SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sexta-feira, 25 de março de 2011

Amor Seguro





Bela e doce recordação
Vivida nesta discoteca,
Onde a alma flutua d’emoção
E amor, e quase se completa.

O rosto teu, triste e oprimido
Mostrando a amargura estampada,
Disse-me de todo o amor escondido
Nessa alma, tua, apaixonada.

Quem dera poder, por um momento,
Comigo ter, como em pensamento
O calor suave do corpo que eu adoro.

Sereno eu sonho, com alento,
A força que em ti, sustento,
Pelo amor que já não mais imploro.



SOL

Etiquetas: ,

5 Comentários:

Blogger ANTÓNIO MANUEL SANTOS disse...

Mais um lindo poema de amor ardente, daquele amor que ao som de uma bonita canção e de dois rostos colados se juntam, fazendo estremecer corações apaixonados.
Adorei.
Algarve - Faro

25 de março de 2011 às 19:46  
Anonymous laura disse...

Mau, voltei aos meus tempos de pariga e lembrei uma amiga minha que foi dançar com um moço que gostava de mim, e a mim (ela) mentiu-me nem disse que iam à discoteca, e dizia o rapaz, ela colava-se toda a mim, até o cabelo dela com laca ficava colado na minha cara...

Bom, além de linda a tua poesia, o sonhar acordado com o amor, ah...

Muita pinta essa letra.

Um beijinho da laura

PS: mas tu ainda andas pla discoteca? mau, mau, mau.. ahhhhhhh

25 de março de 2011 às 21:47  
Blogger Paula disse...

este 'e 1 daqueles q faz sentir bem :-) lindo xxx

27 de março de 2011 às 11:49  
Anonymous DAD disse...

Muito lindo, Sol!
Adorei!
Este post lembra-me uma cena vivida ao som da canção L'été indien... velhos tempos...
Acabei de chegar de Londres onde vivi e onde voltei a recordar, agora os meus 25 anos...

Beijinho grande,

27 de março de 2011 às 21:27  
Blogger Laura disse...

Ah, o amor é o que mais sonhamos, lemos, escrevemos, pensamos, mas é o amor e feliz de quem o tem...

Um beijinho

laura

28 de março de 2011 às 11:23  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial