SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 10 de agosto de 2013

Nosso viver






Quero a carícia dos teus beijos
Para a gravar no pensamento.
Quero ter teus olhos, um momento,
A sarar a dor dos meus desejos.

Ai se eu pudesse libertar-me,
Ter a solidão por companhia!...
Quantos pensamentos, mais, teria
Por um peito doce a esperar-me?

Mas, proibitivo, ante as gentes
Da sociedade que nos mata
Os mais verdadeiros sentimentos.

Tu, sendo Raínha, também sentes
As limitações do que nos ata
Ao nosso viver d'alguns momentos.



 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

32 Comentários:

Blogger Dora Regina disse...

Lindos versos esbanjando amor...
Bom fim de semana!

10 de agosto de 2013 às 01:35  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Deseja-se sempre a plenitude,
no amor a dois, a ser vivido..
Beijos, SOL,
da Lúcia

10 de agosto de 2013 às 03:34  
Blogger Evanir disse...

Querido Amigo Sol.
È chegado mais um final de semana
com ele o cansaço de uma semana longa demais para mim.
Amigo , entristecido embora indo seu poema ele retrata um profundo sentimento de um coração feliz e triste ao mesmo tempo.
Sinto saudades do tempo , que a gene vivia sem pensar no amanhã da vida ,
que estava por vir.
Nesse Domingo dia dos pais aqui no Brasil venho deixar meu abraço brasileiro
sei , que dia dos pais é todos os dias ,
mais uma dia significativo e especial.
Um feliz Domingo beijos no coração sempre sua amiga ,Evanir.

10 de agosto de 2013 às 10:18  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Um belo soneto fazendo um chamamento à carência de amor, de um beijo, mesmo que seja proibido.
É sempre um regalo (como dizem os espanhois) sentir essa vontade e esse querer de amar.
Ufa! amigo, é bom.
Um abraço cá do Algarve.

10 de agosto de 2013 às 16:50  
Blogger Sissym Mascarenhas disse...

E seria a solidão um momento de liberdade?!
Aconteceu comigo, não foi ruim.

Beijinhos

10 de agosto de 2013 às 17:18  
Blogger Paulo Francisco disse...

Proibidamente lindo.
Um abraço fraterno.

10 de agosto de 2013 às 18:19  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol,
A convivência faz nossa paixão mornar, mas o querer bem, as carícias, o querer bem do outro, tudo isso é o verdadeiro amor, pois o resto são momentos de loucura e ninguém é louco a ponto de perder um amor por toda vida.
Por exemplo: estou com pedras nos rins, muita dor. Quem cuida de mim? Meu amor que é um grande companheiro.
Na vida tudo a seu tempo...
Hoje estou nostálgica...
Desculpa o atraso do comentário
Beijos no coração
Lua Singular

10 de agosto de 2013 às 18:48  
Blogger Célia Rangel disse...

A rotina, as exigências do dia a dia, muitas vezes limita nosso relacionamento!
[ ] Célia.

10 de agosto de 2013 às 22:45  
Blogger Jossara Bes disse...

Oi Sol,

O amor é canção que nos faz sorrir,
e por vezes nos faz chorar,...amor é sempre amor!
Linda poesia, e fotografia encantadora!
Seja sempre muito feliz!
Beijos!

11 de agosto de 2013 às 00:45  
Blogger Carolina disse...

Real, cierto, autentico poema que reflexan a vida, a cotineidad, o amor, estou deliciando com estes poemas reconfortantes. Acho que se trata tudo uma questao de equilibrio, tentamos encaixar tudo em nossas vidas e as vezes e dificil fazer tudo bem, tudo a tempo pero espiritos afins se encontrarao por fin, eu acredito que o verdadeiro amor pode vencer todos os dificultades nesta vida.
Oh, jaja fiquei muito pensativa, Sol!
Tenha um precioso domingo.

11 de agosto de 2013 às 02:07  
Blogger Elio disse...

Ottima poesia, Sol. Sbaglio o nella foto si tratta di tortorelle? Sai che nel mio giardino ho messo una mangiatoia e, oltre ai vari passerotti, ci sono sei tortorelle che vengono a mangiare. Buona settimana.

11 de agosto de 2013 às 13:16  
Blogger edumanes disse...

Amigo Sol da Esteja,
Antes de mais nada concordo
Contra a política da tristeza
Do passado doentia a recordo!

Com palavras de verdade
O digo ainda com ela magoado
Lutámos pela liberdade
Estamos a perder o que foi alcançado.

Seu poema nela se baseia
De cujo, indicam os predicados
Aos gritos na assembleia,
De barriga cheia, os deputados!

Obrigado pela visita, resto de bom domingo,
uma abraço
Eduardo.

11 de agosto de 2013 às 14:42  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Gostei muito do poema e dos pombinhos.
Uma harmonia perfeita.
Bom domingo.
Bj.
Irene Alves

11 de agosto de 2013 às 16:04  
Blogger Magia da Inês disse...

Gosto da poesia mas não gosto da solidão.

Bom domingo!
Ótima semana!
✿·.¸.• Beijinhos do Brasil
♪✿°•.¸

11 de agosto de 2013 às 16:39  
Blogger ᄊム尺goん disse...

[qualquer forma de amar, vale amar]


beijo

11 de agosto de 2013 às 16:57  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Sol, querido amigo.
Algumas proibições da vida podem influenciar no amor tranquilo e saudável, sem amarras.
Existe dentro do ser que ama, o desejo da total liberdade, mesmo havendo tudo colaborando ao contrário.
Que seja livre o amor, sem solidão, mas alegria.
Lindo.
Tenha um domingo abençoado e feliz!
Beijos na alma.

11 de agosto de 2013 às 18:03  
Blogger ONG ALERTA disse...

Momentos mágicos, abraço Lisette.

11 de agosto de 2013 às 20:12  
Blogger Mariangela disse...

Oi sol, querido amigo, quantas vezes nos sentimos assim diante do nosso amor...
carentes ou enfraquecidos... isso devido a nossa vida, e a nossa luta diária.
Mas o amor com sua força e alegria faz superarmos todas essas dificuldades.
Lindo!
Beijos !
Mariangela




12 de agosto de 2013 às 22:12  
Blogger Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Solamigo

Corre pela nossa Travessa um frémito de discussão a propósito do teu texto sobre os Comentários nos blogues. Até eu meti o bedelho em tema tão controverso.

Creio que será melhor ires lá e responder o que apeteça para que os comentadores saibam o que se te oferece dizer.

Prosa sobre comentários
nos blogues deu confusão,
opiniões e ditos vários
Da mente e do coração

Tinha, pois, que originar
algumas consequências
umas a dar para o azar
outras a dar… condolências

porque, nota Solamigo
o que escreveste em prosa
não é coisa epidémica

Nada tem a ver contigo
Nem com carta cor-de-rosa
Mas deu uma boa polémica


Abç

Henrique

12 de agosto de 2013 às 22:50  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol
Obrigada pelo lindo comentário no meu blog
Fique em paz
Beijos
Lua Singular

13 de agosto de 2013 às 18:30  
Blogger Evanir disse...

Eu só tenho a dizer nessa
simples mensagem , que estou deixando com muito Amor
para você.
Tu fazes parte das amizades doces da minha vida ,
que se importa comigo .
Nem sempre consigo agradar ou mesmo
estar em visita constante.
Eu só desejo ser uma amiga importante na sua vida
jamais sonhei e em nem desejei perder amizade
e carinho , que sempre recebi de quase todos
aqueles , que de alguma forma eu
magoei deixo meu pedido de perdão.
A vida é curta nossos momentos breves
eu ainda acredito na força do amor.
Beijos ternos e carinhosos de alma e coração..
Evanir..

14 de agosto de 2013 às 02:51  
Blogger Cristina disse...

La fotografía se acopla maravillosamente a tus letras, siempre es bello leerte Sol.
Preciosas letras, te dejo un fuerte abrazo, bella jornada!

14 de agosto de 2013 às 05:37  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

um soneto que fala do amor
do amor com limitaçoes
e não será todo ele cheio de proibições?!
um beijo

a imagem foi muito bem escolhida

:)

14 de agosto de 2013 às 11:43  
Blogger Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido amigo

Há amores que nem a distância e nem o tempo os consegue apagar e esse amor que descreves é assim...eterno.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

14 de agosto de 2013 às 16:05  
Blogger Rita disse...

Boa tarde com muita alegria!
Agradecer o seu carinho é divino
Vc e seu dom de deixar palavras tão lindas como nesse soneto
gostei muito
Abraços com uma amizade bonita
__________Rita!!
✸ ✿¸¸¸.•*´¯`❀ ➥ © ✿¸¸¸.•*´¯`❀

14 de agosto de 2013 às 18:24  
Blogger Smareis disse...

Oi Sol,

Que imagem mais linda...O Amor é uma dadiva maravilhosa.
o soneto é maravilhoso.
Nada, nem ninguém consegue apagar um amor verdadeiro meu amigo.

Deixo um abraço!

14 de agosto de 2013 às 23:45  
Blogger Simone MartinS2 disse...

Amor proibido,
não mata, mas nos
ver a vida por outro
ângulo com mais beleza,
a vida como deveria ser
vivida... Amor proibido,
nos deixa mais, muito mais Vivos!
Amar e pronto!
Beijos e obrigado pelo carinho de sempre

15 de agosto de 2013 às 14:17  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol
Passando para agradecer o comentário no meu blog
Até amanhã se Deus quiser
Que tenha um bom dia
Beijos
Lua Singular

16 de agosto de 2013 às 12:13  
Blogger La Gata Coqueta disse...



Quien mire tus ojos verá el brillo de un nuevo amanecer
Y quien tome tus manos sentirá la caricia de un atardecer.
Este es el sentimiento que brota en el interior del ceibo en flor
y que me apetece compartirlo con el horizonte de la alborada.

Para que el fin de semana sea perfecto,
En armonía con el saludo del pensamiento…

Un breve saludo no carente
De mi aprecio y afecto hacia ti!!


Atte.
María Del Carmen



16 de agosto de 2013 às 19:43  
Blogger Evanir disse...

Estou aqui para deixar um carinho com bastante saudades de você.
Hoje deixei um mimo na postagem
se for do seu gosto é oferecido com muito carinho.
Quando fico ausente chega doer a saudade,
porém mesmo no silêncio jamais esqueço de você.
Eu acredito na verdadeira amizade , que o tempo não corrói
permanece viva no coração e na alma.
Deixei um mimo na postagem - se for do seu agrado te ofereço
com muito carinho.
Feliz e abençoado final de semana beijos ,Evanir.

16 de agosto de 2013 às 22:22  
Blogger Cristina disse...

Gracias Sol por tu encantadora vista y tus palabras.
Te deseo un hermoso fin de semana.

16 de agosto de 2013 às 23:32  
Blogger Dayse Sene disse...

Oi amigo! Muito bom gostos em seus textos e nas escolhas das músicas. Bom te ver.
Abraços.

21 de agosto de 2013 às 22:05  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial