SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

terça-feira, 26 de julho de 2011

O Amor é o Caminho



O Amor é apenas poesia,
E é vida, é sonho e são as flores.
O amor é o ser que extasia
E nos torna um amor em dois amores.

Ele é tudo aquilo que senti
Do encontro que a alma tem contigo.
É o acto que ora revivi
Como sonho, sonhado e não esquecido.

O amor é como uma imensa rua.
Não tem fim, mesmo para além da vida:
O destino me guia á alma tua.

O amor, o que é nosso, ó minha querida,
Como sol de verão, dá luz á lua
E aquece, e perfuma e é guarida.


SOL

Etiquetas: ,

65 Comentários:

Anonymous ANTÓNIO SANTOS (TOMANEL), disse...

O amor nunca se esgota, há sempre imaginação para mais, ele, o amor, não se vê, mas sente-se. Às vezes, doi muito e só se sente quando se ama de verdade.
Quando dizes que o amor é uma imensa rua, tens toda a razão, uma vez que essa rua, é uma rua sem fim...
Como eu amo e gosto de amar, o teu poema ainda me dá mais força para amar cada vez mais e o sol de verão é um trocadilho amoroso com este SOL que eu conheço.
Um abraço cá do Algarve.

26 de julho de 2011 às 10:44  
Blogger Yasmine Lemos disse...

O amor e sua boa companhia sempre.
Bom dia Sol.Tenha uma semana de muita paz
bjs

26 de julho de 2011 às 11:12  
Blogger Célia disse...

Olá, SOL! Amar além da eternidade... almas que se encontram infinitamente... razão do viver! Amar o Amor! Viver a Vida! Celebrar pessoas! Pra quê mais? Basta. Belíssimo o seu poema! Uma verdadeira oração! Abraço, Célia.

26 de julho de 2011 às 11:26  
Anonymous Anónimo disse...

Um abraço amigo
Portojo

26 de julho de 2011 às 11:35  
Blogger Lu disse...

Ola querido amigo Sol mais uma vez fico muito feliz com teu lindo poema,e bom demais quando amanhecemos e ao abrir a nossa caixa de correio e ver tao belo poema de amor,enviado por uma pessoa tao especial e amiga .
Esta palavra tao pequenina ,que nada subsitui,nos eleva ,pois quando se ama ,nada mais importa ,so o amor,que esta rua de amor seja infinita ,sempre em nosssas vidas,seja este o caminho a seguirmos....sou uma pessoa que amo e sou amada ,com plena felicidade,celebramos aqui este amor infinito ...
bom dia meu querido amigo..
beijinhos desta amiga baiana!!!

26 de julho de 2011 às 11:53  
Blogger Su disse...

Bom dia amigo poeta Sol...

por essa rua sem fim quero seguir com o meu amor, assim como a sua poesia, sem fim...

Adorei começar o meu dia assim: de mãos dadas com o amor.

Beijinhos e lindo dia pra ti!

Su.

26 de julho de 2011 às 12:33  
Blogger Paulo Francisco disse...

Lindo isto: ¨E nos torna um amor em dois amores.¨
E somos um!
Um abraço.

26 de julho de 2011 às 13:51  
Blogger Simone MartinS2 disse...

Bom dia...e que o sol brilhe
nas manhas tuas, poeta, iluminando
e aquecendo tua alma, e de tua alma gemea,
que o inverno passe como consequencia da
Natureza, mas que o teu SOL brilhe sempre
em ti, em tuas poesias, em teu ninho de amor!
Belo, sensivel e magistral! Abraços

26 de julho de 2011 às 14:08  
Anonymous edumanes disse...

O amor é mais que poesia,
Brilha com o Sol e a Lua
Quando acaba por teimosia
A viver, triste, continua.
Aqui onde o Sol brilha,
é vida, é sonho e são flores
Quem outro caminhos trilha
À procura de nonos amores.
Belo poema, amores e flores,
Nos jardins plantadas
Nas noites dos calores
São belas as madrugadas.
Por amor nos braços perdidos
Num sonho, que parece não ter fim
Das verdades escondidos
Nas noites de luar,
Poesias de amor escutar
Sentados nos bancos do jardim.

Este poema maravilhoso,
pensar, e meditar
Do amor orgulhoso
Por nele acreditar.

Um abraço
Eduardo.

26 de julho de 2011 às 17:30  
Blogger Fernanda disse...

Belíssimo, Sol!

Deixar que a inocência os sentimentos verdadeiros penetrem nos poros e se entranhem na carne, no tutano, na alma... haverá melhor festa do que a festa da vida no amor?

Parabéns, amigo da minha Gaia muito querida, onde vivi e trabalhei tantos anos...
Conheço Gaia como as palmas da minha mão e sinto ainda o cheiro das Caves Porto Ferreira e do seu vinho, seu melaço, onde vive 14 anos, entre balseiros e toneis e pipas e garrafas e milhões de pessoas de todo o mundo que me passaram pelas mãos.
Saudades!

Beijinho

26 de julho de 2011 às 20:14  
Anonymous Anónimo disse...

Caro Amigo Sol!

Cantemos o amor, para que ele permaneça em nossas vidas!

Cantemos sempre o amor, porque sem ele...

quem encontrará a beleza? a alegria? a vontade de ir em

frente? de caminhar alegre? de olhar o mundo como a

casa universal, que nos abriga?


Um aplauso, um grande aplauso para si, da


Felismina

26 de julho de 2011 às 21:53  
Blogger Ma Ferreira disse...

Sol..
Como é bom ler o Amor.

Todo tipo de amor vale a pena.. quando nossa alma não é pequena..parodeando o poeta.

Não só o amor romantico, mas o amor pela vida, pelos amigos, pelo ser humano, pela natureza.

Amar sempre vale a pena..

Beijo..

Ma

26 de julho de 2011 às 21:56  
Blogger Abraão Vitoriano disse...

amor e sol
raios no teu poema

abraços,
do menino-homem

cá retornarei...

fique com Deus!

26 de julho de 2011 às 22:52  
Blogger Evanir disse...

Lindo poema!!
Como é maravilhoso ler seus poemas
sol de verão ,dá luz a Lua.
Um poema escrito com muito carinho
é fascinante ler um mundo de amor.
Por isso digo é divino acordar sonhando.
Um carinhoso beijo,Evanir.

26 de julho de 2011 às 23:23  
Blogger MARILENE disse...

Um amor de verdade não tem limites, realmente. E creio que atravesse a vida frágil e passageira que temos aqui. Encontrá-lo e traduzí-lo em versos é um ato glorioso.

Bjs.

26 de julho de 2011 às 23:37  
Blogger Memória de Elefante disse...

O Amor nos faz começar mais uma vez como uma criança...Belíssimo!

Um beijo

27 de julho de 2011 às 00:45  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

O amor é simples e lindo assim,SOL,
como você o pinta...
Um beijo

27 de julho de 2011 às 00:57  
Blogger Leninha disse...

SOL,meu querido,é lindo,terno e apaixonante o teu poema e preenche de beleza a nossa alma e o nosso coração...
Belíssimo este trecho:

O amor é como uma imensa rua.
Não tem fim, mesmo para além da vida:
O destino me guia á alma tua.

Caminhar por esta rua,por este sonho é o que todos almejamos...para além da vida.
Bjsssss,POETA.
Leninha

27 de julho de 2011 às 04:43  
Blogger Sandra disse...

O amor é um Sol que ilumina os caminhos sombrios da vida.
Beijinho

27 de julho de 2011 às 10:43  
Blogger Evanir disse...

Muitas vezes não temos muito a oferecer,
ou repartir,mas enquanto existir palavras
que tragam de volta a esperança perdida nas longas
dificuldades da vida,
elas valerão mais do que do qualquer dinheiro ou bem material,
porque renovam a vontade de lutar
até encontrar soluções para nossos problemas.
Algumas palavras, nos momentos certos trazem de volta,
a vontade de viver e tem o poder de transformar
quem está quase desistindo.
Um beijo no coração para sempre sua amiga,Evanir.
Você é muito especial para mim..

27 de julho de 2011 às 14:26  
Blogger tecas disse...

Sol, poeta de amor. Não é fácil cantar o amor com a perfeição com que o canta. Simplesmente sublime.
«O amor é como uma imensa rua.
Não tem fim, mesmo para além da vida:
O destino me guia á alma tua.» E assim é!
Não gostei...adorei.
Abraço amigo, grande poeta de amor.( Sol)

27 de julho de 2011 às 17:40  
Blogger Vera Lúcia disse...

Olá SOL,
Seus poemas são recheados de amor e sublimidade.
O amor é um encontro de almas. É o que sustenta nosso entusiasmo
pela vida.
Grande abraço.

27 de julho de 2011 às 17:55  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Sol.Sempre feliz em esta aqui.O amor realmente leva a nossa alma a flutuar, sem receios, sem tantas interrogações.
Infinito na minha opinião, ele consegue ser se soubermos conjugar o verbo CEDER!É difícil, pelo meno para mim, mas é muito gratificante quando conseguimos dando a este sentimento nobre, qualidade de vida!
Um excelente dia, tudo de bom, obrigada pela sua amizade que é muito importante para mim, e saiba que a minha você já tem faz tempo!
Fique com Deus, e um carinhoso beijo!

27 de julho de 2011 às 18:07  
Blogger MARILENE disse...

Você é sempre gentil em suas visitas. Obrigada! E, a cada vez que entro aqui, releio suas postagens. Os poemas nos passam novas visões, dependendo do dia em que nossos olhos recaem sobre eles.

Bjs.

27 de julho de 2011 às 18:27  
Blogger Sergio Martins disse...

Quando o amor se torna uma verdade absoluta, não há a possibilidade de cogitarmos vivermos sem a Graça que dele emana. A vida que gozamos no amor, ainda que às duras penas, é mais significativa que a possível calmaria de uma existência que não provou de tal experiência. Abç.

27 de julho de 2011 às 20:05  
Blogger C. disse...

Ímpar essa escolha de texto e foto, Sol.
O amor nao delimita caminho, e nem duracao, isso é verdade.
E seus poemas sempre inspiradores e doces.

Beijinhos de cá, sweet man!

27 de julho de 2011 às 20:19  
Anonymous manuela barroso disse...

Pois é querido Sol, quando ele está, vive e faz parte de nós,
saem palavras cheias de ternura ...e nós corremos atrás delas...mas têm asas como o amor!
É na verdade um poeta do amor! Lindo!
Bji

27 de julho de 2011 às 20:30  
Blogger Luar disse...

" E nos torna um amor em dois amores"!

Adorei o poema,e esta frase marcou demais.
Infelizmente muitas vezes, apesar de dois amores, são os chamados amores impossíveis e passam a desamor! Dor, angustia, tristeza, cansaço!

Quanto ao comentário (que desde já agradeço)de não ser a vida mal resolvida mas sim o Amor, a análise foi perfeita.
A conclusão perfeita do meu humilde texto!

Um beijinho

27 de julho de 2011 às 21:14  
Blogger Leninha disse...

Sol,meu amigo querido,tua poesia me encanta,me trás momentos felizes à lembrança e sonho e vejo tuas palavras a dançar e brincar a eterna magia do amor,que cantas com perfeição.
Uma linda noite para ti e tua musa.
Bjssssssss,Leninha

27 de julho de 2011 às 23:03  
Blogger Lilá(s) disse...

O amor realmente leva-nos a flutuar,sem ele a vida perde sentido.
Bjs

27 de julho de 2011 às 23:26  
Blogger Lena disse...

Sol,
passei pra te deixar um abraço! Bjkas com carinho!

28 de julho de 2011 às 02:24  
Blogger Evanir disse...

Venho deixar um carinho já esta bem tarde aqui.
Hoje o sono não vem muitas vezes a cabeça da gente se fixa em alguma coisa duro de esquecer.
Eu já arrumei o endereço da Fatima Guerra.
Quero muito que visite essa amiga esta passando um momento um pouco dificil.
um beijo de bom dia .
Eu..vou tentar dormir para ,,,Acordar Sonhando.

28 de julho de 2011 às 03:45  
Blogger Fatimawine disse...

Olá,

Visitei o seu blogue, seguindo o "rasto" de uma grande amiga.
Parabéns e bem haja pelas suas palavras.
Em poesia ou, em prosa, o que conta é a mensagem.Aliás, como homem de marketing sabe isso melhor do que ninguém.
Abraço

28 de julho de 2011 às 08:19  
Blogger Fatima disse...

Bom dia!
Obrigada pela sua visita ao meu blog!
Vim e adorei seu blog...Parabens pelas lindas postagens.Abraço

28 de julho de 2011 às 10:06  
Blogger Eduardo disse...

A coisa mais impossível e obscura torna-se simples e clara com uma dose de amor verdadeiro.
Linda sua poesia, Sol
Abraço

28 de julho de 2011 às 11:27  
Blogger Célia disse...

http://laurodaros.blogspot.com

Esse é um blog que também vale ser visitado, comentado e seguido!

28 de julho de 2011 às 13:51  
Anonymous Anónimo disse...

Poesia de amor, de mãos dadas e dedos entrelaçados.
Uma "receita" que nos ajuda a olhar o Mundo com outros olhos.
Sotero

28 de julho de 2011 às 16:12  
Blogger BRISA disse...

AMIGO
O que me importa é o hoje, o amanhã...Deixe por conta do tempo... A vida está te dando um presente hoje O presente de estar feliz!!! A vida é o agora...

Planos? Deixe nas mãos de Deus... E desfrute desse valioso Presente!!!
FELIZ FIM DE SEMANA
BJ
BRISA

28 de julho de 2011 às 17:28  
Blogger Lena disse...

SOL
Estarei "fora do ar" até dia 1º de agosto, quando virei com novidades na coluna da direita, uma vez que é virada de mês. Me aguardem! Eventualmente, se for possível,postarei alguma texto interessante, mas as idas aos blogs de meus queridos amigos, só terei condicões para fazê-las na segunda-feira. Beijos e até a volta!!!

28 de julho de 2011 às 18:55  
Blogger MARILENE disse...

Suas palavras são muito bem recebidas em meu canto. Você, que sabe tão bem lidar com elas, que escreve lindos poemas, tem também a capacidade de estimular os amigos. Obrigada.
Bjs.

28 de julho de 2011 às 20:06  
Blogger LUZ disse...

Boa noite,

Peço desculpa, é mais um comentário.
Amor... (tenho de baixar o som da música), Amor é tudo.
Amor... transporta-me até às palavras, que são sempre poucas.

Abraços de luz.

28 de julho de 2011 às 22:23  
Blogger Peônia disse...

Ah o Amor... ESSENCIAL.

Beijo!

29 de julho de 2011 às 00:38  
Blogger Luar disse...

Passei para deixar um beijinho e desejar uma boa semana que a minha vai ser de férias, felizmente! Perdida de tudo ...bem junto de mim!

Volto e coloco a leitura em dia quando voltar!

29 de julho de 2011 às 00:42  
Blogger Su disse...

Sol amigo, boa noite...

vim buscar mais um pouco do amor que existe aqui nessa linda poesia, e com essa música levo também uma energia contagiante que deu até vontade de dançar, rs e acredite estou bem cansada hoje, estou participando de uma semana de palestras e mini cursos na área da educação, mas não poderia deixar de vir aqui deixar um abraço e agradecer seu carinho!

Uma linda sexta feita pra ti e sua família!

Beijinhos.

Su.

29 de julho de 2011 às 00:45  
Anonymous Jorge disse...

Lindas palavras, feitas poesia, para descrever o Amor. O amor, sim, é merecedor de poesia...

Abraço,

29 de julho de 2011 às 04:46  
Blogger Memória de Elefante disse...

O Amor traça o destino....

De grande magia e encanto este poema!

Um beijo

29 de julho de 2011 às 17:47  
Blogger Leninha disse...

Querido amigo Sol,cheguei agora da praia e encontrei seu carinhoso comentário.Você viu que postei a linda foto que me mandou por e-mail e a bela frase de Gabriel Garcia Marques.Muito significativas ambas.Obrigada pelo e-mail e pelo comentário,amigo.
Bjsssssss,Leninha.

29 de julho de 2011 às 17:52  
Blogger Evanir disse...

Vigie o momento presente,
para que seu futuro seja feliz.
Plante sementes de otimismo e de amor,
para colher amanhã os frutos
da alegria e da felicidade.
Sua amizade foi
um lindo presente
que ganhei neste mundo virtual.
Lindo final de semana pleno de paz,
alegria, felicidade,
e muita harmonia e amor pra Você.
Um carinhoso beijo no seu coração
sua amiga pra sempre,Evanir,

30 de julho de 2011 às 00:21  
Blogger Patrícia Pinna disse...

Boa noite Sol.Passei aqui para te desejar um excelente sábado, demuita paz e amor.
Fiquem com Deus, você e sua família.
Um geande beijo carinhoso.

30 de julho de 2011 às 02:06  
Blogger Catia Bosso disse...

Ahh O amor é sempre lindo e escrito por ti fica ainda mais belo...

Sol, um bj.

Cat

30 de julho de 2011 às 02:24  
Blogger 。♥ Smareis ♥。 disse...

Oi amigo poeta, eu amo amar o amor...Amar é admirar sempre com o coração. Tudo que eu faço com amor, sempre tenho bons resultados. É assim que consigo enfrentar sempre a minha caminhada pela vida... Adorei seus versos.Um beijo e ótimo fim de semana. Smareis

30 de julho de 2011 às 02:24  
Blogger Vieira Calado disse...

Na verdade, há sempre algo mais a dizer sobre o amor!

Saudações poéticas

30 de julho de 2011 às 03:15  
Blogger Everson Russo disse...

O amor é um nobre sonhador,,,nos leva a infinitos mundos de paz...bela poesia,,,belo seu blog...obrigado pela visita ao Livro,,,volte sempre..abraços de bom final de semana.

30 de julho de 2011 às 15:50  
Blogger Célia disse...

ENTREVISTA!
http://conversadeblogueiro.blogspot.com
Acesse o blog acima e opine! Ficarei imensamente grata!
Abraço, Célia.
http://celiarangel.blogspot.com

30 de julho de 2011 às 18:02  
Blogger Tânia Camargo disse...

Uma visão pura e linda do amor eterno.
Linda poesia Sol... Como todas as que já li por aqui, aliás!

Abraços e votos de um excelente final de semana p/ vc e sua família,

Tânia Camargo
http://taniadecamargo.blogspot.com

30 de julho de 2011 às 20:23  
Blogger Janita disse...

SOL.

Este teu poema é o hino mais lindo ao amor e a tudo o que ele representa, que eu já li até hoje. Sinceramente!

" O amor, o que é nosso, ó minha querida,
Como sol de verão, dá luz á lua
E aquece, e perfuma e é guarida."

Um amor assim é a própria vida, SOL!

Beijinhos

Janita

30 de julho de 2011 às 20:39  
Blogger Su disse...

Querido poeta Sol...

sei que já disse isso, mas vou repetir, quanta energia boa sinto ao chegar aqui, a música entra pelos meus ouvidos e me faz sempre querer dançar...

amigo, passando pra desejar um final de semana de muita paz e amor pra vocês todos aí!

Beijinhos.

Su.

30 de julho de 2011 às 22:12  
Blogger Folhetim Cultural disse...

Olá sou Magno Oliveira responsável pelo Blog Folhetim Cultural, convido lhe hoje a conhecer o nosso blog, que tem além de notícias, tem também atrações culturais. Como poesia, contos, crônicas e muito mais...
Conto com sua visita no nosso espaço.

Blog: informativofolhetimcultural.blogpost.com
E-mail: folhetimcultural@hotmail.com
Twitter: @folhetimcultura e @oliveirasmagno

30 de julho de 2011 às 23:21  
Blogger Concha Rousia disse...

O amor é o alimento da alma, das almas todas, do universo... Intenso lirismo, parabéns, Concha

31 de julho de 2011 às 00:13  
Blogger Laura disse...

Sol, passas no resteas para ler poesia que acho lindaaaaaaa?
Bom Domingo.

laura

31 de julho de 2011 às 11:24  
Blogger Everson Russo disse...

Uma bela semana pra ti amigo,,,abraços.

31 de julho de 2011 às 16:30  
Blogger Anita de Castro disse...

Comande pensamentos de poeta
E navegue no lirismo das lágrimas.
Um abraço

31 de julho de 2011 às 16:46  
Blogger C. disse...

Oi meu querido,
vim ver as novidades :)

Boa semana pra tuuu!!!

31 de julho de 2011 às 20:38  
Blogger Peônia disse...

Mais pessoas deveriam ver o mundo e o amor com seus olhos.

Beijos meu amigo!

1 de agosto de 2011 às 23:58  
Blogger Paula disse...

o titulo diz tudo o que este poema representa :-) xxx

19 de outubro de 2011 às 17:09  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial