SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Presença de Ti





Querida!
Tu és toda a minha vida!

Encontro o meu coração como um vaso
Vazio,
Oco,
Cavo,
Vibrante de amor p’ra te dar…

Amor!
Tu és o meu valor!
Tenho a minha alma cheia
De sonho,
Magia, sentimento espiritual.
Não encontro paralelo,
Outro igual.

Senhora!
Dona de todo o meu ser!
Amo-te por toda a vida,
No silêncio deste amor;
Linguagem muda, dos olhos,
Na presença superior
De ti, inteira, querida!

Comungo da nossa dor
De amarmos tanto, na vida,
Tendo tão diferente amor!

SOL

Etiquetas: ,

7 Comentários:

Blogger ANTÓNIO MANUEL SANTOS disse...

Nem mais... veio mesmo a calhar... hoje, dia dos namorados.
Ah!!! amor... quanto mais velho vou ficando, mas gosto de ti... "amor".

14 de fevereiro de 2011 às 15:22  
Blogger Laura disse...

nem por acaso, todos cantam ao amor das suas vidas e tu nem foges à regra...
Lá que está bonito, lá isso está, e ela lê? minha nossa, eu escrevo para o amor, mas o amor não me responde!...até porque não tenho amor no coração, ahhh só pode.

Quanto aos amigos caranguejos, muito diferem na verdade, mas têm muita cosia em comum, muita mesmo.. patinhas p'rá frente em direcção ao mar...

beijinho para ti Sol, e que haja sempre felicidade nos teus poemas.

laura

15 de fevereiro de 2011 às 11:37  
Blogger Laura disse...

Essas bilhas tão lindas, levaram-me ao tempo dos meus 4 anitos, quando ia com os pais e amigos, no verão na Pontinha, à fonte buscar água fresquinha para bebermos em casa, e a noite era linda pejada de vaga lumes (pirilampos) mas que saudade me deu.

beijinho a ti

laura

16 de fevereiro de 2011 às 17:53  
Blogger Maria Soledade disse...

Sol;Cheguei aqui ao teu refúgio através do blog da Laura(minha amiga há já uns anitos).Conhecemo-nos virtualmente e hoje somos grandes amigas Reais!

Gostei do teu poema e só espero que o teu amor o tenha realmente lido.Atenção ao "silêncio", quando se ama deve dizer-se na altura certa porque um dia esse amor "foge" por qualquer motivo e o verbo amar ficou por conjugar.

Para mim o dia dos namorados é apenas um acontecimento comercial.Namorados deviamos ser a vida inteira só que a vida inteira num ápice se torna num curto espaço de tempo.

Beijinhos

Maria Soledade (desculpa,mas todos me tratam por...Sol)

16 de fevereiro de 2011 às 19:26  
Blogger Multiolhares disse...

o amor é assim quando existe vive eternamente
Bj

16 de fevereiro de 2011 às 20:05  
Blogger Maria Soledade disse...

Amigo Sol; Obrigada pelo teu comentário. Houve um "não sei o quê" que me conseguiu tranquilizar um pouco.Num curto espaço de tempo(um ano), perdi três grandes amores.O meu sobrinho,com 25 anos,de seguida a minha Mãe, e no Natal o meu Marido.Não é fácil gerir tantas emoções quase em simultâneo.Daí eu ter referido a palavra "silêncio".

Adorei o seu comentário

Beijinhos

SOl

17 de fevereiro de 2011 às 02:16  
Blogger Paula disse...

Porque te conheco tao bem, Sol, a este so posso dizer.. sem palavras!!! Lindo!

6 de março de 2011 às 17:24  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial