SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 29 de outubro de 2011

Coração Selado




Estalou a tua voz,
Destroçou-me o coração.
Ribombou seca, feroz,
Como se fora um trovão.

Surpreso, da tempestade,
Eu não me pude abrigar.
Senti que foi caridade
O não deixares de me amar.

Foi em nome dum dever
Que suprimiste direitos
Que são a voz da razão?

Prometo, que vou fazer
Por apagar os defeitos
E selar meu coração.



SOL da Esteva

Etiquetas: ,

41 Comentários:

Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Encantado com mais esta maravilha poética que até parece combinar com a época outonal em que estamos e nos incita a selar corações muitas vezes de forma incompreendida e contra o seu demonstrado desejo!

Bom fim de semana!

Abraço

29 de outubro de 2011 às 10:31  
Blogger Fa menor disse...

Que, apesar dos pesares, o coração seja sempre bem grande para abarcar o Amor.

Bjos

29 de outubro de 2011 às 11:21  
Blogger ANTÓNIO SANTOS (TOMANEL) disse...

E que, por esses ares do Norte, com sabor a Outono, este Sol que nos enche a alma, também penetre no coração de quem tanto ama. Só assim entenderei que, antes de selar um coração, fique sempre uma réstia de luz, na esperança de encontrar a felicidade, sem os defeitos que nos vão atormentando enquando perdurarem.
Daqui do Algarve, vai um abraço.

29 de outubro de 2011 às 11:52  
Blogger Célia disse...

"Prometo, que vou fazer/Por apagar os defeitos/E selar meu coração".
Que belo momento poético, SOL! Versos e estrofes lindos todos. mas destaco acima, a última estrofe..."selar meu coração"... calou-me profundamente... preciso aprender isso, urgente! Carinhosamente, o meu abraço, Célia.

29 de outubro de 2011 às 11:56  
Blogger Ana Lucia Franco disse...

que belíssimo soneto, muitas vezes se necessita de tal intranquilidade para que a vida se renove.

abraços!

29 de outubro de 2011 às 11:57  
Blogger Tunin disse...

Mais uma pérola tua. Muitas vezes as tempestades servem para reflexão, conduzindo a um viver melhor. Abração.

29 de outubro de 2011 às 14:08  
Blogger Magia da Inês disse...

°º♪♫
°º✿♪♫
º° ✿♫ ♪♫°
Olá, amigo!
Sempre criativo...
"apagar meus defeitos e selar meu coração"
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil°º♪♫
°º✿♪♫
º° ✿♫ ♪♫°

29 de outubro de 2011 às 14:11  
Blogger Jossara Bes disse...

Sol Querido!

Lindas palavras! Como sempre!
Traduçôes do coração?!
Beijos!
Que os anjos te cuidem!

29 de outubro de 2011 às 14:14  
Blogger paulo santiago disse...

A tua capacidade poética nestes tempos de incertezas são uma
benesse que chega aos Sábados.
Que a tua inspiração não esmoreça!
Gosto de te ler acompanhado pelas belas músicas "postadas"!!!
Abraço

29 de outubro de 2011 às 14:29  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

No amor sincero, verdadeiro, celamos o
coração, depois de mil promessas...

Bom sábado,domingo e semana toda. Amém!
Beijos, amigo,
da Lúcia

29 de outubro de 2011 às 16:04  
Blogger MARILENE disse...

Não se deixa de amar por caridade. Esse sentimento é espontâneo e nenhuma força o mantém, além dele mesmo. Os direitos há que se levantarem, em nome da felicidade.
Você é sempre especial na elaboração de seus versos.
Bjs.

29 de outubro de 2011 às 17:42  
Blogger Verinha disse...

Sempre com poemas belíssimos SOL!
Beijo grande em seu coração..

Verinha

29 de outubro de 2011 às 18:09  
Anonymous simone martins disse...

Boa tarde, ando tao sensivel,
que é melhor silenciar a minha voz
e calar meu coração...abraços

29 de outubro de 2011 às 18:57  
Blogger Evanir disse...

Hoje se puder ainda vou levar cola nos blogs amigos
minha situação lamento muito ñ esta bem.
Eu garanto a você enquanto tiver um folego de forças
sempre estarei do seu lado.
Meu carinho por você nasceu do fundo do meu coração
cultivarei essa amizade por todo sempre.
Nunca me esquecerei de ti tenho certeza que o Soberano Deus
lhe dará suporte em breve podera trazer suas doces palavras como sempre fez nos blogs amigos.
Um feliz Domingo.
Bjs muita paz e muita luz.
Eva

29 de outubro de 2011 às 19:13  
Anonymous Anónimo disse...

Quem consegue selar o coração, meu amigo?
E como?
mesmo com muita vontade...não acredito.

Desculpe Sol

Um abraço

Felismina Costa

29 de outubro de 2011 às 21:45  
Anonymous manuela barroso disse...

Que voltem depressa outras primaveras!
Bom fim de semana
Bji

29 de outubro de 2011 às 23:17  
Anonymous Anónimo disse...

Selar o coração não é nada fácil para quem ama e ama deveras.feliz domingo amigo! Gde abraço!Maria Luiza

29 de outubro de 2011 às 23:28  
Blogger Dora Regina disse...

Lindos versos, magnífica imagem.
Meu aplauso!
Grande abraço!

30 de outubro de 2011 às 00:34  
Blogger OceanoAzul.Sonhos disse...

Por vezes somos obrigadas a isso... selar o coraçao é sempre doloroso...

lindo poema meu amigo.
abraço
oa.s

30 de outubro de 2011 às 01:14  
Blogger cidinha disse...

Boa Noite amigo. Passando por aqui. Belo e belos poemas nesse seu cantinho lindo. O amor sempre toca fundo o coração. Selar o coração acho que seja impossivel! Belos versos. Grande abraço!

30 de outubro de 2011 às 01:53  
Blogger BlueShell disse...

Belíssimo poema...
mas devemos continuar a amar..apesar de tudo...

30 de outubro de 2011 às 07:14  
Blogger Leninha disse...

Belo teu poema,amigo Sol,

Que a Primavera de meu País e de meu coração cheguem até você e façam,novamente,o Sol brilhar.
Bjsssss e um lindo domingo,meu querido,
Leninha

30 de outubro de 2011 às 11:11  
Blogger Simone MartinS2 disse...

Obrigada pelo carinho e atenção...
Tentando selar meu coração,
acabo ausente perante aqueles
que me amam realmente...Abraços

30 de outubro de 2011 às 13:16  
Blogger Jackelyn disse...

Me encanta!

30 de outubro de 2011 às 14:28  
Blogger Elio disse...

Ottima poesia. Se il cuore di cui parli è di qualcuno che tu ami, sicuramente ti abbraccerà dopo aver letto queste parole. Un amichevole saluto.

30 de outubro de 2011 às 15:57  
Blogger Manuel disse...

Este soneto vai muito para além de uma poesia.
Há um mundo de arrependimentos e de promessas, existe uma confissão de amor.
Se for apenas poesia, então, não sei ler nas entrelinhas.

30 de outubro de 2011 às 22:47  
Blogger Zilani Célia disse...

OI SOL!
TAMBÉM COMO MANUEL, AI DE CIMA, NÃO LI NAS ENTRELINHAS, MAIS ME PARECEU ALGUÉM RESIGNADO A SE SUBMETER, E SELAR O CORAÇÃO, SERIA COMO FECHAR-SE PARA O AMOR.
MUITO TRISTE PARA MIM.
http://zilanicelia.blogspot.com/
ABRÇS

30 de outubro de 2011 às 23:44  
Blogger Evanir disse...

A vida é magia e encanto.. é preciso preservar a beleza dos nossos corações.
Saber olhar com pureza de alma respirar como se nascêssemos a cada instante!
A felicidade e a Magia é algo, que entra em nossas vidas, com total explêndor.
Hoje sinto que renasci novamente estou muito feliz por isso
estou aqui .
Carinhosamente convido você a ler a postagem do meu blog.
Aquilo que pode parecer pouco para muitos
para mim é tudo de bom que poderia acontecer nessa fase
da minha vida.
Gostaria muito de ler seu comentário no meu blog.
Uma linda semana beijos.
Evanir(EVA)
Te Esperando Anjo ..

31 de outubro de 2011 às 00:59  
Blogger ana costa disse...

Penso que já se anteciparam e disseram tudo o que havia para dizer..., então, eu digo somente: lindo....
Um abraço

31 de outubro de 2011 às 12:16  
Blogger Yasmine Lemos disse...

Por piedade ,nunca!
Coração selado ,mas vivo!beijo Sol
tenha uma semana abençoada

31 de outubro de 2011 às 19:29  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Coração selado não respira... há que lhe abrir janelas...
Magnífico soneto, gostei muito das tuas palavras.
Caro amigo Sol, tem um bom feriado e uma boa semana.
Abraço.

31 de outubro de 2011 às 19:31  
Blogger rosa-branca disse...

Olá amigo, coração selado?...Só se conseguir selar com os defeitos lá dentro, mas deixa-o aberto para amar. Adorei o lindo soneto. Beijos com carinho

31 de outubro de 2011 às 21:34  
Blogger Vitalina de Assis disse...

Hola amigo!

Amei seu poema.

Encerras com uma promessa e promessas, parecem não ter fim em nossas vidas.

Selar o coração? É possível?

Bjs, Vi.

1 de novembro de 2011 às 15:25  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

selar o coração?
nunca!
deixa-o sofrer se for preciso, é sinal que está vivo.

bom feriado

ebij

1 de novembro de 2011 às 18:22  
Blogger Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Selar o coração é morrer um pouco, por mais que esteja ferido, voltará na hora certa a amar.

Deixo um beijinho
Sonhadora

1 de novembro de 2011 às 20:24  
Blogger Luar disse...

Há coisas que não se selam, o coração é uma delas.
Tem sempre uma chave que abre a fechadura.
Lindo como sempre Sol

Beijinhos

1 de novembro de 2011 às 23:13  
Blogger Lilá(s) disse...

Mais uma maravilha poética com que nos presenteias, que o teu o coração apesar de sofrido seja sempre grande.
Bjs

1 de novembro de 2011 às 23:14  
Blogger Amapola disse...

Boa noite, querido amigo.

Que maravilha de poema!!
Às vezes precisamos selar o coração, para não sucumbirmos.

Feliz feriado.

Beijos.

2 de novembro de 2011 às 01:20  
Blogger Vento da noite disse...

As mulheres gostam dos nossos defeitos.
Enfim, vale para selar o coração. Vale pela poesia.

Abs

2 de novembro de 2011 às 04:51  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Sol. Muito lindo esse amor que faz tudo para redimir-se, e tentar rever os seus conceitos, amar, expor a si próprio, em virtude de não perder a pessoas amada.
Talento aliado à emoção.
Beijo na alma!

3 de novembro de 2011 às 21:48  
Blogger Paula disse...

este 'e tao lindo (e a foto tambem!) que nem ha palavras para descrever! lindo, lindo, lindo ...

13 de novembro de 2011 às 18:49  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial