SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 24 de setembro de 2011

Ligados além da Distância






Oiço, ali, no lado, docemente,
O sussurro leve, tão meiguinho...
É a voz que amo loucamente,
É o ser que adoro, de mansinho.

Oiço, por pretexto de me ouvir,
Que o telefone, na distância
Faz, amor, no fundo, me sentir
Músicas e sonho, nesta ânsia...

Somos um, enfim, ao nos dizermos
Quanto nos amamos loucamente,
Pela liberdade de querermos

Ser, por nós, aquilo que sonhamos.
Mas que Sociedade quer vencer-nos
Por um ponto só? Onde falhamos?



SOL da Esteva

Etiquetas: ,

62 Comentários:

Blogger ANTÓNIO SANTOS (TOMANEL) disse...

Um telefone, duas pessoas e um único amor completam um cenário de felicidade. De um lado da linha, o SOL e do outro lado da linha, só ele o saberá... quem será?

Um grande abraço cá do Algarve.

24 de setembro de 2011 às 11:39  
Blogger Maria Luiza disse...

O telefone nessas horas trabalha para o amor, une mais corações, reafirma sua intensidade! Ah! O amor! lindo Poema, Sol! Abração!

24 de setembro de 2011 às 12:22  
Blogger Célia disse...

Olá, SOL! "Ligados além da distância" é a expressão maior de um querer bem que supera todas as barreiras - há a liberdade em driblar toda e qualquer "Sociedade" com seus preceitos e preconceitos. Seja feliz!
[ ] Célia.

24 de setembro de 2011 às 12:40  
Blogger Paulo Francisco disse...

Faz, amor, no fundo, me sentir
Músicas e sonho, nesta ânsia...

Sol, um soneto que me diz muito. Li e sorrir. me vi.
Um abração camarada!

24 de setembro de 2011 às 12:41  
Blogger Lu disse...

Ola querido amigo Sol,que bom acordar sonhando com teu blog,Ligados alem da distancia,quem ja nao passou por isso um dia,eu ja.
Teu poema deixa tantas margens a interpretacoes,cada um se identifica de acordo com o que passou ou esta passando.
Imagina se nao fosse esta grande invencao o telefone,pra unir ainda mais , as pessoas que estao distantes .
saudades meu amigo, bom fim de semana ...
Muito axe e beijinhos baianos!!! pra ti

24 de setembro de 2011 às 13:36  
Blogger Mery disse...

Olá, lindo poema!
"é a voz que amo loucamente, é o ser que adoro..."
É um momento especial quando recebemos um chamado da pessoa que amamos,esquecemos tudo e ouvimos encantados, como sussurros que nos fazem voar...
Um prazer indescritível!
bjuzzz Mery*

24 de setembro de 2011 às 14:14  
Blogger Dora Regina disse...

Olá Sol, vim para agradecer o lindo comentário que deixastes em meu blog.
Deliciei-me com a beleza das tuas palavras embaladas por uma música que me fez voar no tempo...já me senti assim!
Um abraço...Bom fim de semana!

24 de setembro de 2011 às 15:03  
Blogger Everson Russo disse...

Para o verdadeiro amor jamais haverá distancia, almas estarão sempre próximas...abraços de bom final de semana pra ti.

24 de setembro de 2011 às 15:16  
Blogger Magia da Inês disse...

°º✿
º° ✿Olá, amigo!
✿♥ ° ·.O amor, sempre o amor, até por telefone...
°º✿
º° ✿✿♥ ° ·.Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil

24 de setembro de 2011 às 15:55  
Blogger Ray* disse...

o amor resiste, mesmo que seja apenas por telefone.
bom fim de semana sol.
beijos

24 de setembro de 2011 às 16:00  
Blogger Jossara Bes disse...

Olá Sol!

Um poema pode ter inumeras interpretações! A única pessoa que realmente sabe a essência verdadeira é o coração do poeta que coloca seu sentimento nas palavras!
Muito lindo!

Abraços, volte logo!

24 de setembro de 2011 às 16:46  
Blogger Sandra disse...

A distância apenas apagará aquilo que não é forte...
Abraço

24 de setembro de 2011 às 17:28  
Blogger OceanoAzul.Sonhos disse...

O amor resiste, mesmo afastado, as palavras ficam gravadas na memória até ao proximo encontro.

Um forte abraço amigo
oa.s

24 de setembro de 2011 às 18:25  
Blogger Nati Caetano disse...

Oi Amigo Sol! Além da distância,se existe amor,nem o tempo não apagará,e o Amor é eterno enquanto dure,mesmo que não seja até a eternidade.
Deixo aqui meu carinho e minha amizade por você.Um belo final de semana.beijos no seu coração.

Um sonho que não sonhei, irei sonhar com as mais belas puras águas do mar.E uma amizade que sonhei é você, que faz parte do dia-a-dia.Nati

24 de setembro de 2011 às 20:35  
Blogger Juju Porcino Loureiro disse...

OLÁ MEU AMIGO,
ESSE SEU BELO POEMA ME FEZ LEMBRAR DE Roger Bussy-Rabutin QUANDO DISSE QUE...
"A distância faz ao amor aquilo que o vento faz ao fogo: apaga o pequeno, inflama o grande."
O AMOR, SEMPRE O AMOR...
PARABÉNS PELA POSTAGEM!!!
QUE SUA ALMA SEJA COMO A PRIMAVERA, SEMPRE BELA!!!
FIQUE COM DEUS!!!

24 de setembro de 2011 às 20:53  
Blogger MARILENE disse...

O amor à distância é, de certa forma, aprisionado. Quer sempre mais do que tem. Uma voz, um sussurro, não o mantêm.
Mas a distância alimenta o sonho, cria fantasias. Por que não????

Bjs.

24 de setembro de 2011 às 21:57  
Blogger Evanir disse...

Quando se ama de verdade não existe horizontes
que nos separam.
Quanta saudades de você muitas vezes
uma pessoa maravilhosa como você é dificil de esquecer.
Um beijo no coração .
Um feliz Domingo.
Evanir

24 de setembro de 2011 às 23:13  
Blogger Borboleteando disse...

A distância para quem ama é só um detalhe...

Bjs, muita luz para ti

24 de setembro de 2011 às 23:21  
Anonymous manuela barroso disse...

Quando se ama, até um telefone é um belo tema de amor!
Imaginação e amor, distância numa bea poesia.
bji

24 de setembro de 2011 às 23:44  
Blogger Manuel disse...

É essa interrogação que mantém acesa essa chama, essa procura que alimenta os poetas.
Mais um belo soneto.

24 de setembro de 2011 às 23:51  
Blogger *Simone Poesias* disse...

Lindo poema!
Com este amor, sempre é bom sonhar mesmo estando longe.

Bjinhoss XD

25 de setembro de 2011 às 00:02  
Blogger Leninha disse...

Sol querido,já dizia outro poeta"longe é um lugar que não existe"...para um tão grande amor,não existe distância.
Lindo poema?canção de amor..............


Bjssssss,
Leninha

25 de setembro de 2011 às 01:30  
Blogger Adriana Vargas de Aguiar disse...

Ola sol,

A distância faz ao amor aquilo que o vento faz ao fogo: apaga o pequeno, inflama o grande.
Passando para te deixar um abraço,

Vem com a gente!
Adriana Vargas
Clube dos novos autores
(dia 10/10 sorteio de 4 kits com 3 livros cada)

25 de setembro de 2011 às 15:03  
Blogger Everson Russo disse...

Uma bela semana pra ti meu amigo,,,abraços.

25 de setembro de 2011 às 16:22  
Blogger Ma Ferreira disse...

Lindo SONETO AMOR/paixao!!!

PARABÉNS PELO TALENTO!!!

25 de setembro de 2011 às 20:15  
Blogger Su disse...

querido amigo Sol...

que linda essa poesia, me fez lembrar da minha própria história, quando no início do namoro falávamos ao telefone e pelos e-maisl pra matar as saudades... a distância foi superada e nosso amor venceu... e assim estamos até hoje, juntos nesse amor...

lindo domingo moço poeta!

beijinhos.

Su.

25 de setembro de 2011 às 21:02  
Blogger José Sousa disse...

É verdade! Concordo plenamente com vc amigo Sol!

Um abraço amigo e bom fim de semana.

25 de setembro de 2011 às 22:26  
Blogger Janita disse...

SOL
Quando se ama de verdade, não existem distâncias nem condicionalismos sociais que possam criar obstáculos ou separar os amantes.
Não sei se foi esta a tua mensagem poética, mas foi assim que eu interpretei este teu poema. Lindo, como todos que escreves.

Gostei muito de voltar a ouvir este "Souvenir", não consigo é lembrar-me do título da canção espanhola. Bonita selecção musical, SOL.

Beijinhos.
Janita

25 de setembro de 2011 às 23:13  
Blogger MARILENE disse...

Mesmo sem tempo, ainda encontra oportunidade para nos dar alegrias. Obrigada.
Bjs.

25 de setembro de 2011 às 23:25  
Blogger Luar disse...

Sol

O coração não tem distância.
O amor tudo supera, tudo vence.

Beijinhos

26 de setembro de 2011 às 00:09  
Blogger ღα૨gѳђ ખ૯૨ท૯૮ઝܟ disse...

Uma distancia que aproxima!

Lindo soneto.

Beijo

26 de setembro de 2011 às 01:30  
Blogger Sonia Pallone disse...

Oi meu querido, em primeiro lugar, parabéns pela linda seleção musical, não dá vontade de sair daqui...Quanto aos versos, você tem o dom de transmitir sentimentos em palavras!...Beijos.

26 de setembro de 2011 às 02:51  
Anonymous Anónimo disse...

Oi Sol, Eu gostei muito do seu soneto, beijaos do Mexico :)

26 de setembro de 2011 às 03:51  
Anonymous Anónimo disse...

florecitahippie.blogspot.com :)

26 de setembro de 2011 às 03:52  
Blogger Tiago Braga disse...

uma imagem engraçadissima :D para ilustrar uma boa verdade

26 de setembro de 2011 às 11:01  
Blogger Everson Russo disse...

Uma bela segunda feira pra ti meu amigo...abraços.

26 de setembro de 2011 às 14:52  
Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Onde falhamos?.... Eis a questão tas vezes nos colocamos!...
Belo poema.

26 de setembro de 2011 às 16:30  
Blogger Anita de Castro disse...

Vim desejar te uma semana repleta de serenidade junto das palavras que escreves

26 de setembro de 2011 às 19:37  
Blogger Lilá(s) disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

26 de setembro de 2011 às 19:43  
Blogger Lilá(s) disse...

Lindo poema donde poderão surgir várias interpretaçãos! mas do qual deduso que quando há amor não há distancias...
Bjs

26 de setembro de 2011 às 19:44  
Blogger Nati Caetano disse...

Oi amigo SOL.Querido já li sua poesia,com certeza a sociedade tem mts dogmas que impõe certas coisas que não concordo.E a midia,manipula a população mais carente.Bom vou indo.
Para vc

»♥»♥«๑۩۞۩๑»♥»♥«»♥»♥«๑۩۞۩๑»♥»♥«»♥»♥«๑۩۞۩๑»♥»♥«

Estou aqui para dizer,como sua
amizade é importante,e tb dizer-te
que todos os dias mesmo distante,
eu penso em você,que sua caminhada
na estrada da vida,brilhe com a luz divina,
mesmo que não haja sol,você sempre terá
o brilho no seu olhar.Obrigada pela sua amizade,
obrigada por estar na minha página compartilhando
suas palavras que me deixa feliz.Obrigada por você
existir.Beijokas no seu coração e uma Feliz Semana.Nati

»♥»♥«๑۩۞۩๑»♥»♥«»♥»♥«๑۩۞۩๑»♥»♥«»♥»♥«๑۩۞۩๑»♥»♥«»♥»♥«๑۩۞۩๑»

26 de setembro de 2011 às 20:48  
Blogger MARILENE disse...

Fico muito feliz com suas visitas, pois deixa um pouco de perfume em suas palavras. Tenha uma semana excelente, meu amigo!
Bjs.

26 de setembro de 2011 às 21:16  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Magnífico soneto de amor.
Gostei imenso das tuas palavras.
Um abraço.

26 de setembro de 2011 às 23:00  
Blogger Daniel Costa disse...

A distância sempre pode reforçar o amor! É isso que vislumbro no teu belo poema, que bem pode, ou não nascer de ficção.
abraço

27 de setembro de 2011 às 09:04  
Blogger Amapola disse...

Bom dia.

Que maravilha de poema!!
O amor nunca falha. O que o cerca,sim.

Tenha um lindo dia de amor e paz.

Beijos.

27 de setembro de 2011 às 10:26  
Blogger Lu disse...

Sol querido,eu e que fico lisonjeada com tua visita ,mais como tu escreveu ,estamos ligados alem da distancia,assim e a vida dos internautas.
Estes dias uma pequena pausa no blog,quebrei minha mao ,ficarei alguns dias sem postar...
tenha um dia lindo ,beijinhos;.

27 de setembro de 2011 às 12:08  
Blogger Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços.

27 de setembro de 2011 às 12:20  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Amigo Sol, boa tarde.O amor que tens no coração vence as mais longínquas distâncias, as do espaço físico, pois você a tudo aproxima com o amor que carrega em si, tão forte e LINDO!
Que a proteção seja contigo, e com a tua alma gêmea!
Beijo grande, amigo!
Fiquem com Deus!

27 de setembro de 2011 às 20:12  
Blogger Bemsei disse...

Bolas...um soneto que me deixou com lágrimas nos olhos...
Muito bom

28 de setembro de 2011 às 07:46  
Blogger Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços.

28 de setembro de 2011 às 13:11  
Blogger Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Solamigo

Já nem repito, apenas digo MAIS UM. Excelente, como sempre.

Acabei de publicar na nossa Travessa um testículo com x, INTERDITO a Senhoras, menores e até cavalheiros da mais esmerada educação. É um tanto brejeiro e pode ferir a susceptibilidade ou até mesmo o pudor de quem se atreva-la a lê-lo. Intitula-se A garrafa e os copos. Dele me permito transcrever um passo dos mais inocentes.

“Ela, muda e febril, deixou-se levar, estendeu-se na cama, ele perguntou-lhe posso pôr-lhe o instrumento, refiro-me, claro, ao termómetro, no sovaco? Nata, sem uma palavra, desatou o nó do cinto do roupão, abriu-o um pouco, a camisa de noite não ocultava nada, quando ele se inclinou para tirar a temperatura, os bicos dos seio fugiam da prisão diáfana.”

Repito o alerta: é IMPRÓPRIO para consumo. Depois, não digam que não avisei.

Ninguém dos teus leitores lá vá, o diabo tece-as...

Abç

28 de setembro de 2011 às 19:19  
Blogger lis disse...

Ah ...as distâncias os mares os céus as diferenças!
e uma voz baixinho a dizer te amo te amo
desliga voce ! nao , voce desliga!
rs
é perturbardor! rs
Gostei do poema Sol e viva o telefone!
abraços

28 de setembro de 2011 às 23:26  
Blogger Evanir disse...

Eu agradeço sua visita
A vida sempre une as pessoas no momento certo.
Que eu seja digna da sua amizade.
Nos momentos de aflição dividirmos nossas dores e pensamento
Que seu sonho e os meu sonhos seja abençoado por Deus.
Com nossa amizade e união possamos alcançar as estrelas.
De mãos dadas não terei medo da estrada a ser percorrida.
A minha fé iluminara nossos caminhos ,
E assim juntos seguirmos até onde existir vida.
Uma noite abençoada .
Deus abençoe seu carinho.
Bjs no coração.
Evanir

29 de setembro de 2011 às 00:55  
Blogger Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Quando o amor é forte,nem a distância o fará morrer.
Adorei o poema e deixo um beijinho.

Sonhadora

29 de setembro de 2011 às 03:22  
Blogger ana costa disse...

Um doce e verdadeiro hino ao amor!
Amei a sua maneira de transmitir as emoções
tenha um bom dia

29 de setembro de 2011 às 08:50  
Blogger Peônia disse...

Olá meu amigo!
Saudade daqui!
Beijo no coração.

30 de setembro de 2011 às 00:47  
Blogger Juju Porcino Loureiro disse...

BOM DIA AMIGO!!!
PASSANDO PARA TE DESEJAR UM BOM FINAL DE SEMANA!!!
BEIJOS E FIQUE COM DEUS!!!

30 de setembro de 2011 às 13:56  
Anonymous Anónimo disse...

Não há longe nem distância, segundo Bach

E adoro a canção!!

São Banza

30 de setembro de 2011 às 17:01  
Blogger Ma Ferreira disse...

Sol...

penso que para o amor nao existem distancias....
nem regras, nem scripts...

Um bj...

30 de setembro de 2011 às 20:02  
Blogger Evanir disse...

Cada vez que a minha fé é provada Tu me dás a chance De crescer um pouco mais
As montanhas e vales, desertos e mares Que atravesso me levam para perto de Ti.
Minhas provações Não são maiores do que o meu Deus
E não vão me impedir de caminhar
Se diante de mim, não se abrir o mar
Deus vai me fazer andar por sobre as águas.

Rompendo em fé.
Minha vida se revestirá do Teu poder
Rompendo em fé
Com ousadia vou mover no sobrenatural
Vou lutar e vencer, vou plantar e colher
A cada dia vou viver rompendo em fé.
ROMPENDO EM FÉ
Ana & Edson Feitosa
Minha mensagem de feliz final de semana.
È assim que vou seguir rompendo em fé.
Agraditando sempre que com
Deus tudo é possivel.
Meu carinhoso beijo.
Abençoado final de semana.
E não esqueça amo você.
Evanir

30 de setembro de 2011 às 20:39  
Blogger Evanir disse...

Meu Anjo.
Deus abençoe sua semana
sou sempre grata pelo seu carinho.
No momento quase não estou conseguindo fazer visitas.
Porém tenho você no meu coração e pensamento.
Estarei tentando deixar meu carinho também,
parabenizar pelas postagens lindas que leio na sua postagem.
Um beijo no coração .
Já com saudades e muitas.
Evanir

3 de outubro de 2011 às 14:36  
Blogger Paula disse...

este faz-me lembrar o barulhinho dentro de casa que sabe tao bem :-) xxx

19 de outubro de 2011 às 12:11  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial