 2014 às 14:20  
Blogger Carmem Grinheiro disse...

Boa tarde, Sol
«...O sentir que Alma sente» - a Alma sente coisas, que mais nenhum dos nossos sentidos é capaz. Às vezes atordoa-nos, sentir de forma tão diferente, tão especial, e nem sempre faz bem. Não sei se é graça ou castigo, mas é facto.
Abço amigo e bom domingo

20 de julho de 2014 às 17:37  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol, fiz o comentário e não saiu. Vou tentar outra vez
Hoje é dia do amigo, obrigada pelo vídeo. Eu quase morri há uns tempos atrás.
Eu tenho conhecidos, amigos não...
Beijos
Lua Singular

20 de julho de 2014 às 22:15  
Blogger Evanir disse...

Nesse dia do amigo.
Sinta - se abraçado (da)por mim.
Eu ainda não consegui decifrar..
Porque pessoas que amamos vão embora
sem ser possível dete-las.
E também não conseguimos tira-las
do nosso coração.
Meu abraço nesse dia e por todos os outros dias
da minha vida.
Fique com Deus.
A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar
duram uma eternidade.
Amigos Para Sempre.
Evanir.

21 de julho de 2014 às 00:40  
Blogger MARILENE disse...

Nem tudo que se sente vem acompanhado de lembranças da realidade que se vive. E são tão verdadeiras essas emoções!
Desculpe a ausência, mas ainda vivo a terrível dor da saudade eterna. Aos poucos, vou tentando retornar. Abraço.

21 de julho de 2014 às 01:20  
Blogger Mariangela disse...

Sol, emocionante essas sensações que a alma nos faz sentir, e tão verdadeiras, que muitas vezes nem queremos acordar!
Lindíssimo amigo.
Beijos,
Mariangela

21 de julho de 2014 às 13:32  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Para a poesia, é muitas vezes necessário estar num lugar ausente.
Desta vez, o teu poema não é soneto. Mas nem por isso és menos brilhante.
Boa semana, caro amigo.
Abraço.

21 de julho de 2014 às 18:17  
Blogger Gracita Fraga disse...

Meu querido amigo Sol
Peço desculpas pela remoção do comentário. Mas amigo eu havia digitado uma palavra errada que modificou completamente o sentido do texto. Quando tentei comentar novamente a página não carregou culpa da minha net tartaruga. Nesse interim aconteceram coisas que me tiraram o prumo. Passei o resto do dia meio que anestesiada e entorpecida com os acontecimentos que não cabe aqui relatar.
Estou tentando me reerguer outra vez e sei que vou conseguir com a graça de Deus. Recordo-me ter dito algo mais ou menos assim... Estar presente num lugar ausente é um dom para poucos o que nos causa estranheza é estar ausente onde todos se fazem presente. Sei que já é passado o dia do amigo mas faço questão de registrar o que eu penso de amigos incríveis como você!

Amigo é joia rara de grande valor
Amigo é estrela que traz luminosidade e brilho
Amigo é sol que aquece e fortalece o sentimento
Amigo é dádiva enviada por Deus
Para compor a orquestra da nossa vida

Jamais conseguirei traduzir em palavras o quanto a sua amizade é importante para mim. Você chegou de mansinho e se apossou do meu coração e lá fez morada

Beijos com meu carinho e admiração
Gracita

21 de julho de 2014 às 22:17  
Blogger Pérola disse...

Estiveste presente num lugar ausente: só um grande poeta soltaria esta inspiração.

Belo poema, amigo!

Beijo

21 de julho de 2014 às 22:28  
Blogger Dora Regina disse...

Querido amigo, eu ainda prefiro a ausência presente.
Um grande abraço!

22 de julho de 2014 às 03:45  
Blogger Rosemildo Sales Furtado disse...

No redobrar dos pensamentos,
Recordo
Os longos momentos,
Que estive presente
Num lugar ausente.

Lindo e muito profundo.

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado.

22 de julho de 2014 às 16:14  
Blogger helia disse...

Uma maravilha de Poesia ! Linda e Emocionante !

22 de julho de 2014 às 16:38  
Blogger Carlos Hamilton disse...

Puxa vida, todas as vezes que venho aqui me vislumbro com seus escritos. Num lugar ausente é sensacional, prefiro assim...

Abraços

22 de julho de 2014 às 20:16  
Blogger Evanir disse...

Sol muitas vezes estive aqui amigo carregando no coração
um enorme carinho por você.
O tempo foi passando não fui me distanciando de você ,
mais eu distanciei de mim mesma.
Guardo você com carinho no coração percebo que
o tempo se incumbe de matar nossa dor.
E sempre motivo de muita emoção ler e reler seus poemas
muitos deles estão postados no meu blog uma doce recordação.
Guardo na gaveta da saudades onde o tempo não apaga
uma amizade tão grande que sempre tive por você.
Desejo saúde paz e felicidade.
Abraços .
Evanir.

23 de julho de 2014 às 17:41  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol,
Agradecendo o carinho e dizer-lhe que sonhar é melhor do que viver. Até hoje não consigo engolir falsidades nem em pensamentos.
Beijos no coração.
Lua Singular

24 de julho de 2014 às 16:03  
Anonymous Anónimo disse...

Oh Poeta! quantas vezes sonhamos acordados? e ele, o sonho, que nos faz continuar. Gostei muito.
Beijinho
F.M.

25 de julho de 2014 às 01:10  
Blogger Tunin disse...

A alma nos leva a esse patamar e o coração guarda a alma. Que bonito, Sol!
Abração.

25 de julho de 2014 às 01:40  
Blogger Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá amigo! Passando para te cumprimentar e desejar um belo final de semana para ti e para os teus.

Abraços,

Furtado.

25 de julho de 2014 às 01:44  
Blogger Evanir disse...

Com muito carinho nesse final de semana.
Venho desejar muitas coisas abençoadas
para você.
Feliz dia do escritor .
Para mim
escritor é todo aquele ,
que escreve um livro ou simplesmente
uma poesia até mesmo quando escolhe um poema só
O fato de escolher um poema ou um texto
para postagem não deixa de participar da vida do escritor.
O escritor esta no coração de cada um de nós.
Eu não me considero importante mais do
que ninguém por ter escrevido
um livro.
Um feliz e abençoado final de semana beijos.
Evanir.

26 de julho de 2014 às 00:09  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial