SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 1 de junho de 2013

Eu te amo





 

Teus frutos, entre pedras nascerão,
Por mais que os procures esconder
Na sombra, endurecida, do Dever,
Que em nada ultrapassa o coração.

Germina, no meu peito, mais ardor
Por obra do desejo de te ver;
Floresce imensa esperança de te ter
E cresce, no meu fogo, o teu calor.

Sonhando uma carícia, que te diga
Da ânsia, da alegria ou da tristeza
Que possa transbordar por um momento.

Eu te amo, minha doce rapariga!
E vivo consciente, na certeza,
De ter a tua Alma em pensamento.


 

SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

32 Comentários:

Blogger António Bernardo disse...

Artigo 21º da Constituição da República Portuguesa

Direito de Resistência

Todos têm o direito de resistir a qualquer ordem que ofenda os seus direitos,liberdades e garantias e de repelir pela força qualquer agressão,quando não seja possível recorrer à autoridade pública.

1 de junho de 2013 às 08:33  
Blogger Fred Caju disse...

Ótimo pra começar junho.

1 de junho de 2013 às 12:21  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Um excelente soneto de amor.
Gostei muito.
Um abraço e um bom fim-de-semana, caro amigo.

1 de junho de 2013 às 18:00  
Blogger Célia Rangel disse...

Semear e colher por entre pedras é algo indescritível quando da colheita, principalmente, a amorosa!
Abraço, Célia.

1 de junho de 2013 às 19:36  
Blogger Jossara Bes disse...

Oi Sol,

Ah! Lindo demais!
Poesia musical! "Doce rapariga" que se fez
palavras no coração do poeta!
Beijos!

1 de junho de 2013 às 21:05  
Blogger Magia da Inês disse...

°º° ✿✿彡

Muito lindo!
Bom fim de semana.
Beijinhos do Brasil.
¸.•°❤❤⊱彡

1 de junho de 2013 às 22:33  
Blogger Lilá(s) disse...

Lindo soneto de amor!
Gostei muito, como todos os outros que aqui tenho lido.
Beijinhos e um bom fim-de-semana.

1 de junho de 2013 às 23:06  
Blogger Maria Rodrigues disse...

Um amor tão terno e sincero num soneto tão lindo.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

2 de junho de 2013 às 00:53  
Blogger Carolina disse...

Pura ternura, que bonito!
Boa noite de sabado, querido amigo.

2 de junho de 2013 às 03:16  
Blogger António Manuel - Tómanel disse...

Rapariga, que partiste tão cedo e deixaste alguém que te procura incansavelmente.
Desejo que essa procura um dia seja encontrada e, finalmente, sejam felizes para sempre.
Um abraço cá deste meu Algarve.

2 de junho de 2013 às 15:01  
Anonymous Anónimo disse...

Amigo, apenas posso dizer que gostei muito.

Aquele abraço amigo.

Felismina

2 de junho de 2013 às 19:09  
Blogger Dorli disse...

Nossa Sol!

Quanto amor e ternura saiu do seu coração...
É só fecharmos os olhos e retrocedermos para os anos de outrora.
Quantas delas haviam, lindas...para enfeitiçar os corações apaixonados.
Beijos
Lua Singular

2 de junho de 2013 às 21:49  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol
Não consegui dormir essa noite, agora que vou tentar dormir, nem sei o porquê.
Obrigada pela visita
Lua Singular

3 de junho de 2013 às 10:44  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Começar o Junho com um poema que é uma linda declaração, é bom.
Beijinhos
Irene Alves

3 de junho de 2013 às 18:13  
Blogger Manuel disse...

Cantar o amor nessa procura constante é o privilégio de quem, pelo poema, sabe transmitir essas sensações.
Os teus poemas têm esse condão.

3 de junho de 2013 às 21:24  
Blogger Sandra Subtil disse...

Quem dera saber escrever assim!

Belo!

Beijinho

3 de junho de 2013 às 23:02  
Blogger La Gata Coqueta disse...



Llena tu mente de bellos pensamientos
y deja que ellos trabajen en tu corazón,
pintando un interior de alegría,
para que aflore en el espejo tus ojos
la más bonita de las sonrisas.

Te deseo tengas un hermoso
comienzo de semana.

Esta amiga que te quiere y aprecia!
María Del Carmen



3 de junho de 2013 às 23:56  
Blogger manuela barroso disse...

Dizer o quê querido Sol, se os sonetos te nascem mesmo no colo da alma?
Perfeito, belo, musical.
É do que precisamos meu bom amigo!
De música pura, como a tua.
Fraterno abraço

4 de junho de 2013 às 00:45  
Blogger ONG ALERTA disse...

O amor sempre....
Abraço Lisette.

4 de junho de 2013 às 01:19  
Blogger Dorli disse...

Oi Sol
O dia aqui está gelado! Adeus hidroginástica.
Obrigada pela visita que sempre encanta meu cantinho
Beijos
Lua Singular

4 de junho de 2013 às 16:55  
Blogger Patrycja Photography disse...

Great note. Super picture! :)
  Yours.

+ Please visit our blogs. :)

"Everyone needs to dissolve the mean time, not only in words."

4 de junho de 2013 às 21:59  
Blogger Smareis disse...

Olá Sol,
Esse poema é uma linda declaração de amor.
Muita ternura nas palavras.

Andei um pouco ausente da net, muitas coisas pra resolver e faltou tempo pra cuidar do blog, mas aqui de volta estou.

Ótima semana!
Beijos!

4 de junho de 2013 às 22:36  
Blogger rosa-branca disse...

Olá Sol, maravilhoso soneto de amor que adorei. Beijos com carinho

4 de junho de 2013 às 23:33  
Blogger Mariangela disse...


Oi Sol!, que belíssimo amor... forte... e tão repleto de ternura!
Beijos amigo!
Mariangela

4 de junho de 2013 às 23:42  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, amigo Sol. Amo os seus sonetos de amor, ainda mais um amor correspondido, alegre, feliz, que deu certo e que certamente permanecerá sendo feliz!
A sua sensibilidade é inegável, tal qual o seu talento!
Beijos na alma e tenha um dia muito bom!

5 de junho de 2013 às 18:32  
Blogger La Gata Coqueta disse...



A ti que estás leyendo esto, te dejo las siguientes menciones...
Que tengas un fin de semana colmado de bendiciones,
para que tu corazón siga siendo un vergel de emociones.

Que a donde mires veas amor, siendo un toque de esperanza
y hacía donde camines encuentres la felicidad con templanza.

Esta que te quiere
y nunca te interfiere...
Atte.
María Del Carmen




6 de junho de 2013 às 07:34  
Blogger Fa menor disse...

Nada como uma declaração de amor para encher o coração!
:)

6 de junho de 2013 às 11:05  
Blogger http://odeclinardosonhos.blogspot.com disse...

Mas que doce e terna declaração de amor!!!!!
Não há duvida que este lindo tema que é o amor sempre foi como um bálsamo para os poetas...
Amei meu amigo!
beijo
anacosta

6 de junho de 2013 às 13:36  
Blogger edumanes disse...

O passarinho ama a planta
Nela está pousado
Satisfeito encontra
Sementes para encher o papo
Canta alegremente
Quando sente a voar
Vai beber água à nascente
Com sede passarinho piar.

Obrigado pela visita,
um abraço para você,
amigo Sol da Esteja.
Eduardo.

6 de junho de 2013 às 17:14  
Blogger Mariazita Azevedo disse...

Não gosto de usar “copy & paste”, mas a necessidade a tal me obriga.
Recorro a este sistema porque é a única hipótese que tenho de agradecer, atempadamente, a todos que me acompanharam e dispensaram o seu o carinho numa data para mim tão importante. Não tem a mínima importância que alguns de vós não tenham vindo no próprio dia. No dia seguinte ou nos seguintes tem, para mim, igual valor. A vossa amizade é-me preciosa, SEMPRE.
Como se mete agora um fim-de-semana comprido (feriado dia 10 de Junho - «Dia de Portugal»), só na próxima semana começarei a visitar cada um separadamente. Mas não deixarei de o fazer a todos.
Entretanto deixo um GRANDE “Obrigada”!
Beijinhos

7 de junho de 2013 às 17:03  
Blogger Marcia Morais disse...

Apaixonante,o amor doce fruto pronto para ser apreciado.

9 de junho de 2013 às 21:24  
Blogger Luís Paz disse...

Acho que tu domina tanto o que tu faz que gostaria de ver algo fora dessa linha. Fora dos dois tercetos e dos dois quartetos. Só pra ver até onde tu é capaz de nos levar ;)


Te aguardo lá também ;*
diademegalomania.blogspot.com

10 de junho de 2013 às 18:58  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial