SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 8 de março de 2014

Paz e Amor





 


Angustiante falta de esperança;
Perdida a Fé e o sentir da Vida.
Resta-me, só, a imagem mais querida
Que é um sonho, meu, desde criança.

Dá-me prazer manter essa aliança,
Vontade mútua, doce, consentida...
Mas fica-me a Alma enegrecida,
Nos actos de inumana confiança.

Por tudo ser Dever, a sujeição
Não pode mergulhar o coração
No Mundo do silêncio abominado;

Eu morro, revivendo tal instante.
A graça viva, um riso fascinante,
Prometem paz e Amor em duplicado.


 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

15 Comentários:

Blogger António Bernardo disse...

É no amor, que o poeta encontra o balsamo para a sua dor.
E os poetas não morrem!

8 de março de 2014 às 11:24  
Blogger Jossara Bes disse...

Bom Dia, Poeta!
...E há de se ter esperança! Que perdurem as lembranças dos sorrisos, dos afetos e que possam alavancar nossa fé na vida!
...E há de se ter esperança!
Felicidades para você, querido Sol!
Beijos!

8 de março de 2014 às 11:25  
Blogger eduardo maria nunes disse...

Com ele sempre viver,
Acordar na paz do amor
Nas pétalas de uma flor
O perfume permanecer!

Angustiante falta de esperança;
Pois então não a queira perder
No olhar de uma criança
Há esperança e alegria de viver!

Como sempre amigo Sol da Esteva,
este ser mais um dos seus belos poemas.
Bom fim de semana, um abraço.
Eduardo.

8 de março de 2014 às 11:27  
Blogger lis disse...

É necessário um fio de esperança!
se a tivermos será nosso alívio nos momentos de dor,
Belo poema Sol _ vamos louvar o que resta _ os poetas são capazes de traduzir sentimentos distintos entre a dor e a alegria.
Sabes bem !
bom sábado

8 de março de 2014 às 13:09  
Blogger Olinda Melo disse...


Não deixar fugir os sonhos da infância, trazê-los até nós. E é assim, em belos versos, que o Poeta nos faz ver mais longe, recordando o que ficou para trás, a esperança e os sonhos, e duplicá-los, e multiplicá-los.

Tenha um excelente fim de semana, caro Sol da Esteva.

Abraço

8 de março de 2014 às 16:32  
Blogger Célia Rangel disse...

Sempre na estrada da vida, SOL, há um retorno! Sempre nas angústias é comum buscarmos valores que nos fizeram felizes na infância. O importante é não estacionarmos nessa fase... Prosseguir sempre, alternando o ontem e o hoje, amenizando, assim, dores revivendo prazeres.
Abraço.

8 de março de 2014 às 19:23  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

O fim é belo, disse uma vez Fernando Anitelli, a doçura do soneto, é aquela que no final remata a empolgante e vibrante história. Assim, terminou tudo em duplicado, a paz e o amor...
Fez-me recordar esta frase:

“Metade de mim agora é assim, de um lado a poesia, o verbo, a saudade, do outro a luta, a força e a coragem pra chegar no fim. E o fim é belo, incerto... depende de como você vê!”

8 de março de 2014 às 23:17  
Blogger Teresa Almeida disse...

Belíssimo poema escrito nas asas do sonho.
Beijinho.

9 de março de 2014 às 19:38  
Blogger Felismina mealha disse...

Desesperança e luta pelo sonho de sempre!
Que bom poder sonhar! Ao menos...vive-se o sonho!
Belo!

Beijinho amigo

F.M.

10 de março de 2014 às 00:09  
Blogger São disse...

Não desmoreças!

Paz e Amor te desejo, agora e sempre.


Boa semana, rrss

10 de março de 2014 às 00:39  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Bom dia, amigo Sol. Na vida teremos sempre aflições, assuntos que nos tiram por muitas vezes a paz, e que nos farão lembrar de um passado glorioso, naturalmente.
O importante é sabermos que como a vida é cíclica, devemos seguir o seu curso, seus momentos, mas sempre procurando uma força dentro de nós que nos traga a felicidade, seja como for!
Lindo!
Tenha uma semana de paz!
Beijos na alma e tudo de bom!


http://refugio-origens.blogspot.com.br/

http://redescobrindoaalma.blogspot.com.br/

http://carinhosemselosdosamigos.blogspot.com.br/

10 de março de 2014 às 12:37  
Anonymous David C. disse...

Paz y amor como en esa línea final es lo que necesita el mundo.
Saludos
David

10 de março de 2014 às 17:41  
Blogger La Gata Coqueta disse...


Gocemos de las pequeñas cosas que la vida nos ofrece;
para encontrar la verdadera felicidad
no necesitamos ser ricos o poseer grandes bienes,
sólo necesitamos tener riqueza en el corazón
y llenarlo con cosas positivas.

Bendiciones en abundancia para ti
y para toda tu familia en esta bella
y esplendida semana que hoy comienza.


Un abrazo de felicidad para ver el horizonte
con la consabida ilusión y apertura de ilusiones.


Atte.
María Del Carmen




10 de março de 2014 às 18:17  
Blogger Sandra Sofia Afonso disse...

Muito linda a fotografia dessa rosa!! Adoro flores!! O poema está muito encantador!! Beijinhos fofinhos!! http://sandrasofiaafonso1.blogspot.pt

21 de março de 2014 às 21:40  
Blogger Dora Regina disse...

Que não te faltes a esperança, amigo Sol
Um dia cheio de bênçãos.
Beijos.

1 de abril de 2014 às 01:27  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial