SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 12 de abril de 2014

Livro de Orações






 

Minha Alma, embriagada, se agitou
De esperança sem sentido, sossegada,
No desejo de ouvir-te e ter-te amada,
Pelo momento que jamais chegou.

O tempo, traiçoeiro, se passou
Sem trazer o Amor que foi criado.
...Se nada, nem ninguém, é o culpado,
Porquê a Natureza nos Criou?

E assim, desalentado, me curvei
Perante as horas lentas, que esperei,
Sem ter um pensamento mais perfeito;

Apenas a tristeza, em convulsão,
Rompeu mais uma folha de ilusão,
Ao livro de Orações que é meu peito.



SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

26 Comentários:

Blogger Gracita Fraga disse...

Bom dia amigo Sol
Quanto talento heim meu amigo? Um poema magistral!!!!!!! Parabéns!
Um lindo final de semana
Beijos
Gracita

http://momentosdeamorepoesia.blogspot.com.br/

12 de abril de 2014 às 12:00  
Blogger Jossara Bes disse...

Oi Sol!
Emocionante! Lindo demais!
Fico sem palavras para comentar!
Felicidades, querido amigo Poeta!
Beijos!

12 de abril de 2014 às 15:51  
Anonymous Anónimo disse...

Amigo Sol

Gostei muito! tá muito bonito mesmo!
Parabéns, grande poeta!

Bjs.

F.M.

12 de abril de 2014 às 21:51  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Amigo Sol da Esteva... Este soneto tem cheiro de coração perdido, de alguém que, dentro de um palácio de ilusões, não consegue encontrar a sua amada.
Um grande abraço cá do Algarve.

12 de abril de 2014 às 22:26  
Blogger eduardo maria nunes disse...

Quem acalmasse o seu agitado coração!
Talvez, o que procurava não encontrou
Porque terá acontecido essa agitação
A sua Alma, embriagada, se agitou!

Belo poema amigo Sol da Esteva,
Bom domingo, um abraço.
Eduardo.

13 de abril de 2014 às 12:16  
Blogger CamilaSB disse...

Um coração sofredor - ainda assim - com o peito cheio de amor! Um livro de orações, que agita a alma de quem o escreve e toca o coração de quem o lê... Sublime :)
Beijinho carinhoso Sol, e bom Domingo!

13 de abril de 2014 às 18:09  
Blogger Dorli disse...

Olá Sol !
Cada um tem seu livro da vida, uns são fininhos e outros grossos. Eu exergo o livro fino quando a pessoa não quis ler um livro grosso, pois seu tempo era curto. Mas os mais ousados preferiram o livro grosso que vai virando lentamente até que quase no seu finalzinho, suas vistas se embaralham e não consegue ler o o seu final, fica então para essa pessoa um livro inacabado.
Beijos
Lua Singular

13 de abril de 2014 às 19:19  
Blogger Pérola disse...

O teu peito é cofre do teu coração onde as orações se misturam com a poesia que vive em ti.

Beijinhos

13 de abril de 2014 às 22:55  
Blogger Célia Rangel disse...

Na vida colecionamos celebrações diversas que, em prece, ofertamos ao Pai para que nossa caminhada se torne mais leve.
Abraço.

13 de abril de 2014 às 23:27  
Blogger ONG ALERTA disse...

Um livro mágico, abraço Lisette.

14 de abril de 2014 às 01:04  
Blogger Fa menor disse...

Que o Amor Maior sempre proteja um coração que ama.

Beijinhos

14 de abril de 2014 às 12:12  
Blogger Olinda Melo disse...

Uma analogia perfeita com esse mundo repleto de sonetos, sonetos de amor, um amor nem sempre correspondido ou alcançado, cujas desesperanças vão escorrendo da pena do poeta. E o peito é o guardador fiel dessas ânsias feitas orações. A oração é uma forma de queixume mas também uma petição. Esta muitas vezes é ouvida e pode conduzir à Felicidade. Que assim seja para todos nós.

Caro Sol da Esteva, desejo-te uma excelente semana.

Abraço

Olinda

14 de abril de 2014 às 12:22  
Blogger Mariazita disse...

Um livro de orações com muita poesia dentro.
A comprová-lo este lindo soneto, a que a nostalgia sentida não consegue tirar beleza.

Boa semana.
Beijinhos

14 de abril de 2014 às 17:54  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Mais um excelente soneto.
Bem construído, com a rima e a métrica irrepreensíveis.
Caro amigo, tem uma boa semana.
E uma Páscoa feliz para ti e para a tua família.
Abraço.

14 de abril de 2014 às 18:44  
Blogger MARILENE disse...

Seus sonetos são encantados. Colhemos uma dor latente de seus versos de amor. Esse livro, que guarda anseios e saudades do que não foi concretizado, creio que todos escrevemos. Abraço.

15 de abril de 2014 às 04:14  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Como sempre é muito boa a sua poesia.
Hoje venho desejar-lhe uma Feliz Páscoa
e agradecer os votos que me enviou.
Bj.
Irene Alves

15 de abril de 2014 às 17:39  
Blogger Rosemildo Sales Furtado Furtado disse...

Olá amigo! Passando para agradecer a tua honrosa visita e amável comentário, assim como apreciar este belo soneto, com ênfase para a estrofe abaixo:

O tempo, traiçoeiro, se passou
Sem trazer o Amor que foi criado.
...Se nada, nem ninguém, é o culpado,
Porquê a Natureza nos Criou?

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado.

15 de abril de 2014 às 19:52  
Blogger Tunin disse...

Quando se procura e não acha, o coração dói mais.Belo soneto!
Abração.

15 de abril de 2014 às 20:36  
Blogger Manuel disse...

Abençoado Livro de Orações que tem mantido tais momentos de beleza.
Alguém disse, um dia, que o poeta é um sofredor mas é esse sentimento que alimenta toda a magia da poesia.
Belo momento!

15 de abril de 2014 às 21:33  
Blogger Zilani Célia disse...

OI SOL!
ADOREI O COMENTÁRIO DO "MANUEL", QUE DIZ SER O POETA UM SOFREDOR, MAS DIGO MAIS, UM SOFREDOR SÓ NA ALMA, DAÍ A BELEZA, MESMO NA TRISTEZA.
LINDO DEMAIS TEU TEXTO.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

15 de abril de 2014 às 23:46  
Blogger EU disse...

Gosto de sonetos e aprecio quem os escreve. Dei-me ao cuidado de ver a métrica na 1.ª quadra. Perfeito...
Parabéns :)

16 de abril de 2014 às 01:47  
Blogger Smareis disse...

Olá Sol!
Sem palavras, Magico! Parabenizo por mais esse poema maravilhoso.
Desde ja desejo uma excelente páscoa a você e todos os teus.
Um abraço com carinho!
Ótima semana!

16 de abril de 2014 às 03:53  
Blogger Janita disse...

SOL, Amigo.

É no e do teu peito que saem as mais belas palavras que vais juntando em sentimentos tão profundos e poéticos.
Belos são os sonetos que a tua alma tão bem sabe expressar.

As fotos sempre belíssimas a ilustrar o que escreves. Sempre me surpreendo a cada visita ao teu refúgio, SOL!

Um grande beijinho de gratidão.

Janita

16 de abril de 2014 às 22:03  
Blogger Rita Sperchi disse...

Nesse final de semana comemoramos a Páscoa
Quero desejar a vc e toda família um dia muito feliz
Agradeço mais uma vez sua amizade
Parabéns pelo belo post, abraços pelo carinho de sempre

Bjussss
____________✿Rita!!!

18 de abril de 2014 às 14:10  
Blogger Gracita Fraga disse...

Oi Sol
Nesta páscoa desejo a você muita paz e harmonia. Que você tenha um reencontro consigo e que as portas que Deus já abriu te conduzam a um caminho de muita luz. Uma feliz e abençoada páscoa.
Beijos com carinho
Gracita

18 de abril de 2014 às 23:07  
Blogger La Gata Coqueta disse...



La Santa Pascua no es sólo una fiesta, sino es un día de celebración que también representa la paz, la serenidad, la armonía y el amor.

Hay alegría en nuestros corazones. Nuestro Señor ha resucitado en este día para traer la salvación al mundo.

¡¡Feliz Pascua de Resurrección para ti y familia,
que contigo también comparto!!

Un abrazo de luz
y amor universal.

Atte.
María Del Carmen



19 de abril de 2014 às 00:42  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial